História Sofrimento ou Privilégio? (J-Hope) - Capítulo 16


Escrita por: e JoyParkPimentel

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bangtan Boys (bts), J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rapmonster, Suga
Visualizações 19
Palavras 3.710
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi de novo!
Bem rápidos esses meus amigos né (na verdade primos) kk
Eu pensei que demoraria mais para recuperar os capítulos perdidos, mas aqui estou eu hehe.
Boa leitura!

Capítulo 16 - O irmão do Jimin


Fanfic / Fanfiction Sofrimento ou Privilégio? (J-Hope) - Capítulo 16 - O irmão do Jimin

(KR) Eu - Essa pessoa é...

          HOSEOK OFF

 

          TAEHYUNG ON 

(KR) Jimin - O que aconteceu com o hyung?

(KR) Eu - Eu também não sei. Quando eu cheguei encontrei Namjoon-hyung sentado e fui falar com ele. Depois, ouvi um grito de Suga-hyung vindo do banheiro e fui até lá, junto com o Namjoon-hyung e com o Jungkook. Quando chegamos, encontramos Jin-hyung no chão e Suga-hyung chorando.

(KR) Jimin - Mas por quê ele estava falando que matou o Jin-hyung?

(KR) Eu - Não faço a mínima ideia. - Somos interrompidos por Hoseok-hyung e Suga-hyung, que estava atrás, com a expressão triste. Pelo menos não estava mais chorando.

(KR) Hoseok - Jimin, podemos falar com você? - Jimin olha para mim e depois responde:

(KR) Jimin - Ah... Claro...

Os três foram para um lugar vazio. Eu fui até a recepção.

(KR) Eu - Com licença, eu gostaria de saber em qual quarto está o paciente Kim SeokJin.

(KR) Moça - Claro. É o quarto 214 - O mesmo quarto onde internaram Melanie... - Quem gostaria?

(KR) Eu - Kim Taehyung. Sou amigo e colega de trabalho dele.

(KR) Moça - Ok... - Disse digitando algo no computador. - RG?

(KR) Eu - Aqui. - Disse entregando o mesmo.

Ela digitou o número do meu RG no computador e depois me entregou o meu documento e um crachá escrito "Visitante". Coloquei-o e depois ela disse:

(KR) Moça - Pronto. Você pode entrar. 

(KR) Eu - Obrigado.

Quando entrei no corredor, - que me lembrava muito bem - encontrei Jungkook vindo correndo. Assim que me viu, gritou:

(KR) Jungkook - Hyung! Hyung! - Ele estava cansado. O corredor era grande. Provavelmente ele correu por todo o caminho.

(KR) Eu - O que foi? - Perguntei confuso.

(KR) Jungkook - É que... - fez uma pausa para respirar - O Jin-hyung não tem batimento cardíaco...

(KR) Eu - E-Ele... Morreu?

(KR) Jungkook - Não! Seu coração está parado, mas ele está falando, respirando e até suando!

(KR) Eu - C-Como assim? Isso é impossível!

(KR) Jungkook - O monitor cardíaco está indicando que o coração dele não está batendo e os médicos confirmaram que ele não tem pulsação. Mas parece que ele está delirando com febre...

(KR) Eu - Isso não faz sentido!

(KR) Jungkook - Vem ver! - Disse me puxando pelo braço.

Depois de um tempo, chegamos no quarto. Era verdade. O monitor estava parado, mas ele estava suando, respirando e falando, como se tivesse uma pessoa ao seu lado:

(KR) Jin - Vai embora, Bon Hwa! Eu não sou igual a você! - Arregalei meus olhos. Isso era inacreditável! - Yoongi! Yoongi, me ajuda!

(KR) Namjoon - Faz algum tempo que ele está assim, mas acho que Suga-hyung não está em condições de vê-lo dessa forma. - Disse de braços cruzados, olhando para Jin-hyung, com uma expressão triste - É tão doloroso vê-lo assim... - Jungkook apoiou sua cabeça em meu ombro. Jin-hyung sempre foi muito animado. Vê-lo assim era difícil. Principalmente para Jungkook. Os dois sempre foram muito próximos (já que às vezes, Jin-hyung parecia ser o mais novo).

          TAEHYUNG OFF

 

          JIMIN ON

Eu estava conversando com Taehyung e ele me explicou o que havia acontecido desde que ele chegou no hospital, quando Hoseok-hyung e Suga-hyung chegam aonde nós estávamos. 

(KR) Hoseok - Jimin, podemos falar com você? - Olho para Taehyung e depois respondo meio confuso:

(KR) Eu - Ah, claro. - Fomos até o carro. Era o local mais vazio que encontramos para conversar. - O que foi?

(KR) Hoseok - Bem... Nós precisamos de ajuda..

(KR) Eu - Com o que? - Perguntei já desconfiado sobre o que se tratava.

(KR) Hoseok - Nós... Queríamos pedir ajuda para...

(KR) Eu - Para o hyung?

(KR) Hoseok - Bem... Sim... Você consegue falar com ele?

(KR) Eu - O hyung não é alguém que gosta de conversar... Ele... Meio que não gosta muito de ser... Diferente? - Disse quase sem expressão.

(KR) Yoongi - Por favor, Jimin... Tenta falar com ele - disse com voz triste. - É pelo Jin-hyung...

(KR) Eu - Mas até agora vocês não me disseram o que aconteceu.

Eles me contaram a o que havia acontecido e depois, Hoseok pediu novamente:

(KR) Hoseok - Por favor, Jimin... Fala com ele...

(KR) Eu - Eu... - Olhei para o rosto deles. Os dois estavam implorando só com os olhos. Não tive outra escolha... - Aish! Ok! Eu vou falar com ele!

(KR) Hoseok, Yoongi - Obrigado! - Disseram me abraçando. Retribui o abraço e depois saímos do carro.

(KR) Eu - Acho que tenho que ver o estado do Jin-hyung primeiro... Vamos? - Os dois concordaram com a cabeça.

Entramos no hospital e fomos até a recepção. Falamos com a mulher que estava ali, demos os nossos nomes e nossos RGs. Ela disse para esperarmos Jungkook, Taehyung e Namjoon saírem, pois o máximo de visitantes por vez eram três pessoas. Nos sentamos e esperamos. Os três saíram e, quando nos levantamos para ir, Taehyung chamou Suga-hyung e sussurrou algo em seu ouvido. Sua expressão mudou um pouco e ele começou a andar mais depressa em direção à sala. Eu e Hoseok-hyung fomos atrás dele.

          JIMIN OFF

 

          YOONGI ON

Quando Jungkook, Taehyung e Namjoon saíram, eu, Hoseok e Jimin nos levantamos e, enquanto íamos em direção ao corredor que dava acesso ao quarto 214, Taehyung me parou e sussurrou em meu ouvido.

(KR) Taehyung - Fique bem, hyung. Por favor. - Arregalei um pouco os olhos e depois voltei a andar, desta vez, mais depressa.

Quando chegamos no quarto, vimos vários médicos em volta da cama onde Jin-hyung estava. Depois, eles resolveram desligar os aparelhos. "Eles não conseguiram reanima-lo" pensei. Mas então, ouvi Jin-hyung dizer:

(KR) Jin - Por que você é assim, appa? Eu já disse que não sou igual a você! - Disse com uma voz triste. Ele ainda estava vivo? - Yoongi, tira ele daqui, por favor! Cima, baixo, frente, trás, direita, frente!

(KR) Jimin - C-Cima, baixo, frente, trás, direita, frente? - Repetiu surpreso - H-hyung, você é um teagle?

(KR) Eu - E-Eu não sei. Ele me disse algo do tipo no banheiro... - Disse olhando para Jin-hyung. - Você sabe o que é isso?

(KR) Hoseok - Essa combinação que o hyung falou é para afastar qualquer ser dos sonhos... Só teagles podem fazer isso...

(KR) Eu - Então ele está sonhando com o Bon Hwa? - Murmurei.

(KR) Jimin - O que?

(KR) Eu - Ah, nada... - Eu estava preocupado com o hyung. Só queria que tudo voltasse ao normal: nós sete sendo idols comuns, sem se preocupar com esse tipo de coisa. "Embora eu e os outros já tivéssemos esses poderes antes, por quê essas coisas começaram a acontecer agora?" Pensei.

Jin-hyung continuava me chamando. Parecia que ele estava com medo.

(KR) Médico - Algum de vocês é o Yoongi? 

(KR) Eu - Sou eu - Disse erguendo meu braço.

(KR) Médico - Eu e os outros teremos uma reunião agora. Cuidem dele e qualquer coisa nos avisem, ok?

(KR) Eu, Hoseok, Jimin - Ok.

(KR) Médico - Nós vamos reativar as máquinas para o caso de alguma anormalidade.

(KR) Eu - Obrigado. - Eles saíram do quarto e nós nos aproximamos do hyung. Sentei-me na cadeira que estava ao seu lado. Hoseok e Jimin ficaram de pé.

(KR) Jin - Yoongi, por favor! - Disse com dificuldade.

(KR) Eu - Estou aqui - Respondi segurando em sua mão.

(KR) Jin - Cima, bai... - Ele parou de falar e soltou um gemido, como se alguém estivesse o enforcando. Depois, começou a ser levantado pelo pescoço.

(KR) Eu - Jin-hyung! - Exclamei preocupado.

(KR) Hoseok - Faz a sequência!

(KR) Eu - Ok! - "Cima, baixo, frente, trás, direita, frente" pensei enquanto realizava os comandos com a mão direita. Após fazê-los, apareceu uma luz na cor branca, junto com uma leve ventania. Pouco tempo depois, as duas coisas desapareceram e Jin-hyung voltou ao seu estado inicial. Mas desta dez, ele estava sorrindo e não dizia nada. Uma lágrima caiu de seus olhos. Ele deu um sorriso e eu sorri também. Jimin veio até mim e colocou sua mão em meu ombro. Depois, disse:

(KR) Jimin - Vou procurar o hyung. - Olhei para ele e respondi:

(KR) Eu - Está bem.

Ele saiu da sala e sobrou apenas eu e Hoseok, que por sua vez, disse:

(KR) Hoseok - Por que as coisas tinham que ser assim?

(KR) Eu - Também queria saber...

          YOONGI OFF

 

          JIMIN ON

Saí do hospital e peguei meu celular. Depois, liguei para meu irmão:

          ~Ligação on - Park Hoon~

(KR) Hoon - Oi Jimin.

(KR) Eu - Oi, hyung... - disse meio desanimado

(KR) Hoon - O que foi? Sua voz não está muito boa... - perguntou preocupado.

(KR) Eu - Hyung... Onde você está morando? Eu... Preciso falar com você...

(KR) Hoon - Em Daegu... E você?

(KR) Eu - Seul... - "Como vou encontra-lo agora?" Fiquei em silêncio por um momento. 

(KR) Hoon - Jimin, é muito urgente? - Não respondi. Estava preocupado. Suga-hyung e Hoseok-hyung confiavam em mim. - Jimin? Está tudo bem?

(KR) Eu - Ahn? Pode repetir, hyung?

(KR) Hoon - Eu perguntei se é muito urgente.

(KR) Eu - Sim... - Disse em voz baixa. - Muito.

(KR) Hoon - Quer que eu vá aí?

(KR) Eu - Sim! - Respondi animado - Se possível...

(KR) Hoon - Daegu não é tão longe. Chego em mais ou menos duas horas... - Fez uma pausa - Eu já ia me mudar para Seul semana que vem... Acho que consigo adiantar a viagem... Onde posso te encontrar?

(KR) Eu - Na frente de uma empresa chamada BigHit Entertainment! - Respondi animado. - É onde eu trabalho!

(KR) Hoon - Ah, sim. Fiquei sabendo que você virou idol. Parabéns! - Disse com sua voz doce.

(KR) Eu - Obrigado, hyung! 

(KR) Hoon - Então... Eu vou arrumar minhas malas e ir. - Disse - Até mais.

(KR) Eu - Até, hyung! Tchau!

          ~Ligação off~

Após desligar a ligação, mandei uma mensagem para o PD-Nim:

        ~Mensagem on - Chefia PD-Nim Amigão (~é como está o contato do Bang PD no celular do Jimin~)~

(KR) Eu - Ajusshi, eu posso te pedir um favor?

*Ele não demorou muito para responder

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Claro Jimin. O que foi?

(KR) Eu - Meu irmão vai se mudar para Seul e eu queria saber se ele pode passar um tempo dividindo o dormitório comigo e com os outros...

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Pode sim. Mas como é o nome dele?

(KR) Eu - Park Hoon.

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Ok... Eu vou avisar os funcionários pra eles arranjarem uma cama.

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Quando ele chega?

(KR) Eu - Daqui a umas duas horas, mais ou menos...

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Certo. 

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Ah... E como está o Jin?

(KR) Eu - Na mesma ��

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Ah... Qualquer mudança que ocorra me avisa, ok? 

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Eu estava indo para o hospital, mas vou arrumar as coisas para o seu irmão...

(KR) Eu - Se quiser, eu posso ir arrumar...

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Certo. Então, daqui a pouco estou aí.

(KR) Eu - Ok. Vou te esperar na sala da entrada.

(KR) Chefia PD-Nim Amigão - Ok. Até

(KR) Eu - Até.

          ~Mensagem Off~

Me sentei no sofá e esperei.

          JIMIN OFF

 

          TAEHYUNG ON

(KR) Eu - Fique bem, hyung. Por favor - Sussurrei no ouvido de Suga-hyung. Eu estava preocupado com ele. Mas acho que teria sido melhor não falar nada, pois depois que disse isso, ele me pareceu meio tenso. 

(KR) Jungkook - O que você disse para o Suga-hyung? - Perguntou curioso enquanto andávamos. Namjoon-hyung e Jungkook estavam conversando sobre coisas que eu não prestei muita atenção.

(KR) Eu - Nada... -Abaixei a cabeça e continuei caminhando. Parei no meio do corredor, frente ao quarto 201. A porta tinha uma pequena parte de vidro. Vi algo de estranho por aquela porta. - Me-Melanie? - Exclamei em voz baixa, ao ver um pequeno vulto da ruiva, que estava morta há anos.

(KR) Jungkook - Melanie? - Repetiu curioso.

(KR) Eu - Ahn? - Virei-me para Jungkook rapidamente e depois, ao virar-me novamente para a porta do quarto, ela não estava mais ali. - O-O que foi? - "Eu estou vendo coisas?" Pensei

(KR) Jungkook - Nós estávamos falando sobre o Jin-hyung...

(KR) Eu - Ah, sim... - Tentei disfarçar - Ele está na mesma sala onde a Melanie...

(KR) Jungkook - Ah... - Ele aparentava estar meio triste - Desculpe, hyung... - Apenas dei um sorriso... Não era um sorriso falso, mas eu não estava realmente feliz. Ver a imagem de Melanie dentro de um hospital me lembrava aquela última cena... A mais dolorosa de toda a minha vida.

(KR) Namjoon - Pessoal, quem é Melanie? - Perguntou confuso.

(KR) Eu - Minha namorada - Respondi com aquele mesmo sorriso no rosto. - Ela morreu no quarto 214.

(KR) Namjoon - M-Me desculpa Tae... E-Eu não queria...

(KR) Eu - Tudo bem. - Dei uma última olhada pelo vidro da porta. Vi apenas um pedaço de uma janela e um pedaço da típica cama branca de hospital . Ela não estava mais ali. - Vamos?

(KR) Jungkook - Vamos. - Voltamos a caminhar pelo corredor, até que, ao chegar em frente ao quarto de Luiza, Jungkook disse - Acho que vou ver a Noona...

(KR) Eu - Eu vou com você.

(KR) Namjoon - Vou pra sala de espera. Quando um dos três saírem, vou ver como o Jin-hyung está.

(KR) Eu, Jungkook - Ok - Nos separamos e, assim que entramos no quarto, vimos a noona chorando. - Com licença... - Ela secou as lágrimas rapidamente.

(KR) Luiza - Podem entrar. - Disse ela com um sorriso forçado no rosto.

(KR) Eu - Está tudo bem, noona? Você parece um pouco triste...

(KR) Luiza - Não é nada... Eu estou bem... - "Eu deveria contar a ela sobre o Jin-hyung?" Pensei. Ela era mais velha. Poderia saber o que fazer. - É que... Eu fiquei sabendo sobre o Jin-oppa...

(KR) Jungkook - Como? - Jungkook parecia meio surpreso.

(KR) Luiza - Bem eu... - Ela fez uma pausa. - Ouvi um médico falar no corredor... Eu sinto muito por ele...

Ficamos em silêncio por um momento. Parecia que, por algum motivo, ela estava mentindo. Algo nela me deixava meio desconfortável e, pelo visto, também era assim com o Jungkook.

          TAEHYUNG OFF

 

          SEOKJIN ON

Tudo o que eu queria fazer naquele momento era agradecer ao Yoongi por me livrar do Bon Hwa novamente, mas nem isso eu podia. Eu estava mais tranquilo após ele sair. Me via com aquela aparência horrorosa, em uma sala totalmente escura, com vários espelhos ao redor. Eu estava chorando. De repente, vejo uma cena da minha infância, quando eu tinha apenas 7 anos.

          ~Flashback on: Kim SeokJin - 7 anos~

Acordei de manhã e, como sempre, a primeira coisa que fiz foi lavar meus olhos e colocar minhas lentes na cor marrom. Depois, desci as escadas e fui até a cozinha, onde minha mãe estava:

(KR) Eu - Bom dia, omma! - Disse com cara de sono, indo em direção a ela e abraçando sua cintura por trás.

(KR) Omma - Bom dia, filho. - Ela virou-se e me abraçou. Depois, deu um beijo em minha cabeça e disse - O café está quase pronto. Vai se sentar.

(KR) Eu - Ok. - Respondi fazendo o que ela disse. Após sentar-me, esperei um tempo até que ela chegasse com um prato com dois waffles, no estilo bem americano.

Comecei a comer e, assim que termini, fui me arrumar para ir para a escola. Quando estava pronto para sair, faltando apenas pegar minha mochila no quarto, meu pai aparece:

(KR) Bon Hwa - Já está indo? - Perguntou com sua voz grave

(KR) Eu - Sim. Você vai me acompanhar denovo e ficar tagarelando como sempre? - Disse sem olhar para ele - É sempre assim. Você se aproveita que eu sou o único que pode te escutar e não para de falar que eu deveria tentar "roubar a alma" de um dos meus colegas.

(KR) Bon Hwa - É muito melhor do que essa comida humana! Tem um sabor... Especial...

(KR) Eu - Aish! Eu vou embora! - Desci as escadas e, quando estava abrindo a porta para sair de casa, gritei para a minha mãe - Estou saindo, omma. Tchau!

(KR) Omma - Tchau filho. Cuidado, viu?

(KR) Eu - Ok.

Esperei o ônibus vir me buscar, como de costume e, assim que ele chegou, fui para um assento perto da janela.

Como minha casa era uma das primeiras, havia pouca gente. Com o tempo, foram chegando mais crianças, a maior parte da minha turma. Foi então que Hoon chegou e se sentou do meu lado:

(KR) Hoon - Oi Jin.

(KR) Bon Hwa - Então quer dizer que você ainda tem amigos - Disse em um tom de deboche. Acabei soltando um "aish!" sem querer.

(KR) Eu - Oi Hoon - Disse sem muita empolgação.

(KR) Hoon - Ué... Não está feliz em me ver? - Hoon era meu melhor amigo. Eu sempre o respondia sorridente.

(KR) Eu - Não... Não é isso... - Disse me apoiando no vidro da janela.

(KR) Hoon - Hmm... Então o que foi?

(KR) Eu - Não é nada... Só estou pensando um pouco...

(KR) Hoon - Está bem então... - Disse sério. De repente, ele sorri e diz - Será que a notícia que eu tenho vai te alegrar?

(KR) Eu - Qual? - Perguntei curioso virando-me para ele.

(KR) Hoon - Eu trouxe um monte de comida pra gente. Eu sei que você come feito condenado - Disse rindo

(KR) Eu - E tem o que? - No momento em que ele disse a palavra "comida", eu fiquei animado.

(KR)  Hoon - Eu trouxe tteok, peperos, duas maçãs, dois suquinhos e alguns salgados...

(KR) Eu - Eu trouxe dois sanduíches, quatro barrinhas de cereais, dois suquinhos e alguns docinhos japoneses...

(KR) Hoon - Nossa! - Disse rindo - Você come, hein? - Rio também.

(KR) Bon Hwa - Talvez porquê você precise de outro tipo de comida, não é, Seokjin?

(KR) Eu - Fica quieto - Disse em voz baixa.

(KR) Hoon - O que você disse?

(KR) Eu - Nada não.

Continuamos o caminho inteiro conversando, até que o ônibus parou na frente da escola. Nós dois (na verdade três - contando com meu pai) fomos os últimos a descer.

(KR) Hoon - Temos um tempo até ir pra sala... O que vamos fazer?

(KR) Eu - Vamos comer? - Ele ri novamente.

(KR) Hoon - Vamos.

Nos sentamos em um banquinho perto dali e fomos comer.

(KR) Bon Hwa - Você não aprende mesmo, não é, Seokjin? - Apenas o ignorei e continuei comendo - Você é um karumi e não pode negar isso. Não pode viver como um humano para sempre! - Respirei fundo, tentando não dar atenção.

(KR) Hoon - O que foi, Jin? Você parece um pouco nervoso...

(KR) Eu - Não é nada... - Fiz uma pausa - Eu vou no banheiro... 

(KR) Hoon - Eu vou com vo...

(KR) Eu - Não precisa. Eu já volto...

(KR) Hoon - Ok - Disse desconfiado.

Fui até o banheiro e a primeira coisa que fiz foi tirar minhas lentes. Elas estavam encomodando. Meus olhos eram amarelos, iguais aos do meu pai. Lavei o rosto e depois coloquei as lentes novamente.

Voltei para onde Hoon estava. Porém, dessa vez ele não estava sozinho: aqueles dois garotos que sempre implicavam com a gente estavam mexendo com o Hoon. Cheguei mas perto e, quando eles me viram, Cheol (o mais alto, de cabelo preto e olhos castanhos) disse:

(KR) Cheol - Então o outro fracote chegou! - Ele segurou meu braço e me puxou para perto de Hoon. - O que nós devemos fazer com eles?

(KR) Ha Myung - Não deveríamos mostrar pra eles o que é bom? - Disse rindo. Minha lente ainda estava encomodando. Provavelmente estava no lugar errado e, pelo visto, Ha Myung percebeu isso. - Parece que o Seokjin usa lentes? Além de fracote é ceguinho também? - Os dois começaram a rir e depois, Cheol ficou sério e disse:

(KR) Cheol - Tira essa coisa! - Neguei com a cabeça - Já que você não vai tirar, eu tiro! - Eles me seguraram e tiraram a lente do meu olho esquerdo à força, o que deixou meu olho dolorido, e fizeram a mesma coisa com o meu olho esquerdo. Fechei meus olhos e me abaixei. Não podia deixar eles saberem a verdadeira cor.

(KR) Ha Myung - Aaaahh o bebezinho vai chorar, é? - Disse debochando de mim - Abre os olhos! Estava tentando parecer legal quando veio até o amiguinho e agora está assim, é?

(KR) Hoon - Jin, é melhor obedecer - disse em voz baixa.

(KR) Cheol - Até seu amiguinho concorda! Deixa de frescurinha e abre logo os olhos! Ou a gente vai ter que fazer isso? - Como não respondi, eles me seguraram novamente e me forçaram a abrir os olhos e, pelo visto, após vê-los, ficaram assustados, pois pelas suas expressões, parecia que haviam visto um fantasma. 

Sinto alguém me puxar para o outro lado. Era Hoon.

(KR) Hoon - Nos deixem em paz! - Disse para os dois, que, ao mesmo tempo, parecem ter saído do estado de "choque"

(KR) Cheol - Não adianta nada ser um monstro, se é fraco! - Ele olhou para nós dois e deu um chute em Hoon, o fazendo cair. Olhei para ele, que estava no chão, e depois, meu pai disse:

(KR) Bon Hwa - Nem depois de ser humilhado voc... - Ele parou de falar assim que viu eu andando em direção aos dois, que foram empurrados para trás, sem eu ao menos tocar neles. Eles pareciam estar com medo.


Notas Finais


É isso...
Espero que tenham gostado.
Minha prima está publicando uma fic também. O nome é The Vampire's Crown. É muito bom! Recomendo! Bjos Estrela 😘💕
Também queria agradecer a minha grande amiga e filha adotiva, Joy. Bjos da Omma 😘💕
Após muitos beijos individuais, Bjos pessoas lindas que shippam LuSeok (e para as pessoas lindas que não shippam também) 😘💕


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...