História Sobrevivendo ao colegial - Capítulo 6


Escrita por: e MynameisPaula

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys, Bts, Colegial, Comedia, Inimiga, J-hope, Jikook, Jimin Ama Bigbang, Namjin, Taegi, Taehyung, Tentativa De Comedia, Yoongi
Visualizações 120
Palavras 1.444
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá
Aqui é a MynameisPaula postando mais um capítulo.
Ficou um pouco curto mas é o que deu.
Prometo tentar aumentar o capítulo
Bjss

Capítulo 6 - Venenoso vermelho


Fanfic / Fanfiction Sobrevivendo ao colegial - Capítulo 6 - Venenoso vermelho

Eu juro que se Taehyung não fosse pagar as minhas comprinhas, eu usaria a vassoura mais uma vez hoje e ele seria a minha vítima.Vontade de socar essa carinha de bunda que ele ta fazendo pra mim.

-Olha gente, o madriosca ta' tão gordo que não consegue levantar - Tava demorando pro capeta dar as caras. Incrível como a Tayo só aparece em horas ruins, parece que tem um sensor que avisa cada vez que eu to perto de me ferrar

E além de que ela só vem pra soltar o veneno de cobra que ela tem. Ela é Venenosa ela...

-Querida, antes de vir me chamar de gordo por que não se olha no espelho? Sua barriga nem um pouco definida aperece com essa sua blusinha! Até parece que ta grávida, quantos meses flor? Oito?

Mas eu posso ser mais venenoso.

-Wow gente, vamos se acalmar, briga não resolve nada- O mozão se intrometeu na nossa "briga". É impressão minha ou ele ta vindo na minha direção? - Vem Park, deixa eu te ajudar a levantar - Ele estendeu a mão para mim

Eu toquei na mão do crush....

Eu, Park Jimin, toquei na mão do crush...

AI MEU CU, EU TOQUEI NO CRUSH, NA MÃO DELE!!!

Ai, que felicidade, como é bom ver a cara de irritação da Tayo, ela venceu a guerra, mas eu venci a batalha

...

...

...

É assim o verso né? Ou ta errado? Ah foda-se!

-Oppa, não sabe que não se interrompe uma briga? Eu estava descutindo com ele e você me atrapalhou - A fruta seca, podre, estragada-vulgo a Tayo- disse com aquela tipica cara de cu que ela sempre tem.

-Discutindo? Que eu saiba galinha não fala e sim cacareja - Finalmente Taehyung falou algo útil.

Quero que saibam que quando Taehyung quer ser naja ele vira uma naja que se morder a língua é capaz de morrer com o próprio veneno

-O que esta acontecendo aqui? - O monitor chegou, puta merda, esse cara é os olhos do diretor aqui na escola, tudo que acontece ele conta pro diretor...

Moral da história: Todos os alunos tomam no cu por causa desse carinha.

Mas como eu sou lindo demais para ir para a diretoria duas vezes em um só dia é óbvio que tenho um plano

Olhe e aprenda comigo

-Monitor, eu acabei caindo e a Tayo chegou e começou a me chamar de gordo, saco de areia, baleia assasina, leitão e de tudo quanto é nome só porque eu não consegui me levantar por conta dos meus moletons, ela  ameaçou a me bater e falou que minha mãe é uma puta e ela quase jogou uma pedra em mim

Se você brigar com sua inimiga e o monitor ou diretor chegar lembre-se de não deixar ela falar porra nenhuma pra você poder inventar mil e um boatos e fazer ela se fuder e não você

-Tayo, para a sala do diretor agora -Aprendeu como se deve fazer? Eu sou uma ótima influência, né?

Eu já falei que amo a cara da Tayo de irritada? Eu sou mesmo uma cobra.

(...)

-Jimin, ou você anda rápido ou você fica parado ai e apodrece - A mula imprestável, vulgo Taehyung, inventou de irmos para o shopping depois da escola, agora pensa: Você sai pro shopping com trezentas camadas de roupas, cagado de fome, com uma cara de cu, com a bunda doendo por causa do incidente de mais cedo e com uma gazela tagarelando e reclamando de você do teu lado.

Não tem coisa melhor que isso.

-Jimin anda rápido!parece uma tartaruga, eu não tô afim de ter que esperar ninguém no salão - Alguém me mata por favor!

As vezes eu penso como seria a vida se eu fosse sortudo...Seria uma maravilha

-Aleluia chegamos, agora vamos para o salão - A gazela que mais parece um papagaio avisou assim que entramos na construção - Só pra avisar que você vai pintar o cabelo de vermelho, tá?

-Ta...espera! - Arregalei os olhos,quem ele pensa que é para decidir que cor eu vou pintar o cabelo?! - Quem disse que eu vou pintar de vermelho?!

-Eu disse! Tu acha mesmo que vai conquistar o Jeon com esse loirinho acabado? Nem aqui e nem no Brasil - Me olhou com uma espressão de deboche.

-Eu...eu....- Fiquei sem resposta, é difícil processar alguma coisa quando se tem um Taehyung te olhando com uma cara de cu.

-Vai pintar de vermelho e pronto - Disse patendo o pé no chão - E se não pintar eu não vou pagar nada - Sorriu cínico. Bufei revirando os olhos

Sabe quando você tem vontade de socar a cara do amiguinho até ele ficar desfigurado? Eu acho que eu vou fazer isso daqui a pouco.

Pelo jeito eu vou ter que apelar pra fofura, outra coisa que você deve aprender comigo é quando eu não consigo o que quero eu uso a fofura que eu tenho a meu favor.

-TaeTae, deixa eu pintar o meu cabelinho de 'loilinho? - Tentei fazer uma expressão fofa, enquanto falava com uma voz manhosa, fazendo um biquinho logo em seguida

-Ai que fofo! - Apertou minhas bochechas - Mas você ainda vai pintar de vermelho - Que merda.

Quando Taehyung quer algo ele vai até o fim pra conseguir, guarde isso na cabeça.

Ficamos andando que nem idiotas pelo shopping inteiro até achar o salão, tinha umas meninas na nossa frente então tivemos que ficar sentados naquele sofá que mais parecia um monte de pedras do que um sofá de tão duro que era.

Depois de um tempinho esperando as cabeleireiras terminarem de tentar arrumar a merda do cabelo daquelas meninas finalmente nós fomos chamados.

-Boa tarde, em que posso ajudar?- Perguntou a moça que veio nos atender

-Bem...- Fui interrompido pela gazela

-Nós vamos querer pintar e hidratar o cabelo, fazer a cutícula e hidratar a pele -Prevejo a omma do Taehyung tendo um infarto quando ver a conta do cartão de crédito.

-Okay, que cores vão pintar? - A moça que só agora fui perceber ter uma voz irritante perguntou, eu iria responder se o Tae não tivesse se intrometido mais uma vez.

-Eu vou pintar de...Cinza e o meu amigo vai pintar de vermelho - Deu ênfase na palavras vermelho.

-Okay, podem se sentar que nós ja vamos começar - Nos sentamos na cadeira de couro preta e esperamos, não demorou muito para as mulheres começarem os seus trabalhos.

Logo eu já estava pintando o cabelo, Taehyung me encarava pelo espelho com um sorriso vitorioso, só porque ele conseguiu fazer eu pintar o cabelo de vermelho

Depois de tempo, mais ou menos uma hora, nós já estavamos prontos, vou admitir que o vermelho ficou bom em mim, o Tae estava certo em me fazer pintar o cabelo dessa cor, mas como eu sou orgulhoso é óbvio que não vou admitir isso á ele.

-Agora vamos paras a loja de roupas -falei assim que atravesei a porta do salão, até que o Tae ficou bonitinho com aquele cabelo.

(...)

Assim que terminamos de fazer nossa comprinhas que custaram três fígados que com certeza a omma do Taehyung usaria o nossos pra pagar a fatura do cartão, nos fomos para a praça de alimentação pra comermos algo, como eu disse antes, estou cagado de fome.

-Acho que depois dessas compras o Jeon finalmente vai te notar Jimin - O acinzentado - É estranho falar essa palavra -falou enquanto tomava o Milk Shake que havíamos comprado, eu já tinha tomado o meu.

-Eu espero que sim TaeTae - Eu realmente esperava mesmo o Jeon notar que eu sou lindo, um Deus Grego e pra finalmente namorar, casar e envelhecer comigo

-E serio Jimin, você ficou divo com esse cabelo - Falou me encarando

-Querido, eu já nasci lindo, maravilhoso e divo, essa cor de cabelo só deu uma contribuida para a minha beleza - Tirei meu celular do bolso e percebi que tinha dez ligações perdidas da minha omma...FUDEU! - Puta merda

-Que foi - Taehyung me encarou com curiosidade e eu mostrei o meu histórico de chamadas - Ih, tomou no cu, se fudeu, tu ta morto

-Obrigado pelo apoio Tae, você nem piorou a minha ansiedade - Disse com deboche e o viu dar de ombros - Vamos embora

-Vamos - Jogou o copo de Milk Shake no lixo.

(...)

Por que eu tenho a leve impressão de que alguma merda vai acontecer? E essa impressão só aumentou quando eu vi o caminhão de mudaças parado na casa que ficava ao lado da minha e estava a venda... Opa... Vizinhos novos..

Abri o portão e a porta, me deparei com a minha omma e mais uma mulher.

-Ah, filho que bom que chegou, quero que conheça nossos novos vizinho, a Sra.Jeon e o seu filho, Jeon Jungkook

Ai...

Meu...

Cu...

- Olá, Park! Seremos vizinhos agora - O homem da minha vida brotou do lado da minha "sogra"

Vizinhos?....

Posso dizer que depois disso eu não vi mais nada a não ser escuro.


Notas Finais


Ai Jesus
Vizinhos!!

Prevejo uma ajuda vinda da senhora Jeon

Jimin tem pai? Tem sim, mas quase não vai aparecer.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...