História "Sobre a Luz da fama e o poder da Paixão. " - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Ally Brooke, Camila Cabello, Dinah Jane Hansen, Lauren Jauregui, Normani Hamilton
Visualizações 22
Palavras 883
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Musical (Songfic), Poesias, Policial, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Essa e a segunda fic que escrevo espero que gostem e perdoe qualquer erro ortográfico'
Boa leitura até mais.😊😘

Capítulo 1 - "Piloto"


Fanfic / Fanfiction "Sobre a Luz da fama e o poder da Paixão. " - Capítulo 1 - "Piloto"


Me chamo Lauren Michelle Jauregui Morgado, mais prefiro ser chamada de Lauren Jauregui, Tenho 23 anos.

sou lésbica assumida, me assumi aos 18 anos, quando falei para os meus pais da minha sexualidade eles apenas disseram que já sabiam é que não se importavam com isso, que apenas queriam me ver feliz, e se está com uma mulher me deixa feliz, eles ficariam felizes, Confesso que fiquei surpresa.

Tenho dois irmãos mais novos Taylor que tem 17 anos e Chris de 19 anos.

Meus pais se chamam Michael Jauregui e Clara Jauregui, Moramos em Miami, Meu pai é um empresário no ramo da música  muito famoso, dono da gravadora “Jauregui'S”Music” mundialmente conhecida tem contrato com vários cantores como Demi Lovato, Selena Gomes e Ariana Grande Entre outros.

Meu pai digamos que ele é um caça talentos, sempre empresariado novos talentos da musica, essa sempre foi sua paixão. E por ter uma gravadora facilita ainda mais na hora de empresária e cuida da carreira e lança no mercado da música.

Eu sempre fui apaixonada por música, produzir sempre foi um sonho. Faz um ano que terminei minha faculdade der música, após terminar a faculdade passei ajuda meu pai na gravadora, produzindo e compondo músicas.

Nesse ano em que tenho ajudado meu pai na gravadora, tenho me apaixono ainda mais pela música, cada dia eu tenho certeza que é isso que eu quero fazer, produzir compor canções e quem saber empresaria.

Clara: filha o café da manhã já esta pronto e seu pai já foi para a gravadora. – falou do outro lado da porta do quarto.

Lauren: ok mãe já estou descendo. – falei terminado de me arruma. – Estou vestindo uma calça jeans da cor preta com rasgados nas pernas uma blusa da com branca com um estampa de microfone e minha jaqueta preta em meus pés meus contornos. Peguei a chave do carro e desci.

Bom dia mãe – falei beijando sua bochecha. – e dando início ao meu café da manhã, que esta muito bom.

Cadê a Taylor e o Cris mãe?

Clara: Cris não dormiu em casa e Taylor foi ao clube com suas amigas.

Lauren: hum... Porque o papai não me esperou aconteceu alguma coisa na gravadora. – falei enquanto tomava meu suco de laranja.

Clara: não ele só queria adianta alguns serviços e papéis que precisava assinar.

Lauren: ok... Entendi então eu vou indo mãe. – falei me levantando da cadeira.

Clara: Ta bom filha dirija com cuidado viu?

Lauren: sim senhora. - Falei fazendo gesto de continência e ela começou a rir. – beijo mãe até mais.

Saí indo até a garagem entrei em meu carro jeep renegade Preto e fui em direção a gravadora. - Não demorou muito e logo cheguei, cumprimentei as pessoas que trabalham ali, uma das coisa que eu sempre faço e cumprimentar cada pessoa que trabalha aqui.

Lauren: Bom dia Lídia como esta dormiu bem?

Lídia: Bom dia Srta. Lauren, sim dormi muito bem obrigada por perguntar. – falou me dando um sorriso. – Lídia e a recepcionista da gravadora ela é muito simpática.

Entrei no elevador e fui para o terceiro andar indo direto para o estúdio de gravação, estamos produzindo a musica nova  da Tori kelly Don't you worry' Bout A thing, esta ficando muito boa, ela fechou contrato com nossa gravadora a pouco tempo.

Bom dia Fred! Como estamos indo?

Fred: Bom dia Lauren! Estamos indo muito bem. – falou com um sorriso no rosto.

Lauren: deixa eu ouvir. – falei pegando o fone para ouvir Tori que estava dentro da cabine de gravação. – Nossa isso esta perfeito, fizemos um ótimo trabalho. – falei devolvendo o fone para ele.

Já havia se passado algumas horas de gravação, não demorou muito Tori termino de grava.

Tori: Hey Lauren e aí tudo bem? – falou me abraçando.

Lauren: Oi Tori sim tudo e com você?

Tori: Estou bem Laur eu amei a produção desse sing ficou muito bom você fez uma ótima trabalho.

Lauren: Que bom que gostou.

Tori: Bom eu tenho que ir até mais Laur mais uma vez obrigada. – falou saindo

Lauren: de nada até mais. – falei dando um tchauzinho para ela.

Bom Fred o nosso trabalho por hoje esta ok, se você quiser pode tira a tarde de folga se não tiver nada pra fazer pela parte da tarde.

Fred: ok obrigado Lauren.

[...]

Saí do estúdio de gravação e desci para o segunda anda onde fica o escritório do meu pai. Bati na porta e ouvindo um:

Michael: Pode entra!

Lauren: Oi pai! – falei entrando na sala e logo em seguida sentado na cadeira a sua frente. Muito ocupado ainda pai?

Michael: Não! Acabei – falou assinando o último papel. Chegou agora filha?

Lauren: não! Faz horas e que eu cheguei e fui direto para estúdio, acabamos de Finalizamos o sing de Tori, ficou muito bom e ela também gostou. – falei rindo para ele.

Michael: Isso é muito bom filha, estou muito orgulhoso de você logo estará assumindo essa cadeira aqui. – falou a pontando para sua cadeira.

Lauren: Pai não exagera vai demora um pouco pra mim assumir seu lugar. – falei dando um risada.

Michael: Talvez não filha. – Bom vamos esta cause na hora do almoço e não podemos nos atrasar se não sua mãe nos mata. – falou rindo e se levantando.

Lauren: ok vamos pai. – falei me levantado o abracei e saímos rindo.



Notas Finais


Espero que tenham gostado desse primeiro capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...