1. Spirit Fanfics >
  2. Sou filha de Sesshoumaru? >
  3. As Atos que Determinaram a Vida Dela

História Sou filha de Sesshoumaru? - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Boa noite!

Mas um capítulo quentinho pra vocês! haha
Tentei faze-lo mais longo mas não deu (╥﹏╥)

Mas espero que aproveitem e Boa leitura!

Capítulo 2 - As Atos que Determinaram a Vida Dela


Fanfic / Fanfiction Sou filha de Sesshoumaru? - Capítulo 2 - As Atos que Determinaram a Vida Dela

Ah Centenas de anos....

Depois da era do feudalismo

A jovem Princesa Akemi, foi apresentada pelo governador de muitas terras, aos Taishos como uma possível futura consorte de seu filho mais velho, provando ser um casamento de lucro duplo para ambos lados, além de fazer o bem a seu país e a linhagem de sangue puro, a jovem faria qualquer coisa que seu pai pedisse ou mandasse, mesmo que isso significa - se sua possível infelicidade. Não que ela achasse-o indigno para si, ao contrário, ele era o ser mais bonito de todos os youkais que havia visto em seus quatrocentos anos.

Mas a princesa sabia que o Primogênito de Inu no Taisho tinha acabado de perder sua primeira e única rainha ao seus olhos... A humana Rin...Não que isso fosse um segredo.

Muitos aproveitaram para esbanjar suas filhas aos pés do grande lorde.

Mas ela era diferente, não queria substituir o sentimento que ele usufruiu.

Mas curiosamente ele se aproximou da jovem de semelhantes cabelos prateados como os seu, não importava o quanto ela fosse bonita, ela não era Rin....Mas apenas por desejos carnais se envolveu, uma única noite, aquela noite que ele jamais imaginaria que o estaria atormentando depois de séculos.

A princesa misteriosamente sumiu após a chegada do casamento, não que ele dava importância a algo fútil, más era curioso.Ele estava finalmente livre de uma possível cônjuge.

Mais ela desenvolveu um afeto por ele, que ela tinha receio ao adquirir, não podia ser egoísta o tendo para si, ele pertencia a outra, seria melhor para ambos que nunca mais se vissem.

A guerra por laços cortados e o fracasso casamento começou, foi longa e demorada, surgiram boatos e culpavam a princesa de sumir com um tal amante, e desaparecer sem deixar rastros, sua entrada não era bem vinda e seu pai morreu de desgosto que a filha lhe proporcionou naquela época.

O parto foi demorado e cansativo, os longos dois anos carregando uma criança de um Youki tão poderoso a estava esgotando fisicamente, e tinha aqueles que queriam usar a criança para bens próprios contra o lorde do oeste.

Desde o nascimento daquele pequeno ser foi uma longa fuga, mas os céus estavam ao seu lado e colocou Totousai em seu caminho....

E lhe prometeu cuida la

Ela teve de deixá-la, sua própria cria para o bem de ambas, mas jamás a abandonaria.

Sua infância não foi a das mais melhores, longos treinamentos para se defender logo aos três anos, e com isso conheceu sua adorável vó Inu Kimi, que a educou e treinou como uma verdadeira Princesa..

Ela sabia quem era seu pai, mas jamais o procurou, tinha de protegê-lo, não deixando ninguém a usar para o machucar, ela cresceu com esse mesmo pensamento, jamais odiou seus pais por a largarem ao vel, apesar da carência de afeto, e sim os amou ternamente para compensar a sua ausência.




✧◜✧✧◝◜✧✧◝◜✧✧◝◜✧ 



Rin


Sabe como é fugir desesperadamente sem que ninguém te salve?

Ou esperar por salvação mesmo que não seja digna?

Meu nome é Rin, dona de longos cabelos castanhos escuros e um longo olhar chocolate, sem qualquer sobrenome...

O porquê? Meus pais me entregaram para monges após meu nascimento, com a possível chance de mim ser a rencarnação da deusa da coragem e sabedoria.

Talvez estivessem certo, mas uma garota de dezoito anos, não faz milagres e sim fugindo de seres que querem me matar!

Desde muito nova, eu podia fazer coisas consideradas "magicas", como fazer florescer a natureza ou até mesmo travar o tempo, ao meus olhinhos curiosos, tudo era lindo que só podia ser vistos em filmes ou em meus livros fantasiosos...

Mas eu não imaginava que aqueles que me criaram tinham planos calculados para mim.

Eu seria leiloada, pelo maior lote que pudessem dar, uma meta de dez milhões.

Seria o triunfo de um templo abandonado e esquecido, jamais deixaria que me usassem, então simplesmente fugi, uma criança de oito anos apenas, caminhou dois kilómetros e meio em busca de um lugar com amor para lhe oferecer.

Até encontrar uma humilde fazenda, tinha uma linda estrutura, com janelas azuis e toda branca...

Uma das empregadas me encontrou dormindo tranquilamente no feno dos cavalos, e decidiu me adota, ela era uma doce senhora, se chamava Kaede, ela foi a figura materna que nunca tive, essa mulher era sem defeitos, me ajudou, me ensinou e educou.

Ela tinha uma irmã mais nova, Kikyou, simplesmente bela, não só na aparência, mas na sua bondade também com seis anos de diferença, aprontavamos bastante naquela fazenda, não só deixando Kaede como todos loucos haha.

Conforme amadurecida,  e o perigo passava, percebia que estava tudo tão calmo em anos que estive por lá, isolada, que me acostumei a viver como um ser humano normal, mas como nem tudo são flores, fui descobertas por novas pessoas dessa vez Youkais.

Minha vida sempre seria assim? Sempre correr e esconder, esperar me acharem para novamente começar  um loop infinito?!

Minhas habilidades estava aperfeiçoadas, não como um perfeito magico, mas conseguia me defender entre barreiras de poder angelical que repelia pequenos demônios.

Se o mundo só contassem com pequenas criaturas....

O chefe deles estava interessado em mim, e não descansaria até me ter completamente a mercê dele.

Naraki, como era conhecido, um homem frio, arrogante e manipulador, qualidades que não lhe faltavam....

Mas então ele apareceu,  aquele que me tiraria todos os dias confortantes, aparentemente pensei que também estava ali para me capturar, e estranhamente meu coração pulsou ao por meus olhos sobre aquela alva figura...Mas tinha que admitir, era lindo de mais....

" Que sentimento é esse.... Até parece que esse coração não me pertence, eu nunca o vi....Por que estou reagindo assim?"

Eram perguntas de mais, para respostas de menos, não sabia o porquê me queriam, porque sempre fugi, parece que nasci com o propósito de achar somente essa pessoa..... Sesshoumaru Taisho.

Me ofereceu ajuda e acolhimento, disse que ele era o único que podia me proteger incansávelmente de todo aquele inferno que se instalou, e como se meu corpo tivesse vida própria segurei sua grande mão, meu corpo estava me traindo assim tão fácil....?

Como ele me encontrou em uma simples fazenda ainda mais como empregada....Só ele sabe, aquela feição fria mas não assustadora, ele não demostrava sentimentos mas eu podia sentir segurança em suas curtas palavras.....

Mas se eu pudesse voltar no tempo para aquela mesma época, eu teria feito as mesmas escolhas que fiz para chegar até esse homem novamente.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...