História Sou Apenas Um Pouco Diferente ;) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Amor Doce
Personagens Ambre, Castiel, Debrah, Personagens Originais
Tags Castiel, Magia
Visualizações 34
Palavras 1.700
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Hentai, LGBT, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá gente... Desculpa o atraso mas esta ai!

Nesse cap iremos conhecer dois amigos de Sophia! O seu Irmão mais velho — Matt — e a sua melhor amiga — Haven—
espero que gostem dos dois.

Capítulo 3 - Esqueça meu nome à Meia-Noite!


Fanfic / Fanfiction Sou Apenas Um Pouco Diferente ;) - Capítulo 3 - Esqueça meu nome à Meia-Noite!

| esqueça meu nome à Meia-noite! |

 Sophia- Paris 

 

Saímos do aeroporto pegamos um taxi e fomos para o condomínio —sim seria um condomínio— passamos por algumas casas um lago um parquinho e chegamos na mais nova casa —outra extremamente exagerada— Fiquei ali parada na frente da casa observando, qual a funcionalidade de uma casa tão grande para apenas 5 pessoas?! Se você não sabe imagina eu!

Entramos na casa e todos os móveis já estavam lá — semana retrasada o meu pai veio para cá e comprou tudo novo... não sei para que, amava o meu quarto — mas até que ficou legal... Três paredes em preto uma em vermelho um guarda roupa uma cama de ferro — todos as camas da minha vida foram de ferro — a penteadeira o meu tapete felpudo, o sofá... está perfeito... guardei todas as minhas roupas — que não era muitas... odeio fazer compras — acabei de arrumar tudo e fui ver a casa.

Olhei a casa inteira voltei para o meu quarto e tomei um banho não muito demorado, falei com meu irmão mais velho a alguns anos atrás e fiquei sabendo que ele estava morando aqui antes de vir para cá - é minha família e mais grande do que eu queria, além do Matt meu irmão mais velho tenho um Mais novo no também. O povo que gosta de ter criança - iria encontrar com o mesmo daqui a pouco na casa dele. Apesar de estar com sono — por ter ficado 8h e 50min dentro de um avião — dava para falar com ele -afinal fiquei um tempão sem falar com ele - tinha perdido todo o contato com o mesmo —só sei aonde ele mora — Mas Sophia como sabe que ele ainda mora aqui ne Paris? Fácil, Matt odeia viagens e mudanças e também ele tem muitos assuntos a tratar aqui então por qual motivo ele se mudaria.

Coloquei uma roupa qualquer, arrumei o cabelo e sai de casa e fui andando até a casa do mesmo — deixei a minha moto em Miami, pelo fato de que não tinha ideia de como iria trazer para cá — saí do condomínio e segui por aquelas ruas escuras — e frias — de paris até o meu destino.

**Quebra De Tempo**

Cheguei naquele apartamento e percebi que tinha muitas pessoas em um lugar um pouco afastado — o que está acontecendo? — Resolvi ignorar aquelas pessoas e segui para o elevador. Entrei no elevador e tinha duas garotas com vestidos curtos apenas as ignorei e apertei o último andar.
— Até parece que ela vai para aquela festa -a garota com o vestido preto sussurrou.
— Nunca que irão deixar ela entrar com essas roupas.- a de vermelho sussurrou.
— Acho que o cérebro de galinha de vocês duas não perceberam que eu não sou surda -falei e olhei para as duas, mas quando iam responder a porta do elevador se abriu.

Sai do elevador e fui para o apartamento do meu irmão e escutei uma música — meu irmão está fazendo festa? — Abri a porta e dei de cara com um monte de gente dançando, bebendo, se pegando e conversando — Uau!! — Comecei andando pela festa procurando por um Moreno de olhos azuis sorrindo ou contando piadas por aí.

Continuei procurando... até que que achei uma cabeleira marrom no balcão da cozinha, cheguei por traz e coloquei minha mão em sua nuca —minha mão deve estar gelada agora— sente ele se arrepiar e se encolher e ficar ali por alguns segundos até ele se virar bruscamente e me envolver em um abraço apertado.
—NÃO ACREDITO QUE VOCÊ ESTA AQUI!! — Ele gritou, acho que a festa inteira escutou
— Pode acreditar, e me soltar. — Falei com um pouco de humor, mas também rude—
— Grossa como sempre. — Ele falou com humor e nos dois rimos — pensei que estava em Miami — ele tomou um ar preocupado — Não me diga que fugiu pelo amor de deus! Se nossos pais souberam el.... — eu o interrompi.
— Calma! Eu não fugi ainda, Emily vai fazer faculdade de artes plásticas aqui na França então nos mudamos... e muito simples — ele tranquilizou a expressão e logo a mesma estava alegre — O que?
— Tenho uma surpresa para você!! Vem comigo.

Matt saiu correndo me puxando, foi até o final do corredor abriu uma porta e me tacou lá dentro entrando logo depois. Estava quase xingando ele quando uma loira apareceu na minha frente com aqueles olhos azuis que fazia tempo que eu não via.   
— Ai Meu Deus — foi só o que eu consegui falar. Olhei para meu irmão, ele apenas balançou a cabeça em sinal de sim e me mostrou um sorriso amarelo, olhei para Haven na minha frente, mas não tive tempo de fazer nada a mesma pulou nos meus braços e me rodopiou até ficarmos tontas.    
— Eu senti tanta a sua falta Sophia. Não acredito que está aqui — ela me soltou — O que está fazendo aqui??   
— Minha linda irmã está fazendo faculdade aqui — falei como se não fosse nada. — Então nos mudamos para outra casa extremamente grande e exagerada com vizinhos.   
— Kkkk estou com saudade da Emy, tanto tempo que não a vejo.   
— Ela vai ficar feliz em te ver — falei irônica, minha irmã nunca gostou de Haven... e minha família toda não gosta dela. — Assim como toda a minha família claro hahaha.   
— Vão ficar todos felizes kkkk.

Haven e minha melhor amiga dês de quando tínhamos 10 anos, mas quando eu estávamos com 15 ela teve que se mudar com os pais para a Alemanha, mas depois de dois anos os pais dela morreram então veio morar sozinha aqui na França e então encontrou o Matt no café — eles já se conheciam antes— Haven também tem uma irmã mais nova que está morando com os tios em Miami.

Meu Irmão Matt tem 21 anos e com 16 foi expulso de casa por usar drogas ilícitas e tem mais de 4 anos que não nos falamos, da última vez que nos falamos ele tinha falado aonde morava e porque sempre trocava de número. Ficamos conversando até a Haven tocar no assunto “Victor”.
 — E como ele está? — Ela me perguntou impaciente — ta namorando?   
— Está bem Haven — disse já prevendo o que aconteceria— E algum dia você viu Victor namorando?   
— Sei lá ele pode ter mudado. Estou com saudade — Não, não, não —.
— Larga de ser trouxa Haven, estamos falando de Victor Montez e claro que ele não mudou.   
— Ele ficou com alguém? — Ela falou com o olho cheio d’agua—.   
— Haven!! — Disse já impaciente odiava essas conversas sempre acabavam com ela no meu colo chorando horrores, e eu odeio consolar as pessoas— Últimas mensagens do grupo — peguei o meu celular e abri as mensagens do grupo —
Mary:       
   Victor ataca novamente!
Bia:
   Quem foi a felizarda?
Victor:   
   A novata do 1° ano
Bia:
   A loirinha?
Victor:
   Ela mesma!
— Desencalha do Victor, nunca que ele vai amar alguém.   
— O Victor e igual a você — ela falou com a voz chorosa — Não liga para os sentimentos dos outros — e começou a chorar.   
— Ahhhh meu Deus... tem mais de 4 anos que eu falo para você parar de gostar do Victor por que você só vai se machucar mais, só que você não entende. — Ela olhou para mim — e nem vem não vou consolar ninguém, se apaixonar pelo Victor e pedir para morrer de burrice.   
— Ta bom, vou tentar! — Ela falou ainda chorando um pouco

Foi aí que meu irmão apareceu na porta.
— O Castiel vai dormir aqui ok Haven?   
— De novo!? Não aguento mais esse cara aqui! — Quem e ele para fazer Haven ficar com raiva desse jeito? — Todo dia ele dorme aqui, andando de cueca pela casa comendo igual a um trator parece que tem solitária no estomago que merda! — Ela falou, não ela gritou.   
— Se acalma Haven! — Eu falei para a mesma — quem é esse “Castiel” para ela ficar com tanta raiva? — Me dirigi a meu irmão —   
— Meu amigo, conheci ele em uma balada junto com alguns outros garotos, nada demais. Não sei o porquê Haven não gosta dele. — Ele falou, mas logo mudou de assunto — Vai dormir aqui Sophi? —Falei um ”pretendo” — se for vai ter que dormir no sofá.   
— Ta tudo bem! Já dormi em lugares piores. — E ele saiu, olhei para Haven — estou indo tchau! — Ela acenou 

Sai do quarto e fui para o quarto do meu irmão o mesmo estava na cama mexendo no celular.   
— O que você quer? —Passei direto e fui para o guarda roupa — Ei! Não me ignore! — Peguei uma blusa de frio qualquer e me direcionei para a porta — EII! MINHA BLUSA — Só escutei ele gritando e fui para a sala vestindo a blusa.

Cheguei na sala e tomei um susto quando vi um ruivo no sofá.   
— Porra! — O mesmo olhou para mim — Quem e você?   
— Castiel... e quem e você?   
— Sophia — olhei para a TV — o que está assistindo?   
— Supernatural... gosta?   
— Um pouco. — Me sentei no sofá ao lado do mesmo — Prefiro Stranger Things, apesar de ter só 2 temporadas com poucos episódios.
— Também gosto um pouco.

Eu me levantei e fui até a pequena adaga que quase não tinha bebidas — provavelmente a maioria acabou na festa — e peguei um whisky qualquer e voltei para o sofá. Ficamos mais um tempo ali assistindo a serie bebendo um pouco.

Foram poucos minutos para mim perceber que já estávamos um pouco chapados nos pegando indo em direção a algum lugar, e mais poucos minutos para estarmos deitados um do lado do outro nu em uma cama ofegantes, mas quando percebi me levantei me levantei e procurei meu celular 23:45 — aí droga — procurei um todos os lugares minha mochila — tinha levado algumas roupas — achei ela no canto do quarto, procurei todas as minhas roupas e enfiei lá dentro.

Fui no banheiro tomei um banho rápido coloquei outras roupas em quanto o Castiel estava ali sentado na cama olhando o que eu estava fazendo, terminei de guardar tudo estava saído do quarto e falei   
— Esqueça meu nome à meia-noite!

Sai do quarto e fui ao quarto do meu irmão escrevi em um papel qualquer “Tive que ir embora, é só para avisar transei com seu amigo, vê se me liga 9658-xxxx, ass. Sophia” coloquei na cômoda e fui embora para minha casa.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...