História Sobrenatural - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Supernatural
Visualizações 12
Palavras 2.423
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Terror e Horror
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


não é necessariamente o terceiro "episodio" não vou escrever sobre outros casos e vou continuar a minha historia pulando alguns ep.

Capítulo 3 - "3" episodio.


Alane- bem vindo ao good Spencer, em que posso te ajudar? 

Cliente- eu vou querer um... um... um...hum...

Alane- cara se não sabe o que vai pedir pra que entrou na fila?

Cliente- calma eu estou pensando... eu vou querer um x-caixão. 

Alane- não servimos mais o x-caixão faz meses. por conta da reclamação dos clientes.

Cliente- eu sou um cliente e não estou reclamando eu estou pedindo um x-caixão.

Alane- senhor não estamos mais servido esse pedido, eu não posso fazer nada para te ajudar.

Cliente- a vocês são um bando de idiotas que não sabem o que é bom... o lema de vocês vendedores não é o cliente sempre tem razão, bom eu estou com a razão e eu digo que quero um x-caixão você tem que servi um por que eu quero um e tenho razão em querer.

Alane- para sua informação o meu lema é ou você para de reclamar e faz logo um pedido que possa atendo ou vai embora.

Spencer- Alane- grita furiosos- para a minha sala... agora.

Cliente- vixe quem era esse seu chefe perece que tá encrencada.

Alane- cala boca babaca.

-------

Spencer- eu já não sei o que eu faço com você... se te coloco no caixa você briga com os clientes, atender às mesas... briga com clientes, limpar o chão... briga com clientes... a maioria das reclamações que eu tenho aqui é sobre você, se o Alef não fosse meu amigo eu já teria te demitido a meses.

 Alane - e eu achando que ainda trabalhava  aqui porque sou uma boa funcionária.

Spencer- dá um sorriso meio sínico - o que acha de lavar pratos e perfeito para você, não vai ter que brigar com os clientes e pode manter o emprego.

Alane- já limpei o banheiro masculino... nada é pior que aquilo.

Spencer- ótimo manda a Carla para o Drive thrur e fica no lugar dela.

 Alane- ou eu me demito e você se vira aí com o seu negócio, funcionários e clientes chatos. - diz se levantando e abrindo a porta - Adeus.

----

Alane entra em casa batendo à porta e se deitando no sofá pega o laptop para fazer uma chamada de vídeo com suas amigas. 

Alane- oi gente como estão.

Lucy- Oiiiiii, gente esse tá sendo o melhor verão da minha vida, aqui tá cheio de meninos lindos e legais pena que vocês não estão aqui.

Peige- fala sério Lucy manda fotos desses gatinhos... espera Alane não era para você está no trabalho.

Alane- e eu me demiti, descobri que não fui demitida por que o Alef era amigo do Spencer... fala sério eu prefiro ter que ficar desempregada para sempre do ter que trabalhar para um amigo dele. 

Lucy- o que você vai fazer agora? eu posso pedir para minha mãe ir te buscar não é muito longo e acho que ela não vai se importar já que ela acha que você é a filha que ela nunca teve.

Alane- ela não está errada em pensar assim.

Peige- não Ane você pode ir com ela para esse paraíso de garotos ou pode ligar para o seu pai... o verdadeiro é pedir para passar o verão com ele, daí vocês podem conversas e saber mais um do outro já que dá outra vez vocês não falaram absolutamente nada.

 Alane- tá... acho que vou para o paraíso, que horas a sua mãe deve chegar. 

Peige- Alane Robinson... fala sério passar o verão com o seu pai deve ser legal, afinal ele é o seu pai, e melhor para vocês se conhecerem.

Lucy- a peg tá certa... e a minha mãe falou que não vai voltar até o fim do Verão. pega o celular e liga para ele.

Peige- depois você me conta eu tenho que desligar, tchau meninas. 

Lucy- também vou desligar aqui o horário é diferente então praticamente aqui já é de madrugada. Tchau.

Alane coloca o laptop de volta na mesa e pega o telefone abre os contatos liga para Dean mais da caixa, ela desliga e liga para Sam que também vai na caixa postal. 

---------

telefone toca.

Dean- Sam da pra me ajudar aqui? 

Sam- foi mal to meio ocupado tem um zumbi tentando me matar. 

Jack- você não é o único.

Dean- que droga Castiel que andar rápido e matar logo esse cara.

Cass- tá meio difícil passar por essas barreiras estão cobertas por símbolos enoquianos. 

Sam- Cass dá uma forcinha aqui deixa que eu vou atrás dele.

Cass dá um soco na cara do zumbi que o ataca largando Sam.

Dean- vai logo.

Sam chuta a porta a quebrado e ao passar por ela se depara com mais uma.

Sam- haa fala sério.

Jack- Sam.

Sam chuta a outra a porta, atrás dela está o cara com o seu livro que controla os seres sobrenaturais. Sam rápidamente puxa o livro de suas mãos o que faz com que ele tente uma arma que estava guarda em uma gaveta Sam percebe e atira nele o que faz ele cair morto em cima da mesa.

Dean- Sam anda logo queima esse livro. 

Sam corre para acender a lareira e joga o livro dento. os zumbis logo caem após o livro queimar.

Dean- até que enfim tava ficando difícil manter essa coisa longe de mim.

Cass- como ele sabia que eu não passaria pelas runas enoquianas? 

Dean- vai saber o cara era maluco.

Sam- vamos arrumar as coisas por aqui e ir logo embora.

--------- 

Alene- oi Peg.

Peige- Lane não era pra mim que você devia estar ligando.

Alane- eu sei mais a Lu tava dormindo e o telefone do Dean só cai na caixa postal.

Peige- já tentou ligar para os outros?

Alane- já mais também dão caixa postal.

Peige- o que você quis dizer com a Lu está dormindo?

Alane- que ela está dormindo!

Peige- não você quis dizer que se ela estivesse acordada você estaria falando com ela e não comigo. 

Alane- espera tem uma segunda ligação já falo com você.

Alane- alô.

Dean- oi Alane, desculpa não ter atendi eu estava meio ocupado o que você queria. 

Alane- eu estava pensando se posso passar um tempo com você e os rapazes só pra não ter que ficar em casa durante todo o verão.

Dean- claro seria ótimo ter você por perto, eu estou um pouco ocupado agora com o trabalho então eu passo aí para te buscar assim que terminar por aqui.

Alane- tá, ok. tchau. 

Peige- então quem era?

Alane- o Dean ele disse que está ocupado mais passa aqui assim que estiver livre.

Peige- ótimo então desliga e vai arruma suas coisas nos falamos amanhã tchau.

Alane- tchau.

---------------

Dean chega à casa de Alane, estaciona o carro e desce para bater na porta. Alane abre e ele entra.

Dean- fique surpreso por você ter ligado não nós falamos desde o nosso primeiro encontro.

Alane- é, acho que fiquei tempo suficiente sozinha. 

Dean- então já esta pronta para irmos?

Alane- estou... sim estou vamos.

guardam a mala dela no porta-malas e entram no carro 

-------- 

Dean- aqui chegamos.

Alane- uau vocês moram em um bunker, nossa que legal.

Alane- oi rapazes- diz os abraçando.

Dean- você fala com eles depois vem vamos colocar essas coisas em um dos quartos lá do fundo.

-

Dean- aqui esse vai ser o seu quarto pelos próximos meses. se instala aí depois volta lá pra frente para o jantar.

Alane- tá, obrigado Dean.

----------- 

Alane entra na cozinha onde os rapazes estão conversando.

Sam- oi, tá com fome? tem pizza.

Alane pega um pedaço e o come.

Sam- moça, 23 anos, diz ter visto o fantasma da melhor amiga. 

Cass- podemos sair de manhã.

 Dean- ótimo porque estou precisando dormir.

Alane- espera eu acabei de chegar e vocês já vão sair na manhã seguinte.

Cass- temos um trabalho a ser feito.

Alane- há, claro salva as pessoas é mais importante... eu pelo menos posso ir?

Dean- você acaba de chegar, ainda não se instalou no seu quarto, acho melhor você ficar e se adaptar ao novo ambiente.

Alane- e ficando aqui sozinha vai fazer com que eu me acostumar mais rápido com a mudança de ambiente... eu estou um pouco cansada por causa da viagem de carro então eu vou me deitar, boa noite, vejo vocês quando voltarem.

Jack- acha mesmo que ela deve ficar aqui sozinha? 

Dean- não... mas tudo começa assim ela pede para ir junto depois para carregar uma arma e quando menos se espera algo de ruim pode acontecer, eu não quero que nada aconteça com ela.

Sam- vai mantê-la presa aqui até o final do verão?

Dean- não, ela vai poder ir em um caso ou outro desde que não peça uma arma.

------- 

na manhã seguinte Alane acorda e eles já não estão mais lá.

Alane- ótimo, achei que alguém pelo menos alguém ia ficar.

--------- 

Sam- eu vou com a Jack até o hospital falar com a vítima vocês dois vão até a casa dela.

------ 

Sam- srta. Jones, eu sou o agente Parker e esse é o meu parceiro o agente Foster. 

Jack- você pode nós disser o que fez a sua amiga agir desse jeito é te machucar.

Jones- eu não sei a Asheley nunca tratou ninguém desse jeito à menos que a pessoa merecesse, eu não o porque dela ter voltado dos mortos para tentar me matar.

Sam- quando a Asheley estava viva vocês brigaram por alguma coisa?

Jones- nós brigamos porque eu estava conversando com o cara que ela gostava, mais idai eu conheço o cara desde o ensino médio ele é amigo do meu irmão, e isso faz tempo porque 5 anos após à morte dela ela revolve voltar e tentar memorar por algo tão inciguinificante.

Jack- quando isso aconteceu com você, percebeu algo diferente, queda de temperatura, odores estranhos?

 Jones- não estava tudo normal nada de diferente a não ser o fantasma.

sam- obrigado, eu ire fixar o meu número ligue caso s lembre de algo que possa nos ajudar. 

------- 

Cass- nada lá em cima, sem objetos amaldiçoados, equitoplasma ou qualquer outra coisa ligada à fantasma.

Dean- aqui em baixo também tá tudo limpo. então não é um fantasma. vamos.

------ 

Daen- a casa estava limpa nada de fantasma.

Jack- então o que pode ser?

Sam- zumbi, vai ver alguém ressuscitou a gorota, algum parente ou namorado.

Cass- ou pode ser um Ghoul.

Dean- ou um metamorfo.

Sam- que resolveu virar uma pessoa que já está morta a 5 anos. o mais provável é que seja um zumbi.

Cass- eu falo com a família para saber onde ela foi enterrada.

--------- 

cass- os pais dela disseram que ela foi cremada, pelo que me disseram eles eram caçadores antes da mulher engravidar e eles desistirem dessa vida.

Dean- eles disseram isso nessas palavras.

Cass- não exatamente mas foi o que eu deduzi.

Sam- fantasma, zumbi, ghoul, nada se encaixa.

Jack- então só resta metamorfo.

Sam- vamos voltar ao hospital e falar com denovo com a Vitória.

-------- 

sam- jones?

Jones- há agente voltou cedo. em que posso ajudá-lo agora.

Sam- eu quero saber se você andou irritando alguém ultimamente, alguém que quisesse te machucar, um ex-namorado, ou alguma amiga com quem você brigou.

Jones- eu devo ter muitos inimigos, não era bem uma garota popular na escola e sempre brigava com alguém. 

sam- você se lembra do nome de todos.

Jones- Katherine Watson, Carol Suzan....

---- 

Dean- nossa essa menina era odiada por todo a escola.

Cass- são muitas pessoas para testarmos com prata.

Sam- na verdade muitos não moram mais aqui, fazem faculdade fora, três morreram em um acidente de carro acidente de carro quando voltavam de uma festa, estavam todos babados. isso só nos deixa com seis suspeitos.

Dean- vamos dormi, sairemos cedo.

------- 

Vitória está dormindo nos seu quarto quando um dos médicos entra e a sulfonado com um travesseiro.

------- 

Dean- anda Sam vamos temos 6 pessoas para "interrogar". 

Sam- tá obrigado.... mudança de planos, um dos médicos entrou no quarto da vitória ontem à noite e quase a matou sufocada, ele está na delicia agora vão para lá e eu falar com ela ver se ela o conhecia.

Jack- eu volto lá com você.

Sam- tá então vamos.

-------- 

Jones- eu nunca o vi antes.

Sam- então ele não tem nenhum motivo para lhe fazer mal.

Jones- não, eu me lembraria se o tivesse irritado.

------ 

Cass- por que você tentou matar a garota?

Andy- eu tenho os meus motivos.

Dean- hm... antes de nós dizer os seus motivos por tocar aqui - estica um pedaço de prata.

Andy- não são agentes de verdade... caçadores ótimo era tudo o que eu precisava agora.

Cass- agora que sabe a verdade, por que você tentou matar a Vitória?

Andy- porque ela me humilhou na frente de toda a escola, de um jeito que eu nunca esqueci e nem ninguém, eles ainda sorriem da minha cara, e é tudo culpa dela.

Dean- então ao invés de virar qualquer um e mudar de vida, você resolveu matar ela.

Andy- ela é a culpada por tudo.

-------- 

Dean- eu estava certo é um metamorfo.

Sam- como vamos tira-lá lá de dentro? 

Jack- não vamos precisar, rádio da polícia pelo visto ele conseguiu escapar.

Dean- então vamos para onde ele provavelmente esteja no esgoto.

--

eles entram no esgoto e se separam para procurar e encontra o metamorfo mais rápido. eles o encontra e o mata.

---- 

Alane- chegaram, eu estava saindo para compra comida vão querer alguma coisa?

Dean- um hambúrguer enorme.

Sam- algo que seja saudável. 

Cass- eu não como.

Jack- eu vou com você.

Alane- tá então vamos.

--

chegam a lanchonete fazem os pedidos e vão embora.

Jack- você está gostando de ficar aqui?

Alane- é um pouco pelo fato de eu ter ficado sozinha enquanto vocês salvavam o mundo, mas foi tem muita coisa legal no bunker, livros, armas, mais livros, muitas salas cheias de coisas.

Jack- quem sabe na próxima o Dean não deixa você ir com a gente.

Alane- quando veio morar com eles você já foi na primeiro caso com eles?

 Jack- o Dean não gostava do meu pai.

Alane- Castiel? mas porque eles parecem ser melhores amigos.

Jack- não. Lúcifer é meu pai, o Dean não gostava de mim achava que eu ia ficar do mal como ele.

 Alane- Lúcifer? e eu que achava que o meu pai era o coisa ruim.

 Alane- chegamos.

Dean- há finalmente eu estava morrendo de fome.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...