1. Spirit Fanfics >
  2. Sobrenatural- (Jeon Jungkook) >
  3. Cap- 17

História Sobrenatural- (Jeon Jungkook) - Capítulo 17


Escrita por:


Notas do Autor


Publiquei dois cap hoje por ter esquecido antes é de três em três dias a atualização de novo cap 😘🖤🖤❤️❤️

Capítulo 17 - Cap- 17


Fanfic / Fanfiction Sobrenatural- (Jeon Jungkook) - Capítulo 17 - Cap- 17

Sayuri

Eu vi o kook tentar fazer o hyun o olhar, suspirei triste e soltei o cinto de segurança, kook me olhou confuso. Passei entre os bancos e sentei ao lado do hyun o puxando para um abraço. Escuta meu coração. Ele suspirou ouvindo meu coração bater não fica se remoendo por algo que aconteceu, kook esta sofrendo, eu estou. Vamos ajudar um ao outro. Ele começou a chorar, chegando até a soluçar.


Jungkook

Eu fico feliz que ele se abra mais com Sayuri, eu não saberia como lidar nessa situação, eu sei que perderemos o baile hoje, mas Hyun precisa de um lugar quieto e seguro, meu medo do demônio dentro dele acordar é muito grande

[...]

Assim que chegamos eu peguei nossas coisas e coloquei nos quartos, a casa precisava de uma faxina já que não íamos ali a muito tempo, então eu estava arrumando as coisas e colocando as compras nos armários Vocês podem conhecer a casa se quiserem, a casinha na árvore fica nos fundos sorri para eles voltando a arrumar as coisas, tanta poeira


Hyun

Depois conhecemos a casa, vamos ajudar você Sorri começando a ajuda-lo.


Sayuri

Com certeza, a casa está muito bagunçada e depois que estiver limpa você mostra a casa para nós dois Digo começando ajuda-lo a limpar as coisas


Jungkook

Eu sorri feliz por Hyun estar pelo menos mais feliz naquele momento, nos arrumamos as coisas e logo fomos dar uma volta pela casa, terminando na casinha da árvore, onde fizemos um piquenique lá em cima, antes que começasse a chove


Sayuri

[...]

Já a noite deixei junto ao kook, hyun na cama dormindo, depois de assistir TV a noite ele havia dormido no colo do kook. Eu e kook já nos encontrávamos no nosso quarto, deitado e aconchegados um nos outro.


Jungkook

Enquanto eu acariciava o cabelo da minha pequena eu não conseguia parar de pensar no que aconteceu, eu a fiz perder o baile por causa disso, ela estava tão animada Sabe..você quer dançar comigo? Falei por querer a dar ao menos uma dança lenta Eu tenho a música que tocaria no baile sorri para a mesma


Sayuri

Você é perfeito de mais Sorri levantando junto a ele, o mesmo colocou a música baixinha e me puxou pela cintura, começamos uma dança lenta mais aconchegante É a  melhor dança lenta que estou tento, claro que minha primeira. Sorri o dando um beijo na bochecha. Eu amo você.


Jungkook

E eu também amo você sorri a abraçando e continuando a dançar junto a você, tudo esta tão tranquilo

-Kookie...

Falou Hyun entrando esfregando os olhos, tão fofo nesse pijama Você não deveria estar dormindo? Sorri o pegando em meus braços o vendo me abraçar e logo pedir

-Posso dormir com vocês?

Falou fazendo bico, eu sorri levando meu olhar a Sayuri enquanto fechava a porta Tudo bem pra você ter um mini eu no meio?
Sorri fazendo bico assim como ele


Sayuri

Vou amar ter um mini você dormindo comigo Sorri deitado na cama, hyun deitou no meio e kook desligou a música deitando do lado do hyun. Boa noite meus amores Digo abraçando o hyun que abraçou o kook.


Jungkook

Eu sorri por parecermos um família agora, eu não lembro dos problemas quando estamos juntos, são apenas 7 dias, vão passar rápido

[...]

Logo pela manhã eu deixei o café pronto para eles dois quando acordassem, e eu fui ao escritório para receber os e-mails e mensagens, e ali estava, Taehyung viria passar um tempo aqui também, eu estava animado por isso Tae-Shi vem pra cá falei para meus pequenos amores enquanto dava um beijo na bochecha de cada um Vai ficar mais divertido, teremos mais alguém para jogar sorri vendo Hyun assentir


Taehyung

Eu sei que é difícil entender uma situação assim, claro, o filho matar a própria mãe e fingir uma cena toda para que não desconfiassem, típico, eu não fiz teatro atoa mesmo É...Estou chegando Jungkook-Shi! Sorri enquanto preparava a bala de prata na arma, era mais fácil eu me aliar aos caçadores de vampiros antes, para proteger minha família, mas quando percebi que papai e mamãe haviam deixado tudo apenas para Jungkook eu me senti um tanto excluído da família, Yoongi não ligou, mas eu não sou como ele Estou em casa~ Falei sorrindo entrando o abraçando Como senti sua falta! Trouxe presentes!


Sayuri

Fiquei feliz em saber que vamos ter mais uma pessoa aqui com nos, assim que o Tae chegou senti um aperto horrível, como se algo ruim fosse acontecer, olhei para o Tae e sorri tentando não transparecer nada, cotuquei o hyun o vendo me olhar e assentir. Pegamos os presentes e sentamos na sala, mesmo abrindo os presentes nos dois ficamos com um pé para trás com o Tae.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...