1. Spirit Fanfics >
  2. Someone Like Your - Taeyoonkook (ABO) >
  3. O ômega perfeito

História Someone Like Your - Taeyoonkook (ABO) - Capítulo 1


Escrita por: e Its_Sukkie


Notas do Autor


O que eu estou fazendo da minha vida? Quarentena, o que fizestes comigo? Estou postando um taeyoonkook

Tia Sukkie está postando um taeyoonkook, vocês têm noção disso?

Bom, assim, anjinhos. Eu nunca escrevi um threesome sozinha e não posso negar que estou com medo, mas eu gosto de coisas novas vocês sabem. Também nunca fiz uma história taeyoonkook, mas como dito anteriormente, é o que eu disse anteriormente (quê?)

Todos sabemos que meu otp lindo e maravilhoso é taegi, certo? Mas olhem, eu vou tentar equilibrar aqui os momentos taegi, yoonkook e vkook, prometo

Como sempre agradecer ao meu hyung que dessa vez fez muito mais que a capa: escolheu o título, cabelos deles, fez a sinopse, escolheu o título do capítulo e ajudou com uma penca de coisas. Tenham uma relação onde a pessoa te ajuda assim, sendo seu escravo e- (mentira hyung te amo)

Eu sempre enrolo assim, não é? Enfim, estou com medo da nova experiência, mas vamos lá

Peguem os copos de leite com Nescau e bora ler anjinhos

Capítulo 1 - O ômega perfeito


Fanfic / Fanfiction Someone Like Your - Taeyoonkook (ABO) - Capítulo 1 - O ômega perfeito

A porta da academia de artes estava uma bagunça de jovens adultos indo e vindo do lugar. A hora de almoço de todas as turmas acontecia no mesmo horário, o que causava uma infestação de futuros artistas de diferentes turmas almoçando juntos antes de voltarem para suas aulas normais. A Seoul Arts Academy era a mais famosa da cidade, procurada por diversos jovens que gostariam de se tornar artistas e o que a tornava tão atrativa era o fato de que lá você poderia aprender literalmente todo tipo de arte, desde desenhos até teatro. Ela tinha uma enorme variedade de cursos, bem maior que as outras academias de artes da região. 

Do lado de fora, sentado no terceiro degrau da escada que tinha na frente da academia, JungKook estava acabando de comer seu sanduíche enquanto esperava seu melhor amigo chegar da cafeteria para lhe fazer companhia. JungKook não era dos mais populares em sua classe de dança e não tinha muitos amigos lá. Na verdade aquilo não lhe incomodava o beta, afinal, ele preferia seu melhor amigo Yoongi. Ele conheceu o alfa quando foi se matricular na academia, desde então, eles começaram a conversar e se tornaram bons amigos, mesmo com o fato de que Yoongi era da classe de piano e que por conta disso eles só se viam no começo, fim das aulas e durante os horários de almoço.

Após dar mais uma mordida em seu sanduíche, JungKook tirou o seu copo de suco de seu lado já que tinha visto Yoongi aparecer e logo, o alfa se colocou ao lado do amigo, sentado no mesmo degrau que ele ao mesmo tempo em que comia um pedaço de bolo.

— Quer? — Yoongi esticou o bolo para JungKook.

— Não, obrigado — respondeu sem tirar os olhos de dois betas que estavam sentados em uma mesa na frente da cafeteria que ficava do outro lado da rua. 

Voltando a comer seu bolo, Yoongi seguiu o olhar do amigo e começou a observar os dois também:

— Eu odeio eles — comentou sem tirar os olhos dos dois. — Ficam com essa melação o dia todo pelos corredores.

— São jovens como nós, Yoongi — JungKook terminou de comer e direcionou seu olhar para os carros que passavam, olhando para todos os lados, menos para o amigo. — E estão apaixonados, eu tenho certeza que quando um de nós encontrar a pessoa especial vai acabar ficando assim também.

— Eu tenho certeza que nunca vou ficar desse jeito com ninguém.

JungKook riu baixo e finalmente olhou o amigo, que ainda observava o feliz casal do outro lado da rua:

— Você realmente nunca vai ficar assim, tenho que admitir. Até porque, você nunca vai achar alguém especial.

— O que te leva a pensar isso? — Yoongi encarou o amigo com uma expressão curiosa. Poucas vezes eles filosofavam juntos sobre o amor e Yoongi gostava de ouvir JungKook falar daquilo. Ele não procurava alguém, talvez fosse a genética do beta que o fazia ser assim, mas Yoongi nunca viu JungKook com outro beta, muito menos com um alfa e, menos ainda, um ômega.

— Seu erro foi nascer alfa e gay, Yoongi. Ômegas meninos nem devem existir mais à essa altura.

— Nós não sabemos, certo, Jeongguk? Pode ter algum por aí afora esperando por um alfa bonitão, vulgo eu.

— Você pode se enganar, mas não pode ir contra os números de pesquisas populacionais, meu amigo — o beta se levantou e começou a subir as escadas para dentro da academia. — Boa sorte na busca pelo ômega menino, bonitão.

Yoongi riu ao ouvir o tom que JungKook usou para imitar o apelido que ele mesmo havia se dado. 

Ao invés de ir atrás do mais novo como sempre, Yoongi apenas continuou comendo seu bolo e observando o casal nojento e grudento enquanto pensava que talvez JungKook estivesse sim errado, e que talvez, em algum lugar por aí afora estivesse um ômega que, além de ser um homem, iria se apaixonar como um idiota por ele.

Ou talvez fosse só o estúpido ego de alfa de Yoongi falando mais alto mesmo.


[...]


Depois que as aulas acabaram Yoongi procurou por JungKook e ao ver que não o encontrava dentro da academia, correu para fora e se apressou para o alcançar quando viu ele indo embora.

— Jeongguk! — Chamou alto chegando por trás do beta e começando a caminhar ao lado dele. — Eu tenho um argumento que pode derrubar o seu.

— Só agora? — JungKook olhou ele rapidamente e voltou sua atenção para o caminho por onde ele estava indo. — Melhor desistir, você e seu lobo não podem ir contra a lógica da matemática.

— Enquanto eu estava na minha aula de piano eu andei pesquisando algumas coisas… — Ignorando o que o amigo disse, ele pegou o celular para mostrar a ele os prints que ele havia tirado da pesquisa. — E uma pesquisa aponta que 0,001% da população de Seul são ômegas meninos. Então eu posso sim encontrar um ômega para mim.

— Yoongi, você sabe quantas pessoas tem em Seul? Nove milhões oitocentos e trinta e oito mil oitocentos e noventa e dois. Sabe quanto é 0,001% desse número? Isso significa que Seul tem de noventa e oito a cem ômegas meninos para quase dez milhões de pessoas. 

Yoongi não questionou, ele sabia que JungKook era algum tipo louco de gênio das exatas e que se ele conseguiu fazer aquele cálculo de cabeça naquele curto período de tempo ele estava certo. Mas o lobo de Yoongi era teimoso e queria acreditar que JungKook estivesse errado.

— Ou seja — continuou. — Não é impossível de achar. Tem de noventa e oito a cem, eu posso encontrar um deles.

— No meio de dez milhões de pessoas? — JungKook indagou, desacreditando totalmente do mais velho. — Não sei debaixo de qual pedra você vai achar e tirar esse ômega. 

— Não seja pessimista, Jeon! — O alfa fez um bico. 

— E você não seja tão iludido — deu dois tapas no ombro do amigo. — Você tem duas opções: ou namora uma ômega mulher ou namora um beta homem. Mas acho que seu orgulho alfa misturado ao seu orgulho gay não vão deixar. Aceite que você, assim como eu, vai morrer sozinho.

— Eu não vou, Jeon! — Yoongi parou de andar quando chegaram na rua onde eles se separavam para ir para suas casas. Vendo o amigo indo embora, Yoongi aumentou o tom da voz. — Eu vou provar!

Sem responder e sem olhar para trás, JungKook apenas levantou a mão dando um sinal de tchau para Yoongi e continuou seguindo o caminho para sua casa.


Notas Finais


Digam o que acharam, se gostaram, se não gostaram... Eu gosto de ler comentários e opiniões

Acho que foi isso. Prometo voltar quando eu escrever o próximo capítulo

Espero que tenham gostado e até o próximo capítulo anjinhos!
❤️❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...