1. Spirit Fanfics >
  2. Sonhos entrelaçados >
  3. Mudanças, novas amizades e reencontros

História Sonhos entrelaçados - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Opa, como vai? Cá estamos nós para continuarmos nossa história, mas antes devo explicar uma coisa: O fuso horário da história funciona com Kanto sendo a hora zero, Unova 4 horas à frente de Kanto e Kalos 5 horas à frente de Kanto. Por não ter informado isso antes, minhas sinceras desculpas. Então sem mais delongas, vamos pra História!!!!

Capítulo 2 - Mudanças, novas amizades e reencontros


Fanfic / Fanfiction Sonhos entrelaçados - Capítulo 2 - Mudanças, novas amizades e reencontros

Vaniville, Kalos. Sexta - 17:42

- E aí, vai abrir a carta ou não? - indaga a mãe de Serena.
- Vou sim, mãe. Só me dê um segundo.

Enquanto isso...

Pallet, Kanto. Sexta - 12:42

- É então, o que diz? - pergunta a mãe de Ash.
- Vou sim mamãe, assim que terminar de abrir o envelope.

Tanto Ash quanto Serena receberam uma carta endereçada à eles vinda da cidade de Castelia, em Unova que vinha lacrada com um selo vermelho, assim como as cartas de aristocratas eram enviadas no Século XVIII. Nelas, haviam uma carta para cada que tinham os seguintes dizeres:

Prezado(a):
É com imensa satisfação que eu, Professora Juniper, reitora da Universidade de Castelia, venho à vossa senhoria lhe parabenizar pela sua aprovação no vestibular da Universidade. Fico imensamente feliz em lhe ter como discente calouro neste ano letivo que se inicia.
Gostaria também de aproveitar esta carta e lhe parabenizar pela sua pontuação, cuja qual automaticamente lhe classifica como bolsista integral no curso anteriormente aplicado, e, como bonificação, segue em conjunto com esta carta, sua passagem de avião diretamente para Castelia neste sábado, às 14:00 do seu horário local, e a chave de seu apartamento, cujo qual fica no Edifício Reshiram, no bairro universitário de Castelia. O mesmo será custeado pela Universidade até o final do seu curso. Assim que vossa senhoria chegar ao Edifício, o porteiro-chefe irá lhe dar as chaves do seu apartamento, cujo vale lembrar que vossa senhoria irá compartilhar o apartamento com outro aluno de nossa Universidade.
Sem mais nada a acrescentar no momento, reitero meus desejos de boas vindas e que vossa senhoria faça Boa viajem.
Atenciosamente,
Professora Juniper

SINCRONIZAÇÃO DE ESPAÇO E TEMPO

- E então ? - Pergunta Grace.
- O que está escrito? - pergunta Délia.
Ash/Serena - mãe... PASSEI!!!

SINCRONIZAÇÃO OFF

Pallet, Kanto. 12:53

- Que orgulho de você meu filho, Parabéns por essa conquista!!
- Eu... Simplesmente não consigo acreditar que isso está acontecendo - diz Ash começando a chorar de felicidade
- Pode acreditar meu filho, você fez por merecer esta vaga. Mas e aí, o que mais eles disseram?
- Que minha pontuação foi Boa o suficiente para ser bolsista integral, me deram as passagens para ir para Unova e eu ainda ganhei a estadia integral de um apartamento no bairro universitário!!!
-ASH, MEU FILHO! Isso é simplesmente Incrível!!!

Délia dá um imenso abraço em Ash, não podia conter mais a felicidade por seu filho

- Mamãe... - diz Ash sem um pouco de ar
- Eita! Me desculpa, Ash - diz Délia um pouco sem graça se soltando do abraço.
- Mas e então - ela continua - Eles disseram quando era pra você ir?
- Eles disseram que era para eu ir amanhã às 14:00 daqui.
- E por quê você não disse antes!? Rápido, Ash. Me ajude logo com o almoço e vamos logo preparar suas malas...

Enquanto isso...

Vaniville, Kalos. 17:53

Grace simplesmente ficou sem palavras. Mesmo sabendo que a filha tinha potencial para qualquer coisa que quisesse, era surreal saber ela tinha realizado um de seus objetivos.

- Mamãe? - Serena fica preocupada pela falta de reação de sua mãe
- Serena...
- Sim?

Grace então vai em direção à serena e a abraça aos prantos

- Serena minha filha, eu estou tão orgulhosa de você!!!
-Obrigado mamãe. Fico feliz que você gostou da notícia!!
- É teria como não ficar? Você está realizando seu sonho e isso pra mim não tem preço.
- Nossa, mamãe. Obrigado
- E eles disseram mais alguma coisa fora a aprovação?
- Disseram sim! Que minha nota foi alta o suficiente para ser bolsista integral com moradia e passagem pra Unova inclusas!!!!
-Os ao é fantástico, Serena. Fico muito feliz por você. E quando é que você tem que pegar o voo?
- Amanhã às 14:00
- Espera um segundo, você disse amanhã?
- Sim, mamãe, por quê?
- AMANHÃ !?
- Mamãe?
- E O QUE DIABOS VOCÊ AINDA TÁ FAZENDO AQUI GAROTA!? CUIDA LOGO EM ARRUMAR SUAS COISAS ENQUANTO EU FAÇO A JANTA!! RÁPIDO, SERENA!!!!
- Tá bom, Tá bom. Assim que a senhora terminar, me ajude com as malas, por favor?
- NEM PENSE EM LEVAR MUITA TRAQUITANA, MOCINHA!!
- *suspiro* Tá certo, mãe...

Serena P.O.V:

Tenho que admitir, nunca vi minha mãe tão contente com uma conquista minha, mas ao mesmo tempo nunca vi minha mãe reagir de forma tão enérgica. Acho que ela deveria tirar umas férias depois das olimpíadas daqui uns meses. Enfim, chego no meu quarto e começo a arrumar minhas malas. Como minha mãe disse pra não levar muita coisa, decidi levar apenas duas malas: uma para figurinos, roupas de apresentação e acessórios , e outra para roupas do dia a dia e pertences pessoais. Já havia terminado a primeira mala quando minha mãe chegou para me chamar pra jantar
- Vem cá minha filha, quantas malas você tá pretendendo levar?
- Só duas, mamãe. Acho que pro momento é suficiente.
- Bem, eu no seu lugar levaria bem menos coisa, mas considerando a quantidade de coisas que você tem, acho que vai ser suficiente.
- Tá certo mãe - digo rindo meio sem jeito
- Vamos, o jantar está pronto. Quando terminarmos, iremos ajeitar o resto de seus pertences.
- Ok!

Descemos para sala de jantar e pude perceber que minha mãe ainda estava com um semblante contente. Jantamos, fizemos nossas higienes pessoais e fomos para o quarto terminar a outra mala. Passam- se alguns minutos e terminamos a mala, quando olho para a escrivaninha e vejo um retrato de 11 anos atrás...
- Então, eu acho que é só isso.
- Espera! Tem mais uma coisa pra colocar

Peguei o retrato e coloquei na mala, o que fez minha mãe me perguntar...

- Esse retrato... Não foi esse que foi tirado no acampamento que você foi em Kanto anos atrás?
- É sim, mamãe. Por que da pergunta?
- Por quê pelo visto, você não esqueceu do seu amiguinho Ash, não é mesmo?
- Pois é. Não posso negar que a energia dele me contagia mesmo depois de tanto tempo sem vê-lo. Até parece que estou conectada com ele...

Terminamos a outra mala e logo em seguida minha mãe fala:

- Sabe Serena, não me leve a mal mas eu tenho a impressão de que vocês dois vão se encontrar logo.
- Você acha, mamãe?
- Claro!
- Por que a senhora acha isso?
- Intuição, eu acho
- É como a senhora tem tanta certeza?
- Chega de tantas perguntas, minha filha. Vamos dormir, pois amanhã seu vai ser BEM longo.
- Ok. Mamãe. Boa noite.
- Boa noite, minha filha.

Minha mãe sai do quarto. Apago as luzes e me deito. Mas fico pensativa. O que minha mãe disse me deixou muito pensativa. Será mesmo que existe essa possibilidade? Mesmo depois de tantos anos? Bem, melhor deixar essas perguntas pra depois. Já está tarde e como minha mãe disse, o dia vai ser longo

Serena P.O.V OFF

QUEBRA DE TEMPO E ESPAÇO

Ash P.O.V:

Aeroporto de Cerulean, Kanto. Sábado - 13:45

- Ash, meu filho. Eu espero que você se divirta bastante nos próximos anos em Unova e que, assim que você tiver um tempinho, ligue pra mim no fim de semana e quem sabe uma visita nas férias de verão pode ser?
- Não se preocupe Mãe, irei me divertir e seguir suas recomendações
- Ah, Ash. Vou sentir tanta falta de você...
- Eu também vou sentir sua falta...

O Sistema de som do Aeroporto avisava para o embarque para o voo de Unova. Vou me dirigindo ao check-in no saguão para despachar minha mala e conferir a passagem, mas antes de ir para o avião, minha mãe vem até mim e...

- Ash, você esqueceu uma última coisa.
- Ah não. O que eu esqueci, mãe ?
- Tome e guarde na mochila.

Minha mãe me entregou um porta retrato com uma foto minha com uma amiga que não vejo a anos desde o acampamento de verão

- Ué, mas eu não tinha colocado isso na mala?
- Sim, meu filho, mas eu acho que seria mais justo que ela ficasse junto a você. Afinal de contas essa foto representa muita coisa pra você, não é mesmo mocinho?
- É. Contra fatos não há argumentos. Mas enfim, obrigado por me lembrar desse detalhe tão importante.
- Por nada meu filho. E se cuide.

Dou um último abraço em minha mãe e sigo pelo corredor de embarque. Sinto algumas lágrimas escorrendo pelo meu rosto, afinal, iria sair de casa e ir atrás dos meus sonhos, mas inegavelmente iria sentir falta principalmente da minha mãe e da minha terra natal. Espero que não seja mais que um até breve. Mas devo admitir, o fato de minha mãe me dar o retrato da minha amiga no acampamento me deixou pensativo. Seria o destino querendo me dizer algo?
Me sento na poltrona do avião ao lado da janela direita. Havia um lugar vago ao meu lado que ficou vazio por um tempo, então um garoto que aparentava ser um ano mais novo que eu se sentou ao meu lado. Ele vestia um casaco esportivo tinha cabelo preto e olhos castanhos. Logo depois de se ajeitar, ele veio e começou a conversar comigo...

- Olá, boa Tarde, colega.
- Boa tarde.
- Só pra confirmar, esse aqui é o voo que vai pra Unova, certo?
- É sim, cara. Direto pra Unova. Primeira vez viajando de avião?
- Sim, caro colega. A primeira experiência sozinho é deveras diferente em qualquer transporte.
- Concordo. E então, qual seu nome colega?
- Meu nome é Cristiano Miller, mas pode me chamar de Cris.
- Muito Prazer, Cris. Meu nome é Ash Ketchum, mas só ash já está de bom tamanho.
- O prazer é meu Ash. Mas é aí, o que tá te Levando pra Unova?
- Vou estudar na Universidade de Castelia nos próximos anos.
- Sério!? Eu também estou indo nesse intuito.
- Que massa, cara! Qual curso você vai fazer?
- História, Geografia e Sociedade, e você Ash?
- Eu vou fazer a mesma coisa também!!
- Uau!!
- Quer ser historiador também?
- Na verdade eu quero estudar as conexões sociológicas entre as regiões de Kanto e Galar.
- Massa. Não deixa de ser interessante, Cris. Veio mais alguém com você?
- Não exatamente, mas minha colega de escola, Karoline está nesse voo pra ir pra faculdade Também.
- Sério? E qual o curso dela?
- Ciências da tecnologia da informação e comunicação.
- Incrível! E onde ela está?
No outro lado do corredor, mas acho que ela não quer ser incomodada agora

Cris me mostra uma garota de cabelo loiro queimado e olhos verdes sentada na janela do outro lado, ouvindo música nos fones de ouvido, que mesmo do outro lado do avião, dava pra identificar que tá musica pop. Cris me disse que depois que nós organizamos nos dormitórios, iriamos falar com ela no dia seguinte. Aliás, Cris e eu nos tornamos excelentes amigos. Ele é um cara extrovertido e gosta de usar uma linguagem técnica, que as vezes fica difícil interpretar, mas que dava pra entender na maioria das vezes. Descobrimos também que iríamos ser vizinhos no Edifício Reshiram. Agora além de um amigo no curso, tenho um vizinho, não poderia começar minha jornada na graduação de melhor forma.

QUEBRA DE ESPAÇO E TEMPO

Castelia, Unova. Sábado - 20:20

Ash P.O.V:

Eu e Cris desembarcando do voo e nos dirigimos para pegar um carro de aplicativo, mas Cris parecia um pouco preocupado, pois não via sua amiga desde que saiu do avião. Entramos no carro e fomos para o bairro universitário. Chegando lá, procuramos nosso prédio e fomos direto falar com o porteiro.

- Boa noite senhor. - Digo ao porteiro do prédio
- Boa noite, rapazes. Em que posso ajudá-los?
- Nós viemos de Kanto. Somos calouros na Universidade de Castelia e viemos procurar as chaves dos apartamentos. - Diz Cris
- Ah, sim. Sejam muito bem vindos, rapazes. Espero que gostem da estadia em Unova. Por gentileza, as cartas dos senhores para que eu possa conferir seus dados?

Entregamos nossas cartas e o porteiro chegou nossos dados. Logo em seguida ele nos entregou as chaves e disse:

- Ash Ketchum e Cristiano Miller, vocês serão companheiros de classe, correto?
- Certíssimo! - respondeu Cris
- Bem, por mera coincidência vocês dois também serão companheiros de apartamento!
- É SÉRIO!? - dizemos uníssono
- Sim. É o que consta aqui nos dados. O apartamento de vocês é o 701, no 7° andar, respectivamente.
- Ok. - respondo - Muito obrigado senhor...
- Edmilson. Sou o porteiro chefe.

O senhor Edmilson nos entregou as chaves chaves do apartamento e disse:

- Se vocês dois precisarem de alguma coisa, Liguem para mim pelo interfone do apartamento. Caso eu não responda durante a noite, o outro porteiro, Seu Manoel irá resolver.
- Muito obrigado, Senhor Edmilson. - respondo uníssono com o Cris
- Por nada meninos. Precisando, falem comigo.

Nos despedimos e tomamos o elevador para o 7° andar. O prédio não era muito grande, tinha em torno de 11 andares. Chegamos ao nosso andar e descemos do elevador. O andar era composto por dois apartamentos um de frente pro outro, o corredor principal com o elevador à esquerda e o tubo para a lixeira do prédio na direita. Nosso apartamento estava na no fim do corredor para trás. Cris abriu a porta e entrou com suas malas e eu entrei logo em seguida com as minhas. O apartamento era todo mobiliado com direito a TV e internet. Assim que fechamos a porta, vimos um bilhete da faculdade escrito dizendo:

"Caros Ash e Cristiano:
Sejam bem vindos ao apartamento de vocês. Vocês utilizaram esse espaço para convivência, estudo, alimentação, etc.
Gostaríamos de aproveitar e lhes informar que suas aulas irão começar na segunda, às 8:30. Até lá, sintam se à vontade para conhecer os arredores.
Atenciosamente,
Gestões da Universidade de Castelia
E Edifício Reshiram.

Depois de lermos o aviso, Cris me pergunta:

- Então Ash, ainda temos ainda a noite de hoje e o dia todo amanhã. Por agora o que vamos fazer?
- Bem, acho que deveríamos arrumar nossos pertences e...

De repente um barulho alto e estranho nos surpreende. Fico analisando p barulho e me dou conta de uma coisa: esse barulho foi o meu estômago. Eu não comi nada desde a hora do almoço. Fico olhando para Cris com cara de Paisagem, esperando que ele não reagisse mal. Então ele começa a rir e diz:

- Relaxa Ash, eu também não comi nada desde que saí de Kanto. Acho que nossos pertences podem esperar um pouco, não acha?
- É... Acho que dá - digo um pouco sem graça
- Certo então. Deixe-me procurar algum restaurante ou lanchonete aqui perto.

Cris tira o celular do bolso e abre o GPS buscando alguma lanchonete perto. Passam - se uns dois Minutos, então...

- Achei! Tem uma pizzaria a duas quadras daqui. Vamos?
- Claro! Pega sua bolsa e vamos nessa!

Pegamos nossas mochilas e saímos do apartamento. Quando saímos, nos deparamos com duas garotas de cabelo loiro que haviam acabado de sair do outro apartamento. Pela lógica, deveriam ser nossas vizinhas. Alguns segundos depois reconheço u.a das meninas: era Karoline. A outra menina eu não conhecia, mas tinha a sensação de ter visto ela em algum lugar. Então, Karoline, reconheceu Cris e o indaga:

- Cris? O que você tá fazendo aqui? Não te vi desde o fim do ensino médio
- Ah... Oi Karoline. Estou aqui pela mesma razão que você e... bem eu vi você no avião, mas...
- E por que você não falou comigo no avião?
- É que... bem, eu... é... deixa pra lá.

Aquilo foi muito estranho. O Cris era um cara bem extrovertido estava totalmente sem jeito. Karoline ficou sem entender nada, enquanto eu e a outra garota ficamos com cara de Paisagem.
O corredor estava um verdadeiro silêncio sepulcral, quando então Karoline fala comigo:

-Nossa, onde estão meus modos? Não vi que você estava acompanhado. Olá rapaz, tudo bem? Meu nome é Karoline Perez. Sou amiga de escola do Cris. Estou vindo de Kanto
- Olá Karoline, Meu nome é Ash Ketchum. Estou vindo de Kanto Também. Bom te conhecer.
- Olá Ash.

Subitamente, Karoline se vira para Cris e lhe questiona:

- CRIS. Você não vai se apresentar para minha companheira de apartamento também?
- Claro que vou. É... bem, Meu nome é Cristiano Miller, mas se preferirem, me chamem de Cris. Eu também estou vindo de Kanto
- Bem acho que só falta alguém se apresentar, não é? - disse Karoline para sua amiga
- É... Sim, claro. - diz a garota rindo desconcertado - onde estão meus modos?
Olá Ash e Cristiano. Meu nome é Serena Grace. Venho de Kalos. É bom conhecer todos vocês.
- Bom te conhecer, Serena!

Nós nos comprimentos e entramos no elevador. Não sabia por que mais a depois de conhecer Serena, a sensação era que a conhecia de muito tempo antes. Karoline começou a conversar com Cris que, por algum motivo estava bem sem graça. Estava olhando pro espelho quando Serena falou comigo:

- Ash...
- Pois não, Serena?
- Olha, pode Parecer totalmente bizarro o que vou falar mas... Eu tenho a impressão de que já nos conhecemos antes.
- Vou ser sincero, eu não esperava isso, mas eu também tenho a mesma sensação. Você me lembrou de uma amiga de infância que não vejo à anos.
- Sério? Quanto tempo vocês não se vêem?
- Acho que uns onze anos...
- Isso tudo?
- Sim. Por que?
- Agora que você falou, você também me parece um amigo de infância que não vejo desde que fui num acampamento em Kanto...
- Espera, você falou acampamento em Kanto?
- Sim, por que ?
- Me dá um segundo...

Eu não acreditava no que tinha ouvido. Seria apenas mera coincidência ou a Serena que acabei de conhecer era a mesma que conheci no acampamento? Naquele momento, lembrei da foto que minha mãe me deu antes de ir embora e tirei imediatamente da mochila. Pego a foto nas mãos e digo:

- Serena, por algum acaso você tem uma cópia dessa foto?
- Foto? Deixe-me me ver...

Analisamos a foto juntos e então o elevador chegou no térreo. Olhávamos pra foto e para nós mesmos sem acreditar naquilo tudo. Não podia ser mentira ou Ilusão. A porta se abre, Cris e Karoline se viram surpresos quando vêem eu e Serena nos olhando com cara de Paisagem. Cris pergunta:

- Gente, o que tá acontecendo aqui?

Não ouvimos o que Cris havia dito. Ainda estávamos incrédulos com a situação. Quando voltamos a si próprio, eu e Serena nos perguntamos automaticamente:

- Ash...
- Serena...
A/S - É VOCÊ MESMO!?

CONTINUA...


Notas Finais


E por hoje, ficamos por aqui. Gostou do capítulo gigante de hoje? Sinta-se à vontade pra dizer o que achou e se quiser deixar uma sugestão pro próximo capítulo. Verei se consigo fazer o próximo capítulo o mais breve o possível, então, fiquem ligados.
Até lá!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...