1. Spirit Fanfics >
  2. Somos a Elite - Miraculous >
  3. Doente por você

História Somos a Elite - Miraculous - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Eai pessoas!
Sei que faz um tempinho que não posto mais e pq fiquei sem internet durante esses dias!

Capítulo 2 - Doente por você


Fanfic / Fanfiction Somos a Elite - Miraculous - Capítulo 2 - Doente por você

"- Eu te amo...- A menina disse quase que num grito.
Nunca sentirá na vida um peso tão grande sair de cima do seus ombros.

- Eu também te amo Marinette...- disse Luka"


Aquilo ecoava na cabeça do modelo.
Enquanto ouvia em alto e bom som os dois se beijando.

Saiu dali bem devagar para não atrapalhar o casal.
Suspeitava muito que no outro dia viria a notícia dos azulados estarem namorando.

E o modelo temia muito que isso acontecece.

O que podia fazer a respeito? Pensava.

Nada.... Ele concluiu.

Como iria revelar agora que amava Marinette?
Bem... Para ele a palavra amar era muito forte...talvez "gostar" fosse mais apropriado.

Porém... Marinette trocaria um simples "gostar" por um "amar"?
Achava realmente difícil...

Chegou no portão de sua casa e tocou a campainha.
A câmera saiu e assim que viu o menino, entro na parede novamente.
E logo o portão se abriu para o garoto.

Ele entrou, meio cabisbaixo.

Como desejava ter um amigo com quem podia falar aquilo.
Ninguém sabia que ele guardada aquelas sentimentos dentro de si.
Mesmo sendo algo pequeno e ainda em desenvolvimento, doía saber que nunca teria a mínima chance com a garota.

Pensava e pensava sem parar.
Chegou a conclusão de que, se continuasse a se remoer tanto desse assunto, acabaria ficando perdidamente apaixonado por Marinette.


Chegou em seu quarto e atirou sua bolsa em sua cama.
Andou em direção ao banheiro já tirando sua camisa.

Tomou um longo banho...
Quase dormiu na banheira, por sorte se mexeu e percebeu o quanto a água já estava fria e isso o despertou.


Vestiu uma roupa quaisquer e se deitou com os cabelos molhados e seu corpo ainda úmido.

Mesmo assim, adormeceu.























"BIP BIP BIP BIP BIP BIP BIP BIP BIP"

O modelo acordou com o som perturbador do despertador.
Se levantou assustado. Sua noite passará rápido quando um piscar de olhos.

Se levantou meio cambaleante, sentia seu corpo extremamente cansado e pesado.

"Como posso estar cansado se dormir no mínimo 16 horas?" Pensou o menino.

Soltou um espirro.
Logo sentiu seu nariz entupido e dor na garganta.
Acompanhando de dor de cabeça.

"Ótimo!" Pensou.

Ficar doente.
Só lhe faltará essa.

Dormir com o cabelo e o corpo molhado em clima frio não foram suas melhores ideias.

Nathalie veio no quarto do rapaz.

- Adrien? - Chamou.
A mulher caminhou até o rapaz e vendo seu rosto vermelho, pós a mão em sua testa. Sentindo ali sua febre. - Está queimando.

Adrien Suspirou.
Adicione febre a tudo que sentia, e podia concluir que o seu dia mal começou e ja estava uma bela merda.

- Ficarei em casa ou devo ir para o colégio? - Perguntou o menino.

- Ficará em casa.- Disse a mulher mexendo em seu tablet.- Cancelarei seus compromissos nesta manhã.

- E quanto a tarde? - Adrien disse se sentando em sua casa e passando a mão na nuca.

- Está livre nesta tarde Adrien. - Falou a assistente.

"Maravilha... Justo no dia que tenho para descansar, fico doente." O menino se xingava por dentro.
Se deitou e ali ficou. Ouviu o som dos saltos de Nathalie e logo o som da porta se abrir e logo fechar.
A mulher tinha ido embora.

Ouviu o celular apitar.
Imaginou que fosse uma mensagem de Marinette perguntando aonde era a van naquele dia.
Mas a curiosidade o venceu e pegou o aparelho vendo ali mensagens de seu grupo Elite.

Lila- Adrien, pode me ajudar? 


O menino respondeu "Depende".

Lila- E que tem uns meninos me mandando mensagens e isso vêm me incomodando bastante


Adrien- Que tipo de mensagens? 


Lila- Cantadas idiotas. 


Adrien- Eu realmente adoraria poder ajudar, mais estou doente e não irei para a escola hoje Lila. Será que o Nathaniel não pode fazer isso? 


Nathaniel- Claro. 


Adrien- Obrigada Amigo, chama o Nino para ajudar se for preciso. 


Nino- Vou ver o que posso fazer:) 


Após isso o menino desligou o aparelho e tentou dormir, mais novamente o mesmo vibrou.

Pegou e viu uma mensagem particular de Marinette.

Marinette- Li no grupo que você está doente, e desejo melhoras!


Sorriu.
Desligou o celular, e enfim dormiu.














Acordou com alguém mexendo no seu pé.
Sua visão estava meio turva.

Olhou para a janela e viu que a mesma estava com a cobertura porém podia ver claramente a figura de 7 pessoas ali.

Uma se distanciou e apertou os botões que tinham na parede do quarto do menino e a cobertura saiu de frente das janelas.

O garoto se sentou e passou a mão na frente dos olhos.

Só aí pode indentificar quem estava ali.

- Pessoal? - falou Adrien.

Viu ali Chloé e Lila uma ao lado da outra.
Alya estava ao lado de Nino, abraçada ao braço do moreno.
Marinette que tinha ido abrir as janelas agora tinha se sentado ao lado do amigo loiro.

Olhou seus amigos e viu Nathaniel com um pequeno machucado embaixo da boca.

Nino tinha machucados em suas mãos.

E Luka, quem mais cuidava de seus cabelos, agora os mesmos estavam uma verdadeira bagunça.

- Mas o que raios aconteceu com vocês três? - Falou o Loiro incrédulo.

- Se lembra dos meninos que tavam dando em cima da Lila? - Falou Marinette. Arrumando os cabelos do modelo com as mãos.- Basicamente, eram três então os três patetas ali...- Marinette apontou para Nathaniel, Nino e Luka.- Resolveram que cada um falava com um dos meninos que tavam provocando a Lila.

- Tá, mas isso não responde minha pergunta...- Respondeu Adrien.

- No final da aula, os três que tavam falando com a Lila resolveram que iriam dar um susto na elite. Na hora da saída, um deles veio de mansinho e deu um soco na boca do Nathaniel. - Disse a azulada, explicando o machucado na boca do ruivo.- Nino ficou furioso e pulou em cima do garoto que acertou o Nath e encheu-lhe de socos. Em seguida, dois deles pularam em cima do Luka e bem... Digamos que o guitarrista ali se "defendeu".

- Deixa eu adivinhar, os meninos foram para a enfermaria? - Perguntou o de olhos verdes.

- Como você é esperto Adrien Agreste! - Marinette falou irônica dando palminhas.
A irônia da garota não era para o modelo, e sim para os três meninos da elite. Que agora passavam a mão pela nuca envergonhados.


- Mas enfim, não quero ser indelicado mas o que vocês estão fazendo aqui? - Adrien falou se levantando.


- Viemos cuidar de você mocinho. - Disse Chloé.

- E não vamos sair daqui até que você se sinta melhor!- Disse Alga animada.

- Afinal, para isso servem os Amigos! Não é pessoal?- Falou Lila abraçando Chloé e Alya pelo pescoço.

- Sim! - Quase todos gritaram em uníssono. Menos Adrien.

- Vocês são retardados sabiam? - Falou o modelo passando a mão pelo rosto.

- Pois nós dois estamos em primeiro lugar. Então nós somos os mais retardados Adrien. - Falou Marinette ao seu lado tocando a ponta do nariz do menino com o indicador.

- Tem razão...- Falou o de olhos verdes entediado.

- Bem, vamos começar a cuidar desse menino! - Disse Luka.

- Está certo! - Marinette se levantou num pulo. - Chloé e Lila, preparem um banho bem quentinho para o Adrien! Alya e e Nino, uma compressa gelada, Luka e Nathaniel me ajudem a preparar uma sopa para nosso amigo.

Após isso, todos saíram para executarem suas tarefas.

Adrien olhou para os lados vendo Chloé e Lila em seu banheiro.
Lembrou-se de suas cuecas que estavam no chão do banheiro.
Na hora, se levantou num salto digno de um gato e correu para o banheiro.

- Quer saber? Eu mesmo preparo meu banho! - Disse Adrien entrando no banheiro e tirando as meninas de lá com rapidez.

- Mas...- Lila tentou intervir, porém foi ignorada pelo modelo.


Já fora do banheiro do menino, o modelo notou algo.

- A propósito, cadê a Nathalie e meu pai? - Perguntou Adrien.

- Eles saíram. Seu pai e Nathalie foram a uma festa. Voltaram só amanhã já que é muito longe. - Explicou Chloé.


Adrien soltou um suspiro.
Não era a primeira vez que os dois mais velhos saiam.
Só tinha um pouco de pena de Nathalie.
Ela ia nessas festas com seu pai e em todas as vezes, ia só como assistente.
Sempre com seu uniforme tradicional, enquanto as outras mulheres iam lindas com belos vestidos.
Até às assistentes dos colegas de ramo de Gabriel iam com roupas de festa adequadas para a ocasião, menos a pobre Nathalie.

- O que foi Adrien? - Perguntou Lila.

- Estava pensando aqui sabe, a Nathalie vai para essas festas chatas com meu pai e nem uma roupa adequada para o evento meu pai deixa ela usar. - Adrien disse e bufou.- Enfim, vou tomar um banho.

- Ah na verdade...- Iniciou Chloé.

O garoto olhou para as duas.

- Nathalie levou um vestido lindo para usar na festa... Porque ela não foi como assistente...- Continuou Lila.

- Ela foi como acompanhante do seu pai...- Terminou Chloé.


Estava incrédulo.
Isso era sério? Seu pai estava mesmo "seguindo em frente"?

Sabia que Nathalie era uma mulher incrível e que se alguém no mundo podia fazer seu pai, aquela muralha de gelo, sentir amor outra vez, essa pessoa era Nathalie.

Surpreso porém feliz, Adrien entrou no banheiro e fechou a porta, trancando-a.

Tirou suas roupas e entro na banheira. Mas decidiu que iria tomar um banho no chuveiro mesmo.

Sintiu a água tirar um peso de seu corpo.
Como era horrível ficar doente.

Desde pequeno criado em casa, e ensino domiciliar fizeram com que o menino dificilmente ficasse doente.

Mais era incrível a forma como podia ficar doente rapidamente, mesmo que se fosse uma vez na vida e outra na morte.


Decidiu não molhar os cabelos, estava frio e também já estava doente o suficiente.

Terminou seu banho e enrolou uma toalha na cintura.

Se secou devidamente e pegou uma cueca e uma muda de roupas confortáveis de moletom e vestiu.

Saiu do banheiro e olhou seu quarto.
As luzes estavam com o nível médio de iluminação.
As cortinas tinham sido ativadas e percebeu que sua televisão estava ligada.
Caminhou até seu sofá e viu uma tigela de sopa em cima da mesa.

"Aonde estava seu amigos?"
Se perguntava internamente.

Decidiu ir procurá-los.
Desceu até a cozinha e ouviu o barulho que seus amigos estavam fazendo.

Alya estava fazendo um curativo para as mãos do DJ.

Chloé ajudou Nathaniel a limpar sua ferida embaixo da boca.


Marinette pegou em sua bolsa um pente e agora, arrumava os cabelos de Luka. No final, a garota puxou os fios azuis do menino, mas não para machucar, mais sim para conferir se era possível prender aqueles cabelos. E dava para prender.

Enquanto isso, via Lila encostada na pia secando um prato e o pondo no escorredor de louças.


- Adrien! O que está fazendo aqui? Era para estar lá em cima! - reprendeu Alya.

O garoto se sentia meio perdido.

- Eu só... Eu só queria saber aonde vocês estavam. - Falou o loiro afim de se desculpar.

O menino subiu para seu quarto e os outros sete ficaram.
Tinham que levar os comes e bebes que tinham levado lá para cima.

Cada um pegou uma coisa e começaram a subir as escadas.

Chegaram no quarto do loiro e o viram deitado em sua cama.

Marinette viu a sopa que preparou ali, esfriando.
A garota deixou tudo que trazia na mesa, e pegou a tijela de sopa.
Foi até a cama do modelo e o cutucou.

- Pode levantar a cabeça rapaz! Fiz essa sopa e você irá comer!- Falou a menina indignada.

O de olhos verdes gruniu.

Os outros riram. Menos Marinette, que continuava com um bico irritado.

A garota continuou a cutucar o garoto, até que numa hora acertou a cintura do rapaz. O que o fez reagir com um pulo.

- Interessante... Parece que Adrien Agreste tem um ponto fraco. - Marinette falou com um sorriso de canto na boca.

Adrien apenas se deitou do outro lado da cama. O mais longe possível de Marinette.

A mestica deixou a tigela na mesa do modelo e subiu na cama.

Não tardou em começar a fazer cócegas no modelo.

Adrien se contorceu e começou a gargalhar.

- PARA! - Adrien gritou as gargalhadas.

Logo os outros começam a rir da cena.

Somente Luka dava um pequeno sorriso de canto.
Gostava de ver a menina rir, mas ver ela ali tão "próxima" do Adrien o deixou meio sem graça.


- Só se você tomar a sopa! - exigiu Marinette.

- EU TOMO! MAIS PARA POR FAVOR!! - O de cabelos loiros continuava a rir.

Marinette parou as cócegas.
E pegou a tigela de sopa e entendeu uma colher cheia do líquido.

- Diga "Ahh" - falou Marinette com uma voz Gentil.

- E sério? - Adrien falou com tédio.

- Diga "Ahh" - Marinette falou irritada.

Após dar um longo Suspiro, Adrien abriu a boca.
Logo sentiu a colher entrar em sua boca com o líquido quente.

Após engolir, estrelas estavam nos olhos de Adrien.
Aquela sopa estava incrível.

Os outros sentaram no sofá e preparam um filme para verem.
Menos Luka, que permaneceu ali próximo dos dois.

Adrien abria a boca sem reclamar.
E logo outras colheres cheias de sopa entravam em sua boca.

Assim se vai, até todo o conteúdo da tigela acabar.

- Nathalie disse que você estava com febre. Por isso...- A mestiça se levantou e pegou um termômetro que estava no banheiro do menino. - Levanta o braço por gentileza.

Assim o loiro fez.
E lá estavam esperando o termômetro apitar.

Após uns minutos ouviram o "Bip Bip" do aparelho.

- 38,5 - falou marinette.- Nathalie disse que você estava fervendo então, devemos concluir que está melhor! - Marinette disse animada e piscou.

- Pessoal, já escolhemos um anime legal para vermos. - Disse Nino.

- Anime? - Adrien falou e levantou uma sobrancelha.

- Já que estamos aqui para cuidar de você, vamos assistir o que você gosta de assistir. - Disse Luka. - Até onde eu sei você assiste animes.

- Assisto mais vocês gostam? - O modelo estava até surpreso.

- Só a Marinette assiste alguns de romance, Chloé e Lila Dorama, Nathaniel e eu gostamos mais de Histórias em Quadrinhos, já o Luka e o Nino gostam mais de séries. - Afirmou Alya.

- Bem, não estamos tão distantes assim. - Disse o loiro.

Marinette puxou o braço do modelo e juntamente com Luka, os três foram para o sofá.
Todos garantiram que Adrien estivesse bem confortável.
Nino sentou-se ao lado Direito do Loiro.
Alya sentou ao lado de Nino.
Lila sentou ao lado esquerdo do garoto.
Logo ao lado de Lila, sentaram Chloé e Nathaniel.
Como não dava para os dois azulados se sentaram no sofá juntamente com os amigos, Marinette e Luka sentaram no chão.
Luka deitou sua cabeça no colo de Marinette, e a mestiça fazia um cafuné nos cabelos pintados do guitarrista.

Aquilo mexeu com Adrien.
Estava doente de tanto pensar sobre aquilo.
Estava doente de pensar em Marinette...
Estava doente por Marinette...

Olhou para os seus amigos.
Nino tinha Alya. Os morenos eram o casal mais fofo que já conhecerá.

Chloé e Nathaniel, mesmo discordando, gostavam muito um do outro. Já foram flagrados por Lila se beijando.
Parece que os dois tentaram algo as escondidas e não deu muito certo.

Agora Marinette e Luka... Eram um casal difícil demais para Adrien engolir.
No fundo, sempre imaginou que teria Marinette ali, disponível para ele.
Havia se acomodado com a situação.
Sua cabeça as vezes o fazia pensar que a meia chinesa e ele seriam um casal no futuro. Que ele estava destinado a casar-se com Marinette.
Seu pai gostava muito da moça. Achava ela educada e inteligente. Gentil e meiga. Tinha tudoo aquilo que Gabriel queria para o filho.

Mesmo que, no passado, quando Marinette era apenas uma garotinha comum, Gabriel não a via com esses olhos.
Depois que conheceu os pais da garota, se interessou em conhecer Marinette. E já imaginava o matrimônio entre a mestiça e seu filho. Um pouco acelerado, mas ninguém falou nada a respeito.

Quem ele teria para si?
Já tinha quase 18 anos... Terminaria a escola naquele ano...e não tinha nem uma namorada.
Não se sentia Obrigado a ter, porém desejava.

O anime já tinha começado.
Escolherem um anime base, Pokémon primeira temporada.
Fazia tempo que o loiro não via a Misty e o Brock. Sentia saudade dos dois líderes de ginásio... Existia tantos personagens novos que o garoto as vezes não lembrava o nome dos mesmos.

Seus amigos viam as primeiras cenas do anime. Ash correndo para o laboratório do professor atrasado de pijama... Uma cena clássica.

Mais já tinha visto aquilo tantas vezes que perdeu um pouco do interesse.
As perguntas e duvidas do futuro continuavam a martelar em sua mente. Precisava responder duas próprias perguntas se não enlouqueceria.

Com quem se casaria? Uma garota/mulher que ainda não conhecia? Era a resposta mais óbvia.
Mas conhecer alguém, se apaixonar, namorar e depois casar era um caminho muito longo para o mesmo.

Olhou para a morena ao seu lado.
Lila Rossi. Se não estivesse engano seus pais eram psicólogos ou algo assim.
Era linda. Não era a toa que era a quarta garota mais bonita da escola.
Seria ela a garota de seu futuro?

Valeria a pena insistir? Ainda tinha caminho pela frente para já ficar se remoendo sobre isso.
Era melhor deixar isso de lado, por enquanto.






Algumas horas depois, seus amigos começaram a arrumar um lugar para dormirem.
Adrien perguntou se os pais dos jovens sabiam que eles estavam ali, e os mesmos afirmaram que estavam autorizados a dormir ali. Levaram consigo mudas de roupas para irem ao colégio amanhã e uma roupa para dormirem.

As meninas foram tomar um banho.
Foi algo meio constrangedor para os meninos ouvirem os comentários de Alya sobre como os peitos das outras meninas tinham crescido de dentro do banheiro.

Após os meninos tomariam banho, menos Adrien, que já tinha tomado.
E os rapazes tomaram banho um de cada vez.

Após todos vestidos, Adrien levou os seus amigos para dormirem em quartos de hóspedes.
O mesmo era grande e tinha duas camas cada, contendo uma cama embaixo de cada.
Com dois quartos, todos os seus amigos já estavam acomodados.

Já era tarde, e o loiro foi para sua cama.
Se sentia bem.
Porém não tinha sono algum.

No meio da noite, tudo estava quieto.
Se levantou e foi no quarto dos garotos.
Se desse sorte, os meninos estariam acordados conversando.
Entrou no quarto e viu todos no sono mais profundo que já viu.

Cutucou Nino, porém o menino o apenas gruniu e virou as costas para o loiro.

Saiu do quarto e foi no quarto do lado, no qual dormiam as meninas.
Todas dormindo. Suspirou.
Marinette dormia serenamente.

Os lábios semi abertos.
Os cabelos soltos caiam pelo travesseiro.
Ao lado da garota, viu o telefone da Mestiça.

Se aproximou e o pegou.
Viu as horas. Iria ver apenas as horas. 23:52 da noite.

Porém viu ali uma notificação do Whatsapp.
Já tinha visto Marinette desbloquear aquele celular, e já tinha aprendido a senha.
Desbloqueou o aparelho e entrou no Whatsapp.
Uma mensagem de Luka.
"Eu te amo!"

Sentiu um arrepio correr sua espinha.
Leu as mensagens anteriores e a conversa dos dois azulados.
Combinavam que dariam a surpresa amanhã no final da aula.
Qual a surpresa? Seria revelarem sua relação?
Luka perguntou para Marinette pelos mensagens o motivo por não revelarem seu relacionamento naquele dia e a menina responderá que não seria um bom clima por seu amigo estar doente. O guitarrista concordou e queria que Adrien estivesse saudável acima de tudo.

O modelo deixou o celular da garota exatamente aonde estava.
Aceitou de uma vez que com a azulada ele não teria a mínima chance.
Porém antes de sair, os lábios brilhantes da mestiça chamaram a atenção dele.
Se aproximou novamente de Marinette e deu-lhe um selinho.

Saiu dali sorrindo contente com aquilo.
Porém triste de saber que jamais poderia fazer aquilo de novo.







Continua...
















Notas Finais


Então pessoas!
Amanhã continuará!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...