História Someone To Love (Camren) - Capítulo 6


Escrita por:


Notas do Autor


Boa leitura :)

Capítulo 6 - Família


Pov. Camila 

Após nosso almoço, pergunto a Lauren sobre os pais dela, e ela fala com a maior naturalidade do mundo, que estão mortos. Fico tão chocada, tanto com a notícia quanto com a forma em que ela dá, que acabo ficando mais nervosa que o normal e me embolando com as frases que sai de minha boca. Lauren começa a rir de minha reação e diz que foi apenas uma brincadeira e que seus pais na verdade estão viajando o mundo. 

Estávamos caminhando enquanto víamos pessoas passando por nós a todo instante, enquanto nós tentávamos adivinhar o que passava na mente delas ou o que elas estavam indo fazer. 

- Bom, você ainda não me falou sobre sua família - diz Lauren ainda rindo um pouco, após um cara passar por nós e a Lauren dizer que ele estava cheirando a sexo. 

- Quer saber tudo ou de forma resumida? - pergunto enquanto me sentava em um banco de uma praça e vejo ela fazer o mesmo ao meu lado. 

- Toda a história, se quiser é claro. 

- Aqui vamos nós. - digo olhando crianças brincando em nossa frente. - Minha mãe se chama Sinuhe e meu pai Alejandro Cabello, Nós somos cubanos. Minha mãe e meu pai decidiram juntos que não seria bom eu crescer em Cuba, afinal, é Cuba. Então primeiro vinhemos eu e minha mãe para Miami. 

- Quantos anos você tinha? - pergunta me olhando.

- Eu acho que uns 7 anos - respondo meio em dúvida por não ter certeza. - Porém meu pai ficou em Cuba, ele demorou quase dois anos para poder vir. Minha mãe em toda a trajetória me falava que estávamos indo para a Disney. - sorriu ao lembrar. - Bom, isso só veio acontecer 2 anos depois. Foi quando vi meu pai, depois de dois anos era estranho chamá-lo de pai. Demorei dois meses para poder me "acostumar" com sua presença. 

- Nossa, isso que eu chamo de histótia. - mostra um sorriso - Apesar de sentir que houve um resumo ai no meio. - faz uma cara de desconfiada.

- Claro que tem um resumo, afinal não quero chorar. 

- Irmãos? - pergunta curiosa.

Abro um sorriso ao me lembrar da Sofia.

- Sim, tenho uma irmã. Sofia Cabello, ela acabou de fazer 12 anos.

- Se você é cubana, isso significa que sabe falar espanhol?

- Sim, sim. Quando vim para Miami eu não sabia falar inglês, minha primeira língua é espanhol. Aprendi a falar inglês vendo desenhos na TV, tipo Bob Esponja. Porém diferente de mim, a primeira língua da Sofia é inglês mas ela já sabe falar espanhol também. 

- Nossa, que legal. Saiba que eu tenho descendência cubana. - Diz com um tom de orgulho na voz.

- Sério?

- Sim, porém diferente de você, não me dou muito bem com o espanhol, sei falar apenas um pouco. - diz com um tom de decepção na voz. 

- Bom, se você quiser, posso lhe dá algumas aulas de espanhol. - falo com um ar de superioridade.

- Aceito, hum... 

- O quê? - pergunto. 

- Devo lhe chamar de Professora. Cabello agora? - responde com outra pergunta e da um sorriso. 

- Alguém já lhe disse que você deveria trabalhar em um circo, Lauren?

- Hey, não me ofenda dessa maneira. - fala com uma voz de decepção. 

- HAHAHA, você é uma graça Lauren. - aperto suas bochechas. 

E Deus que olhos lindos, digo, é óbvio que eu já vi olhos verdes. Porém percebi que os da Lauren mudam de acordo com os seus sentimentos. Como por exemplo, quando tentei ir mais afundo sobre a família dela, eles ficaram meio apagados como se estivesse triste. Percebo que ainda estou segurando suas bochechas quando ela fala. 

- Por um momento achei que fosse me beijar - diz em um tom de brincadeira. 

- Nem em seus melhores sonhos Jauregui. - digo um pouco envergonhada.

- Veremos. - fala tão baixo essa parte que se eu não estive ao seu lado, seria incapaz de ouvir. 

- Como? - fingo que não ouvir. 

- Nada - diz mudando de assunto. - Que tal sorvete?

- Desse vez eu pago.


Notas Finais


Espero que tenham gostado.

Críticas? Dicas?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...