História Sobre-VIVER!! - Capítulo 24


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Adolescente, Adulto, Albino, Aventura, Branco, Criança, Fuga, Grisalho, Laboratório, Luta, Poderes, Preto, Rato, Super Poderes, Telecinese, Violencia, Viver, Voar
Visualizações 0
Palavras 941
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Sobrenatural, Survival, Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 24 - Alex


(uma semana antes da fuga de 538)



Alex chega em sua mais um dia na escola, se senta na cadeira e enterra sua crença entre os braços cruzados 

Logo um professor entra e da bom dia a todos, usava óculos, um cabelo médio arrumado, e usava um jaleco com calça jeans e um tênis social, tá , um professor normal

Olá turma, meu nome e pordessor Renato e eu vou ser seu novo professor de ciências a partir de hoje, devido há uma mudança de horários 

Olá professor Renato todos da turma falam em um coral 

Ele começa a dar aula 

Bom, turma nesse ano nosso livro vai abordar sobre espécies e principalmente sobre grisalhos certo? Afinal daqui a alguns dias vocês irão fazer uma ewcurçao até um dos laboratórios não e mesmo?

Sim

Bom, eu admito que não gosto que os grisalhos fiquem em laboratórios, só que a maioria da população não os vejo dessa forma, acho que eles como qualquer outro ser deveria se livre e ir aonde quiser

Todos ficam calados 

Aquilo fica despertado a curiosidade de Alex, ele também concordava com o professor 

Mais então, no módulo 3 que estamos atualmente vamos falar sobre aves, as aves...

E a aula continuou normalmente 

.

.

.

No final da aula, já haviam passado mais 5 professores, Alex resolve procurar o novo professor, todos soa despensa dos, ele pega suas coisas e sai da sala, a procura do novo Prof

Vai então para na coordenação, ele estava sentado naquela enorme sala em um das cabines cheias de papeis, estava corrigindo as provas 

Olá professor renato

Oi ... Alex não e?

Sim senhor

Bom Alex o que lhe traz aqui

Bom, na sua primeira aula com agente, o senhor falou um pouco da sua opinião sobre os grisalhos, aquilo era verdade 

Claro que sim

O senhor poderia falar mais um pouco sobre ?

Claro! Sente aqui!

E eles passaram o resto da tarde conversando

.

.

.

Nos dias atuais 

Alex voltava para casa, a aula havia sido muito chata naquele dia, a maioria foi de matemática, o que desanimava sua noite para ver os exercícios passados, ele queria ser um pesquisador quando crescer 

Ele estava passando na rua que já não estava mais tão movimentada, começa então a chover

Uma chuva que de fina vai engrossando, ficando densa e pesada, os prédios não tinham muito telhados para se abrigar, então Alex se abrigou em um beco

Ele corre para a ponta do beco e fica observando todas as pessoas de abrigando nos telhados de alguns lugares ou então debaixo de guarda chuvas 

A chuva pare ia que ia demorar para passear 

Ele se senta no chão e observa o local, até que vê algo branco, larga sua bolsa de lado e vai até a coisa branca 

Até que se surpreende com o que vê 

Um menino jogado feito um lixo no chão, sua cara perícia preoucupante,e não i. Menino qualquer, aquele mundiherdeiro que falou com ele no laboratório 

Alex toca no rosto do menino, que se mexe, respira de alívio, 

Estava vivo

Mais com febre 

Ele ergue o menino pelos ombros, ele era baixinho emuito leve, então foi muito fácil para carregalo

Pela sorte dos céus, a chuva ficou mais leve, Alex tira seu casaco e joga por cima do garoto desacordado, segura sua mochila e sai correndo pelas ruas com todos observando, chega em seu apartamento que já não era tão longe dali

Ele sobe no elevador que não tem ninguém, o segurança não havia visto o menino que estava todo coberto pelo casaco 

Chega na sua casa, sua mãe estava na cozinha fazendo a janta, ela não podia ver de jeito nenhum que ele tinha um grisalho com ele , sua mãe não aprova e acha que todos devem ficar em laboratórios, o que eram ideias opostas de seu filho, ele chega e rapidamente vai para seu quarto 

Oi filho! Tudo bom?

Oi mãe, tudo 

Depois vai lá no quarto na sua irma, ela tá dormindo agora 

Certo

Joga o pequeno na cama ajeita ele, tira sua camisa, e checa sua temperatura com o termômetro, estava 39 graus, o desespero sobe a cabeça do menino 

Ela vai até seus rmario correndo e feira uma caixa com remédios, começa a ler a bula de todos ate achar algum para diminuir a febre, mais não acha nada

Ele não poderia perguntar a sua mãe, pois a mesma vai duvidar, então só há uma escolha

Ligar para seu professor Renato

Ele saberia o que fazer, em suas conversas, disse que sabia muito sobre remédios e já foi farmacêutico 

Ele liga e o prof logo atende 

Alô?

Oi professor aqui e o Alex 

Oi Alex, o que foi?

Eu não sei como explicar, mais o senhor sabe como abaixar uma febre de 39 graus

Sim, quais são os remédios que você tem 

São... E esse....

Certo use... Nessa quantidade x e o outro você deixa para dar daqui a uma hora na quantidade y 

Certo

Mais você poderia me contra o que tá acontecendo 

Amanhã eu te falo

Certo

Ele desliga o telefone e aplica do jeito que o professor falou, o menino não abria os olhos e estava gemendo na cama de dores, não parecia muito be, suas bochechas estavam vermelhas por causa da febre 

Aqui, toma e você vai ficar melhor 

O pequeno não escuta mais toma o que ele lhe deu, logo dando uma relaxada, o remédio era bem forte e logo fez efeito

.

.

.

Um hora de passa e ele lhe dá mais um remédio, o outro já parecia estar bem melhor, dormindo por fundamente, ele as vezes falava algumas palavras mais o mesmo não entendia nada 

Ele o cobre e liga o ventilador, logo se entrando na borda da cama, tudo estava tão calmo que Alex acabou cochilando

...

..

.

Um tempo se passa e 538 abre os olhos 









 






Notas Finais


Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...