História Sorte pra nós - Capítulo 43


Escrita por: ~

Postado
Categorias Depois das Onze
Personagens Gabie Fernandes, Thalita Meneghim
Tags Dd11, Depoisdas11, Depoisdasonze, Gabie, Thalita
Visualizações 101
Palavras 868
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 43 - Você me perdoa?


Fanfic / Fanfiction Sorte pra nós - Capítulo 43 - Você me perdoa?

P.O.V (Thali)

Ele insistiu para que eu entrasse no banheiro e fizesse logo. Foi o que fiz e em poucos minutos eu já tinha o resultado. No momento em que vi dois trancinhos rosa o meu choro foi instantâneo, o André imediatamente entrou no banheiro e pediu para que eu me acalmasse, eu não conseguia ouvi-lo. A dor que eu sentia só aumentava, eu não conseguia controlar minhas lágrimas.

- Isso não pode ta acontecendo comigo. O que eu faço agora? – eu disse ainda chorando.

- Thali, eu sinto muito! – ele disse.

- O que eu faço? Eu estraguei minha vida. – falava chorando.

- Não se desespere. Na segunda vamos fazer o de sangue, talvez este exame esteja errado! – ele dizia enquanto me abraçava.

- Chama a Gabie aqui, por favor!

P.O.V (Gabie)

Acordei assustada, chamando pela Thali. Levantei e vi que o Rafa estava na cozinha, começamos a conversar sobre a surpresa de um mês, peguei o meu celular e mostrei pra ele a imagem de um belo par de alianças.

- Comprei pra Thali. Vou pedi-la em casamento! – eu disse.

- Amiga, sério? Gabie eu to muito feliz por vocês! – ele dizia feliz.

- Amigo, eu também to louca de felicidade, mas fala baixo pra Thali não ouvir e estragar a surpresa. – falei.

- Tudo bem! Então só me conta como você vai fazer pra entregar o anel pra ela. – ele disse baixinho.

- Essa parte é um segredo que só nós duas vamos saber! – eu falei e sorri maliciosamente.

- Nossa, Gabie! É bom me poupar desses detalhes mesmo. – ele falou e gargalhou.

Notamos que o André também tinha chegado na cozinha, o Rafa o chamou animado para contar a nova noticia e era perceptível o desanimo do André quando se aproximou de nós.

- Gabie, a Thali quer falar contigo lá no quarto. – ele disse sem graça.

- Ta bom! O Rafola vai te contar nossos planos então. – eu falei animada e fui em direção ao quarto.

P.O.V (Rafa)

Que noticia boa era essa de que a Gabie iria pedir a Thali em casamento, a nossa alegria era tanta que começamos a planejar viagens de casais, ter filhos na mesma época. Estávamos em um clima tão bom que para mim aquele poderia ser o nosso final feliz, mas depois que o André chegou na cozinha eu caí na realidade. Percebi na hora que era alguma coisa ruim, a cara dele que sempre foi apenas sorrisos dessa vez trazia apenas escuridão, um lado do André que eu nunca tinha conhecido. Ele anunciou que a Thali estava chamando a Gabie no quarto, assim que ela saiu, ele me arrastou para fora do apartamento.

- Rafa! A Thalita ta grávida. – ele falou triste.

- Quê? – perguntei desacreditado.

 - Eu comprei um teste de farmácia e ela fez! – ele disse.

- Mas geralmente esses testes de farmácia não prestam. – eu falei empolgado.

- Amor, esses exames podem dar um falso negativo, mas um falso positivo é muito difícil de acontecer! Eu sinto muito. – ele disse destruindo minhas esperanças.

- Por favor! Não pode ser verdade! A gente estava na cozinha e a Gabie estava me mostrando a foto de um par de alianças que comprou pra Thali. Você sabe o que é isso? – falei e comecei a chorar.

Ele me abraçou e me disse diversas palavras de consolo, nenhuma delas conseguia me acalmar. Era difícil acreditar que isso estava acontecendo, mas lembrei de que pior do que eu as meninas estariam, eu precisava ser forte para apoiar as duas. A Thali pela gravidez inesperada e a Gabie pela perda do grande amor da sua vida.

P.O.V (Gabie)

Entrei no quarto do Rafa e vi que a Thalita estava chorando sem parar. Sentei ao seu lado na cama e tentei fazê-la falar, mas ela não parava de chorar e aquilo me assustava. Sem que eu esperasse ela me beijou, foi um beijo diferente de todos os que já tínhamos divido. Era um beijo carregado de tristeza, paixão e parecia uma despedida. Ela parou de me beijar e ficou olhando nos meus olhos.

- Gabie, eu te amo tanto. Me perdoa! – ela dizia com bastante dificuldade por causa do choro.

- Amor, respira! Eu também te amo. O que aconteceu? – falei.

- Eu acho que estou grávida. – ela disse e parou de me encarar.

- Não vamos sofrer por antecipação, eu tenho certeza que você não ta! Fica calma, tudo vai se ajeitar. Vamos pensar positivo?– eu falei ainda sorrindo.

- Eu fiz teste de farmácia. – ela me contou.

Depois daquela frase eu não conseguia mais ser positiva. A Thalita grávida agora era uma realidade e isso me assustava bastante. Olhei pra ela e vi que o nosso sofrimento era o mesmo! Então a abracei e choramos juntas. Choramos, pois sabíamos que aquilo estaria mudando toda a nossa vida, choramos, pois sabíamos que o nosso amor era tão grande e queríamos viver ele. Doía em mim saber que não teríamos a chance de viver tudo aquilo que eu sonhei para nós.

- Eu preciso ir! – falei e me afastei da Thali.

- Você me perdoa? – Thali disse.

- Me desculpa, mas eu preciso ir. – sai do quarto deixando Thalita sozinha.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...