História S.O.S. - No one knows where this will stop - Capítulo 28


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags August D, Bangtan Boys, Bts, Drama, Jimin, Min Yoongi, Romance, Suga, Taehyung
Visualizações 33
Palavras 2.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Luta, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá pessoal..
Como estão?? Espero que bem.. 😀
Mais um capítulo para vocês..
Espero seus comentários.. 😉
Desculpem qualquer erro..
Boa leitura!!

Capítulo 28 - Modelos ou explosivos?


Fanfic / Fanfiction S.O.S. - No one knows where this will stop - Capítulo 28 - Modelos ou explosivos?

Alguns dias depois...

_______'s pov

Abri a porta do quarto e lá estava Jungkook dando sopa para Ya Joy contra a vontade dela.

- O médico disse que você tem que se alimentar. - disse Jungkook levando a colher cheia a boca dela. - Abre a boca. - Joy manteve a boca fechada. - Abre logo! - disse ele tentando ser firme, mas não conseguiu. - Posso ficar aqui o dia todo. - Ya Joy abriu a boca, por fim, e Jungkook lhe deu a sopa.

- Estou gostando de ver... - fechei a porta atrás de mim. - Isso mesmo. Tem que comer. - a encarei atentamente. - Você deu um baita susto em nós!

- Desculpe. - disse ela e Jungkook pareou outra colher em frente a boca dela.. Joy suspirou e abriu a boca novamente.

- Eu vou deixar vocês. - disse colocando a mão no ombro de Jungkook e ele sorriu para mim. - Cuida bem dela, hem?

- Pode deixar. - ele sorriu e voltou a encarar Ya Joy. - Eu cuido. AAA! - ele levou outra colher a boca dela é descontente Joy abriu a boca.

- Joy.. - me aproximei dela e beijei sua testa. - Come tudo, ouviu?! - disse séria.

- Por acaso eu tenho escolha? - disse ela de cara fechada e eu sorri simples negando com a cabeça.

(...)

Cheguei no lugar onde faríamos as fotos e peguei a prancheta das mãos de So Phe.

- O que o Jimin está fazendo ali? - disse o vendo ajeitando suas roupas.

- Ele vai ser modelo também. - disse ela como se não fosse nada.

- O quê?! - disse prendendo um sorriso. - Ele aceitou isso ou foi você.. que..?

- Ele que quis. - disse ela me encarando. - Eu havia pensado só no Min Yoongi como já tinha discutido com você. - ela fez uma breve pausa. - Então, pensei que dois é melhor que um para divulgar os produtos. - ela olhou para um ponto atrás de mim. - Ou, talvez três...

Virei e vi um homem se aproximando, estreitei os olhos, pois tenho a sensação de conhecer o sujeito que vestia roupas despojadas.

- Eu estou procurando Min Yoongi. - disse ele com um sorriso discreto ao me encarar.

- Você é amigo de Min Yoongi? - disse So Phe com um sorriso largo. - Você tem um rosto ótimo. Já pensou em usar isso a seu favor?

- O quê?! - disse ele confuso. - Como?

- Eu sou Li So Phe. - começou ela apontando para si. - E você é?

- Kim Taehyung. - disse ele simples.

- Estamos aqui em um evento de fotografia para o lançamento de nosso novo produto. - disse ela. - Você não quer participar? Acho que você é o tipo de homen que chama atenção. Pagamos bem. - ela sorriu esperançosa.

- Não pagamos, não! - adverti batendo no braço dela.

Encarei Kim Taehyung e sorri sem graça.

- Deixa-me ver se eu entendi. - disse ele passando a língua pelos lábios, umedecendo-os. - Vocês querem me contratar para ser modelo por um dia? - ele arqueou uma sobrancelha.

- Não vamos pagar nada! - dise prontamente. 

- O que você tem a perder? - So Phe sorriu e eu levei a mão a cabeça brevemente.

- De onde eu te conheço? - arqueei uma sobrancelha e o rapaz me encarou.

- Eu tenho o rosto muito comum. - retrucou ele de modo indiferente.

- Ah, mas não tem mesmo! - So Phe riu e o puxou pelo braço. - Por aqui! Não aceito não como resposta, senhor Kim.

Yoongi's pov

_______ conversava com um cara que tinha uma câmera na mão. Estávamos ao ar livre em uma antiga pista de skate em uma praça da cidade.

- Acho que pode aproveitar bastante as fotografias aéreas. - disse ela. - Li Hun é um de meus técnicos e ele vai auxiliar você com os drones.

- Vai querer mesmo que a gente ante desses skates? - disse e ______ me encarou.

- Li Hun! - chamou ela pelo seu funcionário. - Ajude o Kylian com o drone.

- Sim, chefe. - disse Li Hun prontamente.

_____ me puxou pela jaqueta preta de couro para nós afastarmos deles.

- Não se preocupe quanto a isso. Tem pessoas habilidosas para fazer isso. - disse ela olhando em volta. - Li So Phe já arranjou tudo. - sorriu. - E ninguém quer que você se machuque. - ela voltou a me encarar e estreitou os olhos.

- Ela é bem eficiente. - comprimi os lábios brevemente. - Soube que arrombaram seu apartamento? Você está bem? - disse preocupado.

- Eu estou bem. - disse ela sem maiores detalhes. - Está atrasado com essa pergunta. - disse ela amarga.Esbocei um sorriso nada animador. Só ela consegue me desestruturar e não posso fazer nada. - Já vamos começar. - ela olhou em volta. - Você pode se aproximar dos outros para começarmos a sessão de fotos.

Outros?

Aproximei-me de Jimin e vi Taehyung.

- Não creio. - disse chocado.

- Eu também não acreditei quando o vi. - disse Jimin ao meu lado.

- Qual o problema de vocês! - disse So Phe colocando uma mecha de seu cabelo atrás da orelha. - Sejam o mais natural e sexys possível. - ela disse um pouco afastada de nós. - Vamos! Eu tenho um produto para vender.

Taehyung se aproximou com uma câmera na mão.

- Ela viu em mim a beleza artística. - ele sorriu quadrado e eu comprimi os lábios. - Dá para acreditar?! - ele riu. - Acho bom, agirem naturalmente senão... as pessoas vão começar a desconfiar. - sussurrou e eu revirei os olhos.

(...)

Depois de um dia cheio, voltei para o bar e puxei uma garrafa das mãos de Namjoon.

- Cadê o Jungkook? - disse intrigado com o sumiço dele de dias.

- Ele está no hospital. - encarei Namjoon atentamente. - Parece que a ursinha dele passou mal ou algo assim.

- Ele virou babá. - suspirei.

- Não só isso. - começou Namjoon. - Ele está de quatro por ela. Acho que tem a ver com o fato de ela não se interessar por ele.

- Provavelmente. - sorri simples. - A diretora Li acha que Kim Taehyung tem um rosto único, acredita? - disse embasbacado. - Ele estava lá na sessão de fotos como se fosse realmente um modelo e esquecendo de seu lado traficante.

- Devia ter pegado ele quando teve chance, Yoongi. - disse Namjoon se apoiando na bancada. - Agora... - Namjoon suspirou. - .. ele fica esfregando a verdade na sua cara.

- Não havia provas contra ele. - disse colocando a garrafa sobre a bancada. - Eu só queria proteger Jung Wen Di e agora ela voltou. - encarava a garrafa sobre a bancada e suspirei pesadamente.

- Eu sempre me perguntei o porquê de você ter ido com ela. - encarei Namjoon. - Depois você voltou... Sozinho.

- Voltei por que ela não queria Taehyung mechendo nos antigos negócios de Jung Hoseok. - passei a língua pelos lábios, umedecendo-os. - Foi um motivo plausível que dei a ela, então... Wen Di apenas deixou que eu voltasse.

- A verdade? - ele me questionou.

- A verdade é que ninguém sai dessa vida, Namjoon.

- Acha que Tae mandou matar Seokjin, então? - ele estreitou os olhos.

- Kim Seokjin tinha negócios com Jung Hoseok. - dei de ombros. - Se alguém mandaria matar ele... seria o próprio Hoseok, mas ele está incomunicável na prisão. - elevei a mão brevemente. - Tem alguma coisa que não está batendo aí.

Alguns dias depois...

________'s pov

- Antes de vocês irem para a gravação do programa. - começou Li So Phe. - Subimos muito nas pesquisas de qualidade e a empresa Light nos procurou para fazer parceria. - ela sorriu contente.

- Isso é maravilhoso! - sorri animada.

- Isso e fantástico! - disse Jimin.

- O fato de uma empresa tão importante como a Light ter nos procurado só significa que todos trabalharam bastante. - disse correndo os olhos por todos ali. - Obrigada a todos pelos seus esforços.

- Acho que foi por causa da campanha. - disse So Phe. - Três rostos bonitos causam uma boa impressão. E o vídeo que fizemos é incrível também. Capta grande parte dos esportes radicais deixando os telespectadores mais próximo da ação. - ela falava contente. - Como se estivessem conectados, sabe? É um tremendo sucesso! - ela sorriu. - E agora esse programa que Jungkook e Yoongi arrumaram. As coisas estão fluindo bem rumo ao topo. Não tinham como a Light nos ignorarem. - ela olhou em volta. - Devemos agradecer ao Min Yoongi pelo empurrão que nos deu.

- Quando será a negociação? - a questionei, não vejo Yoongi desde da sessão de fotos.

- Daqui a três dias. - ela disse séria me encarando. - Já vou preparar tudo para para a negociação. Você vai querer ir?

- Foque na negociação. - disse com um sorriso. - Confio em suas habilidades de negociação. Sei que fará seu melhor. - olhei em volta. - O restante de nós, vamos para a gravação do programa devemos nos concentrar em dar o nosso melhor. Fighting! - fechei as mãos em punhos.

E todos os meus funcionários, que não são tantos assim, se animaram.

- Parece que finalmente saímos da lama! - disse a loira, Ya Woon.

Seguimos todos para o elevador, exceto Li So Phe e os dois auxiliares dela. Com certeza ela vai discutir a melhor arbodagem para com a Light.

- Isso é só o começo. - disse Li Hun. - Há mais por vir no futuro.

- Deus lhe ouça. - disse com um sorriso o encarando.

(...)

- Onde quer que vá eu levo você. - disse Jimin quando saímos do set de filmagem.

Eu tenho que ir ver o Yoongi, mas não sei se posso dizer isso ao Jimin. O encarei e seus olhinhos para mim eram penetrantes e sinceros.

- Jungkook está de babá da Ya Joy e está enfiado no meu apartamento. - disse criando uma desculpa. - Estou indo falar com Min Yoongi para tirá-lo de lá.

- Se quiser eu mesmo tiro o Jeon Jungkook do seu apartamento. - disse Jimin prontamente.

- Mesmo que Ya Joy não aceite, ele faz bem para ela. - sorri simples. - Mas não dá para ele ficar lá mais tempo e não quero tratá-lo de uma maneira rude. - fiz uma breve pausa. - Por isso vou falar com Yoongi. Parece que Jungkook só escuta os conselhos dele, como se o Min Yoongi fosse o irmão mais velho.

- Eu te levo lá. - disse ele abrindo a porta do carona para mim.

- Obrigada. - sorri gentil e entrei no carro.

Jimin dirigia lentamente pelo trânsito confuso que se formou por causa de uma batida na avenida. Demoramos mais tempo do que o normal para chegar até o prédio onde Yoongi tem seu bar na cobertura.

- Eu acompanho você. - disse Jimin saindo do carro antes mesmo de eu dizer que não era necessário ele me acompanhar até a cobertura. - Senhorita. - ele sorriu para mim e me deu a mão, para me auxiliar a sair do carro.

- Obrigada. - disse com um sorriso tímido. - Eu posso ir até lá sozinha. - dei de ombros. - Não precisa me acompanhar.

- Eu cuido de você, ______. - ele disse de modo calmo e protetor como sempre e um barulho de explosão foi ouvido.

Jimin me protegeu com o corpo dele e caquinhos de vidro caiam sobre nós. Olhei para o prédio é a entrada estava tudo bem, olhei para cima.

A explosão foi na cobertura!

- Oh, meu Deus! - disse aflita cobrindo a boca e inclinei o meu corpo para adentrar o prédio. Jimin me impediu segurando o meu braço. - Eu tenho que ir lá. Solte-me!

- Não pode entrar lá! - disse ele autoritário, sensato.

- O Yoongi está lá! Ele pode ter morrido! - disse aflita.

- Eu vou lá, mas quero que você fique aqui! - disse ele segurando em meus braços e me encarando atentamente. - Não é seguro para você!

Ele correu até a entrada do prédio.

- Jimin! - gritei por ele.

- Fique aí! - ele estendeu a mão para mim brevemente e sumiu da minha vista. Peguei o meu celular e liguei para o corpo de bombeiros.

Yoongi's pov

Cheguei ao bar e Namjoon estava orientando o bartender.

- Ah, que bom vê-lo por aqui. - ele sorriu cínico para mim. - Você nem se quer dar as caras há alguns dias. - repreendeu-me

- Estive resolvendo uns assuntos. - passei a mão pela boca brevemente.

- Taehyung veio fazer outra visita.

- O que ele queria? - o questionei e Namjoon se aproximando de mim.

- Ele sorriu debochado como sempre e foi embora depois que teve certeza que você não estava mesmo aqui. - disse ele sério me encarando. - Ah, e você recebeu uma encomenda ontem a noite. - estreitei os olhos. - Um pacote embalado para você.

Franzi o cenho.

- O quê?! - disse aflito. - Não me lembro de pedir nada. Que deixou?! - me afastei de Namjoon.

- Um entregador. - disse ele. - Eu deixei sobre a sua mesa.

Corri até o escritório e lá estava a caixa sobre a mesa. Me aproximei e puxei o lacre. Abri a caixa e avistei esplosivos ligados a um 'Time'. Engoli em seco, ao ver que tinha menos de 10 segundos.

Não dá tempo de tirar isso daqui! E também para onde eu levaria?!

Corri para fora do escritório e gritei para Namjoon e alguns de meus funcionários que estavam ali.

- Explosivos! - e nisso meu corpo foi arremessado para frente e tudo se escureceu.


Notas Finais


Então??
O que acharam deste capítulo??
Deixem comentários.. sua opinião é muito importante para mim.. 😊😊
Vejo vocês em breve..
XX #Kathy


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...