1. Spirit Fanfics >
  2. Sonhos ou visões? >
  3. Sensação

História Sonhos ou visões? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Eu vou passar voando aqui pq deu um surto de criatividade em mim e se eu demorar vou perdeeer

Capítulo 1 - Sensação


Fanfic / Fanfiction Sonhos ou visões? - Capítulo 1 - Sensação


Ouço um som estranho, Uma som estrangulado. Logo percebo que o som vinha da minha boca, mas por quê?

Sinto uma dor imensa um pouco abaixo dos meus seios, Olho o local e me assusto ao ver um punhal prateado cravado em mim.



sangue... muito sangue...



Tento gritar mas tudo que consigo fazer é gemer de dor, arrumo forças para tirar o punhal falhando miseravelmente, dói muito.



dor...



Sinto lágrimas pesadas e quentes escorrerem por minha bochecha, permitindo que o gosto salgado toque o meu paladar. O pesar do meu corpo começa a me incomodar enfraquecendo minhas pernas. Observo minhas mãos completamente ensanguentadas devido a minha última tentativa, olho ao redor afim de encontrar o responsável pela minha dor quase que insuportável, mas não vejo nada nem ninguém. Estou sozinha.


Noto que estou em um jardim mas é bem diferente dos outros cheios de vida e coloridos com bastante flora, esse só tinha arvores mortas sem nenhum sinal de folhas ou frutos, apenas espinhos secos e flores mortas emaranhadas em seus galhos negros. Olho a área levemente em relevo a procura de grama, mas tudo que vejo é cinzas e neblina enfeitando a terra morta.



frio, tão frio...



Derrepente sinto-me chocando contra o chão, caí sentada dando-me conta quando ouvi o som do baque. Devo estar perdendo muito sangue. Procuro desesperadamente um ponto de vista específico para me concentrar e tentar não desmaiar. Entra no meu campo de vista uma lápide, com escritas cravadas no seu concreto armado mas infelizmente não consigo ler por estar distante. Vencida pela minha curiosidade levanto-me com dificuldade suspirando pausadamente pela dor, andei até a lápide visivelmente desgastada e a miro paulatinamente lendo as palavras cravadas que me deixou completamente angustiada.


"Dorothy Müller Mitchell viveu alegremente até o seu último dia".


Aquelas palavras me desgastaram. Ainda relendo novamente por pensar que fosse consequência da minha vista turva, e a nevoa também não ajudara muito. 



sufocante...



Um cheiro podre invade minhas narinas me fazendo torcer o nariz de imediato. Sento-me na terra negra me sentido fraca em demasiado. Olho para a minha ferida novamente percebendo que o cheiro podre vem de mim. Eu estou apodrecendo.




Acordo soando frio. Tenho esse "sonho" a meses que já está atrapalhando meu dia a dia. Aperto minha vista afim de me acostumar com a falta de luz no meu quarto, levanto-me avançando preguiçosamente até a varanda apoiando meus antebraços na grade de ferro, estremecendo levemente ao sentir a brisar gélida bater em meu corpo levando consigo o resto de sono que ainda me restava. Normalmente gosto de noites frias mas agora com ela vem a sensação de que não estou sozinha.










Notas Finais


Não sei o que aconteceu cmg kakaka do nada essa história, mas se quiserem continuação pó falar, (como se alguém lesse minhas baboseiras ;-;)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...