História Somente sexo (18) - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor Sexo +18
Visualizações 301
Palavras 681
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 34 - Aceito sua decisão


Um dia depois...

Arthur acordou com uma ressaca muito forte, sua cabeça parecia que iria explodir.

-Agora me conta Arthur, o que aconteceu pra você ter chorado e bebido tanto ontem?

-A Helena falou que me ama.

-Tá, mas você não deveria estar dando pulos de alegria? 

-Eu estava prestes a fazer isso, quando ela me interrompeu falando que não ia dar pra ficarmos juntos.

-Como assim? Por que?

-Porque ela tem medo de amar, o ex dela fez tanta merda que ela não consegue me amar.

-Que história estranha, bem história de gente louca.

-Ela não quer me machucar, disse que é melhor que eu sofra agora do que fique sofrendo futuramente.

-Coitada, ela deveria dar a chance pra você, como ela vai ter certeza que não dá pra amar de novo se não der chances pra outras pessoas?

-Sim eu concordo, mas ela não. Falou pra mim arrumar uma mulher e construir uma família.

-Nossa...

-Ela falou pra eu ficar longe dela sabe, disse que se eu amasse ela, ia seguir a minha vida.

-Você vai se afastar dela e fazer essas coisas?

-Podem até me chamar de covarde, mas sim, eu amo ela e quero o bem. Nem sempre temos o que queremos. E também não quero precionar ela, não quero que o amor que ela sente por mim vire ódio. Vou deixá-lá livre sabe, vou cuidar dela de longe. Vai que um dia tudo mude e nos possamos ficar juntos?

-Concordo com você, ficar forçando um negócio que você sabe que não vai adiantar, só vai piorar, não vale à pena.

-Sim. Vai ser muito difícil me afastar dela mas vai ter que ser assim. A partir de hoje eu não vou procurar mais ela.

-Isso é muito triste.

-É bem triste.

-E o restaurante?

-Eu vou voltar amanhã trabalhar, não posso parar agora que estou indo longe.

-É...vida que segue.

-Sim, sabe qual é a minha vontade?

-Qual?

-Descobrir quem é esse ex da Helena, é encher ele de porrada. Por causa dele que ela ficou assim, eu quero descobrir quem ele é.

-Olha não é má ideia, dar uma lição nesse babaca pra aprender como se trata uma mulher.

-Com certeza e não ache que eu tô falando da boca pra fora, vou descobrir quem ele é.

-Como?

-A Patrícia deve saber quem ele é e onde eu posso encontrá-lo.

-Então vai lá nessa tal de Patricia e descubra quem ele é.

-Sim, vou agora mesmo lá.

-E se a Helena estiver lá?

-Vou ligar pra saber.

Arthur liga para Patricia, ela jura que Helena não está lá.

Ele vai então na casa de Patrícia para saber quem é o ex de Helena e onde pode encontrar ele.

-Oi Arthur! Entra!

-Oi Patricia.-Falou Arthur entrando.

-Sinto muito por tudo.

-É, não é fácil...

-Pra Helena também é difícil sabe, o ex dela foi muito filho da puta com ela.

-Sim eu sei, e é sobre ele mesmo que eu queria falar com você.

-O que?

-Você conhece ele né? 

-Claro, o nome dele é Lucas.

-Sabe onde eu posso encontrá-lo? 

-Pra sua sorte sei sim. Ele trabalha em um boteco de esquina,vou te passar o endereço.-Patricia escreve o endereço em um papel e entrega para Arthur.

-Muito obrigado!

-Mas me fala, o que você vai fazer Arthur?

-Vou dar o que ele merece.

-Uma surra bem dada?

-Isso mesmo.

-Olha, eu super apoio. Dizem que não da pra se resolver nada com violência, mas que criança não aprende quando leva uns tapas da mãe, não é mesmo?

-Com certeza. E a Helena?

-Ela tá arrasada assim como você, pra ela também não é fácil.

-Sim...

-Sabe, foi muito difícil ela assumir que te amava. Mas é bem mais difícil ter que fingir que esse amor não existe.

-Sim, é quase impossível.

-Você vai fazer a vontade dela?

-Sim, acho melhor ouvir ela, respeitar ela, por mais difícil que isso seja. Talvez algum dia nos conseguimos ficar juntos.

-Tomara, torço muito por isso.

-Também, mas agora tenho que ir encontrar esse cafajeste.

-Quer que eu fale pra Helena o que você vai fazer?

-Não, é melhor deixá-la fora disso.

-Ok, Boa sorte!

-Valeu, tchau Patricia!

-Tchau!

Arthur saiu da casa, e foi direto para o buteco onde o ex de Helena trabalhava. Quando chegou la viu um rapaz novo limpando algumas bebidas. Ele entra no local e se aproxima do rapaz.

-Você que é o Lucas?-Perguntava Arthur 

-Sou sim, por que?

Continua...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...