1. Spirit Fanfics >
  2. Soneto Proibido

História Soneto Proibido


Escrita por: larihexney

Fanfic / Fanfiction Soneto Proibido
Sinopse:
Lucca Vasconcellos é um atípico aristocrata da cidade de Tiradentes. Barão de alto renome, não se sente à vontade com as burocracias da elite mineira e almeja novos negócios com o cultivo de suas terras. Casado com a rica dama Ana Clara, tudo parece ser mais interessante aos olhos do jovem barão, exceto sua vida afetiva.
Em uma viagem de cunho profissional, Lucca conhece Thomas, um adolescente camponês que o intriga desde o primeiro contato visual. Thomas é astuto, inteligente, jovem e dono de uma ousadia que passa a perturbar Lucca sem que este tome conhecimento dos motivos.
À medida que ambos passam a se conhecer, uma ligação extremamente perigosa nasce. Uma simples intriga toma uma proporção maior dada a necessidade de convivência de homens tão distintos. Uma faísca de atração que parece meramente carnal alastra-se até incendiar a alma, os ideais, as crenças, as certezas e pôr em risco a vida dos dois rapazes por conta de um sentimento tão proibido quanto em escassez na cidade mineira de 1890: o amor.
Iniciado
Atualizada
Idioma Português
Visualizações 9.754
Favoritos 131
Comentários 492
Listas de Leitura 44
Palavras 217.617
Concluído Não
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amor, Amor Gay, Amor Proibido, Aristocracia, Barroco, Bissexual, Boyxboy, Gay, Gay Couple, Literatura Brasileira, Obra De Época, Old And Young, Romance De Época, Romance Proibido, Social Spirit

NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama / Tragédia, Famí­lia, Festa, Ficção, Gay / Yaoi, LGBTQIA+, Literatura Erótica, Poesias, Policial, Suspense
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Lista de Capítulos

Capítulo
Palavras
1
I - Dia de São José.
20
514
2.504
 
2
II - Ele é um menino.
19
328
2.410
 
3
III- Só um cadim.
16
287
2.233
 
4
IV - Que demônio era ele?
17
268
2.308
 
5
V - Semente da Dúvida.
14
271
2.650
 
6
VI - Apenas. Pare.
13
267
3.075
 
7
VII - Me tenta e repele-me.
13
246
2.242
 
8
VIII - Por quê?
15
242
2.999
 
9
IX - Tentação.
14
277
2.228
 
10
X - Sensações.
13
258
2.958
 
11
XI - Fúria.
12
223
3.434
 
12
XII - Quem você pensa que eu sou?
14
206
3.203
 
13
XIII - Um mês maldito.
12
198
2.699
 
14
XIV - Tente me parar.
14
234
2.741
 
15
XV - Todos os pontos certos para me bagunçar.
13
214
3.155
 
16
XVI - Fica.
13
219
2.933
 
17
XVII - Já basta.
11
211
3.558
 
18
XVIII - Mal-me-quer. Bem-me-quer.
14
212
3.277
 
19
XIX - Você é.
10
193
2.332
 
20
XX - Mudança de rota.
9
279
3.526
 
21
XXI - Que diabos estava acontecendo?
10
181
2.355
 
22
XXII - Íntimo.
5
192
2.728
 
23
XXIII - Cúmplices.
6
145
2.867
 
24
XXIV - Afeto (i)limitado.
9
200
3.606
 
25
XXV - Mais de mim.
7
176
4.617
 
26
XXVI - Dias nublados.
8
139
4.202
 
27
XXVII - Da cautela ao descontrole.
8
150
4.052
 
28
XXVIII - Decifrado.
6
139
3.861
 
29
XXIX - Vindo de você é tudo.
5
167
4.253
 
30
XXX - Eu me rendia.
4
142
2.900
 
31
XXXI - A César o que é de César.
5
137
3.960
 
32
XXXII - Às claras como chamas.
5
156
2.968
 
33
XXXIII - Maldito paraíso.
7
193
3.689
 
34
XXXIV - Jogando sujo.
4
128
3.181
 
35
XXXV - O Peso do meu Coração.
4
103
3.346
 
36
XXXVI - Fora de lugar.
3
118
5.114
 
37
XXXVII - Escandalizado.
5
134
5.110
 
38
XXXVIII - Falta de contenção.
3
136
3.936
 
39
XXXIX - Não me prometa o que não pode garantir.
5
123
4.241
 
40
XL - Sou como você.
3
111
5.449
 
41
Aviso.
5
99
219
 
42
XLI - Esse é o momento em que você me salva.
4
105
4.652
 
43
XLII - Diga-me sim.
4
101
4.271
 
44
XLIII - Eu não compartilho.
3
121
5.313
 
45
XLIV - Meus olhos e meus ouvidos.
3
104
3.661
 
46
XLV - De partida.
3
87
3.168
 
47
XLVI - Primeira vez.
5
98
3.262
 
48
XLVII - Protesto.
5
86
3.961
 
49
XLVIII - Me cortejando... Que disparate!
3
75
4.249
 
50
XLIX - De todas as formas.
3
66
3.295
 
51
L - Acordando de um sonho.
4
79
4.353
 
52
LI - Não acaba aqui.
7
84
4.092
 
53
LII - Único.
6
82
4.887
 
54
LIII - Honra.
4
60
4.344
 
55
LIV - O pavor é irracional.
7
58
3.566
 
56
LV - Despedida.
6
63
6.678
 
57
LVI - Seu amante.
7
57
5.003
 
58
LVII - Exposto e violentado.
7
64
5.680
 
59
LVIII - Beba tu mesmo do teu veneno.
11
96
5.348
 
60
LIX - A verdade.
7
52
4.715

Gostou da História? Compartilhe!

Comentários em Destaque

Postado por LynBak
Capítulo 57 - LVI - Seu amante.
Usuário: LynBak
Usuário
AAAAAAA eu tô fora de mim

Que capítulo foi esse? Fiquei nervosa demais kkk

Eu amo os pensamentos que o Lucca tem sobre cada ato do Thomas, dão um toque muito realístico para a relação construída dos dois e sobre a insegurança do barão em ter um amante e está em uma relação homoafetiva. Tipo, o Thomas solta um suspiro e o Lucca já enlouquece “ O que foi esse suspiro? Será que ele não me ama?” Kkk acho muito fofo.

Outra, eu tô adorando o modo como você está escrevendo as reações do Thomas perante a situação dos dois, ele tá sendo muito realístico, mostrando os medos, paixão, insegurança. Caramba, ele está em uma relação gay, no século XIX, com um cara casado e uma figura política importante, eu estaria desesperada?? Ele foi muito forte e corajoso nesses capítulos, estava na hora dele começar a deixar as inseguranças falarem mais alto, porque infelizmente, o amor não resolve tudo. Por isso que mesmo sofrendo, eu amei que você chegou nesse ponto.
Enfim, acredito que ainda há muito o que eles enfrentarem, e estou muito ansiosa para saber como eles vão resolver a situação, e se vão ):

Eu me tremi todinha com a última frase desse tio fdp, agora que ele vai fazer de tudo o que quer mesmo, ameaçando o Thomas e o Lucca, tô criando várias teorias de como vai seguir a história a parti desse capítulo aqui.

A última fase de SP aaaaaah ): Só de ler isso, já dói. Nem acabou e já estou com saudades. Quando você finalizar soneto, pretendo escrever outra história original? Ficaria muito animada, eu adoro muito a sua escrita, é maravilhosa!

Bom, aguardo ansiosamente o próximo capítulo, estou muito animada pelo que vai vim nessa última fase!

Beijooos!
Postado por RafaAlves_PK
Capítulo 2 - II - Ele é um menino.
Usuário: RafaAlves_PK
Usuário
Cara, tá tão bem escrita que o leitor viaja para o mundo deles.
Tá tão incrível conseguir sentir o que cada um deles sente a cada palavra lida.
Parabéns, você é incrível e tem uma escrita maravilhosa! Tô apaixonada, sério
Postado por terno
Capítulo 41 - Aviso.
Usuário: terno
Usuário
Céus, mal tenho como reclamar de tua ausência relendo diversas vezes os mesmos capítulos que nunca me deixam pensar em nada além de Lucca doente de amor por Thomas. Há um tempo conheci Soneto Proibido, tratei de ler toda a história com atenção e também de comentar cuidadosamente em (quase) todos os capítulos por mim lidos. Felizmente, me deste respostas, mas como apaguei a conta onde fiz os comentários, perdi minhas palavras junto das tuas. Uma lástima.
Porém, agora retornei e tive coragem de reiniciar a leitura; uma das melhores decisões que tomei diante deste site, e digo com tranquilidade.

Espero com toda a compaixão que tenhas se saído bem nos estudos, e, claro, que adiante entenda melhor qualquer que seja o assunto onde encontre dificuldades. Esperarei o quanto for necessário para as atualizações, assim, como creio eu, que outros/outras leitores/leitoras não tenham uma escapatória que não essa. <3
Postado por WithHateArthie
Capítulo 34 - XXXIV - Jogando sujo.
Usuário: WithHateArthie
Usuário
Nossa senhora, eu comecei a ler essa história há umas duas semanas atrás, amei muito, não conseguia parar de ler os capítulos, um atrás do outro.
De início o que me chamou atenção foi o nome, eu gosto de poesia então já quis ler pelo título. Então, vi que a história se passava em Minas e fiquei mais empolgado ainda khnhnnch
É impressionantemente difícil achar uma história que se passa aqui, Terras Tupiniquins, no Spirit. Mas quando eu acho fico topo alegre kbnnnv
Ai eu li, me apaixonei pelos personagens, essa relação deles que tem esses ares românticos e meio eróticos também. Um envolvimento sem igual.
Ah não sei nem o que dizer, só sei que quero mais de "Soneto Proibido", porque essa história tá de dar orgulho. Meus parabéns, te admiro (◍•ᴗ•◍)✧*。
Postado por n0ah
Capítulo 16 - XVI - Fica.
Usuário: n0ah
Usuário
Eu fiquei afastado alguns meses do site/fanfics porque estava se tornando algo muito monotono e tóxico, era quase impossível achar alguma fanfic que me prendesse..

E bom, me deparo com essa aqui. Fiquei com o pé atrás pra começar a ler porquê achei que seria aquelas fanfics que não se adaptam a época e se torna algo totalmente enfadonho, e graças aos deuses me enganei.

Sinceramente, eu to muito apaixonado por essa fanfic! A história, a forma que você trata os personagens, nos insere em todo o contexto da época é realmente incrivel e nos faz ficarmos presos a cada detalhezinho que tem nessa obra.

Durante cada capítulo eu ficava ansioso pra eles interagirem mais, se apaixonarem mais e ao mesmo tempo aflito, afinal, e se os flagrassem? Seria horrível
Fico dividido em cada capítulo, angustiado tal como Lucca nos capítulos anteriores, não só por todo o contexto da história, mas sim por saber que logo o capítulo acaba e vou ter que esperar um tempinho pra ler mais :(
E é revigorante ter essas sensações de novo.

Obrigado por ter escrito e postado essa fanfic, me prendido e ter feito eu me apaixonar por cada palavrinha que compõe essa obra.

Aguardo ansiosamente os próximos capítulos!
xoxo