História Sonhos. ( Kim Taehyung) - Capítulo 4


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Drama, Hentai, Romance
Visualizações 18
Palavras 1.276
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Romance e Novela, Suspense
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Heyy pessoas! Volteiii com mais um capítulo ,esse capítulo tá tenso. Muito tenso. Por favor não me matem. Fiquei com o capítulo.

Boa leitura!❤

Capítulo 4 - Que o jogo comece.


Acordo atordoada ouvindo mais uma vez o barulho do despertador , lembranças da noite passadas surgem em minha mente e sorrio. Passo a mão pela cama a fim de achar o corpo de Tae,mais tudo que encontro é a cama vazia com seu perfume impregnado, levanto indignada e frustrada. Cogito a ideia de ser outro sonho. Olho para o criado mudo ao lado da minha cama e vejo um bilhete,o pego e abro o papel . " Bom dia! Espero que tenha dormido bem, te espero na empresa" ass: Taehyung" Sorri mesmo com seu jeito um pouco seco no bilhete. Me levantei e adentrei o banheiro,eu não queria tirar o cheiro dele de mim,mais eu precisava banhar . Tomei um banho rápido e me vesti,dentro de mim milhões de sentimentos se afloravam e eu não sabia o que estava acontecendo. Não! Por favor universo. Que eu não esteja ficando apaixonada. Cheguei na empresa no horário pontual,e meu coração acelerou assim que eu vi Taehyung conversando com sua secretaria, ele sorria galanteador e a moça se derretia enquanto falava com ele. Ridícula! Senti uma raiva descomunal tomar conta de mim,mais me contive. Kim olhou em minha direção e indicou com a cabeça que eu fosse até sua sala. Com o coração num ritmo frenético, o segui e sua secretaria me olhou de cima a baixo,uma ansiedade e nervoso se apoderou de mim. Tae abriu a porta da sua sala a adentrando e eu fiz o mesmo ,ele fechou a porta e eu fui em sua direção para beija-lo,quando sem que eu entendesse ele vira o rosto. O que aconteceu? Pergunto a mim mesma. — O que foi Tae? - Perguntei. — Eu que te pergunto! O que deu em você para tentar me beijar ? - me olha com desdém. O olho incrédula e sem entender a situação. Rio nervosa e o homem a minha frente me encara . — Você ta brincando não é Tae? E o que aconteceu ontem entre a gente? - ditei nervosa. — Ah aquilo... Aquilo foi só uma foda Hyuna, não significou nada. Não me diga que pra você significou algo? - Ele riu com deboche. Meu coração acelerou e aquilo não parecia estar acontecendo. Pela primeira vez meu olhos lacrimejaram por causa de um homem e eu quis chorar , quis cavar um buraco no chão e entrar lá dentro para que eu não fosse tão idiota ao ponto de acreditar que ele queria algo mais. Eu quis xinga-lo de todas as formas e maneiras possíveis e falar que ele era um otário, mais eu apenas sorri teatralmente. — Ah claro,foi só uma foda,e olha Taehyung... Achei que fosse você fosse melhor viu... - RI com desdém e o mesmo me olhou incrédulo,sem acreditar no que eu havia dito. Peguei minha bolsa que ate então estava na sua cadeira e sai, andando até a porta. Assim que a abri sai sem olhar para trás. Meu coração estava apertado e uma lágrima solitária caiu pelo meu rosto, não havia como esconder . E pela primeira vez,eu estava apaixonada e tinha que ser justo por ele . kim Taehyung . um completo babaca sem noção. O dia passou devagar,eu queria simplesmente chegar em casa e dormir esquecer do mundo. Fiz alguns relatórios da empresa,e eu precisava entrega-los a ele... Fiz de tudo para que sua secretária apaixonada entregasse para ele , mais a mesma me disse que esses tipos de papeis era apenas na mão dele. Respirei fundo e reuni toda coragem que eu tinha, coloquei minha melhor máscara da indiferença e bati em sua sala,ouvindo um "Entre". Entrei em sua sala com os papéis em mãos, e os coloquei em cima da sua mesa. — Aqui estão os relatórios da empresa e dos acionistas,amanha vamos ter... O homem a minha frente me interrompe. — O que você quis dizer quando falou que achou que eu era "melhor "? - fez aspas com os dedos. — Sabia que eu posso te deixar sem andar por uma semana? Vamos ver se eu não sou tão bom como você disse. - sorriu convencido. Ri em deboche. Suas palavras me arrepiaram,mais não deixei transparecer ,eu não iria ser idiota novamente e cair no seu joguinho de sedução. — Taehyung, não estou afim ,como você disse foi só uma foda. Coisa de uma noite não é? Então não me interessa se você queria me mostrar algo, eu estou aqui para trabalhar. Então me poupe desse seu joguinho barato de sedução. Ele me encarou sem nada dizer,mais uma vez dei passos até sua porta e antes de sair lhe avisei. — Amanhã teremos reunião com os acionistas da empresa. E ah só mais uma coisa. Quando se dirigir a palavra a mim,que seja somente sobre trabalho OK , não quero nada com você que não seja relacionado a isso. - O olhei com desdém. Taehyung me olhou e assim como eu sorriu sádico,mais eu podia ver o ódio transbordando de seus olhos. Fechei a porta e sai,indo em direção a minha sala. {...} Eu me encontrava guardando minhas coisas em minha bolsa,organizei os papéis e guardei na gaveta ao lado da minha mesa. Peguei minha bolsa e sai indo para a fora da empresa, depois da pequena "conversa" que tive com Taehyung o via ora ou outra passando pelos corredores da empresa,ele apenas me ignorava . Passei por sua sala reto,não dei tchau para a sua secretária e repeti o mesmo processo com a recepcionista da empresa,logo saindo do prédio. O uber estava a minha espera e eu adentrei o carro rapidamente, o homem me desejou boa tarde e eu apenas sorri minimo. Coloquei minha play list de música no meu celular e conectei meus fones, The Truth Untold tocava e meus olhos pela segunda vez no dia lacrimejaram, e o motivo delas tinha um nome, um cheiro, um sorriso lindo quadrado, e fodia maravilhosamente bem. Mais não me permiti chorar. Pelo menos. Não naquele momento. Cheguei em casa e joguei a bolsa no sofá, tirei os saltos que tanto me apertavam e os joguei no canto. Deitei em minha cama e sem que eu segurasse,comecei a chorar , abracei o travesseiro e tudo que eu podia ouvir naquele momento eram meus soluços que ecoavam por todo o quarto. — Burra,burra. Idiota! - eu dizia para mim mesma,afim de amenizar um pouco aquela dor insuportável que me consumia. Peguei meu celular e liguei para minha omma que estava no Brasil. — Alô mãe? - falei em português com a mais velha. — Filha! Como você esta? - falou animada. — Estou bem mãe! - me permiti sorrir mesmo que mínimo. — Por que esta com a voz tristonha? - disse preocupada. — Eu... Euu.... – Tentava formular uma desculpas cabível . Mais dela... Dela eu não poderia esconder. E então contei chorando para a mais velha,enquanto ouvia seus conselhos pelo telefone. {...} Olhava para um ponto fixo do meu quarto enquanto pensava. Eu estava acabada a noite havia chegado e eu me recusava a sair do quarto, meus olhos estavam inchados de tanto choro e eu nem mesmo havia tomado banho. Mais eu sou forte,sempre fui , e não deixaria nenhum homem pisar em cima de mim e tirar minhas noites de sono. Coitado de Kim Taehyung,se ele pensa que eu sou uma garotas que ele pega e elas correm atrás dele como cachorrinhas. Ele está redondamente enganado. Essa foi a primeira e será a ultima vez que choro por qualquer homem que seja. Quer jogar ? Brincar de ignorar ? Ótimo! Por que na escola que ele estuda,eu sou formada e graduada. Vou ensina-lo como ignorar alguém de verdade. Que o jogo comece!


Notas Finais


Me perdoem os erros ortográficos, minha co-autora ainda vai beta-lo. Bjs bjs❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...