História Somente eu e você...Pra toda a eternidade! - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Flowey, Frisk, Grillby, Mettaton, Napstablook, Papyrus, Sans, Undyne
Tags Afterdeath, Dustberry, Errink, Sanscest, Undertale, Yaoi
Visualizações 37
Palavras 1.262
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Ficção Adolescente, Lemon, Luta, Magia, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Só deus sabe o que irei escrever kkkk, help! ;-;

Capítulo 1 - "Apresentação! Sua palavras doem mais que facas."


_ Apresentação ON _

Heya, meu nome é Error Sans, mas todos me chamam de Error, tenho 17 anos, estudo na high school de Texas, não é uma escola "normal" nessa escola, estudam os mais diversos tipos de Monstros, ah, claro, e humanos também. Lá eu sou bastante popular, infelizmente, lá eu sou um jogador de Futebol. Como melhores retardados, quero dizer… amigos, Reaper, Nightmare, Dust e Horror, meu passatempo é incomodar um certo nerd, ele é um pintor, baixinho, e o apelido que dei para ele é:Pingo de Tinta.

_ Apresentação OFF _

Acordo com um barulho dos infernos, levanto a cabeça fuzilando o aparelho, logo desligo o mesmo já citado. Saio da cama e me arrastando eu vou até o banheiro, tiro os trapos que uso de pijama de uma vez logo tomando uma ducha rápida.

— odeio acordar cedo… — resmungou comendo um pedaço de pão de queijo, logo bebericando um pouco do café super forte que fizera.

— que horas são? — perguntou a si mesmo.

Quando viu as horas quase cuspiu o café, então o engoliu de uma vez só, o fazendo engasgar, prontamente pegou suas coisas e saiu correndo o mais rápido possível que conseguiu, provavelmente tinha batido seu Recorde, quando chegou no portão da escola avistou seus amigos

— bun dinha! como vai senhor bugadão? — falou o retardado de olhos azui e vermelho em um Degradê, o .

— vai pra onde com tanta pressa, caralho? — perguntou o Sr. Morte com sua ironia.

— pra casa da puta que te pariu — respondeu com um grunhindo alto o bastante para o outro escutar.

— eita porra, olha a porradaria gratuita! Pipoca?? — ironizou o ser que tinha o crânio quebrado sorrindo sarcástico, como sempre.

— o pau vai comer hehehe — riu o esqueleto de vestes escuras. 

— coma no cu viadão! — mostrou o dedo para o de tentáculos.

— "Ô viadão bunito!" Hehehe — mencionou o Sr. Morte

— aih dentro poh! Sou viado não, só bonito. — logo todos cairam na gargalhada falou o Dr. Octógono.

O esqueleto negro parou de prestar atenção nos estrupícios que chamava de amigos e começou a prestar atenção no grupinho a frente, então ele andou até o grupo calmamente tirando a atenção das besteiras dos amigos e os fazendo observar o que o maior irá fazer com os nerds.

— como vai o grupo de moças? Estão andando tão devagar... é medo de virar os pés delicados das princesinhas?? — falou irônico se referindo a o pintor mais que todos os seus amigos.

— cuida de você mesmo, pois não preciso de babá pra cuidar de mim, idiota. — falou virando a cara e seguindo a caminho da escola ainda fuzilando o maior com ódio.

Logo o maior sorriu e do nada – tipo do nada mesmo tá ligado?– começou a rir mas no fundo aquelas palavras o afetaram, ele estava desmoronando por dentro e rindo por fora. Bipolaridade o definia as vezes.

—carai...vou usar essa fufufu.. — riu de forma estranha o ser de vestes "sujas de sangue" 

Logo seus amigos foram na frente, Reaper olhou para o amigo e ficou do lado dele. E disse uma de suas besteiras para o reanimar, o que deu certo.

— ei mano, eu vou mesmo ter que te apresentar uns romances?? Tu não é romântico, tu é grosso, ah...não, pera... não foi isso que eu quis dizer! — insinuou fingindo estar constrangido, fazendo seu amigo rir alto.

— cara, eu vou escrever essa.

— é como dizia a senhora minha mãe, "o que eu falo não se escreve."

— hey seus bunda mole, cês vem ou vão ficar aí no encontro romântico de vocês?

— Nah! — responderam em uníssono, logo se fuzilaram e fizeram o gesto de socos.

Logo adentraram o "prédio" subiram até o terceiro andar, entraram na sala e.. a professora toriel estava lá, nos encarando com uma puta cara assustadora…

— desculpe pelo atraso Senhorita toriel — falou o mais novo foi até a mulher se ajoelhando e pegando sua mão, levando levemente aos seus lábios finos dando um beijo suave, fazendo a dona a sua frente corar e rir sem graça.

— entrem.. — sorriu dócil.

Error foi até sua mesa passando pelo "nerd pingo de tinta" e seu grupo. Os participantes do grupo seriam: pingo de tinta, Zé dos sonhos, azulão e TV anos 80. Fui para o fundão e sentei Reaper me seguiu e sentou do meu lado, mas tinha um sorriso bobo estampado no rosto.

— tá apaixonadinho poh?

— e você não sabe nem o quanto… — suspirou o bobão.

—ok né.. 

— vai, você também… é o pintor?

— é.. q-quero dizer não! De onde você tirou isso?

— quando ele passa por nós toda a vida você o olha com um sorriso satisfatório e depois disso o seu bom humor tá garantido pro restante do dia — disse me mostrando o polegar e sorrindo engraçado.

— desgraça…

— posso saber o que tem de interessante na conversa de vocês dois senhor Error e senhor Reaper? Gostariam de compartilhar com a turma?

— eu tô pedindo só uma caneta emprestada hehe — riu nervoso prontamente prestando atenção no restante da aula. Não sabia porquê esse maldito pintor o atraía tanto! Por que? 

Já havia acabado as aulas, e o esqueleto foi com uma força de vontade de Ave Maria, mais rápido do que uma tartaruga era impossível! Horário? 16:00..?17:00… ele não sabia ao certo, só sabia que quando chegasse em casa iria hibernar na minha cama. Chegou no seu destino e jogou sua mochila no sofá e subiu para o seu quarto tomou uma ducha rápida, se livrando  do cansaço o jogando na casa do caralho e fez uma call com seus melhores amigos, pra conversar.

— hey cara, viiiiiish.. o cara tomou banho...vai pra onde? — perguntou o interesseiro.

— vou ir pra tua casa.

— como assim? Vai fazer o que aqui?

— vou pra puta que pariu ué — sorriu sarcástico.

— pau no cu… — Nightmare começou a rir feito louco.

— Error...como vai sua relação com o pintor? — perguntou preocupado.

— bem...bem mal cara, eu não consigo ser romântico e outra, eu tenho certeza que ele me odeia, se é louco…

— tu vai acabar até assistindo crepúsculo Vey! Hahahaha! — riu o Sr. Morte.

— aih dentro caralho! Hahaha! — respondeu o bugadão.

— mas é sério...e já que vocês sabem o meu crush, nada mais justo que eu saber os seus!

— eu te confesso que estamos na mesma. — falou o Zé malvadão — eu também gosto de um cara do grupo do pintor…

— e quem é?

— quer o CPF dele também??

— séria bom..

— que?

—nada… — assoviou como se fosse inocente.

— e o teu Cara de morto?

— eu tenho não, bom ainda... talvez eu tome com essa pessoa um dia — falou simples e fingindo está triste por não ter crush.

Prontamente seus amigos riram e falar todos os nomes possíveis tentando adivinhar no crush do outro, mas valeu porra nenhuma, as horas passaram e eles resolveram desligar, mas lógico sem antes marcar um encontro pro grupo todo sair sábado, no caso depois de amanhã.

_ Narração Error _ 

Desliguei a call e marquei com os idiotas de nos encontramos no parque central no sábado às 07:00 da manhã. Foi para a galeria e vi a foto que eu tanto queria… pensei mais um pouco quando de repente senti meu short ficar um pouco apertado, estava tendo uma ereção apenas olhando uma foto de Ink sorrindo, eu vou pro inferno! Droga! Logo me fiquei de pé na minha cama e bati a minha cabeça ( Eri-chan — a de cima ok?) com força na parede e fiquei um pouquinho desnorteado. E fui dormir com uma redenção, era a minha redenção, um No Flap December.


 

















 

Continua no próximo capítulo….


Notas Finais


Espero que tenha gostado hehehe, eu gostei do resultado, eu acho que vou mesclar os caps, vou fazer o segundo como se fosse o terceiro e esse como o primeiro e o segundo, ( só vou tirar a parte ... 🔞 😅


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...