História Some ( Michaeng ) - Capítulo 9


Escrita por:


Notas do Autor


Hello :)

Capítulo 9 - Kiss me


"Nada se compara, nenhuma preocupação ou cuidado"

"Arrependimentos e erros são feitos de lembranças"

"Quem poderia adivinhar o gosto agridoce que isso teria?"

Dahyun P.O.V

Férias! Era o que eu precisava nesse momento, além de um tempo comigo mesma é claro. Eu nesses últimos meses preciso de algo chamado paz interior,  e tentar atingir a mesma no ambiente onde você é mãe de primeira viajem de um pré adolescente, e sua esposa de repente se diz atraída por alguém tem se tornado uma tarefa difícil mas como o universo resolveu conspirar ao meu favor, meus pais pediram para que Ren ficasse com eles até o ano novo e eu sei em como meu pai e Ren tem uma incrível conexão resolvi deixar com que ele fosse e a quanto Momo, eu realmente não sei o que fazer nessa situação. Como ela pôde dizer que sentia atraída por ele e que meu colega de trabalho era seu tipo ideal de homen? Se nem de homen ela gosta? Talvez goste agora mas eu não vou quebrar minha cabeça nisso agora, o que está acontecendo é que depois disso eu venho pensando que talvez eu não seja o suficiente para ela, e que talvez ela esteja a procura de algo melhor do que eu possa oferecer.

Esse motivos me afastaram de Momo, eu de certa forma me tornei mais cuidadosa ao me dirigir a ela ou a nossa aproximação que antes parecia não ter barreiras, mas toda vez que ela tentar se aproximar de mim eu tendo pedir que ela se afaste e isso machuca a nós duas. Então para que ela pense sobre isso e eu tenha um tempo para mim pedir que a mesma me desse um tempo, mas como sempre essa pateta levou ao pé da letra e dois dias depois que nosso filho foi para casa dos avós ela simplesmente disse que ia viajar e sumiu, e como fui eu que fiz o pedido apenas deixei um bilhete em suas coisas dizendo que passaria um tempo com Chae que disse que eu teria uma grande surpresa ao chegar em Jinhae-gu, só espero que ela me diga que está voltando para Busan e que ela esqueça dessa ideia de ficar lá por mais anos.

Yerim P.O.V

Seria possível se apaixonar tão facilmente por alguém que acabou de conhecer? Ter passado meu primeiro dia de trabalho em sua companhia foi algo relativamente bom, sua gentileza de me trazer em minha casa foi uma das coisas que me deixaram atraída por Chaeyoung, mas algo me dizia que eu deveria apenas esquecer aquilo.

Pela manhã tivemos poucos momentos juntas já que tive uma reunião sobre o design de  nossos novos produtos a serem lançados, e pelo que Suga havia me falado, ela estava supervisionado um novo grupo de novatos na área do RH e demoraria algum tempo para que ela retornasse para sua sala. Decidi ir tomar um café então fiz o caminho de ontem até a pequena sala que mais parecia um esconderijo naquela empresa, chegando lá vi que estava vazia e pensei que realmente ninguém aqui usava muito o pequeno lugar, fui até a máquina de café e liguei a mesma colocando um dos copos térmicos que haviam ali esperando com que ela fizesse o resto para mim, quando o expresso ficou pronto peguei meu copo e né dirigi a uma pequena janela ali apreciando a vista, percebendo que já estavamos deixando a manhã e passando para o horário da tarde, devagar tomei o líquido quente mas senti uma presença atrás de mim porém ignorei já que poderia ser alguém querendo um pequeno descanso.

Senhorita Kim, vejo que gostou daqui - aquela voz, me virei devagar vendo a mesma com uma roupa social preta, ela estava de certo modo fofa.

É um ótimo lugar para descansar, como foi sua manhã até agora ?- encostei as costas na janela

Difícil, realmente abusam de mim a vezes . - deu os ombros rindo

Eles devem pensar que você é um robô - ri com meu próprio comentário e mesma pegou seu café e se aproximou mais de mim se sentando na cadeira que havia ali

Talvez eu seja, você e o Yoon vão jantar de novo hoje ?- bebeu um pouco do seu café e eu a acompanhei

Ele não me falou nada, você quer sair para jantar ? - o que vale é a tentativa, um dilema.

Hoje não poderei ir, aliás eu estou atrasada. Lhe vejo amanhã de manhã Yerim - olhou o relógio em seu pulso e foi até mesa deixando seu copo

Não vou lhe ver ainda hoje ? - eu queria lhe ver mais

As vezes eu esqueço que você chegou ontem, desculpe - riu e ajeitou seus cabelos bagunçados - Eu tenho faculdade, minha primeira aula vai começar daqui a quarenta minutos, infelizmente só vi você agora, mas amanhã você não me escapa - se dirigiu ao corredor

Nem você Son, tenha uma boa aula - ela assentiu e saiu, céus ela sabe como atinge as pessoas com suas ações e palavras?

Chaeyoung P.O.V

Pela primeira vez eu chegaria na faculdade sem nenhum atraso e no meu caso isso é algo revigorante, sempre cheguei atrasada desde que comecei a estudar e a maioria dos professores reclamavam comigo já que eu perdia a primeira aula e isso poderia me gerar certos problemas, como ter que repetir a cadeira mas no meu caso isso não seria um problema tão difícil de se resolver , pois a primeira aula era lecionada pelo professor Kim que conduzia duas salas ao mesmo tempo, a de música e artes visuais que de certo modo interagem no quesito reflexão e produção.

Nos corredores haviam alguns alunos, a maioria veteranos que são de cursos que demoram a serem terminados, subi as escadas até o terceiro andar procurando a sala na qual pertencia a matéria de música pois a que ficamos está no primeiro andar. Vejo que ainda não há ninguém na sala quando abro a porta da mesma, em todo caso sentarei no fundo, já que eu não era tão apta a estar aqui e certamente metade das pessoas que frequentam essa aula não faz a mínima ideia se quem eu seja, como passa tempo eu decidi desenhar em meu caderno, quando desenho meu corpo tende a se desligar do exterior e procura em meu interior inspiração, o que me deixa frustada as vezes pois em algum dos meus desenhos, o rosto da Myoui saia sem que percebesse , poucas vezes desenhei a mesma sem sentir algum tipo de sentimento ruim, eu desenha nossas poucas memórias felizes juntas. E, vejo que isso, este sentimento seja lá qual for ainda presente pois agora, eu desenho seus olhos brilhantes mas parei assim que vi pessoas entrando na sala e atrás dos alunos eu vulgo ser nosso professor, apesar de ser mais velho que nos ele tem uma feição jovial e seus cabelos roxos o deixam ainda mais jovem, ele usava uma camisa branca social e um óculos que de certa forma lhe caiam bem.

Como havíamos comentado na aula anterior, vamos criar algo hoje turma. Vou escolher alguém para que inicie e que tal por você? Novata ? - me olhou por cima dos óculos e eu fingi que não era comigo, poderia ser outra pessoa mesmo - Você de cabelo curto, qual seu nome - droga! Tem olhos de águia por acaso esse homen?

Sim Chaeyoung, pois não ? - me levantei colocando as mãos no bolso

Turma, temos uma turista entre nós, por onde esteve ? - revirei os olhos de leve  quando ouvi algumas risadas soarem pela sala

Estive trabalhando, não pude participar das suas aulas - minha voz saiu séria e ele assentiu com a cabeça

Perdão pela brincadeira Son, mas me diga, o que acha que aprenderá aqui hoje ?- estou começando a achar que chegar atrasada parecia algo convidativo a partir de hoje

Pra falar a verdade, eu não sei professor. - ele riu e foi até lousa, escrevendo "reflexão aos sentimentos"

Senhor Park, ajude nossa colega a entender o que abordamos na última aula e diga para que a mesma dê início a nossa proposta - ele apontou para um rapaz de cabelos escuros, que me olhou com um olhar amigável e eu me sentei vendo o garoto vir em minha direção

Chae certo ? Pode me chamar de Jimin e pra resumir tudo, a gente vem trabalhando música e hoje ele pediu que cada um pense e reflita sobre nossos sentimentos, sei que parece totalmente idiota fazer mas nós ajudará em questões de organização e sentimentalismo, equilíbrio na verdade. O que você acha de amor próprio? Sentimento de deixar com que você se maltrate ?- ele poderia debutar em grupo como rapper do jeito que fala rápido

Mas o tema não tem tanta ligação a esse tipo de sentimento, eu acho que há pessoas na qual ainda não conseguem se ver verdadeiramente, acho que precisamos olhar para nós mesmos de um jeito diferente dos demais e..- ele começou a anotar o que eu falava e eu parei o observando confusa

Você tem uma visão interessante, ele quer versos e o seus serão os primeiros, estou anotando para que você construa seus versos a partir do que fala sobre tal assunto. Deste modo você equilibra sua mente pois junta sentimentos a razão pelo que você, ouve e fala. - ele tem lábios carnudos, e bem rosados .

Claro, acho que consigo fazer isso sozinha daqui pra frente - sorri sincera para ele

Ótimo, vá até ele quando terminar, ele não disse mas odeia esperar - voltou para seu lugar

Não entendi nada, mas preciso escrever algo certo? Apenas vou escrever o que vejo pelos lugares que já frequentei. Como o senhor Kim não gosta de demoras eu escrevi algo simples que na minha opinião serviria para algum tipo de começo, me levantei ganhando a atenção de Jimin e outros alunos e fui até mesa do professor Kim vendo que ele estava lendo o que seriam outros versos escritos pelos alunos e deixei o meu lá me preparando para voltar, se ele não tivesse chamado minha atenção.

Você fica Son, quero ler e olhar para você, quero entender o que se passa em sua mente - pegou o caderno de anotações e começou a ler ao mesmo tempo que alternava seu olhar para mim - Você é narcisista? - ele me encarou curioso

Claro que não, eu só acho que há uma visão diferente de nós mesmos quando tentamos encontrar algo como um amor, neste caso escrevi sobre amor próprio como Jimin me questionou, que me pareceu trazer um outro olhar sobre mim e aos que estão ao meu redor, digo, é difícil quando não aprendemos que somos tão valiosos quanto aqueles que estão ao nosso redor ...- por que todos amam me cortar

Não fique seria garota, você seria uma de minhas melhores alunas se não faltasse em minha aula. Son, você tem certo dom para escrita, aprecio isso - suspirei, alívio que só alunos irão saber como sentir.

Posso me sentar ?- ouvia cochichos atrás de mim, e aquilo estava me deixando nervosa

Sim, eu quero tentar fazer algo então. Todos, atenção e silêncio - voltei ao meu lugar ele foi até o piano (?) Como eu não vi ele antes ali ?

Devagar ele começou a tocar e demorou um tempo para que ele decidisse a melodia certa mas ao final ele conseguiu criar uma sem tanta dificuldade, e Jimin me lançou um olhar de "parabéns " e eu retribui ao mesmo, ele escreveu algo em um papel e o jogou em minha direção, o peguei e abri rindo de suas palavras. "Que bom que ajudei, mas você me deve aulas de escrita chaezinha", quando eu ia escrever algo de volta o professor Kim começou a tocar novamente fazendo com que minha atenção se prendesse nele, ele realmente trocava muito bem, ele iria cantar?

Epiphany. 

É tão estranho

Eu te amei profundamente, com certeza 

Eu me adaptei completamente a você, eu queria viver por você

Mas por continuar fazendo isso, eu simplesmente

Não consigo mais aturar a tempestade dentro do meu coração

Preciso revelar completamente meu verdadeiro eu por baixo da máscara sorridente


Eu sou quem eu deveria amar nesse mundo

Esse meu eu brilhante, minha alma preciosa

Eu finalmente percebi isso, então eu me amo

Apesar de não ser perfeito, sou tão belo

Eu sou quem eu deveria amar


Estou tremendo e com medo, mas continuo seguindo em frente

Estou conhecendo seu verdadeiro eu, escondido na tempestade

Por que eu quis esconder meu precioso eu desse jeito?

Do que eu tinha tanto medo? Por que escondi meu verdadeiro eu?


Eu sou quem eu deveria amar nesse mundo

Esse meu eu brilhante, minha alma preciosa

Eu finalmente percebi isso, então eu me amo

Apesar de não ser perfeito, sou tão belo


Eu sou quem eu deveria amar

Eu posso ser um pouco brusco, eu posso carecer de algumas coisas

Eu posso não ter esse brilho tímido ao meu redor


Mas esse sou eu

Meus braços, minhas pernas, meu coração, minha alma

Eu quero amá-los nesse mundo

Esse meu eu brilhante, minha alma preciosa

Eu finalmente percebi isso, então eu me amo

Apesar de não ser perfeito, sou tão belo

Eu sou quem eu deveria amar


Quando ele terminou eu pude  sentir o peso de algumas das minhas palavras retornando para mim, resolvi ir molhar o rosto para tentar retornar a mim então pedi para que ele me deixasse ir ao banheiro e mesmo não negou meu pedido, chegando naquele banheiro me surpreendi ao ver Momo retocando sua maquiagem e me perguntei em como ela está aqui e porque dela estar aqui também.

Chaeyoung! - ela veio correndo em minha direção para me dar um abraço

Momorii! Quanto tempo - falei rindo vendo que a mesma estava pendurada em mim como um coala

Você continua a mesma coisinha fofa - analisou meu rosto apertando minhas bochechas

Credo Momo, o que faz por aqui ? Não deveria estar trabalhando em Seul ? - a mesma me largou

Estou tirando ferias, e você ?- Momo unnie, pode ser bem esperta, ou pode apenas ser ela mesma as vezes

Eu estudo aqui, onde está Ren ? - vi seu sorriso morrer

Senhor meu filho, eu deixei com a Dah, ou com meus sogros - seu celular tocou e a mesma teve que atender falando que me mandaria mensagem depois, pois teria que ir em um lugar .

Lavei meu rosto algumas vezes e sai do banheiro vendo que o pessoal da minha turma já estava descendo para o primeiro andar onde ficava nossa sala, então fui até a sala do professor Kim e vi Jimin saindo acompanhando de um garoto de cabelos pouco longos e marrons, eles pareciam bons amigos. Passei por eles e Jimin me falou para que eu fosse rápido que guardaria um lugar para mim e eu apenas soltei um "ok" e entrei na sala vendo que estava vazia, fui até a minha cadeira pegando minha bolsa mas atrás de mim ouvi a porta se fechando fazendo com que eu olhasse para trás rapidamente, crendo que alguém tivesse me trancando ali por engano. Mas quem estava lá, me observando ela ninguém menos que Mina, suspirei vendo a mesma vir até mim.

Está me perseguindo? - fui direta quando ela parou em minha frente

Vim dizer que fiz minha matrícula, vou voltar a dançar - sorriu tímida

Que bom para você - tentei sair de sua frente para ir a minha aula mas a mesma segurou meu pulso

Eu preciso perguntar uma coisa, eu posso ?- soltou meu pulso devagar, eu só queria ir estudar. É pedir demais ?

Pergunte - me limitei a falar e a encarar

Você ainda é capaz de me amar de novo ?- ela se colocou em minha frente, mais próxima do que da última vez e tudo ao meu redor parou, eu sabia a resposta mas não queria que ela soubesse, afinal, eu precisava de mais para ter certeza daquela resposta.

Eu vou perder minha aula - tentei ignorar o fato de que nossos rostos estavam quase colados

Você precisa mesmo ir ?- nossas bocas, eu podia sentir a sua se aproximar mais e mais da minha.

O que você está fazendo ? - olhei para os seus lábios quando ela os mordeu devagar

Eu quero isso chae, você não sente falta de mim? - suas mãos circularam meu pescoço

Você disse que não me pressionaria - por que diabos meu corpo não me obedecia e me tirava dali ?

Eu disse que você poderia se afastar a qualquer momento, por que não consegue ? - segurou meu queixo com sua mão me olhando nos olhos

Isso não pode acontecer, o que está fazendo comigo ? - minhas mãos automaticamente foram até sua cintura, onde estava meu lado forte nesse momento?

Eu sinto falta da sua boca Chaeyoung, e você também - beijou o canto da minha boca e minhas mãos apertaram sua cintura.

Naquele momento eu minha mente estava em confronto extremo. O que eu deveria fazer ?






Notas Finais


Beija ou não ? Quem é a favor comente que eu acato o pedido hehehe


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...