1. Spirit Fanfics >
  2. Sob o seu olhar >
  3. Presente para você

História Sob o seu olhar - Capítulo 40


Escrita por:


Notas do Autor


Olha eu de novo.
Agradeço o carinho de sempre.

Capítulo 40 - Presente para você


Fanfic / Fanfiction Sob o seu olhar - Capítulo 40 - Presente para você

Miami, 5:35 pm

Lauren achou que estava tendo um delírio, mas o cheiro de morangos maduros invadiu suas narinas e ela soube que era real. Por mais louca que aquela ideia parecesse.

- Camila?

- ¡Feliz cumpleaños cariño!

- OMG! É você mesmo?

- Sí. Soy yo!

Tinha 50 pessoas na casa, mas Lauren não ouvia mais nada. Agarrou sua Latina cheirosa como agarraria um colete salva vidas no Titanic.

Não se importou de chorar. Ouviu o pessoal pedindo bolo, mas só queria ficar ali agarrada ao seu porto seguro.

- Hey Lolo…eu trouxe um presente para você.

- Você é meu presente!

- Que euzinha trouxe!

Dinah chegou abraçando as duas.

- Parabéns Laurex.

- Eu te amo Dinah.

- Difícil não me amar. Eu sei.

Enquanto a música ganhava volume e as pessoas se afastavam Lauren saiu puxando Camila.

- Acha as escadas e entra na porta roxa. Agora!

- Ok, Lolo.

Camila subiu as escadas segurando-a pelas mãos com os dedos entrelaçados. Pareciam duas adolescentes rindo das próprias traquinagens. Camila fechou a porta e passou a chave. Não que tivesse nada em mente. Nem tinha conhecido a família Jauregui ainda, mas já estava assustada.

- Não acredito que você está aqui!

Camila sentou-se ao seu lado na cama.

- Nem eu. Dinah falou com a Normani e duas horas depois a gente estava no avião.

Camila puxou-a para si colocando as mãos em seus cabelos sedosos tocando-lhe a nuca. Seus lábios se encontraram com doçura, mas sedentos ao mesmo tempo de saudades. Como sentira falta daquela boca linda. Enquanto a beijava seu coração parecia subir pela garganta. Mordiscou-lhe o lábio inferior buscando mais ar. Encostou a testa na dela olhando para aqueles olhos verdes que tanto amava.

- Como estão seus olhos Lolo?Como foi a cirurgia? Você está bem?

- Estou bem. Eles ardem às vezes e coça, mas estou bem. Estou feliz que veio. Normani está aqui? 

- Está...não sei não. Ela parecia bem empolgada para ver a Dinah.

- Será que...as duas...

- Eu não sei. Mas fico feliz se estiver rolando alguma coisa.

- Dinah? Uau...

- Eu trouxe um presente para você.

- Já disse que você é meu presente.

- Segura Lolo.

- Obrigada. Não precisava.

- Vou abrir para você.

Camila desembrulhou a caixa. Colocou sobre as mãos dela.

- Eu queria te dar algo que pudesse contar um pouco da nossa história. Diga-se de passagem é bem louca. Eu fiz uma caixa de memórias.

- Nossa.

- Eu sei que você não pode ver agora, mas vai ver logo, então eu fiz uma linha do tempo da nossa história.

- Queria muito ver isso.

- Eu te mostro, escuta só: primeiro encontro no Central Parque, você esqueceu essa pulseirinha preta no banco que estávamos sentadas e você teve uma crise de pânico.

- Puxa. Não sabia que tinha perdido lá, não aquele dia.

- Eu queria devolver, mas sei lá. Tinha seu cheiro... então guardei.

Lauren sorriu e pegou nas mãos a pulseira simples que ganhou do pai antes de ir para faculdade.

- Segundo encontro: Starbucks. Você pediu um duplo com creme de avelã e um donuts de morango. Você limpou os lábios nesse guardanapo e ficou a marca do seu batom.

- Estou ficando com medo.

E Camila riu, aquela risada gostosa que Lauren amava.

- Terceiro encontro: Restaurante Sushi way.

- Você me atropelou.

- Culpe o universo, ele queria que a gente se encontrasse de qualquer jeito. Guardei o panfleto com o especial do dia e tem a data impressa.

- Uau...isso é legal.

- Quarto encontro eu te vi no shopping Manhattan Mall e eu escrevi um bilhete no guardanapo.

- Foi bem ousado da sua parte.

- Eu entreguei um com meu número e o nome fonte Bethesda 12 pm. Mas antes eu tinha escrito esse: Estou pesquisando Vampiras preciso de uma cobaia. Ainda interessada no meu sangue latino? Me liga.

- Estou começando achar que você estava muito interessada em mim.

- Você duvida ainda? Ah e tem essa foto do nosso piquenique no Central Parque, primeiro encontro oficial.

- Foi maravilhoso esse dia. Eu estava tão impressionada...que eu não sabia o que dizer.

- Hum eu consegui te impressionar? E tem a pulseira da balada no The Copacabana. O dia que quase te beijei. Mas você fugiu para o banheiro.

- Vamos pular essa parte.

- Que droga foi aquela? Eu preciso de um banheiro?

- Eu estava nervosa. Comecei a sentir um calor estranho pelo corpo todo. Não sabia o que era.

- Agora sabe?

- Ah sei...como sei.

Beijou-a ternamente.

- Calma aí Lolo. Tem ainda foto nossa na Clotilde e na praia.

- Inesquecível também. Dia louco aquele.

- E por último tem um vídeo do nosso primeiro beijo. Tirei uma foto e emoldurei.

- Peraí. Como você tem um vídeo daquele momento?

- Eu coloquei a câmera para filmar você tocando e aí me perdi naquela magia toda e consegui um beijo antes de você me jogar no chão.

- Hey! Não foi bem assim.

- Está filmado para próxima geração você me jogou no chão.

- Eu me assustei! Não sei se quero realmente ter essas memórias. Pareço uma boba em todas elas.

- Ohhh bobinha. É a coisa mais fofa falando assim. E para terminar fiz bombons recheados de morango em cada bombom tem uma letra de chocolate que você pode ler passando os dedos.

- Hum...adoro morangos, adoro chocolates. Deixa eu ver se consigo: Eu amo você Lolo.

- Isso. E é verdade.

- Obrigada Camila, você é tão sensível e ao mesmo tempo é tão impetuosa como um furacão e eu amo isso.

- Quando meu apartamento pegou fogo, só pensei nessas lembranças que estavam na minha mochila porque era a única coisa que eu não queria perder, além das fotos da minha família.

- Obrigada. Eu amei. De verdade.

- Agora experimenta.

Camila colocou um bombom na boca de Lauren e beijou-a.

- Delícia.

Alguém bateu na porta.

- Lauren??

- Ferrou e se for sua mãe?

- Não é. Pode abrir. É a Tay.

- Não. Espera preciso esconder tudo isso.

- Põe embaixo da cama.

- Lauren???

- Já vai.

Camila abriu a porta.

- Hey... estão te procurando lá embaixo e a mamãe estava subindo e eu achei melhor...vir na frente.

- Estamos indo. Obrigada.

- Você deve ser a Camila?

- Sim. Prazer em te conhecer. Desculpa a indelicadeza.

- Lauren é a indelicada aqui que não apresenta as "amigas". Taylor Jauregui.

- Vem Camila, não liga pra ela. Ela não tem amigas porque é muito chata. Vou te apresentar minha família.

Desceram rindo e Taylor deu um tapa em Lauren. Logo Camila conheceu a família Jauregui tentando memorizar os nomes, recebeu um abraço apertado da Sra Jauregui que era tão bonita quanto todo o resto da família.

Todos foram muito gentis e educados e aos poucos a casa foi esvaziando conforme a noite chegava. Sentou-se no sofá ao lado da avó de Lauren que era muito gentil e contava histórias de quando ela era criancinha. O irmão de Lauren Chris, chamou todos para a piscina e a festinha mais jovem continuou noite a fora. Lauren insistiu para que ela colocasse biquíni também e foram participar da bagunça.

O Sr. Jauregui continuava assando churrasco enquanto só sucos e refrigerantes eram servidos.

Lauren recebeu um cutucão do irmão.

- Hey Lauren, fala bem de mim para sua amiga. Ela é muito gata. Nossa!

- Hey seu idiota...tira o olho dela. Não é para seu bico.

Empurrou-o para a água.

- Hey Laur, vou indo nessa.

Dinah apareceu com Normani ao seu lado.

- Já? Ainda não é nem dez da noite.

- Lauren você perdeu a noção mesmo. Já deu meia noite e a Normani trabalhou o dia todo. Vou levá-la para descansar.

- Ok...me dá um abraço.

- A gente vem amanhã para o almoço. O que acha?

- Ótimo. Obrigada por isso.

- Está falando da Latina?

- Estou sim.

Abraçou a amiga que cochichou.

- Quer que ela durma lá em casa ou você vai cuidar disso?

- Com certeza eu vou cuidar disso.

- Assim que se fala. Fui.

Camila estava com frio. Pegou um roupão que Lauren havia lhe dado e vestiu. Aos poucos a piscina foi esvaziando, procurou Lauren com os olhos e viu seus pais recolhendo a coisas e fechando tudo. Chris foi o último a sair da água levando os amigos e primos junto com ele. Lauren voltou e se sentou em umas das espreguiçadeiras próximas a piscina. Camila foi até ela.

- Senta aqui comigo.

- Cadê a Dinah?

- Ela já foi.

- E me deixou?

- Sim.

- Achei que iria ficar na casa dela. Eu nem trouxe roupa.

- Não se preocupa. Pode usar todas as minhas. Minha mãe mantém até minhas meias da pré escola intactas.

- Adorei sua família.

- Sério? Não são barulhentos e intrometidos?

- São sim...e isso é bom. Uma família grande e todo mundo junto celebrando é emocionante. Eu não tenho nenhuma família. Apenas Alana que me sinto muito mal por deixá-la para vir para cá.

- Hey, não se sinta assim. Vem cá.

- Desculpa por isso. Estou muito feliz de te ver.

- E eu estou feliz que veio. Logo vamos estar todos juntos. Ok?

- Sim. Onde estão seus pais?

- Já foram dormir. Chris foi para outra festa. Tay saiu com o tal de Jimmy, meus avós já estão deitados há horas e Dinah fugiu com Normani.

- Hum... então acho que podemos aproveitar o seu segundo presente.

- Segundo presente?

- Eu vi que vocês têm um ofurô bem no jardim ao lado da piscina. Vem.

Camila saiu puxando Lauren pelo braço depois de arrancar o roupão.

- Calma señorita.

- Vem Lauren...a água está quente. Me dá a mão. Devagar.

- Certo.

Camila ajudou Lauren descer segurando pela cintura. Os corpos se tocando. Puxou-a para mais perto beijando-a no pescoço.

- Camila...tem certeza que esse é um bom lugar…???

- Esse é o lugar perfeito Lolo. O que acha que as pessoas fazem em um ofurô?

- Relaxam?

- Hahaha. Você é tão meiga Lolo. É isso mesmo. Eu vou fazer a gente relaxar... feliz aniversário Vampira!


Notas Finais


😍♥️😍♥️
O amor está no ar...ou na água.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...