História Sobre Pintas e Covinhas - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, Jungkook
Tags Bts, Carta, Covinhas, Fuffly, Jikook, Jimin, Jungkook, Pintas, Sorriso
Visualizações 150
Palavras 443
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Slash, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente! Voltei com mais um capítulo único para a minha maratona hsushsuhsuhsuaushuah E voltamos normalmente com nossa programação normal, Vulgo Jikook! Eu adorei escrever e esse texto simplesmente veio depois de ver um compilado de fotos da covinha do Jungkook, aquela que ele quase nunca mostra. Bem raro, um pena suagusguagua

Espero que gostem!

Capítulo 1 - Destinatário: Jeon Jeongguk.


Você sempre me perguntou o porquê de eu sempre olhar para a sua boca. O porquê de ser tão fixado nela e quase todos os meus toques caírem sobre ela. Ou quando simplesmente noto cada sorriso ou movimento.

A culpa é totalmente e puramente de sua covinha e uma pequena pintinha. Que você resolve escondê-las sempre, e só as mostras quando quer ou simplesmente se descuida.

Você é tão mau, Jungkook.

Sabe que esses pequenos sinais te deixam fofo, meigo e lindo. Mas faz questão de torturar e não mostrá-las diariamente para as pessoas, para nossas fãs.

Sabe, é engraçado como aquela música que compomos, Drimple, caia tão bem em uma dessas suas características.

 Elas estão bem escondidas, Mas se você sorri, elas aparecem

De vez em quando. Rsrs

Mas você, esse sorriso é mais que cruel. Cruel, não deveria ter visto essa bochecha

Você na verdade, é realmente perigoso

Você sempre reclama das minhas insistências de querer vê-las, mas sempre cede alguns segundos para mostrá-las. Não reclame se alguma vez eu morder esse lábio aparentemente delicado, Oh, eu adoro o formato deles, como também gosto de mapear cada parte de seu corpo apenas para encontrar mais desses que me agraciam tanto.

Você tem vários espalhados em si, posso dizer.

Desculpe minha lentidão ao tocá-lo em momento mais quentes, mas sei que adora quando, a cada encontrar, acabo mordendo o local, beijando ou simplesmente acariciando.

Peço que se sinta amado. Todo o seu corpo.

Posso dizer que até mesmo sua alma deva ter algumas pintinhas escondidas ou uma covinha que teima em aparecer.

Ah, amor, diga-me se sua pele fica quente em todos os lugares que toco, quando se arrepia com meu sorriso acompanhado com um sussurrar baixo, proferindo apenas “achei”.

Jungkook, essas covinhas são ilegais. Não, é perigoso, sim.

Então eu te chamo de garoto ilegal.

Mas, ah, eu não fico tão incomodado quando você não as mostra publicamente — Seja sua pequena pintinha, como sua covinha — Porque quero todas elas para mim, apenas para mim. Então continue a escondê-las daqueles de fora, mas sempre as mostre para mim, pois, Jeon Jungkook, eu não vivo sem elas.

Como você diz que não vive sem meu sorriso e o efeito que causa em meus olhos quando sorrio verdadeiramente, afinal, é por isso que você sempre faz aquelas brincadeiras perto de mim, não é? A diferença... É que você gosta que o mundo o veja, pois sempre diz que todos têm que ver essa pequena beleza.

Então espero que essa carta tenha te constrangido do mesmo modo como você sempre faz quando elogia meu sorriso.

Atenciosamente: O melhor Hyung que você poderia ter. <3

JM


Notas Finais


E então? O que acharam? Gostaram de mais uma das minhas brisas? shaushaushuahusa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...