1. Spirit Fanfics >
  2. Sonic - New Adventures >
  3. A Derrota dos Inimigos! Unindo as Sete Esmeraldas.

História Sonic - New Adventures - Capítulo 21


Escrita por:


Notas do Autor


Depois de eras, o capítulo surgiu!!

Capítulo 21 - A Derrota dos Inimigos! Unindo as Sete Esmeraldas.


Tails estava na Montanha Nevada, que ficava um tanto longe da caverna, pois as áreas nevadas mais próximas ficavam mais distantes. Ele estava com sua armadura e voava para o topo, mas não tão rápido, pois estaria acompanhando o sinal da esmeralda. O sinal sumia e voltava, então era necessário que ele ficasse atento. Logo, após um tempo, ele nota um brilho na neve e se aproxima para checar. Seria a esmeralda do caos? Por que o dispositivo não teria captado o sinal dela? Seria por causa do local que interferia o sinal? Ele, ao pousar, olharia ao redor. Nenhum sinal de algum indivíduo misterioso. Ele se agacha para pegar o artefato. Ao pegar a Esmeralda do Caos, usou sua armadura tecnológica para guardá-la. Logo, ficou de pé. Mas... O raposo caiu misteriosamente.

Tails: Ai... O que... Aconteceu...? - Ele, tentou se levantar, mas novamente algo o golpeou, fazendo ele cair uns metros abaixo de onde estava. Na altura onde se encontrava, era perigoso demais cair, mesmo com sua armadura. Ele, olhou para cima e notou que havia alguém vestido de preto. Era um dos inimigos, o líder do grupo adversário.

???: Acabou para você, raposo. - Ele estava sem capuz. O mesmo estava de braços cruzados, olhando para Tails com ar de superioridade. O vento fazia sua roupa e cabelos balançarem. 

Tails: Quem é... Você?

???: Sou o líder dos indivíduos que atacaram seus amigos que procuravam as esmeraldas. E sou o responsável por aquela ligação. Mas você não obedeceu minhas ordens... Por isso eu... Spade, a Raposa Ártica, trarei seu pesadelo. Aproveite bem o medo! Hahaha! - Tails se levantou e o encarou. - O que foi? Achei que você iria tentar esconder essa cara de medroso. - De fato, Tails não conseguia esconder o medo em sua face.

Tails: Eu irei derrotá-lo! E acabar com suas ridículas ações!

Spade: Hahahaha. Espero que dê certo, pois será impossível. Além disso, você esqueceu de nosso trato?

Tails: Huh?

Spade: Você não realizou sua parte do trato, então já fiz a minha.

Tails: O que quer dizer com isso?!

Spade: Você realmente esqueceu? Ora, eu fiz o que era para ser feito caso você não cumprisse sua parte do combinado. Sua mãe foi morta.

Tails: Minha mãe...?

Spade: É. Eu precisava de algo para você fazer o trabalho duro para mim, já que minha tecnologia não é tão eficiente quanto a sua para localizar as esmeraldas. E já que você foi muito idiota, sua mãe teve que pagar pelo que fez. Sua mãe morreu há pouco tempo. Nós a prendemos numa sala totalmente secreta para você não poder encontrá-la. Mas, você é um filho tão péssimo que esqueceu da própria mãe. Que ridículo. E agora faz esse drama. 

Tails: Eu não irei te perdoar! Nunca! - Ele correu em direção ao outro raposo que estava mais acima.

Spade: Não vai conseguir nada vindo até aqui. - Ele atirou uma rajada de energia negra da mão esquerda, e Tails caiu imediatamente. - Idiota, nem sei porque ele ainda tentou me atacar. 

Tails: Eu... Não morri! - Ele segurava uma rocha com uma mão para não cair.

Spade: Olha só. Parece que não é totalmente um milho de armadura. Tem mesmo alguma resistência, embora seja quase nula.

Tails: Como uma resistência quase nula... - Ele consegue se levantar e fica em pose de luta. - Sobrevive depois de receber um ataque desses?

Spade: Está surpreso? Mas isso não foi nem um décimo de meu poder. 

Tails o olhou com preocupação.

Spade: Ah... Sim, é esse olhar que eu queria ver. O olhar de MEDO. Hahaha! Extrair seu medo foi algo tão simples! 

Tails: Mesmo que eu sinta medo, irei te enfrentar.

Spade: Você está certo. - Ele se moveu velozmente até o raposo e desferiu um soco na região da barriga. - Só não vai me derrotar. Ah? O quê?

Tails: Não me subestime só porque senti um pouco de medo! - Ele estava segurando o soco com as duas mãos e logo chutou a raposa ártica para o lado. Rapidamente, disparou uma onda de energia na direção do mesmo e uma explosão aconteceu. - Ufa... Menos um... Erro dele não usar o poder máximo. - Com os propulsores da armadura, voou até a caverna.

 

Horas depois...

 

Todos já estavam na caverna, e haviam colocado suas esmeraldas nos espaços correspondentes. Exceto Shadow, que ainda não havia retornado.

Sonic: Onde será que ele está? Ele devia estar aqui... 

Tails: Se passaram horas desde que todos colocaram suas esmeraldas. O que pode ter acontecido logo com o Shadow?

Eles logo podiam ouvir passos, que indicavam que alguém estava perto. Logo, Shadow apareceu com Aurora em seus braços.

Sonic: Finalmente!!

Amy: Espera, essa é a... Aurora!

Tails: O que aconteceu com ela? Por que ela usa essas roupas como se fosse uma do grupo de nossos inimigos?!

Shadow a deixou encostada num canto das paredes da caverna, e logo olhou para o chão e aos poucos lacrimejava.

Shadow: Isso foi culpa... Dos nossos oponentes... No grupo havia uma aranha que havia me enfrentado. Mas eu não havia derrotado ela totalmente, pois ela fugiu. Logo, Aurora voltou totalmente mudada. Não só na aparência, mas também na maneira de agir. Até que ela contou que a aranha fez com que ela passasse para o lado deles, e que ela havia matado aquela idiota. Logo, eu tive que enfrentá-la para trazê-la de volta, pois falar não adiantava. E por isso eu... - Ele lacrimejou mais.

Tails: Não conte mais nada. Nós já vencemos! Todos nós conseguimos encerrar esta luta. Só me dê a esmeralda e se acalme. - Ele se aproximava do mesmo.

Shadow: ... - Ele pegou a esmeralda na roupa de Aurora e deu ao raposo.

Tails: Finalmente... Conseguimos! - Ele se dirigiu até a parede, inserindo a esmeralda no espaço restante. Uma luz forte surgiu da mesma, e as esmeraldas também brilhavam muito. De repente...

 

Continua....

 


Notas Finais


O que acharam desse capítulo que demorou um tempão para sair?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...