1. Spirit Fanfics >
  2. Soldados não se apaixonam! >
  3. Hostage

História Soldados não se apaixonam! - Capítulo 12


Escrita por: Bimari_real

Notas do Autor


E aí pessoal?
Bia aqui✌️
Tudo bom com vocês?

DO NADA APARECEU UM MONTE DE GENTE AQUI, MUITO OBRIGADA PESSOAL-

TIPO MDS 70 FAVS EU TÔ SURTANDO MUITO😭💓😭💓😭💓😭

Aos novos e aos antigos leitores: muito obrigada!

Bora lá, antes de tudo, queria só dar aqui a informação que eu escrevi esse cap escutando “Hostage” da Billie (inclusive o cap tem esse nome porque eu fiquei sem criatividade)

Se você quiser ler escutando ou escutar depois de ler ou até escutar antes, o link tá aqui: https://youtu.be/xXQYCXmXJU4

Aviso: se você é diabético ou tem problemas com açúcar, passe longe desse capítulo, ele não fará bem para você!

Peço que leiam as notas finais, tem coisas importantes lá!

—>quebra de tempo: 1 MÊS

Boa leitura✨❤️‍🩹

Capítulo 12 - Hostage


Fanfic / Fanfiction Soldados não se apaixonam! - Capítulo 12 - Hostage

-Já disse que estou bem.

 

-Mas capit- Petra tentou intervir 

 

-Nada de “mas”, eu estou bem!

 

-Depois não venha correndo pedir nossa ajuda.- Auruo avisou arrogantemente, mas estava igualmente preocupado com o líder do esquadrão 

 

-O que o baixinho está teimando dessa vez?

 

Depois de escutar alguns barulhos vindos do lugar, Hange chegou no refeitório, onde o esquadrão de missões especiais voltava de um treinamento. Levi estava totalmente apoiado em Erd e Gunter, que o seguravam para que ele não caísse no chão.

 

 

Claramente não estava bem.

 

 

-O capitão aparentemente está doente.- explicou Erd -Ele caiu do nada no meio do treinamento. Quase desmaiou.

 

Eles apoiaram Levi em uma das cadeiras do refeitório 

 

-Então precisamos levar ele pro quarto! O nanico precisa descansar!- Hange falou o óbvio 

 

-Descansa você, esse seu rabo gordo deve pesar!- Levi rebateu grosseiramente

 

-Carreguem ele pro quarto!- ela insistiu e os soldados já se preparavam para levantá-lo mais uma vez

 

-Eu posso andar sozinho. E ninguém vai me levar pro quarto, eu ainda preciso treinar.

 

-Cala a boca, baixinho! Você precisa ir pro seu quarto e sossegar o facho!

 

Erd e Gunter concordavam com Hange e já estavam com Levi nos braços.

 

-Como capitão eu estou ordenando para vocês me largarem!

 

Eles não o soltaram.

 

-O que é isso? Vocês não obedecem à Hange, obedecem à mim. Me ponham no chão!- ele usou sua voz autoritária e os subordinados o soltaram (mesmo que ele estivesse com dificuldades para ficar de pé sozinho)

 

Quando ele estava quase caindo novamente, seus homens o seguraram de novo.

 

-É o seguinte, Levi: se você for pro quarto agora eu tomo banho amanhã!- ela ofereceu com um grande sorriso no rosto

 

-...

 

-Tomo banho e… lavo o meu cabelo também.- aumentou o suborno, mesmo que contra sua própria vontade

 

Com a proposta inegável, o líder do esquadrão deu o braço a torcer.

 

-Tsc... Gunter, Erd, me levem para o meu quarto, por favor.- ele pediu, meio contrariado mas já aceitando a derrota

 

 

 

 

 

 

O esquadrão e Hange estavam no quarto de Levi, que se contorcia pela “invasão de privacidade” e pela aglomeração no espaço pequeno. 

 

Os subordinados já tinham deixado ele na cama e estavam espalhados pelo cômodo humilde, curiosos com tudo que viam. Era a primeira vez que entravam ali, afinal. Em contrapartida, quem estava totalmente à vontade e ocupava a única cadeira disponível, que ficava ao lado da cama, era a Zoe.

 

Os comentários não demoraram a serem feitos pelo esquadrão, que parecia genuinamente interessado na vida pessoal do capitão, que sempre fazia questão de ser o mais profissional possível durante o trabalho;

 

-Nossa capitão, quantos livros! Você é muito culto!

 

-Você tem uma prateleira inteira de produtos de limpeza? Isso já é obsessão!

 

-Incrível como o seu quarto é organizado!

 

-Quem são esses na pintura? São seus amigos?

 

A última pergunta foi feita por Erd, enquanto admirava a pequena tela que mostrava Isabel, Levi e Farlan na cabeceira da cama.

 

A poluição sonora sumiu quando todos se focaram em Levi, que não parecia muito à vontade em responder a pergunta.

 

-Precisamos chamar um médico para você!- Hange, notando seu desconforto, tentou desviar do assunto

 

Ele direcionou um olhar agradecido para ela.

 

-Pode deixar que eu faço isso!- Petra se ofereceu com um grande sorriso no rosto

 

-Por que é você que sempre faz essas coisas? Eu já não disse que é melhor largar essa paixonite besta?- Auruo estava tendo brigas frequentes com a ruiva pelo ciúme que sentia do capitão 

 

-Calma Auruo, a garota só vai chamar um médico para o líder do esquadrão dela, porque ele está doente! Isso é empatia básica, não tem nada a ver com “paixonite”!- Zoe a defendeu

 

-Se eu fosse você, Hange, eu abria o olho! A Petra sempre arranja desculpinhas para ficar perto do seu namorado!- com apenas uma fala, Auruo conseguiu constranger 3 dos melhores soldados da tropa

 

-Vocês estão perturbando a minha paz! Saiam daqui!- o Ackerman explodiu e mandou todos embora

 

-Mas, e o médico?- Erd foi o que lembrou

 

-Que o médico se foda! Agora: para fora! Eu quero ficar sozinho!

 

Todos olharam raivosos para Auruo, que agia como se não se importasse. Inclusive, ele foi o primeiro a sair de lá.

 

A tenente estava se levantando da cadeira em que permanecia sentada, até que sentiu a mão do enfermo segurando discretamente a manga da blusa dela.

 

Surpresa, ela o encarou e esperou qualquer explicação, que ele não deu.

 

Sim, ele queria ficar sozinho, mas ao mesmo tempo, não queria que ela fosse embora. A verdade era que ele queria ficar sozinho, mas… sozinho com ela. 

 

Algo que parecia um pouco irônico, considerando que a cientista era um tanto quanto barulhenta e ele procurava por um tempo tranquilo, mas o que poderia fazer se a bagunça dela o acalmava?

 

Estava com vergonha de seus próprios pensamentos, mas ele poderia culpar a suposta doença por essa onda súbita de melosidade.

 

Finalmente levantou seu olhar suplicante para aquela que ainda esperava uma explicação e pediu em um sussurro:

 

-Fique.

 

Mesmo por trás das lentes dos óculos, era notável a surpresa em seus olhos, por um breve momento estes se arregalaram, mas no segundo seguinte ela já estava sorrindo com ternura.

 

Como que para fortalecer sua resposta, ela entrelaçou os dedos com os dele e assim ficaram de mãos dadas.

 

-Tudo bem, eu fico.- sussurrou para que só ele ouvisse -Eu vou ficar aqui mais um pouco, feche a porta por favor.- a morena aumentou um pouco o tom de voz, para que Gunter a escutasse e fechasse a porta

 

Ela se sentou na cama, do lado dele e os dois ficaram sozinhos no quarto, passando alguns segundos em silêncio, curtindo a companhia um do outro.

 

 

 

-Desculpe por te manter aqui, você deve ter coisas mais importantes para fazer... - ele encarava fixamente suas mãos juntas, se sentindo estranho por não desgostar daquele toque

 

-Deixa de bobeira! Você sabe que eu gosto de passar o tempo com você.- confessou -E olha… eu sei que “homem mais forte da humanidade” é um baita título, mas você não é imortal, não! Trate de se cuidar direito, por favor!- pediu sinceramente 

 

-Esse título ainda nem é oficial… e acho que Mike é quem vai recebê-lo.

 

-Ai baixinho, se enxerga! Tá mais que na cara que vai ser você.- ela se interrompeu -Quer dizer, não que Mike não mereça, mas o seu jeito de matar Titãs é tão único e eficiente! Claro que vão escolher você para ficar com o título!

 

-Se você diz…- ele sentiu o rosto aumentando de temperatura com a grande quantidade de elogios 

 

-Ah, Levi, você é um amorzinho! Com febre você fica mais adorável ainda!

 

-Por que acha que eu estou com febre?

 

Hange se virou para ele, o assustando quando encostou suas testas.

 

-Você está com febre, Levi.- ela fez uso de sua altura, afastando seus cabelos e dando um beijinho casto na testa dele -Mas está tudo bem, vão chamar um médico para você, e amanhã já estará melhor!

 

Ele passou os dedos pelos cabelos dela, pensando no dia de amanhã.

 

-Trate de lavar bem esse seu cabelo... 

 

-Você deve ter sido um piolho na vida passada!

 

-Idiota.

 

Hange percebeu certo grau de sonolência nele e o envolveu em um abraço confortável, onde Levi repousava sua cabeça na região do seu colo.

 

-Sim. Sou sua idiota.

 


Notas Finais


Espero que não tenha decepcionado vocês com essa quantidade imensa de açúcar…

Confesso que talvez eu tenha sido carregada pela música e exagerei nas coisas, mas enfim, não vou voltar atrás não porque eu achei que ficou fofinho KKKKKKK

Juro que o próximo tem mais comédia pra compensar!

Enfim meus queridos, MUITO OBRIGADA DE VERDADE!

Mais do que os favoritos, eu queria agradecer de coração pelos comentários do último capítulo! FORAM MUITOS, EU ACHO QUE NUNCA RECEBI TANTOS COMENTÁRIOS NA MINHA VIDA KKKKKK

OBRIGADA DE VERDADE! Eu AMO responder vocês💓


Gente, eu tive duas amigas que perderam a conta aqui no spirit por conta de banimento, se vocês pudessem dar uma força seguindo elas e lendo as fics ajudaria muito!

https://www.spiritfanfiction.com/perfil/feitanmilgrau02

https://www.spiritfanfiction.com/perfil/Esposa_do_ErwinS

Elas escrevem muito bem e são muito legais, vocês não vão se arrepender de dar uma conferida no perfil delas💓!


Galera eu tô caindo de sono, então só vou revisar isso aqui amanhã KKKKKKK

Bjs e até o próximo!

Amo vocês 💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...