História Somente minha - Capítulo 11


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Boruto Uzumaki, Deidara, Himawari Uzumaki, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Inochi Yamanaka, Inojin Yamanaka, Itachi Uchiha, Kakashi Hatake, Karin, Kizashi Haruno, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Mebuki Haruno, Minato "Yondaime" Namikaze, Naruto Uzumaki, Orochimaru, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sarada Uchiha, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikadai Nara, Shikamaru Nara, Shion, Temari, Tsunade Senju, Zabuza Momochi
Tags Drama, Hentai, Naruhina, Romance, Saiino, Sasusaku
Visualizações 298
Palavras 4.680
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Harem, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um capitulo hoje para vocês.

Capítulo 11 - Greve de Sexo..


Fanfic / Fanfiction Somente minha - Capítulo 11 - Greve de Sexo..

--

Estacionaram em frente ao hospital e o Uchiha levou ela para dentro.
- Por favor sabe quem poderia examinar a Doutora Haruno? - Perguntou para uma recepcionista.
-  Ah ... Sim ! Vou chamar o Doutor Deidara. - Virou para o lado e falou - Doutor Deidara por favor comparecer na recepção. Doutor Deidara por favor comparecer a recepção. - Chamou pelo auto falante. - Pronto só aguardem um pouco.
Se passaram alguns minutos e um medico loiro com cabelos longos olhos azuis e uma franja apareceu. - Me chamou?
- Sim. A Doutora Haruno precisa ser atendida. - Disse a recepcionista. - Eu não sei o que aconteceu.
- Oh sim... Claro. - Disse sorridente - Por favor Doutora Haruno me acompanhe por favor. - Ela e o Uchiha levantaram e seguiram ele, o Uchiha não largava ela por nada. Quando chegaram em frente a porta ele parou e virou. - Por favor espera aqui senhor. Venha Doutora Haruno.
- Espera aqui um caralho. Eu vou entrar junto. - Disse bufando de raiva. - E quero ver quem vai me impedir.
- Senhor colabore, se não eu vou ter que chamar a segurança para impedi - lo
O Uchiha Riu sarcástico. - Chama vai, Voce realmente não sabe quem eu sou, né? - Falou debochado.
- Hum ... Não. E realmente não me interessa. - Disse se zangando. - Eu vou atende- la e voce não vai entrar. - Disse convicto. Quando o Uchiha ia responder Hinata chega apressada com o Naruto logo atrás.
- Sakura o que ouve? Voce esta bem? - Perguntou preocupada.
- Estou sim! Acho que minha pressão deve esta desregulada por causa do susto. - Disse para a amiga.
- Que susto? O que aconteceu? - Ela já estava aflita.
O Moreno os interrompeu e disse. - Não foi nada Hinata, voce poderia examina- la . Acho que vou ter que falar com a Tsunade sobre certos médicos que ela contrata. - Falou olhando para o Deidara.
- Como assim falar com Tsunade? Quem voce acha que é? - Disse bravo já.
- Ele? Voce realmente não sabe quem é ele? - Quem falou foi o Naruto subindo o ego do Uchiha. - Ele é Sasuke Uchiha cara, Sócio desse hospital e dono de metade de Nova York e de mais algumas coisinhas , quer dizer muitas coisinhas. - Disse olhando para o Uchiha que estava com um sorriso de canto nos lábios.
O medico arregalou os olhos. - Desculpe eu não sabia. Com licença. - Falou entrando dentro do consultório, não sabia quem ele era mais já tinha ouvido falar dele e com certeza tinha noção do quão poderoso ele era.
- O que faz aqui Naruto? -
- Ah ... Eu vi seu carro estacionado e vim ver se tinha acontecido alguma coisa. -" E pelo visto eu estava certo." Pensou o loiro.
- Ta bom ... Ta bom. Hinata pode ver se a Sakura esta bem?- Perguntou o Uchiha
- Claro. Vem Saky. - Foram caminhando pelos corredores ate a sala da Hinata entraram e ela foi fazendo os procedimentos. O Uchiha estava calado pensando se poderia ter acontecido alguma coisa com ela, afinal ela estava tremendo quando chegou no hospital.
- Então Hinata, ta tudo bem? - Perguntou impaciente.
- Esta sim Sasuke, foi só um susto.
- Graças a Deus. - Ele respondeu ficando mais aliviado.
- Então alguém vai explicar o que aconteceu? - Perguntou o Naruto que não sabia o que tinha acontecido ainda.
- Foi a louca da sua prima. - Respondeu irritado. - Foi com o carro pra cima da Sakura e quase atropelou ela.
- Espera aquela maluca é sua prima? - Perguntou a rosada para o loiro que já estava coçando a cabeça.
- Infelizmente sim. Ela é minha prima por parte de mãe. Karin Uzumaki esse é o nome completo dela. Ela é fissurada pelo Sasuke. É melhor voce tomar cuidado.
- Vou tomar sim. Dessa vez não vou denunciar,mais deixe bem claro para ela que se ela se aproximar de mim mais uma vez, não vou deixar passar e vou denuncia- la. - Disse com os olhos focados no loiro que tremeu.
- Po-Pode deixar Saky... E-eu vou avisa- La e ainda vou falar com meus pais o que ela tentou fazer. - Terminou a frase com mais firmeza.
- Certo .. Agora vazem daqui, precisamos trabalhar.
- Mais meu bem, você não esta em condições de trabalhar hoje! - Disse o moreno preocupado.
- Estou mais do que bem para trabalhar. Não vai ser uma louca qualquer que vai me fazer parar de trabalhar por uma coisinha atoa. - Respondeu com firmeza. Sabia que tinha que trabalhar hoje pois ontem ja tinha ido embora por causa da mesma pessoa, ia acabar perdendo o emprego se continuasse assim.
- Tudo bem então. Almoço 12;00? - Perguntou olhando para ela fazendo uma carinha de cachorrinho.
- Claro. Vai vir buscar a Hinata também Naruto?
- Com certeza. - Disse sorridente - Vai almoçar comigo hoje, né Princesa?- Hinata corou violentamente afirmando com a cabeça.
- Ta bom ta bom sem melação, agora se mandem, temos que trabalhar. Vão vão... - Disse os empurrando ja.
- Calma meu bem. Não vai me dar nem um beijinho?
- Não
- Hina meu amor te vejo 12:00, ta bom?
- Ta bom Narutooo... - Respondeu a morena tímida.
- Hein Meu bem e o meu beijo?
- Na hora do almoço eu te dou o que voce quiser. Agora se manda.
- O que eu quiser?- Perguntou malicioso.
Sakura entendeu a malicia por trás das palavras dele falou - Tarado. A gente vai só almoçar.
- Sim ! No meu escritório - Disse e roubou um selinho dela e saiu correndo.
- Mais ... - Tentou protestar mais ele já tinha saído. - Nossa...  Nem deixou eu terminar de falar. - Ficou fazendo bico, uma coisa que ela odiava era que ignorssem o que ela ia falar. - Hina! Ja estou indo para minha sala. Beijooos...
- Tchau Saky ... Beijoos! Ate mais tarde ja que pelo visto não nos veremos no almoço. - Disse dando um sorrisinho.
- Ate Hina, acho que tem razão. - As duas sorriram e foram trabalhar. Tinham muitos pacientes pela manhã, o tempo passou voando, mais mesmo com muito trabalho, Tsunade foi perguntar se elas estavam bem. Responderam que sim e continuaram a trabalhar ate a hora que os garotos foram bater na porta delas.- Com licença Doutora Haruno, hora do almoço. Esqueceu?
- Ja? Garotão tive tanto trabalho hoje que nem vi a hora passar! Mais deixa só eu tirar o meu Jaleco e ja vamos sim? - Respondeu fazendo menção de tirar.
 - Vem assim mesmo, quero fazer um negocio depois que almoçarmos. Pedi para minha secretaria pedir alguma coisa em algum restaurante. - Ela não entendeu nada, mais mesmo assim acatou o que ele pediu!
- Vamos então! - Disse indo em sua direção dando um selinho nos lábios dele.
Saíram da sala e ele pousou a mão nas costas dela, foram andando pelos corredores atraindo os olhares por onde passavam. Afinal... Não era todo dia que o solteiro mais cobiçado de Nova York era visto acompanhado.
O caminho ate a empresa do Uchiha era curto, chegaram la e pegaram o elevador.
- Temari pediu o que eu mandei?
- Sim Senhor Uchiha. Mais tem uma pessoa que entrou na sua sala e disse que almoçaria com o senhor.
- Quem? - Perguntou curioso
- A senhorita Karin Uzumaki. - Na mesma hora ele foi em direção a sua sala e entrou se surpreendendo com o que viu, Karin estava em sua mesa fazendo pose e sem roupa. Sakura que estava atrás viu toda aquela cena e ficou com muita raiva. Saiu da sala e foi caminhando em direção ao elevador, não estava aguentando mais toda aquela situação aquela mulher ia dar muita dor de cabeça e tudo que ela menos queria agora era isso. Estava em uma cidade nova e queria paz, não problemas.
Quando chegou no Hall de entrada perguntou para a recepcionista onde ela poderia encontrar um ponto de taxi.
- O ponto mais perto daqui, fica um pouco longe, mais passa um monte de taxi por .. - Não terminou de falar pois se surpreendeu com o que viu - Nossa ... - Colocou a mão na boca indignada. Karin estava sendo arrastada para fora da empresa do jeito que veio ao mundo.
- ME SOLTEM... VOCES VAO VER QUANDO EU VIRAR A SENHORA UCHIHA VOU DEMITIR TODOS VOCES. - Ela estava gritando, e começou a gritar mais alto ainda quando viu a rosada parada a encarando. - SUA VAGABUNDA, VOCÊ NAO VAI FICAR COM ELE, ANTES DISSO EU TE MATO! - Sakura suspirou cansada e se voltou para a recepcionista.
- Então passa bastante taxi por aqui? - A recepcionista assentiu - Obrigada!
- Precisando! - Respondeu simpática. A rosada voltou a caminhar e ja estava saindo quando o Uchiha a pegou pelo braço.
- Sakura eu não sabia que ela estava aqui, desculpa por te fazer passar por isso! - Disse ofegante!
- Olha Sasuke eu não sei se quero um relacionamento assim! - Disse triste. - Minha vida é complicada, mais a sua é complicadíssima com essa louca no seu pé.
- Eu sei! Mais eu quero tentar! Eu nunca me senti assim antes, quando estou com você é diferente. Você me tras uma paz que não sei explicar. - Disse agora acariciando o rosto dela. - Vem vamos almoçar e conversar, eu não quero terminar!
- Naquela mesa? Nunca. Aquela ... Rum .. Mulher estava sem roupa em cima dela! Eu não encosto naquilo. - Ele sorriu - O que tem de engraçado aqui Uchiha, estou avisando ou voce põe um fim nessa historia de Vakarin ou não existe nos dois, você tem no máximo 15 dias para fazer isso. - Disse olhando seria para ele, que viu o quão sincera ela estava sendo. - E se livre daquela mesa.
- Ta bom Meu bem, eu vou dar um jeito nela. E na mesa também. A gente almoça na sala de reuniões. - Estavam quase saindo quando escutam alguém falando.
- Ora. Ora ! Se não é meu irmãozinho. - Falou o Uchiha mais velho- E essa deve ser a Senhorita Haruno que estava na revista com você. - Sakura ficou corada na mesma  hora. - Prazer Itachi irmão desse idiota que nem apresenta a namorada para a família dele.
- Idiota é você. E você não precisava conhecer ela. - Disse irritado.
- Prazer em te conhecer Itachi, mais sem Senhorita Haruno, apenas Sakura! - Disse firme.
- Uma garota de atitude. Gostei dela irmãozinho. - Disse sorrindo. - E que cena foi aquela que vi quando estava entrando? Aquela era a louca prima do Naruto? A que saiu daqui sem roupa? - O Uchiha mais novo assentiu e o outro caiu na gargalhada. - Não queria falar não, mais tinha logo alguns paparazzis perto da empresa, acho que tentando tirar alguma foto de vocês dois, não sei, mais enfim acho que amanha vai ter escândalos nas revistas.
- Ta bom Itachi. Agora cai fora que vamos almoçar. Tchaaau. - Puxou   Sakura pela cintura e foi em direção ao elevador.
Itachi seguiu os dois e perguntou. - Não vai mesmo contar o que aconteceu?
- Depois te conto coisa chata. - Respondeu o mais novo impaciente.
- Aguardarei ansioso. - Disse e saiu gargalhando do elevador.
- Cara chato. Vamos para a sala de reuniões. - Disse apontando para outra sala. - Temari, manda levarem nosso almoço para la por favor.
- Sim Senhor Uchiha. - Respondeu ja pegando o telefone para chamar alguém.
Entraram na sala de reuniões e  Sakura se sentou um pouco afastada dele.
- O que foi Sakura ? Ainda esta chateada? - Perguntou se sentando a frente dela.
- O que você acha? Eu venho almoçar com meu namorado na empresa dele e encontro umazinha completamente sem roupa em cima da mesa dele. - Disse com raiva. - Super normal isso Sasuke Uchiha.
-Mais eu não tive culpa!- Se defendeu, mais não adiantou a rosada estava puta da vida.
- Não quero saber. Esta avisado se não se livrar dela em no máximo 15 dias ja sabe. E enquanto não se livrar dela nada de sexo.
- A não meu bem isso não por favor. - Disse implorando. - Eu adoro fazer sexo com você. Por favor outra coisa, mais isso não. Por favor.
- Não quero saber, ja falei o que voce tem que fazer para voltar a ter esse corpinho aqui. - Disse apontando para o corpo de cima a abaixo mostrando para ele. Nem era convencida.
- Um momento meu bem. - pegou o telefone. - Temari por favor marque uma reunião de urgência com o Minato e com sua esposa Kushina Uzumaki.
- Certo Senhor, para quando? - Perguntou a secretaria.
- Hoje mesmo se possível, no mais tarda amanha de manhã. Mais insista para ser hoje, nem que eu tenha que ir na empresa deles.
- Sim senhor! Algo mais?
- Não só isso!
- Certo daqui a Dois minutos servirão o seu almoço senhor.
- ok - Foi só o que respondeu e olhou para a rosada e desligou. - Viu vou resolver isso hoje mesmo, então nada de greve.
- Voce é um tarado. Mais quero ver resultados. - Disse se aproximando dele. - Que tal se eu te der uma pequena amostra do que voce vai perder se não resolver isso logo?
- Claro - Disse a puxando pela cintura. Mais nesse momento batem na porta e ela se afasta e volta para seu lugar. - Entre!
- Aqui esta senhor, posso servir? - Disse uma senhora.
- Sim! - Ela serviu e se retirou da sala.
- Depois eu te mostro o que voce vai perder. - Disse comendo. - Mais vai ter que ser rapidinho. - Deu risada e começou a comer.
- Não tem problema meu bem, vou resolver nosso probleminha e passo na sua casa a noite para voce dormir na minha casa, não esquece de pegar roupa para trabalhar amanhã.
- Ei eu não concordei com isso, e  ja disse que a gente não vai transar enquanto não resolver o problema com a Vakarin.
- Vou resolver hoje. Não se preocupe.
- Ok então ...
Almoçaram tranquilamente, mais não deu tempo de fazerem nada, mesmo com o Uchiha insistindo,ela ainda estava com o jaleco de médica e o Uchiha queria brincar com ela, mais ela tinha que voltar para o hospital e Itachi tinha uma reunião naquela sala em 10 minutos. Saíram da sala e Temari disse. - Senhor Uchiha o Senhor Minato e a Senhora Kushina Disseram que eles não podem vir aqui, mais disseram que o senhor pode passar la as 14:30.
- Certo. Confirme para mim. Diga a eles que vou sim !
- Sim Senhor. - Saíram dali e Sasuke foi deixar ela no hospital. Quando deixou ela la foi direto para empresa da família do Naruto, pois estava quase na hora combinada, ja eram 14:15.
Colocou o carro dentro do estacionamento da empresa e seguiu rumo ao elevador para ir a cobertura do prédio que era onde ficava a sala de seu tio de consideração Minato.
Chegando la, pediu para a secretaria avisar que tinha chegado e logo foi autorizada a entrada dele na sala.
- Tio, tia que bom ver vocês. - Disse apertando a mão do pai de Naruto, indo em direção a Kushina que o beijou e abraçou. - T- iia ta me aper.. Tando.
- Ah... Desculpe querido! - Deu uma risadinha. - Por qual motivo não me disse que estava namorando? - Ela tinha visto a revista, afinal quem não tinha.
- Desculpe tia não tive tempo, é muito recente sabe, não tem nem uma semana.
-Tudo bem querido mais depois quero conhece- la!
- Ta bom tia. - Disse terno com ela. - Mais preciso falar uma coisa muito seria com... - Nem terminou de falar e a porta foi aberta entrando uma copia de Minato só que escândalo.
- PAI ... Oshi Teme o que esta fazendo aqui? - questionou o loiro confuso.
- Naruto quantas vezes ja disse que não é para entrar aqui assim. - Disse Minato Bravo.
- Ate parece que não te dei educação moleque. - Disse A Senhora Uzumaki dando um tapao na cabeça dele.
- Ai mãe .. Isso doeu! - Reclamou pasando a mão onde sua mãe bateu.
- Tia o dobe ja te contou a novidade?
- Nao querido. Que novidade? - Sasuke sorriu com um sorriso maquiavélico olhando para o loiro.
- Naruto esta namorando. - Uma ruga subiu na testa de Kushina, Naruto sabia que sua mãe odiava ser a ultima a saber das coisas.
- Isso é verdade Naruto Uzumaki? - Perguntou ela, ele afirmou com a cabeça. - E por que não me disse? Quem é ela? Eu conheço?
- Mãe desculpa, mais não faz nem uma semana, o nome dela é Hinata Hyuga.
- A filha do Hiashi? - Perguntou Minato.
- Acho que sim. - O idiota não sabia nem o nome do pai da garota.
- Oh .. Querido ela é uma garota tão fofa. Em uma festa que eu e seu pai fomos em Seattle ela estava com eles la, ela é tão linda. Parabéns ! - Disse orgulhosa. - Voce gosta dela? - Ele afirmou com a cabeça. - Ai Minato nosso bebê ta ficando grande ja esta apaixonado. - Naruto engoliu em seco e Sasuke tava se segurando para não gargalhar.
- Ta bom ta bom ... Chega de falar de mim, o que faz aqui teme?
- Vim falar com seus pais sobre a Karin.
- O que tem ela querido? - PerguntOu a mãe de Naruto.
- Tia a situação com ela esta insustentável. Ela invade meu escritório todo dia. E ontem ela descobriu meu endereço não sei como e foi ate la me importunar, eu estava com a Sakura. E antes disso foi ate o hospital onde a Sakura trabalha ameaçar ela, hoje ela me seguiu e quando a Sakura ia atravessar a rua ela quase atropelou ela. - Disse o Uchiha.
- Meu Deus querido. E ela esta bem? - Perguntou Kushina assustada.
- Esta sim Tia, eu consegui puxar ela a tempo. E não é so isso! Hoje quando sai do escritório para buscar a Sakura para almoçar ela entrou la, tirou a roupa e ficou deitada na minha mesa e quando voltei a Sakura viu e ficou puta da vida, tive que mais uma vez mandar meus seguranças tirarem ela de lá, o Naruto é a prova viva de que o que estou falando é verdade, muita das vezes ele presenciou tudo.
- É verdade mamãe. - Naruto tinha muito respeito por sua mãe e ainda chamava ela assim. - Ate a cena no hospital eu presenciei, o encosto da Shion fez a mesma coisa com a Hinatinha. Quase bateu nela, se não fosse a Sakura ela teria batido.
- Ta vendo Minato e voce queria que nosso filho casasse com uma cobra dessas. - Disse Kushina brava com o marido.- Continue Sasuke
- Então Tia e tio a Sakura me deu 15 dias para resolver essa situação, e eu também sinceramente nao aguento mais, vocês poderiam me ajudar eu realmente gosto da Sakura e ela gosta de mim de verdade e não do meu dinheiro, e a Karin vai acabar estragando uma coisa que esta apenas começando e eu sinceramente vejo futuro para Sakura e eu.
- Tudo bem querido nos iremos resolver - Disse KuShina para ele com o olhar de uma mãe para um filho, pois era assim que ela considerava ele.
- Ah Tia, E se prepare pois ela saiu da minha empresa arrastada e sem roupa, o Itachi disse que tinham alguns paparazzis tirando foto dela, amanha ela vai ser assunto nas revistas. - Naruto tava se segurando para não rir, pois apesar de Ser sua prima, não ia muito com a cara dela.
- Meu Deus. O que vamos fazer Minato? - Disse com a mão na boca. - Isso é uma vergonha, ela vai levar nosso nome para a lama.
- Vou manda- la para outro país. - Disse Minato firme e os olhos de Sasuke brilharam. - Assim ela não te incomodará mais Sasuke e nem a gente.
- Obrigado Tio, de verdade. Quando ela sair do pais voce poderia me avisar, a Sakura ta puta da vida comigo. - Disse o Uchiha .
- Claro que avisamos querido. Compraremos uma passagem ainda essa semana para ela. - Disse sorrindo para ele. - Vamos mandar ela para a França na casa da minha mãe. Quem sabe assim ela toma juízo e aprende.
-Obrigada Tia! Bom tenho que voltar para a empresa.
- Claro. Obrigado por nos informar o que estava Acontecendo Sasuke. - Disse minato. - Ate mais
- Não a de que tio. Ate mais. - Foi em direção a Kushina e lhe deu um beijo no rosto e um abraço. - Tchaau tia. Vamos marcar um Jantar para vocês conhecerem a Sakura e a Hinata, elas são amigas e moram juntas. E acho que elas vao te adorar tia.
- Ai tomara querido. - Disse alegre. - Vou marcar um jantar pro final de semana. - Disse sorridente. - Posso chamar os pais da Hinata Naruto?
- Vou falar com ela e depois falo pra senhora mamãe.
- Tudo bem querido. E voce Sasuke? Posso? Qual o sobrenome dela mesmo.
- Haruno Sakura Haruno. E não tia, ela não se sentiria confortável com a presença deles. Depois explico longa historia.
- Não sabia que Kisashi e Mebuki tinham uma filha. Eles a esconderam bem hein... - Falou pensativa - Bom eu também tenho que ir, tenho um jantar para planejar. Tchauzinho queridos. Deu um beijo nos três e saiu.
- Ta vendo Teme, por que foi abrir esse bocão. Agora eu vou ter que conhecer o pai da Hinata e ele vai me matar quando descobrir que eu tirei a pureza dela.
- VOCE O QUE? - Gritou Minato para o filho. - A menina era virgem?
- Pai calma, eu gosto dela de verdade e nao pretendo me separar dela.- Disse firme mais ao mesmo tempo com medo.
- Espero mesmo Naruto, e torce para o Hiashi não descobrir.
- Ta pai.
- A conversa esta interessante mais eu preciso ir. - apertou a mão do pai do Naruto - Tchaau tio .. A gente se vê final de semana.
- Claro Sasuke. E se prepara para um hiper jantar. - Deu risada ja conhecia muito bem sua esposa.
Se virou e disse-  Dobe vou na casa das meninas umas 20:00 , pega a Hinata e vamos pro meu apartamento jantar e assistir uns filmes. Sakura fez greve de sexo ate eu resolver o problema e provar que resolvi. - Disse emburrado. Os dois loiros começaram a rir da cara dele. - O que é? Não tem graça isso não.
- Tem sim Teme. - Gargalhou ainda mais alto.
- Agora entendi a urgência de falar com a gente - Minato disse também rindo.
- Ta bom ta bom ... Espero que aconteça o mesmo com vocês.
- Ta rindo de que velhote, ta na mesma situação dele. Eu ouvi a mamãe falando ontem.
- Sua mãe não resiste a mim meu filho. Não existe greve no nosso casamento. - Disse se gabando.
- Ta bom ta bom.. Fui minha gente ate final de semana tio.
- Ate!
E saiu da sala dele acompanhado do Naruto.
- Ah dobe liga pro Sai e combina com ele também, fala pra ele ligar pra Ino aquela amiga maluca das meninas sabe.
- Belezaaa dobe! Ate mais tarde então. - Tocaram os punhos e o moreno saiu.
Chegando na empresa foi direto para sua sala. - Temari venha ate aqui!
- Estou indo Senhor Uchiha.- Ela bateu na porta e entrou.
- Temari quero que voce mostre uma foto da Karin para todos os seguranças e diga para eles que ela não é permitida dentro dessa empresa. E também fale que se ela conseguir entrar aqui vou mandar todos embora. Sem exceção.
- Tudo bem senhor Uchiha. Algo mais?
- Não era só isso. Ah ... A Reunião com o representante da Akasunas corp é que horas mesmo?
- As 16:30 Senhor.
- Ok então obrigado. - Ela se retirou da sala e ele pegou o celular para ligar para Sakura, queria comunicar que o problema ja estava quase resolvido.
O telefone chamou duas vezes e ela atendeu.
* Oi garotão. Aconteceu algo? *
- Não meu bem. Queria apenas te informar que o nosso problema esta quase resolvido.
* Ah é mesmo. Como conseguiu isso tão rápido? *
- Conversei com os pais do Naruto. E eles vao mandar ela para a França para morar com a mãe da Kushina.
* Ah .. Que bom! Mais voce só vai ter sexo de novo quando ela for*
- Mais meu bem ja esta quase tudo pronto. Além de ir para la os pais do Naruto ainda vao tomar o passaporte dela para ela não conseguir voltar para cá.
* Então quando ela for a gente volta a fazer sexo. Caso contrário não. *
- Tudo bem Sakura. Ja vi que não vai ter jeito mesmo. Ah ... Tenho outra novidade.
* E qual é?
- A mãe do Naruto vai fazer um jantar para conhecer voce e a Hinata nesse final de semana. Ela é como uma segunda mãe para mim sabe.
* Hum ... Entendo. A gente vai então. Ja sabe o horário? *
- Ainda não, mais assim queria avisar eu te falo.
* Ta bom então... Tenho que desligar tenho outro paciente agora. *
- Tudo bem. A noite passo na sua casa. Vamos  jantar com Naruto e Hinata e Sai e Ino, depois vamos assistir uns filmes no meu apartamento. Leva roupa para trabalhar amanha.
* Tudo bem garotão, ate mais tarde então. *
- Ate meu bem. - Desligou o telefone e viu as horas, faltava apenas 5 minutos para a reunião.
Se levantou e saiu da sala indo em direção de reuniões. Abriu a porta e encontrou Sasori la sentado ja.
- Boa tarde Sasori. - Disse indiferente.
- Só se for para você. - Disse e o Uchiha sorriu de canto, ainda tinha marcas no rosto dele da surra que ele levou do moreno.
- Realmente para mim esta uma ótima tarde, almocei com a MINHA namorada. Vou passar a noite com ela. Minha vida não poderia estar melhor.
- Não vim aqui para falar da sua vida pessoal. Por mim nem existiria esta sociedade.
- Simples é só você quebra- La . - Disse sorrindo sabendo que quem era dono da empresa de verdade era o pai dele e não ele. - Lembrando que se uma das partes desistir e quebrar a sociedade a multa e milionária. - Deu um sorriso de canto e voltou a dizer. - E como sei que não tem dinheiro suficiente para isso, pois o seu pai que é o dono da empresa, vamos ao que interessa.
Sasori bufou de raiva e se sentou abrindo sua pasta. Falaram durante uma hora e meia e encerraram a reunião. Mais o Uchiha não satisfeito resolveu provocar um pouco.
- Então Sasori. Vai em alguma boate hoje? - Perguntou zombando do ruivo.
- Sabe muito bem que não. - Disse com raiva.
- Eu te avisei para não mexer com a "Minha " garota. - Disse olhando fixamente para ele. - E também tem sempre alguma boatezinha de Quinta que voce poderá entrar.
- Voce ainda me paga Uchiha. - Disse e saiu da sala deixando o Uchiha la dentro dando risada dele.

--


Notas Finais


Beijos ate o próximo ...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...