História Sonho, superação & poder - Capítulo 33


Escrita por:

Postado
Categorias Originais
Tags Boate, Dança, Fanfic, Grupo, Hot, Romance, São Paulo, Stripper
Visualizações 16
Palavras 761
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 33 - Uma dose pra relaxar


Fanfic / Fanfiction Sonho, superação & poder - Capítulo 33 - Uma dose pra relaxar

Ana Caroline POV

   A batida da música ecoava por toda boate,haviam pessoas por todo lado e eu só queria relaxar um pouco,por isso fui me afastando um pouco daquela movimentação toda e logo encontrei o bar, ótimo, tudo o que eu precisava para aliviar a tensão dessa noite tão importante e esperada,era a tal inauguração e se eu quisesse fazer uma boa apresentação naquela noite,sei que precisaria ingerir uma quantidade que fosse de álcool.

   Me aproximei do balcão,sentei-me num dos bancos ali disponíveis e me dirigi a pessoa que estava tomando conta dali:

- Com licença,será que você poderia me servir...

- Boa noite,posso ajudar? - ela se virou e sorriu simpática,eu ia protestar pela mesma ter me interrompido,mas parei no momento que nossos olhares se encontraram e me segurei pra não soltar um palavrão de surpresa ou falar alguma bobagem sem sentido. Forcei então uma tosse e disse:

- Boa noite bela dama,a senhorita poderia por gentileza me servir algo forte?Tenho uma apresentação pra hoje e estou um pouco pilhada,preciso relaxar - suspirei e deixei meus ombros caírem

- Mas é claro, vou preparar algo pra você - pegou um copo e escolheu uma garrafa - maneira mais formal essa sua de falar, é assim o tempo todo?

- Ohh não,esse tratamento é exclusivo para mulheres interessantes,elas merecem meu melhor dialeto - exibi meu típico sorriso de canto -

ela encheu o copo com o líquido e me serviu:

- Impressão minha ou você está me cantando? - suprimiu uma risadinha que eu não pude deixar de notar,quanto charme!Pensei

- Humm,não sei,ter um diálogo formal com alguém é cantada? Não sabia dessa - levei a mão ao queixo,fazendo graça com uma pose de pensativa

   Peguei o copo levando-o a boca,saboreando a bebida que descia forte pela minha garganta e senti meus músculos relaxarem agradecida,então assenti com a cabeça.

- Não sei,me diga você senhorita formal - ela riu agora e eu acompanhei repousando o copo na bancada e umedeci os lábios de proprósito sob seu olhar atento:

- Obrigada,isso aqui está ótimo, fiquei até curiosa em saber no que mais você é boa - arqueei uma sobrancelha desafiadora - seguinte,seria intromissão da minha parte saber o seu nome? - sorri interessada

- Hahaha,não seria não,sou Juliana,prazer - ela me estendeu a mão e deu outro daquele sorriso que se eu não estivesse sentada correria sério risco de cair,então pensei: Meu Deus,que sorriso é esse?Balancei a cabeça afastando os pensamentos

- Sou Carol e o prazer é todo meu,tenha certeza disso - peguei a mão da mesma cumprimentando-a e levei a boca, beijando suavemente e olhando em seus olhos

- Não costumo ser tratada assim por uma mulher, você é a primeira haha

- É,eu sou exclusiva! Brincadeirinha, só acho que mulheres são como princesas e devem ser tratadas como tal - fiz uma reverência

- Você é uma figura mesmo,deseja mais alguma coisa?

- Humm,deixa eu pensar,que tal seu número? - pisquei e ela riu convencida

- Ahhh você venceu! - colocou as mãos pro alto em sinal de rendição - me dê seu celular engraçadinha

- Com todo o prazer - entreguei o aparelho pra ela que salvou seu contato

- Prontinho galanteadora, já sabe por onde me procurar - suspirou

- Ahh vou procurar sim,não tenha dúvidas,não é todo dia que se encontra um colírio assim haha - levantei meu copo em sua direção - À você Juliana! - ela riu balançando a cabeça e eu tomei o resto da bebida - Agora estou bem melhor,muito mais disposta e confiante pra essa noite, obrigada gatinha

- Imagina, é só o meu trabalho - piscou pra mim

Eu já ia responder com mais uma das minhas,porém fui interrompida por uma tosse e notei que era a segurança

- Desculpe atrapalhar o momento de vocês, mas a senhorita Beatriz aguarda as dançarinas na sua sala - ela conferiu a prancheta e me dirigiu a palavra - Ana Caroline é você?

- A própria - apontei pra mim

- Ótimo,pode me acompanhar?

- É pra já, só um instante - levantei um dedo pedindo tempo - Ei Ju,logo mais terá a apresentação das dançarinas em abertura da inauguração,se não estiver muito ocupada aí dá um pulinho lá próximo ao parque depois - fiz um gesto de gratidão

- Pode deixar,boa apresentação - acenou se despedindo

- Obrigada anjo - acenei também e me voltei pra mulher que me esperava

- Podemos ir agora,sim? - ela assentiu com a cabeça e fomos caminhando em silêncio até a sala da dona da boate que nos esperava. Quando chegamos,ela se despediu balançando a cabeça e se retirou e eu sorri,respirei fundo e bati na porta fazendo pose à espera da dona.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...