História Something In The Way - seulrene - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Neo Culture Technology (NCT), Red Velvet, TWICE
Personagens Irene, Jaehyun, Min Yoongi (Suga), Seulgi
Tags Irene, Jaehyun, Seulgi, Yeri, Yoongi
Visualizações 21
Palavras 1.830
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Luta, Romance e Novela, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Sweet Creature - Harry Styles

boa leitura!!!

Capítulo 2 - Sweet Creature


Fanfic / Fanfiction Something In The Way - seulrene - Capítulo 2 - Sweet Creature

14.03.16

Kang Seulgi

O alarme marcava 6:03 quando acordei.

Bem adiantada. Se não fosse eu que iria abrir a loja.

Atualmente moro com minha irmã, melhor amiga e companheira de bar, Yeri. Também namorada de Jungwoo, aluno de enfermagem e, com certeza, o menino mais fofo e talentoso que já tive o prazer de conhecer, mas todos sabem que ela é lésbica, porém não seria eu a dizer isso para ele.

— Você vai se atrasar. — ouvi ela dizer, após entrar e abrir as cortinas do meu quarto, me fazendo cobrir a cabeça com o lençol. — Não podemos perder esse emprego.

— Ok.. eu vou levantar e agir como uma adulta responsável... — sussurrei, sentando na cama, ainda com a coberta sobre mim. Respirei fundo, tirando-a e passando as mãos pelos olhos, olhando para a mais velha.

— Vai logo tomar seu banho. Jungwoo tá fazendo panquecas. — sorriu, como se fosse algo extraordinário. — Para de olhar pra mim assim... parece que eu fiz algo errado.

— Para de magoar o garoto, Yeri. — resmunguei, levantando e indo para o banheiro que havia naquele quarto, fechando a porta e me olhando no espelho.

Minha aparência estava aceitável para quem acabara de acordar. O machucado em meu queixo estava cicatrizado e agora, ao lembrar do ocorrido, sinto vontade rir.

Deve ser por isso que colocam um aviso de "piso molhado" no chão da cozinha da confeitaria.

Assim que termino meu banho, volto para o quarto, que se encontrava vazio e suspiro, indo ao guarda-roupa, pegando uma calça limpa e uma blusa de botões vermelha, fazendo uma simples trança no cabelo, sem vontade alguma de ir trabalhar, calçando meu tênis.

— Seulgi, já é 6:50. — Yeri gritou, provavelmente da cozinha, me fazendo pegar a bolsa e descer as escadas correndo, entrando na cômodo e vendo no relógio da parede que ainda era 6:33. — Desculpas, as panquecas estão acabando.

— Você é uma idiota. — dei um soco em seu braço, me sentando ao seu lado na mesa.

— Eu falei que ela ia ficar irritada. — Jungwoo falou, soltando uma risada, fazendo a loira revirar os olhos.

— Mas, pelo menos, foi engraçado.

Revirei os olhos, segurando a vontade de outro soco na mesma, focando em terminar o café sem ser presa por homicídio e ignorei a conversa deles, que focou em um dos amigos de infância do Kim, que havia vindo para a cidade, visitar.

— Ok, chega, vamos trabalhar. — falei, levantando e pondo minha xícara na pia, para lavar quando chegasse em casa.

Fui para a sala, vendo se estava tudo na bolsa, subindo novamente as escadas apenas para pegar meu celular, logo voltando a descer, vendo que eles me esperavam.

Saímos, indo até o carro estacionado do outro lado da rua e entrei no banco de trás, pondo o cinto e pegando o cobertor que Yeri sempre deixava por ali, o colocando sobre minhas pernas.

— Que droga! — a ouvi falar, focando minha atenção na mesma, que tentava, a todo custo, ligar o carro, que não correspondia às suas expectativas. — Ok, se corrermos, dá tempo de pegar o ônibus das 7:00.

— Ou... — falei, tirando o cinto e apoiando os braços nos bancos da frente. — Podemos ficar em casa o dia todo, dormindo. — sugeri, ouvindo um suspiro vindo dela, que balançou levemente a cabeça. — Qual é, Yeri? O universo está dizendo para que fiquemos em casa hoje. Podemos dizer que estamos com gripe. Ou com catapora, todo mundo pode ficar com catapora.

— Daniel ficaria decepcionado com a irmã mais nova que tem, Kang Seulgi.

— Eu não tenho culpa de que tudo está dizendo para que fiquemos em casa, Kang Yeri.

— Vocês podem brigar depois, garotas? Temos um trabalho para ir e já é 6:49. — O Kim se pronunciou, saindo do carro, fazendo a namorada murmurar um "ok".

Resmunguei baixo, saindo do carro com a bolsa atravessada no corpo, batendo a porta com força, chamando a atenção da mais velha, que se fosse em outra situação, me daria medo.

— Se você não quer ir, fica em casa, eu não tô segurando você, porra. Eu. Não. Ligo. Se quiser ficar desempregada e morrer de fome, problema seu. — ela falou, enquanto eu andava até o ponto de ônibus, seguindo Jungwoo, que ia um pouco mais na frente.

Não que eu gostasse de brigar com ela, muito pelo contrário. É uma sensação angustiante e o momento que se segue depois é pior ainda.

E tem o Jungwoo.

Apesar dele ter um apartamento, passa bastante tempo em nossa casa e, consequentemente, presenciando diversas brigas nossas, que passaram a acontecer bastante nas últimas semanas.

Quando chegamos ao ponto de ônibus, o clima estava esquisito.

Eu ouvia música, enquanto respondia algumas mensagens que recebi pela noite, esperando pelo ônibus, já Yeri resmungava sobre algo, provavelmente meu atrevimento com ela.

Quando o ônibus chegou, fui logo para o fundo, ignorando os olhares dela, que sentou mais na frente, ao lado do namorado, enquanto eu pegava novamente o celular, passando a música, que foi agora para Born To Die e entrei em minha conversa com Wendy.

ei, você tá ocupada??? |
[7:03, 14/03]

Wendy
| Depende. Aconteceu alguma coisa?
[7:04, 14/03]

eu e a yeri brigamos :( |
[07:04, 14/03]

Wendy
| Son Seungwan não se encontra
disponível no momento, tente novamente
mais tarde.
[07:06, 14/03]

poxa, wendy... :(|
você é minha melhor amiga...|
[07:07, 14/03]

Wendy
| Eu sei, mas é que vocês vivem brigando.
| Logo se resolvem e você vem me dizer que eu ajudei, sendo que eu só falei pra deixar isso pra lá. 
| É sério, deixa isso pra lá.
| Ela vai perceber que não adianta nada brigar.
[07:09, 14/03]

Saio do aplicativo de mensagens, parando a música e jogando tudo dentro da bolsa, cruzando os braços, um pouco irritada e decepcionada.

Não demorou muito para chegarmos e, se estiver certa, pude ver claramente um revirar de olhos vindo dela, me fazendo soltar uma breve risada, saindo do transporte, caminhando em direção à confeitaria.

Enquanto caminhava, sendo seguida pelo casal, pensava no que poderia dizer para ela, pondo um fim em nossa extensão lista de discussões.

Não gostava de ficar nesse clima com ela e nunca veio um pedido de desculpas da parte dela ou até mesmo da minha. Ficávamos nisso, voltando a nos falar aos poucos. Simples, rápido e indolor.

Pelo menos, era o que parecia para ela.

Mas não era assim que eu me sentia.

Desde que nossos pais morreram e Daniel se mudou para a Inglaterra com a namorada, Sana, para concluir a faculdade de direito e ela, a de dança, foi como se tivéssemos apenas nós duas.

Parei de repente, virando e olhando para ela, que me encarava, um pouco assustada, olhando para trás.

— O que foi, sua idiota? — ela me perguntou, soltando o ar com força.

— Para. Chega, Yeri, eu não aguento mais brigar com você, então, vamos só para, ok? Por favor. — Pedi, logo voltando a andar, sendo surpreendida por braços ao meu redor.

— Desculpas, pirralha. É só que... eu tenho medo de perder você também e... — ouvi a voz trêmula dela, logo a tendo em meu campo de visão.

— Você é muito controladora, eu já deveria ter imaginado que isso iria acontecer quando fossemos morar juntas. — sussurrei, a provocando, recebendo um tapa em minha testa, ouvindo sua risada.

Limpei seu rosto, que continha algumas lágrimas descendo, apertando os lábios em um sorriso.

Após alguns pedidos de desculpas atrasados (até demais), voltamos a caminhar, ouvindo Jungwoo se gabar, sobre saber que nos iríamos nos perdoar e coisas parecidas, mesmo que não durasse muito tempo.

Chegamos nos fundos da loja às 7:22 e suspirei aliviada ao ver somente Yoongi sentado em um dos bancos que haviam ali atrás, mexendo no celular, com seus cabelos em um tom azul, quase cinza, mal-cobertos por um gorro preto, com Sehun ao seu lado.

Talvez eu devesse ter medo deles, já que um é o melhor amigo do dono, Yuta, e o outro, namorado, e provavelmente me dedurariam por atrasar um pouco, mesmo que só abra às 8:00.

Entretanto, eles eram as pessoas mais legais que trabalhavam ali, seguidos de Chittaphon, Yuta, Jungwoo e, por último, Yeri, óbvio.

— Vocês não têm medo de ficar aqui, sozinhos? — O Kim perguntou, enquanto eu abria a porta, acendendo a luz e entrando na enorme cozinha.

— Tenho spray de pimenta, quem quer que me ataque que precisa ter medo. Eu sou perigoso. — Yoongi disse, fazendo todos rir.

— Muito perigoso... — brinquei, rindo e o vendo fazer careta, seguida de sua língua a mostrar, me fazendo rir mais ainda, por seu ato infantil.

Quando me acalmei um pouco, fui ao vestiário feminino, vestindo o uniforme branco com botões vermelhos, típicos de cozinheiros ou confeiteiro.

Saí, vendo Yoongi já do lado, encostado no enorme balcão, com um uniforme parecido com o meu, de botões preto, pondo colírio no olho, me encarando ao perceber minha presença ali.

Desviei o olhar para a porta, que foi aberta por Yuta, que vestia um enorme casaco preto, sorrindo brevemente para nós e indo ao vestiário masculino.

Cocei a própria nuca, ainda sentindo os olhos do Min sobre mim, enquanto fui até o livro de pedidos, vendo o que tínhamos para hoje.

— Seulgi, você vai estar ocupada hoje, depois do trabalho? — o ouvi perguntar, me fazendo virar e o encarar, um pouco confusa.

— Não... por quê?

— Quer sair comigo?

— Hoje? - sussurrei, o vendo balançar levemente a cabeça, concordando. — Sim, claro.

— Ok. Tudo bem se formos ao Rikiniko?

— Claro! — sorri, logo voltando minha atenção ao livro.

E assim começou o primeiro dia de trabalho.

Enquanto Jungwoo abria a loja e Sehun ia para a recepção, eu fiquei na cozinha, junto de Yuta, Yoongi e Yeri repassando os pedidos do dia e separando o que cada um focaria, de acordo com o que lhe fosse melhor.

Durante o horário de almoço, eu, Chittaphon e Yoongi ficamos conversando, recebendo olhares nada discretos dos outros, principalmente Yeri.

— Então... — ela começou, quando voltamos ao serviço. — você e o Yoongi... — falou, enquanto eu decorava o bolo.

— Não te interessa. — disse, não querendo falar desse assunto, porém, não adiantou muito.

— Eu nunca vi você com ninguém, me deixa ficar animada, vai.

— Yeri, - parei o que fazia, me virando para ela — irmã irritante que vive enchendo meu saco...

— Sim...?

— Ele tá atrás de você, então, pelo amor que você tem por mim e seus 26 anos, para de passar vergonha. — sorri, dando leves tapas em seu ombro, segurando a risada ao vê-la olhar para trás, vendo os olhos do garoto sobre nós.

— Bom... e-eu tenho que...

— Fique a vontade. — falei, a vendo ir para o banheiro, voltando minha atenção ao bolo.

— Sua irmã é estranha.

— Muito. Mas, nada que não esteja acostumada.

— Seulgi, você pode trazer o bolo do sr. Lee Taeyong, por favor? — ouvi Chittaphon, pegando o que foi pedido e indo para a frente da loja, colocando-o sobre o balcão de vidro.

— Aqui está, sr. Lee.

— Seulgi? - o ouvi dizer, mas ao olha-lo, era ele. — Kang Seulgi?

— Jaehyun?


Notas Finais


hmkk é isso. não sei quando sai os proximos porque esses dois já tavam prontos no wattpad faz tempo... espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...