História Solidão assemelha-se a falta de vivência humana - Capítulo 1


Escrita por: e Wavering

Postado
Categorias Bungou Stray Dogs
Personagens Nakahara Chuuya, Osamu Dazai
Tags Soukoku
Visualizações 36
Palavras 185
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Lírica, Poesias
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu só consigo fazer dazai!centric, aí aí

Capítulo 1 - Capítulo Único;; ressaltos abomináveis


Quão solitário seja o anjo que sussurra sua canção em meu ouvido, que, por si só, revela quanto és melancólica e vazia tanto como nossas previsíveis e remotas promessas. Quão ignorante e ingênuo seja o ser divino que almeja o brilho das estrelas sobre sua amada, ou talvez então, a reciprocidade do amor platônico do qual vive. Portanto, quão pequeno e insignificante seja o homem com asas, abandonado por seu criador. Por ora, o anjo caído não passa de mais um dos meus ressaltos abomináveis. 

Figura tal essa da qual você me tornou; tão intolerante, desprezível. E é nesta varanda, largado miseravelmente, na melodia da [não] admiração do cenário caótico, que me converti à profunda obscuridade. Unha entre os dentes; olhar perdido sob o céu noturno e tóxico; em simples palavras, solidão. De modo que, submeter-me eu poderia para juntar o restante dos pedaços do meu antipático coração, todavia, eu não ousaria. 

Porque a solidão assemelha-se a falta de vivência humana, se iguala a ausência de amparo à outrem; assim,você me tornou solitário. Por fim, estou jogado as traças, Chuuya; admita o nosso romance desumano.


Notas Finais


mais um soukoku, é isso aí


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...