1. Spirit Fanfics >
  2. Sometimes - (KimNamjoon) >
  3. Quarto capítulo

História Sometimes - (KimNamjoon) - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


18+
Boa leitura! ❤️

Capítulo 5 - Quarto capítulo


Namjoon terminou de por o último copo na lavadora e me olhou soltando o ar.

- Hoje foi legal. - digo apoiando minhas mãos na bancada que tinha no meio da sua cozinha.

- Foi bom ter você na nossa festinha - ele diz andando em minha direção lentamente - Fazemos isso toda sexta, mas hoje foi bem melhor.

Ele desliza suas mãos pela minha cintura e cola seu corpo atrás do meu, roçando sua intimidade na minha bunda. Ele tira uma mecha de cabelo do meu pescoço e arrasta os lábios molhados pele minha pele. Involuntariamente, deixo minha cabeça cair para a lado, relaxando com seu toque.

Namjoon me dava um tesão.

- Você ficou tão gostosa nesse vestido. - ele sobe meu vestido arrastando seus dedos na minha pele e segura o excesso de tecido deixando minha bunda de fora.

A mão grande dele aperta fazendo questão de deixar as pontinhas dos dedos em contato com meus lábios íntimos e sobe pela divisão das minhas nádegas apertando bem forte. Minhas pernas nunca aguentaram Namjoon, qualquer coisa que ele faça minha barriga vai esfriar e minhas pernas vão tremer.

Já com muita vontade, eu me inclino sobre a bancada e sinto o pênis dele duro. Sentia minha calcinha ficar molhada e minha boca salivar de vontade. Me viro de frente pra ele olhando seus olhos cheios de desejo e excitação, minha mão vai até seu pênis coberto pela calça moletom que marcava perfeitamente a imagem.

Antes que eu possa pensar em outra coisa ele puxa meu cabelo da nuca com delicadeza e beija minha boca. E que beijo! Buceta, aquele beijo que você sente seu clitóris formigar com vontade de que aquela língua vá até lá embaixo. Ele aperta minha bunda nos deixando mais colados e me fazendo arrepiar inteira quando sua mão na minha nuca dá uma leve acariciada.

- Vamos para o quarto... - eu digo entre o beijo, sem forças nenhumas.

Namjoon não me responde, ele apenas me beija e me põe sentada na bancada. Puxa minhas pernas pra meu corpo colar mais no seu e eu o prender perto de mim, seu beijo desce pela minha bochecha e passa para meu pescoço, e assim ele deixa um rastro de saliva feito com a ponta da língua, me fazendo revirar o olhos pelos arrepios. Suas mãos chegam em meus seios, e os polegares ficam rodeando meu mamilos enrijecidos e marcados no vestido.

Não demorou muito até ele ir deslizando para baixo chegando a minha parte íntima, suas mãos me acariciam desde as partes internas das coxas até minha vulva, ele faz isso tão leve me deixando louca por mais. Eu sei que ele sente minha calcinha molhada, e sabe que eu preciso de mais, entretanto continua bem leve.

Ele desliza minha calcinha para fora do meu corpo, e com a sua cabeça perto da minha virilha ele me manda um olhar safado que derrete todo meu corpo. Ele beija minhas coxas se aproximando da minha intimidade, até meter a boca de uma forma maravilhosa. Porra!

Tento não cair para trás, sinto que não tinha forças suficientes para aguentar aquela coisa maravilhosa que só ele sabia fazer. Olhava ele me chupar, e via sua língua indo e vindo pelo meu clitóris me fazendo revirar os olhos de prazer. Agarrei seus cabelos de leve para não machucar, eu sabia que ele gostava disso, ele em resposta me olhou mais uma vez com malícia passando a língua na minha vagina até meu clitóris e por fim enfiando dois dedos em mim. Meu corpo se contorceu pelo prazer inesperado e eu gemi alto mais uma vez.

Ele ficou em um vai e vem rápido com seus dedos, e uma vez ou outra sentia ele dobrar as pontas dos dedos, provavelmente procurando meu ponto de prazer máximo. Ele subiu sua boca até a minha me dando um beijo afoito, continuando com o vai e vem.

Meus dedos dos pés já não podiam mais relaxar, minhas pernas não paravam mais, a todo momento eu procurava expor meu prazer. Me sentia agoniada.

- Nam... Namjoon..! - suspirei seu nome seguindo de um gemido alto e sofrido.

Ele continuou a procurar pelo meu ponto G, mas agora acariciando meu mamilos por cima do vestido. Porra, ainda estamos vestidos! Eu queria tanto sentir o corpo dele tocando no meu.

Os olhos dele não desgrudavam dos meus, ele olhava cada expressão minha e isso chamou tanto minha atenção. Ele é tão sexy com o maxilar marcado me faz quere-lo ainda mais.

E de repente solto um gemido extremamente alto, quando sinto uma descarga de energia muito forte no meu corpo, ele achou meu ponto de prazer, e com uma feição alegre e abusa do local me fazendo enlouquecer. Meu corpo se contorce para todos lados, minhas pernas balançam e empurram tudo que conseguem tocar, eu não consigo parar de gemer mesmo tentando conter.

Eu tive meu orgasmo delicioso que durou longos segundos, e mesmo depois ainda sentia meu corpo dar espasmos. Namjoon me observava derreter em cima do seu balcão se deliciando com a cena, só esperando eu me recuperar para continuarmos.

- Caralho, Namjoon! - eu digo gemendo baixinho e puxando ele para um beijo calmo.

Suas mãos habilidosas vão retirando meu vestido e então continuamos a nos beijar ainda calmamente. Sua blusa e retirada e jogada no chão acompanhando meu vestido e eu começo a deslizar sua calça moletom vendo seu pau marcado pular pra fora, ele não usava cueca.

Desço do balcão na intenção de me ajoelhar e colocar aquele pau delicioso na minha boca. Minhas pernas fraquejaram nos primeiros momentos que pisei no chão, mas então consegui me estabilizar e beija-lo, deslizando minhas mãos pelo seu corpo e acariciando seu pênis que estava expelindo pré gozo.

Fui deixando beijos pelo seu pescoço descendo para seu peito e abdômen, chupando fortemente algumas áreas que eu sabia que ele gostava. Minhas mãos subiram de suas pernas até seu pau, segurando firme ele para finalmente colocar ele na boca.

Sua glande quando finalmente na minha boca, eu a chupei e passei a língua por toda a área. Olhei em seus olhos enquanto passava seu pau molhado pela minha bochecha e então coloquei o máximo que consegui na minha boca. Namjoon gemeu jogando a cabeça pra trás e pondo sua mão na meu cabelo de leve sem empurrar, ele sabe que não gosto e respeita o meu limite.

Continuo a chupar babando bastante seu pênis para deslizar bem a minha mão quando eu o masturbar. Faço uma masturbação sincronizada com a mão e a boca, subindo e descendo em uma velocidade média. Tento por o máximo que consigo dentro da boca e mais um pouco mesmo sendo desconfortável. Ver Namjoon se segurando para não gozar era divino, e me deixa muito excitada.

Ele se afasta da minha boca e me puxa pela cintura para me levantar, me prende contra o balcão novamente, sobe minha perna direita até a sua cintura e se encaixa perfeitamente para me penetrar, porém não penetra apenas me deixa sentir sua glande roçar por toda minha intimidade.

- Por favor... - gemo fraco soltando um suspiro.

Meu braço direito enrola em seu pescoço e o outro me sustenta na bancada. Namjoon finalmente me penetrou, fazendo meu corpo arquear com aquela sensação maravilhosa de preenchimento, ele continuou se movimentando.

- Porra, você é tão gostosa! - ele fala enquanto mete em mim numa velocidade média.

Sentir o corpo dele roçando no meu, suas mãos apertado meu corpo e principalmente minha bunda para se movimentar sincronizado com seu pau indo e vindo. Era magnífico!

Minhas pernas tremiam e ele nem tinha começado a me estocar direito, mas eu já estava tão sensível que com certeza viria um próximo orgasmo rápido. Era surreal tudo aquilo, seus movimentos perfeitos, nossos corpos se encaixando um no outros e ele com tanta vontade, ver ele suado e gemendo baixinho era gratificante. Eu arranhava levemente suas costas para conter o tesão que eu sentia ao observa-lo e observar nossas regiões intimas se chocando. Meus cabelos que estavam soltos estavam pregando por todo meu corpo e no de Namjoon também por conta do suor, ele percebeu que aquilo me incomodava e com uma mão puxou meu fios para trás e enrolou de qualquer forma me deixando aliviada.

Ele aproveitou e puxou sem muita força meu cabelo, fazendo minha cabeça se erguer assim podendo devorar meu pescoço. Eu gemi alto sentindo minha vagina contrair de tesão.

- Quero você de costas para mim. - ele fala ofegante perto do meu ouvido.

Ele saiu de dentro de mim lentamente e desceu meu corpo da mesa me virando e colando minha bunda no seu pênis. Dou um sorriso olhando para ele por cima do ombro e me inclino sobre a mesa apoiada nos cotovelos, erguendo minha bunda o máximo que podia e abrindo minhas pernas. Ele voltou a me penetrar deliciosamente me fazendo segurar um gemido.

Ele começou a estocar mais rápido fazendo seu pau todo entrar em mim, e uma vez ou outra ele saia completamente para entrar com força. Essa posição me matava de tesão. Eu estava totalmente entregue a ele de costas o deixando cravar os dedos no meu quadril e dar tapas leves na minha bunda.

Eu queria pedir para ele bater com mais força, mas eu sei que ele não o faria, então fique calada aproveitando o que ele me proporcionava.

Eu estava quase chegando ao meu segundo ápice, e como eu queria alcança-lo mais rápido fui me masturbar um pouco. Minha mão direita foi até a minha intimidade com um pouco de dificuldade por conta da posição, mas assim que cheguei acariciei meu clitóris com delicadeza e bem lentamente do jeito que me faz gozar gostoso.

Namjoon pareceu ainda mais excitado quando me viu masturbar, soltou gemidos mais grossos e perto do meu ouvido.

- Tá perto? - ele me conhece tão bem que sabe quando eu já estou chegando no meu limite.

- Sim. - digo com certa dificuldade por estar acariciando meu clitóris todo molhado.

Ele continua me estocando um pouco mais devagar que antes, mas continua rápido. Ele sabe o quanto aquilo me excita e porra! Eu tô transpirando puro tesão, sentir o pau dele me estocando bem fundo e meu clitóris sendo tocado é o meu fim.

Arqueio minhas costas e aproximando minha bunda mais de Namjoon na tentativa de ter mais contato. Ele se deitou sobre meu corpo e retirou minha mão da minha intimidade começando a ele mesmo me masturbar. Receber todos aqueles toques de prazer e apenas sentir sem precisar fazer nada era ainda melhor.

Sua cabeça estava muito perto da minha nuca, eu podia sentir os suspiros altos dele me arrepiar, e os gemidos baixinhos e tímidos que ele dava. Tudo isso me fez chegar a um segundo orgasmo ainda mais prazeroso que o primeiro, me deixando completamente extasiada e mole em cima daquela mesa.

Namjoon soltou um gemido sofrido quando minha vagina contraiu involuntariamente, e depois de três estocadas ele também gozou. Apertou meu corpo sob o dele e aproveitou cada pedacinho possível de mim.

Ficamos parados e deitados sobre a mesa nos recuperando do orgasmo por um bom tempo. E depois ele se retirou de mim me entregando minhas roupas e selando minha boca com um beijo intenso. Depois daquilo ele me despedi e fui para minha casa dormi tranquilamente pela noite bem aproveitada.


Notas Finais


Hot bem gostosinho!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...