História Sob a luz dos olhos seus - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias 5 Seconds Of Summer
Personagens Michael Clifford
Tags 5 Seconds Of Summer, 5sos, Michael Clifford
Visualizações 35
Palavras 940
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Esse capítulo é pequenininho eu sei mas é pra agradecer as quase 5000 visualizações! S2 Muito Obriagada *-*

Capítulo 28 - Epílogo do epílogo


Os anos se passaram, a 5 Seconds of Summer se consolidou cada vez mais na música, e Heidi sempre estava por lá torcendo cada vez mais pelo seu sucesso, tinha muito orgulho de Michael, por ele nunca ter desistido do amor de ambos, por ter acreditado que poderia dar certo e aguentado as incertezas dela. 

POV HEIDI

Agora, sentada na mesma relva verde do quintal da casa de Michael onde demos nosso primeiro beijo, eu senti como se todas as lembranças viessem a minha mente e como daqui a alguns dias, quem sabe, muita coisa iria mudar. Mudar por um pequeno serzinho que insiste em chutar minha barriga insistentemente. Foi pensado nisso que sento que minha bolsa estourou.

“Anne” Eu grito “Socorro” Entrei em desespero, podia ter feito mil cursos de grávida, na hora que acontece, não dá pra controlar o desespero, ainda mais sem minha mãe por perto.

“O que foi Heidi?” Anne desce correndo os degraus até o quintal e me encontra com a mão na barriga chorando.

“Está na hora, vai nascer, avisa o Michael” Falei abaforada. Anne pegou minha mãos e me ajudou a levar.

”Calma, Michael já vai chegar, agora tenta ficar tranquila, vai demorar algum tempo mais pra nascer, lembra do curso?” Anne tentava me acalmar. 

“Não vai dar tempo dele chegar” Eu chorava 

“Heidi, olha pra mim. Eles estão em tour por aqui mesmo. Michael chega aqui em menos de hora de avião. Você quer você mesma dar a notícia pra ele pra ver se te acalma? Vamos pro quarto, eu te levo” Subimos e me deitei na cama ansiosa.

“Oi meu amor, como vocês estão?” A voz do Mike era animada. 

“Michael, nosso filho vai nascer” Falei apressadamente.

“Aí meu Deus! Gente meu filho vai nascer” Ouvia ele gritar pros meninos do outro lado da linha. “ Vou pegar o próximo avião que eu comseguir. Tá tudo bem? Tá doendo? Quantos centímetros tá dilatado? Não é melhor já correr pro hospital?” Michael fazia eu série de perguntas, ao contrário de mim, ele se lembrava muito bem dos cursos que fizemos.

”Mike, calma. Acabou de estourar a bolsa. Sua mãe tá comigo. Por favor, só faça de tudo pra chegar a tempo” Implorei

”Irei fazer meu amor, já to chegando. Beijo. Te amo” Desligou o celular correndo.

Conforme o tempo foi passando, contrações vieram, cada vez mais fortes, Anne disse que estava na hora de irmos pra o hospital. Ligou pra Greg que estava trabalhando avisando e eu para minha família.

”Mãe, seu neto nasce hoje” Chorei 

“Filha, tá tudo bem? Já estão no hospital? Você sabe que eu queria estar aí mas não posso.”

”Anne já está nos levando. Eu te amo tanto. Sinto sua falta.” 

“Eu também te amo. Mamãe vai estar em pensamento com vocês, Vai dar tudo certo.” Minha mãe sempre me acalmando desde criança.

Chegando no hospital, me levaram pra um quarto com tantos aparelhos que parecia que ia passar por uma cirurgia, uma médica veio me examinar. 

“Seu trabalho de parto está indo muito bem. Já temos 8 centímetros” Ela sorriu pra mim e pra Anne. Fiquei aflita mais dois e já poderia começar a fazer força mas Michael não tinha chego.

”Não vai dar tempo” Eu pronunciei 

“ 20 minutos ele está aqui Heidi! Já falei com ele” Anne tentava de toda forma me tranquilizar.

Foi passando o tempo, as dores foram ficando mais fortes, que me deixam tonta, as contrações vinham mais rápidas, nem bem dava tempo de me recuperar. Até que novamente a médica entra no quarto pela centésima vez.

” Chegamos a 10 centímetros, vou chamar a equipe! O pai ainda não chegou?” Ela me olhava, eu não sabia se tava desesperada pela dores, por Mike não ter chego, por nosso filho estar nascendo. Não a respondi, Anne fez isso por mim.

”Está quase.” Ela olhou pra médica com olhar suplicante.

”Sinto muito mas não podemos esperar” A médica saiu e logo depois entrou com a equipe composta por dois enfermeiros. Eu naquele momento só queria ver meu filho logo. “Heidi, é o seguinte, quando a contração vier, eu quero que você faça a maior força que você já fez, e quando ela cessar você  descansa, entendeu?!” 

“Sim” Falei. Estamos na quarta contração em que eu fazia força quando Mike abriu a porta. Eu que já estava cansada, toda suada, só consegui olhar pra ele e sorrir. Ele veio em minha direção correndo e pegou minha mão que até então Anne estava segurando. Logo depois me deu um beijo.

”Eu cheguei meu amor. Nosso filho vai nascer.” Ele sorria daquele jeito que me fez me apaixonar por ele. Aquele sorriso largo que fazia seus olhos se estreitarem. É mais uma contração me tomou, eu apertava a mão dele que me olhava aflito. E logo veio outra, e mais outra e outra. 

Até que ouvimos um choro, aquele barulhinho tão alto e forte que me fez esquecer por aquele momento a dor e a preocupação. Nosso filho tinha nascido. 

“É uma menina” Michael me beijava com lágrimas escorrendo dos olhos. Nós tínhamos decido descobrir o sexo no parto. 

“É, meu amor” Eu disse que uma felicidade que não cabia em mim. 

 A médica colocou ela nos meus braços e Mike a beijava e fazia carinho em sua cabeça. Anne e Greg vieram conhecer a neta e nós dar parabéns. 

“Como ela é linda” Anne disse já com ar de vó coruja.

” Como ela se chama?” A médica nos perguntou. 

“Diana” Dissemos em uníssono.

A nossa Diana, a nossa heroína, a nossa Mulher Maravilha, que veio nos transbordar de amor e completar nossa família. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado! Foi de ultima hora só para agradecer vocês mesmo. Já to pensando naquela outra fic que falei.
Beijinhos, muito obrigada por quem leu s2


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...