História Sonho, superação & poder - Capítulo 34


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Tags Boate, Dança, Fanfic, Grupo, Hot, Romance, São Paulo, Stripper
Visualizações 13
Palavras 575
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 34 - Um toque de ousadia


Fanfic / Fanfiction Sonho, superação & poder - Capítulo 34 - Um toque de ousadia

Caros leitores,geralmente posto os capítulos na segunda e sexta,mas por motivos especiais,esse capítulo será postado hoje,sim,é aniversário de uma integrante do nosso elenco e eu não poderia deixar em branco essa data tão especial.

   Queria lhe desejar um próspero e feliz aniversário, que o seu dia seja incrível,que Deus lhe preencha de muita paz,amor,saúde, sucesso e muitas felicidades sempre,que conquiste o sucesso desejado e os seus sonhos,desde os mais simples aos mais complexos. Você merece o melhor querida,é uma mulher magnífica, espetacular, sorridente,alegre e auto astral,entre tantas qualidades que não preciso citar pra não deixar esse texto tão longo e massivo,mas é isso,sabes bem de suas virtudes. Parabéns pelo seu dia bela escorpiana,ele é todo seu e esse capítulo vai com todo carimho e e dedicação para você, Beana te ama muito,abraços e um ótimo dia e ótima leitura também, abraços Ju <3

POV Beatriz

   Do vidro da janela do meu escritório eu conseguia ver toda a boate, estava cheia e em alvoroço. Os corpos dançando ao som da música causava uma vibração intensa dentro da sala, que mesmo sendo a prova de som, dava para se ouvir que música tocava bem ao fundo, era bom aquilo, não me deixava totalmente por fora do que estava acontecendo ali. Algumas batidas suaves vinham da porta e em meu despertar, balancei a cabeça e dirigi um “entre!” gritado, para o lado de fora.

-Srta. Oliveira, é a Ana Caroline, queria me ver ? - disse a mulher completamente produzida na minha porta, estava com uma produção estonteante, não resisti a dar uma pequena e breve conferida no conjunto da obra e Deus!Era de cair o queixo.

- Puta que me pariu...

pensei, me ajeitando na cadeira enquanto chamava com a mão para seu... corpo adentrar a sala por completo.

-Apenas Beatriz, por favor! - pedi, observando ela se sentar, ela sorriu, um tanto cafajeste. Talvez meu olhar não tivesse saído tão despercebido assim. Droga!Já fui melhor nessas coisas. Sorri, um pouco nervosa, porém confiante.

-Como quiser... - ela disse, sorrindo mas eu não lembro dela estar assim na primeira vez que nós vimos. O que será que tinha acontecido nesse meio tempo? De qualquer forma soltei um pigarro antes de começar.

- Bem eu gosto de conversar com todas as dançarinas antes da apresentação... - fiz uma pausa passando a língua entre os lábios - Para verificar como estão os ânimos... - sorri - Como está se sentindo com sua primeira apresentação?

   Ana suspirou um pouco, soltando o ar preso em seus pulmões, parecendo-me que queria liberar toda a tensão junto.

- Um pouco nervosa de apresentar na frente de tanta gente, sozinha... - frisou a última palavra.

- Bem, é só a primeira apresentação que irão fazer sozinha, para que o público conheça cada uma,logo mais, estarão dançando em trio... ou em dupla, vamos decidir ainda.

Ela sorriu timidamente.Algumas informações foram ditas, e como de costume, passei a língua entre os lábios, percebendo seu foco mudar por alguns minutos. Sorri minimamente.

- Seria interessante que parasse de focar em meus lábios... - disse atraindo sua atenção.

   Ela sorriu maliciosa, aceitando o desafio. Não parecia envergonhada, pelo contrário, estava bem à vontade com a situação.

- Não posso negar, que eles tiraram a minha atenção,assim como meu corpo tirou a sua quando passei por aquela porta.

   Coloquei a mão no peito numa falsa indignação,realmente tinha sido pega,porém não consegui conter a gargalhada que atingiu minha garganta, atraindo Ana para uma gostosa e mínima sessão de risos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...