História Solitarius ( Vkook ) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Namjin, Solitarius, Taekook, Vkook, Yoonmin
Visualizações 84
Palavras 837
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, LGBT, Magia, Mistério, Policial, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Cross-dresser, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


escutem monsters do skillet

Capítulo 1 - The Angel


Fanfic / Fanfiction Solitarius ( Vkook ) - Capítulo 1 - The Angel

" confesso que me sinto como um mostro "

Pov Jungkook

Acordei já de mau humor, jogando tudo pelos cantos de casa. Era uma boa ideia para descontar frustações do dia, talvez eu só estivesse precisando de atenção mesmo, mas fazer aquilo me aliviava do dia exaustivo que tinha todo dia.

Eu sai do dormitório já batendo tudo e tive um surpresa com o novo garoto do que todos estavam falando no dia anterior. Ele era alto, loiro e seu rosto era coberto por uma máscara negra, eu não dei muita importância, mas me escorei na parede tendo interesse na conversa do Sr.Hughes e do novo garoto.

Hughes - então esta tudo pronto TaeHyung, só falta umas ultimas perguntas certo?

TaeHyung - ah certo e quais são as perguntas?

Hughes - sua raça, sabe?

TaeHyung - um anjo da morte.

Isso me chamou a atenção, é raro esse tipo de espécie ainda vivo, os demônios mataram todos, como é que ainda existe um vivo?

Hughes - Idade?

TaeHyung - 22 anos, mas alguma pregunta?

Hughes - família?

TaeHyung - morta.

Aquela palavra de algum modo me afetou, o jeito que ele a disse sem quaisquer tipo de sentimento, uma palavra que foi cuspida da boca, sem algo pra expressar. Foi doloroso ouvir aquilo.

TaeHyung - posso entra no meu quarto agora?

Hughes - ah, sim pode...

Senti que Hughes tinha se sentido incomodado com o jeito e forma dele falar que a família estava morta, mas continuei indo para o refeitório, chegando lá me sentei e fiquei olhando as pessoas entrarem para o senhor Hughes anunciar o novo aluno, que tecnicamente eu já sabia quem era. o ultimo aluno chegou e era aparentemente TaeHyung, ainda com aquela máscara, qual será a dele com o rosto? Tanto faz, virei o rosto olhando o senhor Hughes ajustar seu casaco se preparando para começar a falar.

Hughes - hoje Solitarius está recebendo um novo aluno! palmas para o mais novo ser da escola, Kim TaeHyung.

Ele foi até lá em frente, garotas gritavam seu nome e os garotas batiam palmas, eu apenas fiquei encarando a cena, até um aluno gritar algo fora do comum quando se está feliz pela chegada de outro aluno.

xxx - monstro! monstro!

Todos se viraram para o tal aluno que gritava e TaeHyung sem quaisquer movimento brusco ou ridículo, andou até o mesmo segurando seu queixo onde o mesmo caiu no chão com os olhos sem vida. Sua alma podia ser vista a olho nu até ser aparentemente "sugada" para de baixo da máscara que TaeHyung usava, podemos dizer que naquele dia a alma de um simples hibrido de mago foi ceifada pelas mãos de um único anjo da morte, ninguém estava surpreso pela morte do menino, pois acontecia todo dia, mas sim pelo modo que ele morreu, foi algo absurdamente impossível para qualquer ser sobrenatural dali, a menos que fosse por um anjo de certo nível, sendo um anjo da morte ou não, mas mesmo assim, a alma foi ceifada e não  podia mais retornar ao corpo e o jovem mago não iria conhecer a paz, por um ato estúpido, havia dois anjos ali, eu e ele e tecnicamente eu sendo um anjo de luz, deveria o matar, mas não fiz, apenas me levantei e fui em direção a saída até senti o meu pulso queimar, com grandes mãos o segurando.

TaeHyung - é um prazer conhece-lo.

Jungkook - eu não digo o mesmo.

TaeHyung - ah sim, deveríamos lutar até a morte agora certo?

Jungkook - sério? achei que íamos brincar de boneca até cansar

Falei ironicamente soltando meu pulso marcado, quando um anjo de luz encosta em um da morte, possivelmente o mais fraco irá se queimar, posso estar brincando com algo que não devia, e que pode me matar, mas porra, não to nem ai.

TaeHyung - tão irônico quanto o papai.

Jungkook - se eu fosse igual ele, não tinha pensando duas vezes...

Me aproximei o máximo que pude sem querer queimar o meu corpo, deixando meus lábios perto de sua orelha para que ele escutasse.

Jungkook - duas vezes antes de aproveitar o momento que ti vi, para enfiar uma espada em seu peito, para o ver morrendo lentamente.

Senti seu corpo se chocar contra o meu me deixando grudado na parede, sentindo meu corpo começar a queimar lentamente.

TaeHyung - Jeon Jungkook, não se engane, não é porque me viu matar alguém tão indolorosamente, que não vou te fazer sofrer pequeno... ah essa sua pele tão branca, marca tão facilmente, seria uma pena deixar elas para sempre, não é?

Senti sua língua em meu pescoço, sua saliva era como acido, ardia e eu sentia como se minha pele estivesse derretendo, mas ele se afastou, eu coloquei a mão sobre o pescoço tentando amenizar a dor que sentia, vendo pelos buracos da máscara olhos extremamente roxos, um tom de roxo quase preto, senti meu corpo leve, eu estava em choque, enquanto estava parado olhando para os olhos da morte.


Notas Finais


ta ruim? ta! mas foda-se :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...