História Sono profundo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Katsuki Bakugou, Ochako Uraraka (Uravity)
Tags Bakugo, Bakuraka, Kacchako, Katsuocha
Visualizações 281
Palavras 264
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Fluffy, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Eu estava com muita vontade de fazer algo fofinho, aí achei essa foto da capa na mimha galeria e me veio essa ideia.

Aviso: Uraraka sendo muito fofa!

Boa leitura!

Capítulo 1 - One-shot!


- Ah, eu estou muito cansada! - se joga em cima do loiro, se aconchegando no seu corpo.

O corpo dele era quentinho, grande, forte, mas confortável. Ela amava essa combinação e sempre queria tê-la com ela.

- Você é pesada, cara de lua - ela encosta o rosto na curva do seu pescoço, esbarrando o nariz gelado nele. - Não sei se sabe, mas eu não sou um travesseiro aquecido.

- Eu sei, amorzinho - fala em tom fofo. Bakugou achava engraçado quando ela falava assim, às vezes reclamava, mas na maioria ignorava.

- Você devia ir para o seu quarto. Aqui não vamos poder dormir em paz correndo o risco do Aizawa chegar.

- Ah, não - lhe da um selinho. - Vamos cochilar uns minutinhos, depois eu vou flutuando para o meu quarto.

- Tudo bem, cara de lua. - fecha os olhos, apertando ela contra seu corpo. Logo ela adormece, mas Bakugou não.

Mesmo que a Uraraka fosse leve, ainda tinha um certo peso quando se deitava em cima dele. Então, o braço do loiro começo a adormecer.

- Ah, meu braço está dormente! Eu preciso tirar ela daí. Mas ela está dormindo tão calminha... Ela é tão bonitinha dormindo... Mas o que eu faço com o meu braço? Arg! Odeio esse vício que eu tenho pela fofura dela! - decide tentar acorda-la de leve - Uraraka, você tem que acordar.

- Não, amorzinho... Me deixa dormir... Esqueceu que eu sou... Sua bebê? - sorri enquanto dorme. Bakugou fica hipnotizado por tanta fofura.

- Que se dane o meu braço!


Notas Finais


Espero que tanham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...