1. Spirit Fanfics >
  2. Sorriso matinais >
  3. Mil significados de um sorriso

História Sorriso matinais - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, terráqueos. Vão bem? Espero que sim, eu vou bem também. Tô trazendo mais uma fic, espero que gostem.

Era pra ter saído uma hora atrás, comemorando o dia 17 de maio, mas eu estava sem tempo, gomen.

Amo um Tododeku, então resolvi trazer um pela primeira vez. Espero que gostem e boa leitura!

(◍•ᴗ•◍)✧*。

Capítulo 1 - Mil significados de um sorriso


Fanfic / Fanfiction Sorriso matinais - Capítulo 1 - Mil significados de um sorriso

{Midoriya Izuku}

Sabe aquele momento que seu coração erra uma batida? Que você sente borboletas no seu estômago? Pois é, é o que o simples sorriso daquele maldito e abençoado bicolor, Shoto Todoroki, causa em mim. 

Eu sempre tive uma quedinha por ele e soube como disfarçar, já que ele nunca sequer olhava pra mim. Mas agora...bom, agora está difícil, já que todas as manhãs quando ele me vê, me lança um sorriso simples.

"Ah, Deku, é apenas um sorriso. Deixa de ser bobo, seu iludido do caralho." - meu melhor amigo, Bakugou, jogou na minha cara. Super delicado. 

Contei á ele o fato de Shōto sempre me lançar um sorriso e que eu estava - ainda estou - achando que o mesmo estava criando interesse por mim.

Iludido? Talvez sim, talvez não. Só talvez. 

Mas qualquer um ficaria assim. Eu gosto dele há dois malditos anos, e durante esse tempo, ele nunca se mostrou interessado pela minha pessoa. 

E então, do nada, ele começa á me dar aquele sorrisinho sem mostrar os dentes todas as manhãs. 

Eu, um menino totalmente virgem de corpo e coração, com certeza pensaria na melhor das hipóteses. No caso, do sentimento ser recíproco

Porém, depois que Bakugou me disse aquilo, fiquei pensativo e acabei desistindo de tal hipótese. Se for pensar bem, ele está certo. 

É apenas um sorriso, e um sorriso tem mais de mil significados. 

***

Mais uma manhã, mais um sorriso direcionado á mim, e mais um mini-infarte. Eu preciso saber o motivo de Todoroki sempre sorrir pra mim, não quero ficar criando esperanças. 

Agora, mais do que nunca, eu quero saber o significado daquele curvar de lábios. Ontem á noite eu mandei mensagem pra minha melhor amiga, Uraraka, e ela me disse totalmente o contrário do que o Bakugou. 

"Você, Midoriya, mais do que todo mundo, sabe que o Todoroki não sorri pra quase ninguém. Talvez o fato dele sorrir pra você, significa que algo em ti o chama atenção." - as palavras dela. 

Fiquei a madrugada inteira pensando nisso, e agora eu irei perguntar ao Shōto o que ele sente por mim. 

- Todoroki! - o chamo, antes que o mesmo entre no colégio. 

O bicolor vem em passos lentos e firmes até mim, parando na minha frente e encarando-me serenamente. 

Ok, agora eu travei. Estava tão encorajado pra poder perguntar á ele, mas agora... agora eu não sei o que dizer. 

- Midoriya, que surpresa você me chamar. - diz, com sua voz rouca. 

- P-pois...é-é. - maldita hora pra gaguejar, Midoriya estúpido. 

- Está tudo bem? Você está vermelho, não está com febre? - nesse momento, colocou sua mão direita na minha testa, conferindo minha temperatura. 

Meu corpo tremeu, minhas pernas perderam as forças e eu disse, por puro impulso:

- Você está gostando de mim? - seus olhos se arregalaram, assim como os meus. Levei minhas mãos á boca, como se tivesse dito o pior palavrão de todos. - Desculpa, saiu sem querer... 

Logo a expressão surpresa de Todoroki dá lugar á uma risadinha fofa, abafada pela sua mão esquerda. 

- Não precisa se desculpar, Midoriya. Já que você foi sincero, eu serei também. - começou a andar e eu o segui. - Eu comecei a gostar de você, não sei por quê. 

- Sério?! - pergunto, com os olhos brilhando de esperança. 

- Sim. - afirma, sorrindo ladino. - E como você percebeu? - pergunta.

- Eu não percebi, eu fiz uma suposição. - digo, meio sem jeito. 

- Com base em quê? - coloca as mãos no bolso e me olha divertido. 

- No seu sorriso. Eu sei que um sorriso tem mais de mil significados, mas sei lá... - dou de ombros, não sabendo explicar. 

Uma parte de mim, pensava que ele me dava um sorriso apaixonado. Outra parte de mim, torcia. E mais outra, sonhava. Porém, uma parte maior do que as três, vivia dizendo "é recíproco". 

- Entendo. - murmurou, olhando pra cima e logo depois me fitando intensamente, fazendo eu me perder em seus belos olhos. - Eu deveria ter sido mais claro, né? - indaga, tirando-me dos meus pensamentos. 

- Sim, mas não vejo outro jeito... 

- Eu vejo. - num movimento rápido e delicado, Todoroki levanta meu rosto pelo queixo e sela nossos lábios. 

Um simples e demorado selar de lábios. Delicado, mas firme. Depois de alguns abençoados segundos, ele se separa, encarando-me em seguida. 

- Um sorriso tem mais de mil significados, mas um beijo tem um só. - apenas o que diz, dando-me as costas e dirigindo-se pra sua sala de aula. 

Ele poderia ter me beijado há muito tempo, teria sido mais simples. Mas agora eu finalmente sei o significado de seus sorrisos matinais. 


Notas Finais


Aaaaaah, era pra ter saído algo fofo, ok? Não ficou tão fofo assim, mas a culpa não é minha. Eu gosto mais de escrever lemon, rola aqui, rola ali... kkkkkkkkkkkkk enfim, uma fic yaoi sem lemon não é algo que eu saiba muuuito bem como escrever.

Eu sou muito o Deku quando vejo o Todoroki...meu coração erra uma batida com a beleza desse homem, benza Deus!

Eu espero que vocês tenham gostado da fic, foi feita com amor e carinho.

Beijos e até a próxima! :) ♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...