História Sonhos - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Minha Vida
Visualizações 3
Palavras 599
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Aventura, Magia, Universo Alternativo, Violência

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Capitulo 2


Desde de pequena e assim meus sonhos são assustadoramente confusos, mesmo sendo pra mim assustados nunca tive medo de enfrentalos, na verdade não são sonhos mais pesadelos. Em meus sonhos sempre tenho que proteger alguem ou fugir de algo que não entendo.

Enfrentar sonhos ultimamente para fugir de sonhos o que tenho ouvido e que você se mata para poder escapar, mais eu nem sempre enfrento os meus sonho mesmo quão dificio eles sejam. Isso me faz lembra do que Augusto Cury mencionou em um dos seus livros ´´ se no inconsciente você falha imagina no consciente´´ bem eu sei  q não e assim q ele falou mais estou usando as minhas palavras.

Isso me fez lembrar de outro sonho.

 

Segundo sonho

Bem eu deveria ter uns 10 anos por ai, eu tive um sonho mais estranho que o normal.

Eu estava andando numa rua muito diferente com a da minha, pelo que eu estava vestida e o que carregava eu aparentava estar saindo da escola, conversando com umas meninas que pelo que via aparentava ser minhas amigas.

 

Estavas virando a esquina quando vi uma pessoa que não via a tempos, um colega de sala que zoava muito comigo, o nome dele era Runny, ele parava pra olhava pra mim e os olhos dele emanava ódio então ele tenta me atacar mais me defendo e começo a correr, não sabia porque corria eu sempre fui mais forte e mais rápida do que ele. Ele falava algo que não entendia. Quando não conseguia mais corre meu fôlego já não tinha mais e eu parei e fechei os olhos pedindo a Deus que aquilo parasse então quando eu os abri voltei ao mesmo lugar. Virei a esquina novamente e vi alguém, sim fato eu já havia visto ele algumas vezes mais mau conhecia ele. Era completo estranho que me olhava de uma forma que me dava medo, os mesmo olhos que o do Runny. Corri novamente mais ai sim havia motivo para correr, ele era mais alto, velho e mais forte que eu então corri. Fugi dele ate que entrei na casa da minha vizinha. Ele gritou.

- você não vai escapar de mim.

Então de fato ele me achou so que novamente fechei os olhos e pedi a Deus misericórdia e que me libertasse. Voltei novamente ao mesmo lugar, mais dessa vez foi pior era meu irmão que estava la, eu sei que irrito ele e que ele e um pouco agressivo mais era meu irmão nunca na vida machucaria ele, eu uma menina de dez anos contra uma criança q poderia ter 6 ou 7 anos, nunca machucaria meu irmão eu sei que sou forte mais que ele, mais ele sim me machucaria.

Foi a pior sensação do mundo corri, corri com todas as forças mais cai numa ladeira me machuquei no braço. Então avistei uma casinha e corri  enquanto ele me seguia, seu ódio, seu olhar, sua arrogância me dava muito medo. Então consegui me trancar la na casinha. Eu ouvi ele chutar a porta e bater nela e gritar.

- você não ira escapar de mim.

Fechei os olhos novamente e disse a mim mesmo que isso ia passar. Ate que não escutei o barulho das chutadas na porta e então tive corragem e sai de la. Não vi mais meu irmão so um tumultuado de pessoas e quando fui lar meu irmão estava roxo e todos diziam que ele havia morrido e eu comecei a chorar como se ele ralmente tivesse morrido.

Acordei naquela hora assustada e com corte no braço mais depois desapareceu as poucos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...