História Sobre mim - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Romance, Terror, Triste
Visualizações 9
Palavras 675
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Fantasia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Esse capitulo eu fiz meio que correndo mas enfim...cansei de enrrolaçao é isso ai mesmo ela agia estranho por conta de seu traumatizante passado
A mae dela nao morreu,ela ta em algum lugar no mundo aprisionada e é issuh ae
Comenta ae embaixo oque voces acharam da revira volta que a foc deu
Mal pelos spoiles logo de cara é que la em baixo ta o formulario da personagem Ana
Amo vcs ❤

Capítulo 8 - Sobre mim


Fanfic / Fanfiction Sobre mim - Capítulo 8 - Sobre mim

Tinha sido um dia longo na escola, eu e Erick voltavamos juntos, ficamos pra traz e o resto do pessoal nem ligou.

 Estavamos em total silencio. Porem pessoas em silencio tem sempre mentes barulhentas. E eu só consegui pensar no que tinha acontecido no dia anterior, era estranho, eu nem sabia oque pesar... Oque sentir... Entao eu parei e puxei a mao dele e ele conseguentimente se virou pra mim ainda em silencio.

 -Erick...eu estava um pouco quente e corada-vamos passar pelo parque? 

 -Mas o parque é totalmente contra mao. Ele disse com um sorriso fofo e curioso 

 -Entao... Vamos ao paque? Perguntei segurando as mangas de sua blusa de frio. Ele sorriu e aceitou o convite e fomos andando. 

 No parque compramos uns doces aleatórios que os "tiuzinhos" passavam vendendo. 

 -Entao, algum motivo especifico de ter vindo aqui derrepente? Ele perguntou enquanto comia pipoca

-Erick, sobre ontem...Ele ficou mais corado que o normal

.-lembra que voce que eu poderia ser mais aberta?

 -ãn... Sim 

 -Vou te contar uma história. 

-História? Como assim? Aleatório

 -Psiu! Esculta. Nao torne isso mais dificil. "Ne uma cidade meio distante daqui havia uma mulher. Ela era linda seu nome era Helena. Ela havia se casado com um grande empresario que era ouculpado demais, ele estava viajando muito ,por isso perdeu as melhores fases de sua filha...Emily.  

Por ele esta sempre de viagem as tarde de Helena eram sempre junto com Roberto e Emily seus filhos.

Ela tinha uma "amiga" naqual ela confiava muito, e porconta disso certa vez contou uma coisa que nao. Devia ter contado. Ela falou para a amiga Marcela que sua filha Emily de um ano havia apresentado um dom. Marcela incubrida de inveja foi para casa e pegou sua bebe no colo e desejou que ela fosse especial tambem, porem, nada. Marcela era uma pessima amiga e sempre deu em cima do marido de Helena, agora com a grande novidade da criança com o dom ela queria ser como Helena, desejou ser Helena, ela queria a vida de Helena...

-Ondequer chegar com isso Emilia?

Fiquei em silencio e depois continuei.

-Marcela roubou a criança quando ela tinha seis anos de idade matando Helena na frente de Emily e Roberto.

O garto tentou salvar a irma, porem indefesso e pequeno nao foi capaz. A casa de Emily foi ensendiada com sua mae ainda respirando la detro e Marcela a levou pra longe. Dois anos depois a mulher voltou para devolver a menina que ja nao tinha nenhum sentimenti depois de tudo que passou com Marcela.

Ela aprendeu a matar a sangue frio, controlar melhor seu dom, e anunca sentir nenhum tipo de compaixao pelo proximo, o pai da familia se encontrava apenas com um garoto foi forçado a casar-se com Marcela para que deixasse seu outro filho vivo e usava a menina para ameaça-los sempre que podia.

A menina ja nem sabia oque era amor, e fazia qualquer coisa qje quisesse na hora que quisesse. 

Apesar de tudo ainda tinha lembranças e por isso era muito apegada a seu irmao, quando ela surtava ele era o unico capaz de acalma-la,

Marcela obrigou a todos que fingissem ser uma familia feliz, assim ela deixaria Helena viva em algum lugar do mundo. 

Com o passar do tempo a menina aprendeu a se controlar, porem para nao se alterar ela preferia nao interagir com as pessoas por medo de machuca-la. Ela só nao queria ser como Marcela. E o pior de tudo Marcela queria encontrar a feçicidade eterna entao... A menina vive a sete milenios

-Qual o tal dom dela?

-Erick...nao prescisa falar de mim na terceira pessoa. Disse com um sorriso

Ele pareceu surpresi mas sem acreditar

-Entao...?

-Eu sou a menina da hitória.

Os olhos de Erick se encheiram de agua, assim como os meus, ele me deu um abraço.

-Eu quero a minha mae. Eu disse baixinho enquanto chorava.

-Desculpa eu nao deveria ter insistido tanto pra voce ser mais aberta com agente, pra falar por que voce é assim, eu nao deveria...

-Shhhh. Coloquei o dedo proximo a boca dele.-desbafar as vezes faz bem. Alem do mais, eu ja to acostumada com tudo isso

Continua...


Notas Finais


Ana
Altura: 1,51
Gosta de:sorvete e coelhos
Nao gosta de:inimizades matematica
Caracteristica mais chamativa: caichinhos ruivos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...