História Sonic: The Birth of a God - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Sonic The Hedgehog
Personagens Dr. Ivo "Eggman" Robotnik, Miles "Tails" Prower, Personagens Originais, Shadow the Hedgehog, Sonic The Hedgehog
Tags Ação, Aventura, Fantasia, Luta, Shounen, Sonic
Visualizações 12
Palavras 2.160
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shounen, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu quero usar as notas do autor para avisar que todas as lutas por enquanto foram curtas pelo fato de estarmos por enquanto apenas na introdução da fanfic. À medida que a história avançar, as batalhas começarão a ser melhor trabalhadas... E é isso...

Boa leitura!

Capítulo 4 - Visitantes de outro mundo! - Parte 3


Eu não acredito que estou sendo obrigado a fazer essa idiotice...

 

Eu sou Shadow e estou aqui para relembrar o que aconteceu no último capítulo.

 

Eu continuei a minha batalha com aquele estranho robô. No começo, achei que poderia derrotá-lo facilmente, mas acabou que no final eu fui o perdedor. Eu jurei que vou fazê-lo pagar por uma humilhação tão grande... Não só me derrotou, como também copiou o meu Chaos Spear...

 

Continuando... Após me derrotar, o robô voltou a caçar seja lá o que estivesse procurando.

 

Enquanto isso, Sonic e os outros chegaram até a oficina do Tails para descansarem. Nesse meio tempo, Knuckles acordou e não só restaurou o poder das Esmeraldas do Caos, como também retornou com a Esmeralda Mestre para a Angel Island.

 

Após tudo isso, parece que um tal de Wexon chegou até a oficina do Tails. O que será que vai acontecer?

 

É sério que eu tenho que perguntar isso?

 

Sonic finalmente sai da oficina e olha para a direção do mar, percebendo alguém flutuando a cerca de uns 50 metros da colina. Era o mesmo robô que atacou Shadow... E se chamava Wexon.

– Então... Você deve ser quem está causando problemas por aí, certo? – Perguntou Sonic, num tom de deboche, enquanto andava em direção ao Wexon.

– Depende... De que tipo de problemas você está se referindo? – Perguntou Wexon, sem se aproximar.

– Estou falando de querer capturar os outros sem motivos aparentes... – Respondeu Sonic, finalmente parando.

– Eu não estou aqui para capturar... E sim para matar... – Disse Wexon.

– Você acabou de assinar o meu pedido para que caia fora daqui... – Disse Sonic, num tom mais sério.

– Antes que continua, apenas gostaria de informar que estou com pressa e não estou pretendendo ficar perdendo o meu tempo com criaturas de tão baixo nível. – Disse Wexon.

– Eu não estou aí se você vai capturar, matar ou apenas brincar de pega-pega com seus alvos. Seja o que for, vai ter que passar por mim primeiro... – Disse Sonic, entrando em posição de combate.

– Acho que não me ouviu perfeitamente. Eu não estou aqui para lutar com você. Não me dê ordens do que fazer... – Disse Wexon.

– Você sabe muito bem que eu não vou lhe dar ouvidos... – Disse Sonic, com um sorriso.

– Pelo seu jeito, talvez tenha razão... – Disse Wexon. – Muito bem... Então ensinarei uma lição a você de como respeitar os mais fortes... – Continuou o mesmo, agora entrando em posição de luta, mesmo flutuando.

– Eu quero ver você tentar! – Exclamou Sonic, partindo em direção ao Wexon.

Sonic sabia que não podia cair, pois se caísse, ele provavelmente se afogaria, então decidiu dar um salto em alta velocidade e após isso tentou dar um chute em Wexon, mas o robô consegue segurar o golpe.

– Velocidade... Que truque mais idiota... – Disse Wexon, enquanto segurava um dos pés de Sonic.

Wexon joga Sonic, que estava sendo segurado por um dos pés, em direção ao solo, perto de onde estava inicialmente. O ouriço azul deu sorte de não ter sido jogado no oceano, mas ainda assim sentiu dores graças ao golpe, mas nada grave. Sonic logo se levanta de onde tinha caído.

– Agora é a minha vez... – Disse Wexon, partindo em direção ao Sonic.

Wexon voa em direção ao Sonic e acerta no rosto dele um soco que faz o ouriço azul voar longe, mas antes que Sonic acertasse algo, Wexon voa para trás do mesmo e lhe dá um chute, fazendo o mesmo voar em direção ao céu. Wexon voa novamente em direção ao ouriço e começa a jogá-lo de um lado para o outro, não dando chances para que Sonic tentasse escapar. Por fim, Wexon dá mais um golpe em Sonic que faz ele ir em direção ao solo, acertando o mesmo em incrível velocidade.

Sonic ainda estava consciente, mas já estava sentindo dores a esse ponto. Ele conseguia se levantar, mas tremia ao fazer o mesmo.

– Q-Que força... – Disse Sonic, enquanto se levantava e olhava para cima, na direção de Wexon.

– O que foi? Não imaginava a encrenca que se meteu? – Perguntou Wexon, fazendo também sons que pareciam risadas.

– JÁ CHEGA!!! – Gritou alguém, chamando a atenção de Sonic e Wexon.

Quando Wexon percebeu, Nadrik tinha pulado em sua direção e com uma espada fez uma sequência de golpes em Wexon, que mandou o mesmo para trás, mas com poucos danos. Logo após isso, Nadrik caiu em direção ao solo. O mesmo ainda estava muito ferido pelo que aconteceu mais cedo e não estava em muitas condições de lutar. Ele conseguiu ficar em pé, mas estava ofegante.

– De onde você tirou essa espada? – Perguntou Sonic.

– Isso... Se chama... Compactar... – Respondeu Nadrik, ficando de joelhos logo em seguida devido a dores.

– Nadrik... Mesmo nesse estado deplorável, ainda consegue lutar. Interessante... Eu sabia que Ynatimos podiam ser fortes, mas não imaginei que vocês tivessem também tanta determinação... – Disse Wexon, descendo lentamente.

– Seu monstro maldito! Eu não quero saber o quão forte você é. Para mim, tudo o que importa é que você pague por tudo o que fez! – Exclamou Nadrik, se levantando.

– Calma... Você está estressado demais... Por que não fazemos um acordo? – Perguntou Wexon.

– Acordo?! Do que está falando, seu maldito?! – Perguntou Nadrik.

– É muito simples... Eu posso poupar a sua vida e, em troca, você me entra a princesa Hinphel... – Respondeu Wexon. – Não é uma ótima oferta? – Perguntou o mesmo, finalmente chegando ao solo.

– COMO SE EU FOSSE ACEITAR UMA OFERTA DESSAS!!! – Respondeu Nadrik, bastante irritado.

– Então parece que eu vou ter que matá-la a força... – Disse Wexon, se aproximando aos poucos.

Esse parecia ser o fim para Sonic e Nadrik, até que...

– Sonic! – Exclamou Tails, na porta da oficina, chamando a atenção de Sonic. – Pega! – Exclamou o mesmo, jogando o saco com as Esmeraldas do Caos para Sonic e com o ouriço azul pegando elas logo em seguida.

– Valeu Tails! – Exclamou Sonic, se virando novamente para Wexon e Nadrik. – Oh! Sucata de ferro-velho! Quer ver algo interessante? – Perguntou o mesmo, chamando a atenção de Wexon.

– E o que seria? – Perguntou Wexon.

– Olha isso! – Respondeu Sonic, tirando as Esmeraldas do Caos do saco onde elas estavam e com as mesmas o rodeando.

Sonic começa a utilizar a energia das Esmeraldas do Caos e se transforma em Super Sonic, surpreendendo tanto Wexon como Nadrik, que passou a olhar para Sonic após a transformação.

– Q-Que quantidade absurda de energia... – Disse Nadrik, que conseguia sentir a energia saindo de Sonic.

– Agora... você saberá o que é força, Wexon! – Exclamou Sonic, partindo em direção a Wexon.

Num instante, Sonic chega até Wexon e logo dá um chute no mesmo, fazendo o robô voar longe. Sonic voa em direção ao robô e começa a dar uma série de socos e chutes no mesmo. Os golpes eram tão rápidos e poderosos que Wexon não conseguia prevê-los. Sonic, após todos esses golpes, junta suas mãos e faz um golpe com elas em Wexon, o jogando para baixo em altíssima velocidade. Sonic, para não deixá-lo se recuperar, rapidamente se teletransporta para ao lado de Wexon e volta ao golpeá-lo.

– C-Como ele conseguiu tanto poder? – Perguntou Nadrik, assistindo a luta.

– São as Esmeraldas do Caos... – Respondeu Tails, se aproximando de Nadrik.

– Esmeraldas... Do Caos? – Perguntou Nadrik.

– Sim. São esmeraldas cheias de energia do caos dentro delas. A quantidade de energia que elas possuem é imensa! – Respondeu Tails.

– Então existem outras joias com poderes de caos? – Perguntou Nadrik.

– Como assim? – Perguntou Tails. – Que eu saiba só existem as Esmeraldas do Caos, sem considerar a Esmeralda Mestre, é claro... – Continuou o mesmo.

– Mas também existem as... Espera... EU ESQUECI DAS SAFIRAS DO CAOS!! – Gritou Nadrik, desesperado.

De volta à batalha, Sonic já tinha golpeado muito Wexon e, para acabar de uma vez com ele, Sonic dá um chute no robô com muita força, fazendo ele voar em direção a uma dos montes de Mystic Ruins, quebrando o mesmo ao meio.

– Acho que ele teve o que mereceu... – Disse Sonic, fazendo o gesto de limpar as mãos.

Para Sonic, Wexon já não teria mais energia, mas do nada, o chão todo começa a tremer. Sonic não chega a perceber pelo fato de estar voando, mas Tails e Nadrik percebem. Após o tremor, um gigantesco brilho de cor amarela começa a se formar dentro da enorme fissura que se formou graças ao impacto caudado pelo golpe que Sonic deu em Wexon.

– O que é isso?! – Perguntou Tails, olhando em direção ao enorme brilho.

– E-Eu não sei... – Disse Nadrik, bastante nervoso.

Sonic também não escondia que estava curioso sobre o que se tratava aquele brilho. Seria possível que... Não... As Esmeraldas do Caos estavam com ele... Wexon não poderia utilizar a super forma... Certo?

Finalmente, o monte de onde saia o brilho explodiu, revelando de dentro dele, cercado por um gigantesco brilho amarelado, Wexon... Ou melhor Super Wexon. Não era muito diferente do Wexon original, mas não só possuía o brilho de cor amarela ao seu redor, como os seus visores mudaram de vermelho para amarelo.

– Eu tenho que admitir... Não imaginava que pudesse existir outras joias com poderes do caos... – Disse Wexon, voando lentamente em direção ao Sonic.

– C-Como?! – Perguntou Sonic, completamente surpreso.

– Muito simples... Você possui joias com poderes de caos... – Respondeu Wexon, desaparecendo e reaparecendo na frente de Sonic. – E eu tenho outras joias com poderes de caos... – Continuou a resposta, dando um mega soco logo em seguida em Sonic, que faz o mesmo subir em altíssima velocidade.

Wexon, novamente, começa a atacar Sonic de todas as formas possíveis. Sonic até que consegue se defender de alguns golpes, pois além de ter suas energias recuperadas pelas Esmeraldas do Caos, estava mais atento ao que poderia acontecer, mas sozinho ele não foi capaz de aguentar por muito tempo e logo sua defesa é quebrada por Wexon, que ataca o ouriço que nem um condenado.

– O que foi? É isso o que tem para me mostrar? – Perguntou Wexon, enquanto espancava Sonic.

Chegou um certo ponto que Wexon parou de atacar Sonic e decidiu pegá-lo pelo pescoço. O ouriço já estava ofegante, praticamente sem forças para revidar.

– Essa é sua chance para me atacar. Não vai aproveitá-la? – Perguntou Wexon, ainda segurando Sonic pelo pescoço.

Sonic não conseguia responder. Estava tão cansado que até a sua voz não conseguia sair.

– Vou interpretar isso como um não... – Disse Wexon, começando a apertar o pescoço de Sonic.

Sonic gritava de dor, enquanto era sufocado pelo robô em sua frente. Wexon apertava cada vez mais fundo, até chegar em um ponto que Sonic estava prestes a desmaiar.

– NÃO DESISTE, SONIC! EU SEI QUE VOCÊ PODE GANHAR! – Gritou Tails, na esperança de Sonic tentar algo.

Sonic escuta Tails. Sonic não sabia o que fazer, até que o mesmo se lembra que pode fazer o Chaos Control para escapar dali. O mesmo tenta utilizar, mas na hora que ele ativa a habilidade, algo estranho acontece. Ao invés dele simplesmente se teletransportar, o corpo dele começa a sugar a energia do caos que Wexon estava utilizando para manter a super forma.

– O que você está fazendo?! – Perguntou Wexon, percebendo que sua energia estava sendo sugada. – PARE AGORA!! – Gritou o mesmo.

Sonic continuou tentando fazer o Chaos control, até que finalmente ele consegue, saindo das mãos de Wexon, mas ao invés de simplesmente ele reaparecer, após aparecer as Esmeraldas do Caos saíram de seu corpo, assim como as jóias do caos que Wexon estava utilizando também. Sonic acaba caindo no chão por causa de ter perdido a super forma, enquanto todas as jóias começaram a girar no alto ao redor uma da outra. As joias que Wexon estava utilizando estavam transferindo suas energias para as Esmeraldas do Caos, logo ficando sem energia e deixando as Esmeraldas do Caos sobrecarregadas. O nível de energia nas Esmeraldas do Caos era tão grande que elas simplesmente começaram a girar e a voarem em diversas direções, sumindo da vista de todos. Enquanto às jóias que Wexon utilizava, elas acabaram caindo no chão, completamente esgotadas e sem cores.

– SONIC! – Gritou Tails, correndo em direção ao Sonic.

– Não... Não! NÃO! EU TINHA O PODER SUPREMO EM MINHAS MÃOS!! – Gritou Wexon, demonstrando que estava enfurecido.

– Pelo visto você não está com sorte, Wexon... – Disse Nadrik, sorrindo para Wexon.

– NÃO PENSE QUE VENCERAM, NADRIK!! EU VOU ATRÁS DESSAS JÓIAS DO CAOS QUE ESSA CRIATURA UTILIZOU NA BATALHA E VOU DESTRUÍ-LOS!! – Gritou Wexon, se virando e voando para longe.

 

Com Shadow...

Shadow estava a procura de Wexon, que tinha o derrotado mais cedo. Ainda sentia dores pelo que aconteceu, mas já estava mais recuperado. Ele só parou quando percebeu algo brilhante voando pelo céu. Era uma Esmeralda do Caos. Ela estava voando em altíssima velocidade. O motivo Shadow não sabia, mas sentia que aquele que tinha o derrotado tinha a ver com isso...

 

Dentro da oficina do Tails...

Enquanto do lado de fora estava uma loucura, dentro da oficina, a ser que estava desacordada, finalmente estava acordando. Confusa e com muitas dores, mas mesmo assim, ainda conseguia se levantar.

 

Continua...


Notas Finais


Phew... Mais um capítulo concluído. Espero que tenham curtido mais essa parte e...

Até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...