História Something there - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Arthur Weasley, Carlinhos Weasley, Córmaco Mclaggen, Dino Thomas, Draco Malfoy, Fleur Delacour, Fred Weasley, Gina Weasley, Gui Weasley, Harry Potter, Hermione Granger, Horácio Slughorn, Jorge Weasley, Lilá Brown, Minerva Mcgonagall, Molly Weasley, Neville Longbottom, Nymphadora Tonks, Parvati Patil, Remo Lupin, Ronald Weasley, Rúbeo Hagrid, Severo Snape
Tags Harry Potter, Hermione Granger, Hinny, Romance, Romione, Rony Weasley
Visualizações 88
Palavras 1.563
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Às escondidas


Pov Hermione

As aulas do dia tinham acabado. Estava para encontrar o Rony para irmos à biblioteca procurar sobre o tal Príncipe Mestiço, já que Harry não iria fazer isso.

Deixei minhas coisas em meu dormitório e fui para o Salão Comunal esperar o Rony. Estava em pé encostada em um sofá quando vi a porta do buraco do retrato abrir e Córmago Mclaggen entrar junto com alguns amigos. Não pensei duas vezes e pulei para trás do sofá, machucando meu joelho.

Passados alguns segundos, fui conferir se ele já tinha subido para seu dormitório espiando por um dos lados do sofá, quando vi um par de pernas em minha frente. Achei que era ele então já comecei a me explicar, nervosa:

- Eu perdi minha pena e...

- Mione. - Ouvi a risada inconfundível de Rony. - O que é que você está fazendo ai no chão?

Olhei para cima e sorri envergonhada. Rony me deu sua mão e me ajudou a levantar.

- Eu estava fugindo de... Você sabe.

- Córmaco? Ele já subiu para o dormitório. Você está segura agora, não se preocupe. Comigo ao seu lado ele não vai encontrar abertura para falar com você. - Disse ele, muito convencido.

- Como tem tanta certeza? - Perguntei. - Ele falou ontem.

- Eu apenas sei. Posso ser intimidador às vezes. - Ele estufou o peito e sorriu.

- Ah, é? Sim, muito intimidador. - Disse, rindo. - Vamos, não temos muito tempo antes do jantar.

Fomos para a biblioteca e sentamos em uma mesa afastada entre algumas estantes. Peguei alguns jornais antigos, alguns livros sobre bruxos que contribuíram para o mundo da magia e começamos nossa pesquisa. Mesmo calados, ficávamos nos olhando e soltando sorrisinhos. Minha mão estava solta na mesa quando Rony alisou-a com seus dedos. Ele era tão... doce. Ele não fazia aquilo de brincadeira ou só para mexer comigo. Ele fazia aquilo porque ele realmente queria tocar em mim, me dar carinho, me transmitir paz.

Enquanto ele alisava minha mão, o olhei firmemente. Então virei minha mão e segurei a dele. Entrelacei meus dedos nos seus e ficamos ali parados, apreciando o momento. Nos olhamos por um bom momento, eu estudando seu rosto e ele o meu. Sorrimos, lançamos olhares desafiadores, brincamos e coramos. Fazia alguns dias que não nos encontrávamos sozinhos e eu sentia falta disso. Lembrei-me de seus beijos em meu pescoço e como queria aquilo de novo. Aproximei mais minha cadeira para Rony, quase encostando seu ombro no meu. Sentia seu cheiro e não parávamos de nos olhar.

- Encontre-se comigo hoje à noite, na ronda. - Cochichou Rony.

- Onde?

- Mesmo corredor da semana passada, mesma janela.

Não conseguíamos nos concentrar mais, só pensando em nosso encontro mais tarde. Ficamos ainda apreciando nosso momento sozinhos por um tempo e depois fomos para o Salão Principal jantar. Lá estavam Harry, Gina, Neville e Dino sentados juntos. Harry claramente estava desconfortável, mas se ocupava comendo tudo o que tinha em seu prato de uma vez. Sentamos a seu lado e Rony cochichou:

- Nada sobre o Príncipe.

Não que realmente tivéssemos procurado.

- Desistam, não é importante. - Respondeu Harry, colocando mais comida em seu prato. - Escutem. De que horas acaba a ronda de vocês? Quero conversar sobre... Malfoy. - Ele falou seu nome quase em leitura labial. - O vi agora a pouco conversando com Goyle que ele ia consertar alguma coisa depois do jantar e precisava que Crabble e Goyle vigiassem. Vou seguí-lo e depois quero conversar sobre.

Eu e Rony nos entreolhamos e por fim, concordamos em vê-lo.

Quando deu a hora de começar a ronda, eu e Rony nos separamos para não parecer suspeito. Andei em alguns corredores diferentes por algo que me pareceu meia hora, quando não aguentei mais de ansiedade e fui em direção ao corredor que tínhamos combinado. Chegando lá, Rony estava encostado na parede, me esperando.

- Achei que não viria. - Ele sussurrou.

- Eu não podia parecer suspeita, tive que realmente fazer um pouco da ronda.

Ele riu baixinho e sussurrou "Nox" para sua varinha, a apagando e fazendo com que a única luz que iluminasse o corredor fosse da luz da Lua entrando pela janela próxima a nós. Ele me puxou mais para longe da janela, mais longe da luz,  e me colocou de frente à ele.

- A dias que quero fazer isso de novo. - Ele sussurrou.

Eu me aproximei mais dele e encostei meus lábios nos seus. Ele colocou suas mãos em minha cintura automaticamente e retribuiu, me beijando. Coloquei minhas mãos em sua nuca e comandei o beijo, deixando-o um pouco mais rápido e sem tempo para respirar. Esperei a semana toda para estar sozinha com ele de novo. Saí de seus lábios e desci para o seu pescoço, enquanto suas mãos em minha cintura me puxavam para mais perto dele. Rony me guiou e me encostou na parede, fazendo com que nossos corpos agora ficassem colados. Começamos a nos mover lentamente aprofundando o beijo, seus braços agora me envolvendo em um abraço. Meu coração estava batendo muito forte, nunca tinha sentido o corpo de Rony daquele jeito. Pressionei meu ventre mais próximo ao dele e ele respondeu. Levou suas duas mãos de volta para minha cintura, guiando nossos movimentos que agora tornavam-se coordenados, me fazendo senti-lo. Senti uma eletricidade em meu baixo ventre quando percebi que Rony estava me querendo. Não senti vergonha, apenas sentia que o queria também. Dei um gemido baixo entre meus lábios e Rony sorriu, sem parar seus movimentos, quando ouvimos passos ao longe.

Paramos abruptamente, ofegando, e apuramos os ouvidos.

- Tem alguém ai? - Perguntou a voz desconfiada de Argo Filch.

Não ousamos em nos mexer, continuamos abraçados e colados, ouvindo cada barulho que Filch fazia. Dava para ver que sua lamparina não estava apontada em nossa direção. Ele começou a caminhar em direção oposta a nós pelo corredor e decidimos que era hora de voltarmos ao Salão Comunal, afinal a essa hora a ronda já devia ter acabado também.

Pegamos um caminho mais longo, porque Filch estava no corredor que daria rapidamente para a Torre da Grifinória. Andamos apressados, sem fazer barulho e nos vimos, aliviados, em frente ao quadro da Mulher Gorda.

- Pelo menos ele estava sem a gata. - Rony falou, ofegante.

- Dente de leão. - Anunciei, e entramos no aposento.

O Salão estava vazio, fora Harry, que cochilava na poltrona em frente à lareira, com o mapa do maroto em seu colo. Apontei para o mapa e Rony arregalou os olhos. Será que Harry nos viu juntos? Meu coração ainda batia forte quando sentei na poltrona da frente, e Rony se sentou no chão, próximo ao centro de madeira. Harry acordou com o barulho e piscou algumas vezes.

- Ah, oi. Nossa, tirei um cochilo e tanto. - Ele olhou para o mapa aberto em seu colo e arregalou os olhos. Disse "Malfeito feito" e o mapa apagou. - Preciso tomar mais cuidado com isso.

- Viu algo interessante aí? - Rony perguntou, tentando não parecer nervoso.

- Não. Estava observando Malfoy na Sala Comunal da Sonserina, com Crabble e Goyle e adormeci. Não tive muita sorte hoje.

Harry parou seu olhar em Rony e franziu a testa.

- O que aconteceu com você?

As roupas de Rony estavam amassadas e seus cabelos estavam um pouco bagunçados. Eu tinha me ajeitado enquanto estávamos andando para o Salão Comunal e estava livre dos olhares de Harry, mas Rony ficou vermelho.

- Caí. - Rony respondeu, se ajeitando.

Harry deu de ombros e começou a conversar sobre o que Malfoy estaria fazendo perto da Sala Precisa depois do jantar. Crabble e Goyle estavam vigiando os extremos do corredor.

- Quando me esgueirei mais para ver, Goyle viu meus cabelos. Tive que sair dali e fiquei vigiando cada passo de Malfoy pelo mapa. Ele chegou a entrar na Sala Precisa. Está guardando e consertando alguma coisa lá, tenho certeza.

Eu e Rony nos entreolhamos.

- Isso é realmente suspeito. - Concordei. Harry sempre tentou convencer a mim e a Rony que Malfoy estava tramando alguma coisa, mas sempre achamos que Harry estava só pensando demais.

- Acreditam em mim agora? Tenho certeza que ele virou um Comensal da Morte. - Soltou Harry.

- Ok, Harry, aí já é demais. - Rony interveio. - Porque Você-Sabe-Quem convocaria um adolescente de 16 anos?

- Não sei, Rony, Malfoy pode ser mais perigoso do que pensamos. - Harry insistiu.

- Bem, eu vou dormir. - Me levantei. Harry estava começando com as ideias dele, estava tarde e eu tinha que acordar cedo.

- Eu também. - Rony levantou e se espreguiçou.

Seguimos para as escadas. Harry estava subindo na frente, então não viu quando eu e Rony acenamos e sorrimos um para o outro. Deitei em minha cama e pensei em Rony. Não pude conter um sorriso. Aquilo foi incrível. Mesmo com todo o medo de ser pega, precisava admitir que manter aquilo em segredo era uma sensação muito boa. Não queria esconder isso por mais tempo de Harry, mas também estava gostando de isso ser uma coisa em que somente eu e Rony sabíamos. Era como se fosse nosso segredinho sujo, e aquilo me animava.

Dormi muito bem naquela noite. Digamos que eu tenha tido até sonhos bem interessantes.


Notas Finais


Romione <3

Gente, preciso saber o que estão achando, se não for pedir muito kkkkk
Comentem aí embaixo!!
Beijos e até mais :))


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...