História Something's gotta give - Capítulo 1


Escrita por: e Acorrentada

Postado
Categorias Camila Cabello, Gigi Hadid, Herman Tømmeraas, Machine Gun Kelly, Zayn Malik
Personagens Camila Cabello, Gigi Hadid, Herman Tømmeraas, Machine Gun Kelly "MGK", Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Ação, Amor, Bryan Dechart, Camilacabello, Drama, Gangster, Gangue, Gigi Hadid, Hermantoomeraas, Machine Gun Kelly, Namorados, Originals, Romance, Violencia
Visualizações 24
Palavras 2.071
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Musical (Songfic), Romance e Novela, Saga, Sci-Fi, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Fala galera💕
Essa é a 2 temporada da fanfic NEVER BE THE SAME
Obrigado a todos que nós acompanharam na primeira temporada, espero que gostem dessa.
Um beijo grande
Até a proxima!
*PLÁGIO É CRIME*

Capítulo 1 - "Qual é o seu nome ?"


Fanfic / Fanfiction Something's gotta give - Capítulo 1 - "Qual é o seu nome ?"

Karla on

    Mais um dia cheio aqui no Canadá
Corria em cima de correria, apesar que minha vida nunca foi calma principalmente depois de uma certa pessoa aparecer em minha vida
Essa pessoa me deu muitas coisas, alguns ruim ou nem tanto porém uma coisa eu tenho que admitir, ele me deu meus melhores amigos mas o mais importante e melhor de tudo ele me deu a minha filha, um ser tão pequeno que transmitir uma alegria enorme.
A cinco anos atrás eu me mudava pra cá sem nada apenas com minha malas, minha tia Jenna e minha mãe que morreu na mesa de cirurgia, aliás foi o motivo da minha vinda pra cá.
Antes dela morrer prometi a ela que iria reconstruir minha vida .
Assim eu fiz, consegui um trabalho em uma lanchonete/karaokê Onde lá David  me achou ele é um dono de uma gravadora, ele me viu cantar e disse me queria em sua equipe e estou até hoje lá.
Morro em uma casa linda com minha filha, trabalho com a música que o que amo, minha tia conseguiu uma casa pequena e aconchegante duas ruas atrás da minha.
- Pequena, onde está ? - ouço um grito vindo de lá de baixo.
-AQUI TIA JENNA, NO  QUARTO - grito de volta e logo em seguida ouço passos
- Bom dia meu amor - como sempre alegre ela vem me dá uma abraço ao entrar no quarto
-bom dia tia, como vai ? - digo retribuindo o abraço
- vou ótima, onde está nossa menina ?
- está no quarto vendo desenho, irei na gravadora daqui a pouco só voltarei a noite - falo colocando tudo em minha bolsa pra não esquecer nada como da última vez
-Quer que eu fique com ela?-pergunta ela sentada em minha cama olhando para os pés
-não que isso tia, é seu dia de folga vai se divertir um pouco -tia JENNA passava o dia em sua loja de roupas e de vez em quando cuidava dela pra mim-Peter vai olhar ela pra mim, Prometeu levá-la no Mc Donald.
-Aquele garoto ridículo, Okay então vou pra casa me arrumar vou no parque encontrar com uma amiga- reviro os olhos rindo da sua implicância com Peter e ela veio em minha direção e meu deu um abraço e logo em seguida vejo a sair .
Quando termino de arrumar a bolsa meu telefone toca.
Ligação on
-Oi meu amor - Ele fala assim que eu atendo
- Oi amor - respondi
- olha já estou chegando deixa a porta aberta, pois esqueci a chave no trabalho - nos dois tínhamos um relacionamento muito bom e de muito tempo mas ainda me pergunto se fiz bem em dar a cópia da chave a ele
- já está aberta, jenna esteve aqui .- digo já imaginando a cara que ele está fazendo ao ouvir o nome da tia jenna.
- Ahhh, o que ela queria ? - sua voz até mudou de tom
- Ela é minha tia Peter, não precisa querer nada pra vim aqui - digo as vezes me irrita seu jeito de falar dela, eles vivem em pé  de guerra. Ela diz que ele não é bom o bastante para mim e que também não é a pessoa que realmente amo.
- Vou desligar. Estou chegando - A única coisa que diz antes de desligar o telefone
Sempre é assim quando tocamos nesse assunto porém eu não posso fazer nada JENNA e minha única família não vou deixá-la por causa de um ranço duplo .
Ligação off

Justin on 

Acordar em um hotel com uma menina do meu lado da cama estava virando basicamente minha maior rotina desses 5 anos que se passaram.
Mas também não está tão ruim não, minha gangue está voltando a crescer
Estou com meus amigos, ganhando "meu" dinheiro, com minha nova casa,não quis de jeito nenhum ficar naquela casa que agora só minha mãe e minha irmã moram, porque ?
Bom primeiro que não quero as colocar em perigo, segundo que não poderia continuar lá com tudo que aconteceu, tudo, absolutamente tudo naquela casa me faz lembrar dela.
E depois de um ano na completa fossa. Eu decidi para com a palhaçada porque ela provavelmente estava seguindo sua vida então eu também seguiria a minha.
Meus pensamentos são interrompidos por batidas que pareciam que iam quebram a porta do meu quarto.
-Se quebra a merda da  porta vai pagar em.- Grito fazendo a menina do meu lado levanta assustada
-Bora cara, esqueceu pegamos o avião em 30 hora - Josh entra assim que abro a porta, enquanto Josh entrava eu vejo a menina sair pela porta completamente descabelada
- olha só, nem vem me olhar assim, eu já sei estou atrasado- Josh me olhava com reprovação, na verdade eu e ele brigamos muito esses anos, motivo? Ele diz que é minha irresponsabilidade e minha tentativa de tentar ser quem eu não era a muito tempo, bom ele não está sendo 100 errado não, porém não voltarei a ser o trouxa apaixonado que levou um pé na bunda.
-Molly, Caio e vinho e estão nos esperando lá no carro, vê se não demora já é- ele diz antes de sair fazendo birra, Minha única reação como sempre foi revirar os olhos.
- "vê se não demora " idiota- digo imitando ele, levanto e vou me arrumar porque se não os quatro patetas vão enlouquecer lá em baixo.
KarlsON
Peter havia chegado a meia horas, estávamos sentados na sala conversando até que seu Telefone tocou e ele foi atender na cozinha disse que era da empresa em que ele trabalha, bom enquanto ele termina de falar no telefone vou aproveitar para ver se minha bebê já está pronta, e tão incrível o quanto ela é independente com apenas 5 aninhos, para sua ideia ela é muito muito esperta.
-Filha-Digo ao bater na porta já entrando no pequeno quartinho decorado com azul bem clarinho e seus desenhos espalhados pelo chão.
-Oi mamãe, já estou pronta - ela diz saindo de seu pequeno closet
-Que bom, porque tio Peter já está esperando você- digo indo da um beijo nela
- estou bonita? - ela pergunta ajeitando o vestido branco com rendas na manga
-está linda como sempre - pego em sua mãozinha com a pulseirinhas que havia lhe dando no seu aniversário do ano passado - Vamos
Descemos as escadas conversando uma com a outra e quando terminamos vimos que Peter como eu esperava já estava nos esperando com a chave do carro na mão
- Tio Peter - ela solta minha mão e vai correndo o abraçar
- oi princesa, você está linda - Ele diz- Agora vamos nos despedir da mamãe que estamos atrasados e ela também .
- Tchau meu amor fica com Deus - dou um beijo em testa e um beijo em Peter
- tchau mamãe te amo -
- tchau meu anjo, eu também te amo .
[.][.][.][.]

Peter on 

[.][.][.]
- obrigado tio Peter-A pequena hayley me agradecer com um sorriso enorme no rosto
- não tem que agradecer meu amor - Nós estávamos entrando no estacionamento do shopping pra irmos pra casa
- Tenho sim, agora nós vamos pra casa ver a mamãe ? - ela pergunta com a boca toda suja de sorvete
- vamos si....- nem terminei de falar e meu telefone começar a tocar- Dever ser sua mãe - digo antes de atender
Ligação on
- oi amor - ela diz um pouco Alto pois fazia muito barulho provavelmente ainda estava no estúdio
- oi amor - digo
- Escuta, você poderia ficar um pouquinho mais com hayley, já já estou saindo do estúdio só vou demorar um pouco ? - pergunta muito rápido
- é claro meu amor, sem problemas - digo
- muito muito obrigado, tenho que ir. Te amo - ela diz antes de desligar
Ligação off
- Bom pequena parece que teremos que ficar mais um pouquinho juntos. Você se importa ? - Apesar de tudo eu realmente tinha me apegado aquele pequeno ser
- não me importo nem um pouquinho - ela diz fazendo um sinal com as mãos
- vamos entra no carro com cuidado- abro a porta para que ela pudesse entrar
Quando estou quase ligando o carro meu telefone toca de novo deve ser Karla que esqueceu de falar algo, atendo sem nem prestar atenção em nada
Ligação on
- Oi amor, o que foi ?-
- Que oi amor seu imbecil- xxx
- O que você quer cara? - pergunto já ficando tenso
- Eu não quero nada, o chefe que quer, ele vai te matar cara, vem logo cara  - merda logo agora
- olha já vou tá, estou indo - desligou o telefone já ligando o carro em seguida
Ligação off
-onde vamos ?
- vamos fazer outro pequeno passeio, prometo que vai ser rápido -
............

Justin on 

Enfim chegamos ao nosso grande destino, na verdade no fundo dele
Boate A21
- Está na hora vamos !! - digo saindo do carro - Caio e Josh pra direito, Molly vem comigo. O resto de cobertura-  começamos a entrar na boate e assim começa um grande tiroteio como já estou acostumado.
Pessoas no chão, outras correndo desesperadamente, mulheres semi nua mas só precisava ver dois do que estava ali
- Andem quebrem tudo agora - Grito para meus caras
- Justin vire no primeiro corredor ele está lá, vai agora  - Josh fala pelo ponto em meu ouvido
- beleza - digo
- VEM vamos Molly - Grito pra Molly que se divertia colocando medo em algumas pessoas no chão
Entramos na sala que Josh disse que eles estariam ali
- Olha só se não É o imbecil que traiu minha confiança- digo ao ver ele em minha frente com uma arma na mão
- Olha se não é o idiota que ainda acha que é o dono da cidade- ele diz
- Eu não acho eu sou meu querido eu sou - coloquei meu dedo no gatilho da arma
- JUSTIN SAI DAÍ AGORA A POLICIA TA ENTRANDO- Josh grita no ponto - MERDA se livrou dessa Peter, mas nos vemos logo logo .- sai dali correndo com a Molly atrás de mim, mas logo paro .
- tá ouvindo isso - perguntou a Molly se ela também estava ouvindo um barulho de soluço com choro
- não Justin não estou ouvindo, vamos anda - ela diz me puxando pelo braço
- me solta Molly - puxo meu braço com força do dela, e começo a seguir o choro até chegar em frente uma portinha pequena e abri dando de cara com o que jamais pensei que veria ali
- Por favor moço nãuu me matar- era um linda menina que estava sentada no chão toda encolhida, isso me cortou o coração
- Ei Ei- me abaixo pra ficar de sua altura ou quase.- Não te machucar, sou seu Príncipe que veio te salvar, vem comigo temos que ir rápido- estendo minha mão pra ela
- minha mãe disse pra mim não sair com estranhos mas eu vou porque não sei onde está meu tio Peter- Tio Peter ? Como assim aquele imbecil trás uma criança pra esses lugar.- eu estou com medo
- Não vou deixar nada acontecer com você, vem vamos - ver aquela criancinha chorar na minha frente acabou comigo na hora, seu olhar tinha uma coisa que me lembrava alguém.
A pego no colo sai correndo pelos fundos junto com Molly, quando saímos da boate entramos numa van que já nos esperava   já que estava completamente cheia de polícia a parte da frente da boate.
-Justin, quem é essa criança cara?- Caio pergunta
- ela estava na boate, depois te conta cara ela está assustada demais- digo ao ver que ela tremia em meu colo com um olhar completamente assustado.
Os meninos seguiram viagem enquanto eu já estava em casa com uma criança quase dormindo no meu sofá , no meio do caminho pedi para que me deixarem aqui e que depois iremos conversar sobre .
-Ei Ei, você está bem? - sento do lado dela no sofá
- uhum - ela diz quase como um sussurro
- eu vou te ajudar tá, logo logo você estará com sua mãe- sou surpreendido com um abraço da menina
- Obrigada tio... Qual seu nome ?- Rio disso , não só dela me abraçar, dela me chamar de tio e também da sensação de não querer largar ela
- meu nome é Justin e o seu ? - ela desfez o abraço
- Meu é hayley .


Notas Finais


Até o próximo capítulo 😊
Comentem aqui em baixo para saber o que acharam do primeiro capítulo 👇
Bijus😘
Viih🌹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...