História Sou Ambar Benson - The True Benson Family - Capítulo 4


Escrita por: e EvieQueen

Postado
Categorias Sou Luna
Personagens Ámbar Benson, Delfina, Jazmin, Personagens Originais, Simón
Tags Angst, Simbar, Sol Benson
Visualizações 75
Palavras 821
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A

Capítulo 4 - Chapter 3 - The History of Livia and Amber Evans


Camilla Evans , uma mulher que era apaixonada por crianças , linda , sorridente e que contagiava todos com sua alegria, casada com Robert Evans ,Um homem que tinha um sorriso da qual fazia camilla se derreter de amores ,a mesma tentava engravidar mas as vezes nao conseguia e as vezes sofria um aborto instataneo , consultou o medico e ele disse a pior noticia que poderia ser dita no momento , a mesma nao poderia mais engravidar e que nao poderia tentar mais , pois se perdesse mais sangue poderia morrer ,aflita ela sai do hospital em estado de choque correndo , apos esse acontecimento a mesma tentou adotar uma criança junto ao marido mais nunca conseguia a gaurda definitiva, assim se instalou em uma depressao que parecia nao ter fim , seu marido preocupado tentava o maximo tirar a amada daqela fase de depressao , mas ela sempre recusava ,ela começou a chorar todos os dias a noite quando todos estavam dormindo,tentativas de suicidio ja havia acontecido , psicologo? fingia que ia , mas nao ia , apenas dizia que ela nao precisava daquilo , saia cedo e chegava tarde , ela todos os dias ia em uma ponto pensando em se jogar nela e se livrar de seu sofrimento , mas um sentimento da qual nao sabia explicar dizia que nao e ela o ouvia , todos os dias as mesmas açoes na ponte e tentando achar coragem para pular e acabar logo com tudo , ja tinha parado em um hospital duas vezes em uma semana por tentativa de suicidio com remedios depressivos , ja que a mesma nunca os tomava , resolveu tomar , decicida para entrar diretamente em sua morte , mas seu marido nao deixou, a mesma começou a fumar muito e beber muito tambem , se tornou muito rebelde , sem limites  , a mesma se envolveu em um acidente ficando em coma por tres meses  de sofrimneto , onde ela sofria mesmo em coma , infecçao hospitalar , parada cardiaca etc , quando acordou se deu com o susto que havia ficado em coma por tres meses e quando recebeu alta saiu do hospital começou a se cortar e agora estava decidida a se matar completamente, se jogou na ponte , mas seu marido a salvou  , sua depressao se prolongou por um ano  , ate um dia que seu marido a levou para a praça , onde ela viu uma mulher loira com cinco criancinhas , quatro loiras e um moreno , a mesma começou a chorar silenciosamente, pois doia ver crianças e nao ter uma , a mesma ja havia pensada em adoçao , so que nunca dava certo para pegar a gaurda da criança  , quando a mulher loira que estava com as crinças se aproximou segurando duas loirinhas , uma de olhos castanhos e outra de olhos azuis se assustou .

- Vai querer adota-las ? - fala a mulher surpreendendo totalmente Camilla , seu marido havia visto a cena fica empressionado , camilla assente e sem exitar ou pensar a mulher deu uma das maos das duas garotinhas para Camilla , deixando-a pexplexa com que tinha acontecido e foi embora puxando os outros , nao importava o choro das meninas ou os gritos do menino , sem nem olhar para tras, sem pena das meninas que ficaram para tras , sem nenhuma expressao no rosto deixou a praça sem deixar uma lagrima escorrer pelo rosto, a praça estava silenciosa e ninguem estava nela , as crianças começam a chorar esticando os bracinhos para as outras que estavam sumindo de vista .

Ela pega uma das meninas e começa a acalma-la , ate a pequena dormir em seus braços , a menininha estava alisando o braço da irma e deixava algumas lagrimas cairem no seu lindos e delicado rostinho , Robert a pegou no colo e começou a mima-la fazendo a garota sorrir um pouco para ele , fazendo Camilla se emocionar , finalmente estava criando uma familia , depois daquele dia , a mulher foi se recuperando da terrivel depressao .

----[5 anos Depois]----

Livia e Amber estavam fazendo seu aniversario de nove aninhos , elas haviam feito uma festa de princesa , estavam esperando seus amiguinhos , seus pais haviam vijado para espanha em trabalho , mas fizeram questao de dar um presente antes de ir viajar , mas oque as irmas nao sabiam era que seus amiguinhos haviam combinado de fazer uma brincadeira de mau gosto com elas , nao ir na festa e ficar rindo delas se chorassem , e foi isso que aconteceu , as meninas passaram quatro longas horas esperando so "Amiguinhos" , e eles nao vinheram , as mesmas correram para o quarto e desabaram no choro , no dia seguinte , as outras crianças ficaram zoando elas e assim começaram a ser frias com todos menos com sua familia .


Notas Finais


Gostaram ?
Continuo com 33 favoritos

Motivaçao = Comentarios


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...