1. Spirit Fanfics >
  2. Sonadow - Um Amor Correspondido >
  3. "Faker, stay away from Scourge!"

História Sonadow - Um Amor Correspondido - Capítulo 1


Escrita por: e Maju_Moroti


Notas do Autor


Olá, Fakers!! Aqui é a Majuh (co-autora) da Ama_Nerds❤

Espero que vocês apreciem muito essa história, porque vai ficar perfeita!

Bem, me vou e nos vemos nas notas finais.

---
Aqui é a Ama_Nerds!!

Estou aqui com a Maju_Moroti para fazer essa incrível história!!

As vezes eu posso corrigir algumas coisas no capítulo dela, e algumas coisas ela corrigirá no meu capítulo!

Aproveitem a história!!
---

PS: Essa história vai ter mais de um capítulo!

BORA LER!!

Capítulo 1 - "Faker, stay away from Scourge!"


Fanfic / Fanfiction Sonadow - Um Amor Correspondido - Capítulo 1 - "Faker, stay away from Scourge!"

(P.O.V Shadow The Hedgehog)


Mais um dia normal e banal na Ilha dos Anjos. Sinceramente, nada acontece por aqui, porém a G.U.N me mandou aqui para ficar de olho em alguns acontecimentos suspeitos, porém NÃO VEJO NADA!


Agora que descobri meu propósito e quem eu sou, está tudo mais claro. Talvez Maria tivesse razão sobre ser amigável e gentil com as pessoas. E uma dessas pessoas, no caso, é Sonic The Hedgehog. 


Não o chamaria de "amigo", mas mesmo ele sendo um amigo meu, sinto como se tivéssemos uma conexão, como se eu quisesse tê-lo como meu... espere! O que estou pensando?! 


Ele e eu... juntos?! 


- Humph! Nem pensar!


Falei em voz alta, sem perceber que alguém me fitava, no caso, era o Sonic.


- Ora Shads, por que tem tanta raiva?


Falou irônico e preocupado ao mesmo tempo.


- Desde quando está aqui, Faker?


- Desde o momento que começou a refletir sobre a vida.


Soltou uma risada nasal.


Não fico com tanta raiva quando se trata dele, mas mesmo assim, sou bom em esconder meus sentimentos.


- Então, não vai me dizer o porquê de estar temperamental?


- Não é nada relevante, esqueça.


-Se você diz...


Aproximou-se de mim e se sentou ao meu lado na grama.


- Sabe, mesmo sendo meu melhor amigo, ainda é bem misterioso.


Disse enquanto olhava para o céu azulado.


- Onde quer chegar?


Questionei desinteressado.


- Quero dizer que, se tiver algo para me falar, qualquer coisa, estarei aqui para ouvir. Afinal, somos amigos!


Me abraçou por breves segundos e então separou-se.


"Amigos". Sou apenas isso para ele...


- Okay, confio em você, Faker.


- Hehe. Que tal uma corrida?


- Se não se importa, estou um pouco cansado hoje. Pode ir sem mim.


Estampei um sorriso simples no rosto.


- Não, ficarei aqui com você! Hmm, está planejando algo para hoje à noite?


- Não, por que?


- Estava pensando em ir ao Meh Burguer junto com o Scourge e você, se concordar?


Esse nome! Eu o odeio!!


- Desculpe, mas sabe que Scourge e eu não nos damos muito bem...


- Ah, tudo bem. Quem sabe na próxima?


- Se precisar de mim, sabe onde me encontrar!


Levantei-me da grama.


- Você já vai?


- Infelizmente preciso ir. Te encontro no mesmo horário e local?


- Claro!


Ele ficou de pé, indo em minha direção.


Deu um beijo demorado em minha bochecha, estava na ponta dos pés para conseguir alcançar meu rosto.


Fiquei chocado, mas alegre. Ainda haviam chances de estarmos juntos como um casal... talvez.


Ele cerrou o ato e olhou no fundo dos meus olhos, fiz o mesmo. Nossos rostos estavam muitíssimo próximos. Seus lábios estavam entre-abertos e acercavam-se cada vez mais dos meus. Envolvi meus braços no seu cós.


- Shadow, e-eu...


De repente, apareceu um "spin" verde entre nós dois em alta velocidade. 


Ele não! Agora não!!


- Como vão, patetas?


Scourge apareceu, usava óculos escuros, uma jaqueta de couro cafona e mostrava aquele sorriso malandro que eu tanto odiava!


- Scourge, você veio!


- Olá Sonic! Oh olá... fracassado!


Disse a última parte olhando para mim.


Acalme-se Shadow! Não surte, não perto do Sonic!


- Humph!


Reclamei, revirando meus olhos.


- Shadow, você não vem mesmo?


Sonic esperava minha resposta.


- Irei na próxima, Faker. Divirtam-se...


- Okay! Até logo, Shadow...


Me abraçou mais uma vez, sussurrando meu nome.


Ambos foram à alta velocidade até a lanchonete.


Eu, normalmente, não me importaria com isso, mas... é o Sonic! Não irei o deixar sozinho com aquele mulherengo sujo!


Sem que me vissem os segui na mesma velocidade. Quando chegaram ao seu destino, me escondi atrás de um arbusto para não perceberem minha presença ali.


Agora é só esperar...


(Uma hora depois...)


(P.O.V Sonic The Hedgehog)


Comemos meia duzia de Meh Burguer's, estava quase enjoado, mas continuava comendo Chilli Dog's. Sei que me faria mau posteriormente, entretanto não ligo muito para isso.


- Diz aí, Sonic! O que você pensa daquele idiota do Shadow?!


Ele estava começando a beber.


- B-bem, nada demais. Ele e eu somos melhores amigos, isso é tudo!


Afirmei ainda de boca cheia.


- Ha! Eu duvido muito, um cara como você deve conseguir mulheres bem rápido!


- Eu não gosto muito disso, na verdade.


- Quer dizer que garotas não fazem seu tipo?


Mostrou um sorriso sacana.


- Eu... não sei bem o que quiz dizer, Scourge...


- Pode falar, você curte bananas à morangos não é? Hehe!


Me afastei um pouco de si.


Por que sinto que estou sendo observado até agora?


- Não consigo te enganar não é? Okay... admito que não gosto de garotas.


- Já contou seu segredinho para alguém além de mim?


- Já contei ao Shadow, mas ele reagiu bem!


- Aquele babaca! Bem, vou pagar a conta! Beba o resto da minha cerveja!


- É que... eu não b-bebo Scourge!


-BEBE LOGO, IDIOTA!


Me jogou a lata de álcool. Realmente não queria beber, mas ele está alterado e tenho medo de que ele tente algo!


Bebi apenas um gole. Argh!! Bebida forte!


(Depois...)


Quando Scourge voltou, eu havia bebido a lata toda. Não era a melhor bebida do mundo, mas me deixava bem energético e eu gostava disso!


- Wow, agora sim virou macho!


- E-eu não sinto minhas... pernas.


Minha voz já começava a sair alterada.


- Haha! Toma mais uma!


- Tá bom, valeu!


Dei duas goladas dessa vez, meu corpo começava a ficar quente.


- Diz aí, quem é o sortudo?


- Sabe... eu queria muito ficar com o Shadow...


Espere... disse isso em voz alta?!


- Sei lá cara, ele não te merece. Você precisa de alguém melhor!


- Quem você sugere?


- EU, oras! Haha.


Okay, posso não estar totalmente sóbrio, mas acho que já chega por hoje!


- Eu... tenho que ir pra casa! Esqueci de tomar meus remédios.


- Remédio uma ova! Tú vai pra casa comigo. E quem sabe... possamos brincar um pouquinho!


Rapidamente, me pegou em seu colo e correu comigo até uma parte pouco iluminada da floresta!


Shadow, se estiver por perto, por favor... me salve!


Comecei a chorar.


(P.O.V Shadow The Hedgehog)


- Eu sabia! Não vai ficar por isso mesmo, Scourge!


Saí no mesmo ritmo que o ouriço verde, os avistei perto de uma árvore, me escondendo atrás do tronco dela.


- Scourge! Por que está fazendo isso?!


- Não é óbvio seu viadinho?! Porque odeio você, odeio gayzinhos como você e ODEIO AQUELE CANALHA DO SHADOW! Vou tirar TUDO que você tem, nem que eu precise te abusar para isso!


- Pensei que... Você fosse meu amigo...!


Começou a se debater, enquanto ele o prensava no chão.


Ele lhe acertou um tapa no rosto, arrancando um pouco de sangue de si.


-ARGH! VOCÊ VAI PAGAR SEU MERDINHA!


Antes que pudesse o acertar, lhe dei um Spin Ataque


- Shadow!!


Tentou se levantar, porém o impedi, jogando-me em cima de dele.


- SONIC! FIQUE AQUI E NÃO SE MOVA!!


- C-certo!


Ambos começamos a correr, ele era forte e me dava vários golpes seguidos!


- Você não escapa de mim, ouriço emo!


-Argh


Me acertou um chute no estômago. Prendeu-me no chão.


- Una-se à mim, Shadow! Juntos governaremos esta dimensão e teremos poder absoluto. Você não precisa andar por aí com esse ouriço azul IDIOTA!


Olhei para Sonic e ele ainda chorava olhando para mim. Eu não iria o deixar por causa so Scourge!


- NÃO FALE ASSIM DA PESSOA QUE EU AMO!!


- O QUE?!


Peguei uma Esmeralda do Chaos.


- PODER DO CHAOS!!


Minha velocidade ficou mais de dez vezes mais potente!


Joguei Scourge de um lado para o outro contra o chão. Posteriormente, seu corpo ficou cheio de hematomas e sua mandíbula sangrava sem controle. Parece que ele não tem mais forças para continuar!


- Isso não ficará assim! Eu vou me vingar, eu irei MATAR VOCÊS!!


E ele se foi... se ele aparecer por aqui de novo, não darei uma segunda chance.


Me voltei para Sonic, que estava imóvel.


- Sh- Shadow... você se sacrificou por mim!


Encarou meu corpo repleto de hematomas e cortes com um olhar mais tristonho do que antes.


Passou os dedos pelos arranhões em meu corpo atingindo, sem querer, um corte bem profundo em minha barriga.


- A-Ah!!


- Shadow!! Por favor me diga que está bem... por favor!


- E- estou bem... devia ter ficado de olho em você desde o início.


- Não exija tanto de si mesmo, você me salvou! Lhe devo muito por isto, agora estou em débito com você...


Encostei minha cabeça em seu peitoral felpudo.


-Faker, fique longe do Scourge! Não sei o que faria se tivesse o perdido...


Uma lágrima solitária desmanchou-se em meu rosto.


- Shadow, aquilo que você disse à ele... era verdade?


- O que?


- " Não fale assim da pessoa que eu amo..."


Sim, eu disse isso. Só não pensei que ele fosse dar atenção à mim!


Meu corpo ficou trêmulo, minhas mãos suadas e minhas bochechas coradas!!


- Sim... era verdade...


- Então, você gosta de mim assim como gosto de você?!


- Eu... te amo Sonic.


Me aproximei e juntei nossos lábios. Meus braços circundaram sua cintura, apertando aquela região levemente. Suas mãos fizeram carinho em meus espinhos negros. Nossos corpos estavam fervendo de um segundo para o outro. Ele adentrou sua língua, antes que eu o fizesse. Aceitei o convite e comecei à guiá-lo, já que, sabia que aquele era seu primeiro beijo, por isso tentei ir num ritmo lento para ele aprender mais rápido. Começou a chupar minha língua, fiquei deveras envergonhado, ele estava realmente mais maduro do que quando o conheci. Separei o contato mordendo de lábio inferior. Estávamos arfando, tentando respirar normalmente.


O peguei em meu colo estilo noiva, para fazermos "aquilo" em um lugar mais apropriado.


- O que vai fazer?


- Vamos para casa, Faker! Irei lhe curar em dobro está noite...


Dei um selinho em sua boca.


- Então, vamos em frente!


Me teletransportei até minha casa, deixando o corpo do azulado em cima do sofá.


Esta noite será longa...












Continua..........


Notas Finais


Amo vocês!

Bjossss


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...