1. Spirit Fanfics >
  2. Soul Collect >
  3. 4 - Escamas de Dragão

História Soul Collect - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - 4 - Escamas de Dragão


A viagem de ida e volta durava aproximadamente 2 dias e uma noite. Infelizmente não havia nenhuma estalagem por perto onde pudessem pernoitar, por isso Mestre e Discipla viram-se obrigadas a montar um acampamento improvisado no bosque. Essa situação não representava um grande problema para nenhuma das duas, no entanto Mi Zhui ainda era uma jovem, logo não deixava de ser uma forte candidata a próxima vitima da besta da margem. 

Noutra situação Mi Zhui afastar-se-ia em busca de lenha para a fogueira e comida, no entanto Xie Xuan parou-a mesmo antes de ela pensar sequer em levantar-se. Mi Zhui não se sentiu ofendida, mas ficou irritada, não por causa da sua Mestre, mas sim pela sua própria situação, se havia coisa que ela odiava era sentir-se impotente e tornar-se inútil. Xie Xuan sabia disso, mas mesmo assim não cedeu, a segurança da sua Shidi estava em primeiro lugar.

-Enquanto eu vou, podes reescrever as paginas que se perderam. - Propôs pousando 3 livros de capa mole sobre o colo dela.

-Mestre Xuan! - Protestou insuflando as bochechas. Ela abriu os livros e arregalou os olhos ao ver como as folhas estavam desgastadas e que a escrita outrora elegante e cuidada tornara-se ilegível. - Estes livros...se os antepassados pudessem ver no que os seus trabalhos se tornaram chorariam sangue. - Lamentou sentindo a rugosidade das folhas amareladas.

-Por isso é que os vais reescrever, mas apenas tens que te preocupar com as partes sem salvação. - Respondeu.

-Como é que isso pode ser possível? Mestre, veja por si mesma, é impossível entender metade do que aqui está! - Protestou desacreditada.

-Garota tola, claro que é possível. - Respondeu dando um petaleco sobre a ficha de testa de Mi Zhui. - Só precisas de usar a psicometria e retroceder o processo de criação destas folhas.

-Mas Mestre Xuan! Essa tecnica...eu ainda não a domino completamente...e se eu cometer algum erro? Seriam anos de conhecimento perdidos....não! Eu definitivamente não sou capaz!

-Baboseiras! Psicometria é a primeira habilidade de um nucleo cristalino, um Espelho antes de ser capaz de refletir uma alma, tem que conseguir espelhar habilmente o passado de um objeto. - Ensinou. - Isso aumentará a força do teu nucleo ainda tenro.

Portadores de um Nucleo Cristalino são denominados de Espelhos, são uma das classes mais respeitadas no mundo. O seu cultivo estava nos livros e textos antigos, o amor pelo conhecimento era algo obrigatório na formação de um Espelho, por isso é que eram tão raros.

Mi Zhui não respondeu, limitou-se a pegar nos materiais e começou a fazer o que lhe foi pedido. Antes de partir, Xie Xuan criou uma barreira á volta do equipamento que protegeria Mi Zhui das criaturas das sombras.  

O céu começou a escurecer e Xie Xuan começou a pressentir outras presenças á sua volta, isso deixou-a apreensiva já que a única arma que carregava para se defender eram as suas estimadas laminas de papel, no entanto essa arma apenas é util quando o oponente tem um corpo material.

Uma brisa suave rapidamente converteu-se no vento forte e gelado que arrancava e arrastava as copas das árvores. As roupas de Xie Xuan apesar de confortáveis não a protegiam do frio. Ela procurou calor humano em si própria, abraçou o corpo e experimentou usar a própria respiração para aquecer as mãos que congelavam por dentro. Inevitavelmente ela começou a tossir e a fungar, as maças do rosto e nariz avermelharam dando-lhe um aspecto febril. A situação era péssima, nem mesmo o seu poder espiritual era suficiente para a aquecer. Ela precisava de parar. Xie Xuan sentou-se e tentou regenerar a energia espiritual perdida, no entanto antes que conseguisse isso a sua visão escureceu...antes de fechar os olhos ela pode ver uma luz incandescente, esse brilho vinha da corrente que ligava a sua pulseira a um anel no seu dedo do meio, esse anel era decorado com uma pedra preciosa e era essa pedra a fonte daquela energia. A luz facilmente poderia cegar uma pessoa, mas para Xie Xuan ela mostrou-se inofensiva. A luz branca envolveu-a e aumento 3 vezes o seu brilho. O sangue gelado aqueceu e apesar de queimar ela não sentia qualquer dor, mas sim um forte alivio. Ao recuperar um pouco ela levantou-se e esboçou um sorriso quando sentiu uma pressão sobre as suas costas como se alguém a abraçasse por trás e emanasse calor. Ela voltou a caminhar, mas desta vez era como se o seu corpo estivesse mais leve, como se estivesse a caminhar sobre as nuvens. "Obrigada" murmurou mentalmente  sem parar. 

Xie Xuan empunhou 3 das suas laminas e num golpe cortou  5 galhos grossos e grandes que foram, igualmente divididos em pedaços que ela conseguisse levar nos braços. 

Quando regressou ao acampamento uma flecha foi atirada na sua direção, no entanto quando a ponta afiada estava prestes a atravessa-la, a forte luz rodeou-a fazendo com que a seta perdesse a sua força e inicial e caisse no chão morta.

-Mestre Xuan! - Gritou Mi Zhui em prantos quando percebeu que  tinha feito um movimento contra a sua mestre. Ela correu até Xie Xuan, mas a luz impediu-a de avançar. - Mestre Xuan, existe uma presença desconhecida á sua volta! - Avisou colocando-se  numa posição defensiva.

-Está tudo bem...é só um elemento de proteção. - Respondeu. Nesse momento a luz diminuiu como se tivesse sido ofendida.

-Oh! Entendo! Isso é bom, se não fosse essa luzinha, teria sido atingida pela minha flecha! - A sua expressão mudou. - Sobre isso...peço imensa desculpa! - Mi Zhui ajoelhou-se.

-Não faz mal, faz parte dos teus instintos! - Respondeu ajudando a jovem a colocar-se de pé. - Mas mudando de assunto, aconteceu alguma coisa enquanto eu estive fora?

A jovem negou com a cabeça e Xie Xuan pode finalmente suspirar de alivio.

-Então se é assim, vamos tratar da fogueira, e do jantar.

-Eu trato disso! - Respondeu pegando os ramos que Xie Xuan tinha trazido. 

Rapidamente foi feita uma fogueira, as duas raparigas sentaram-se a volta da mesma e aqueceram as mãos. 

-Mestre Xuan. - Chamou Mi Zhui ao fim de algum tempo de silencio.

-Hum?

-Eu ocultei algo. - Murmurou apertando as mãos uma na outra. - Mais cedo quando perguntas-te se tinha acontecido alguma coisa, na verdade nenhuma criatura das sombras tentou penetrar a barreira protetora, mas eu ouvi a voz de uma mulher. - Explicou prendendo a atenção da mais velha. Ela engoliu em seco antes de continuar. - A mulher parecia extremamente aflita, ela parecia ser uma mãe á procura da sua filha, ao inicio pensei que fosse a aldeã que encontramos na Vila, mas a voz dela era diferente, o tom era distante e parecia formar um eco estranho. 

-Estou a ver... - Xie Xuan passou o dedo no lábio inferior pensativa. - Essa mulher disse alguma coisa?

-Sim, ela disse "A Mamã está aqui á tua espera, já faz muito tempo a mama está á tua espera, não faças a mama esperar mais, volta para a mama". Ela parecia realmente desesperada, parecia estar a chorar.

-Isso aconteceu á quanto tempo?

-Um pouco depois de a Mestre sair, demorou uns 10 minutos, depois deixei de a ouvir e sentir a sua presença, será que é alguma coisa com relevancia?

-De facto é. - Respondeu. - Já alguma vez ouviste falar das Maes?

Mi Zhui pensou um pouco, mas não lhe diziam nada.

-Não...o que é? Alguma espécie de Criatura Sombria?

Xie Xuan assentiu.

-A sua origem é triste, mas penso que seria bom tomares conhecimento. - Afirmou.

-Por favor, Mestre Xuan, informe-me!

-No passado os varios Reinos passaram por muitas dificuldades, e tomaram medidas extremamente crueis e desumanas, uma delas foi "Oferendas para Zhi" 

-Zhi? Riu Zhi?!

-Isso mesmo, anos atrás o Rio Zhi não era como agora, antigamente as suas aguas eram conhecidas por fazer naufragar os barcos que por lá passavam, os Sabios colocaram na cabeça que aquilo era fruto da ira dos Deuses, nessa altura muitas crianças nasceram com uma marca de nascença, perto do pescoço, uma mancha que faz lembrar a escama de um dragão. 

Mi Zhui levou a mão ao pescoço.

-Sim, igual á tua. - Afirmou. - Os sabios pensaram que essa marca era um aviso, por isso todas as crianças que nascencem com ela foram atiradas ao Rio.

-Que cruel! - Comentou Mi Zhui chocada. 

-Eu avisei que era um historia triste...essas pobres crianças foram confundidas com Crias do Dragão Zhi que dizem habitar o Rio Zhi. 

-Então o mostro do Rio Zhi que o Xion falou é na verdade o Dragão Zhi?!

Xie Xuan assentiu.

-Mas então, o que aconteceu com essas crianças.

-O que tu estás a pensar... - Suspirou. 

Mi Zhui baixou a cabeça, ela estava extremamente indignada.

-E as Maes, onde é que elas entram nesta historia...?

-Ao verem os seus filhos a serem atirados ao Rio, as mães deles não foram capaz de ficar quietas sem fazer nada, em desespero atiraram se ao rio e procuraram os filhos, no entanto quando viram as crianças sem vida elas entraram num processo de negação e assim a sua alma escureceu de forma a não serem capazes de abandonar este mundo enquanto não encontrassem os seus filhos.  - Explicou.  - Até os dias de hoje estas melancólicas mulheres vagueiam pelas margens do rio à procura de crianças que possam substituir os seus filhos. Elas atraem os jovens e levam nos com elas, lá elas cuidam deles como se fosse seus próprios filhos. No entanto se a criança não quiser ficar com ela ou se referir que sente saudades da sua verdadeira mãe, a MAE mudará a sua forma de tratamento atormentando a criança até à morte.

-Que Horror! - Protestou. - Que cruel! Roubarem os filhos das outras pessoas, que monstros!

-Infelizmente para elas, aquelas crianças são seus filhos, existem três processos, primeiro a negação, depois a ira e por fim a aceitação...aqueles que não conseguem passar do primeiro estagio...estão condenados a um destino triste. 

-Negação, Odio e Aceitação...Mestre Xuan, esses não são os três estágios da alma? 

-São mesmo. - Respondeu. - Quando uma alma fica presa no estagio "Odio", então torna-se sanguinária e vingativa, apenas consegue se libertar quando passa para "Aceitação".

-Essa Mae aproximou-se porque sentiu a tua presença, mas só tentou atrair-te quando eu fui embora, ela deve ter pensado que eu era a tua mãe, por isso não atacou. - Explicou Xie Xuan. - Depois ela tentou atrair-te, mas...espera existe algo errado!

-Mestre Xuan?

-Uma Mae quando "marca" uma criança ela não desiste dela, logo para ela ter desistido de ti é porque...atraiu outra! 

-Mas Mestre Xuan, só estamos nós aqui! - Afirmou extremamente confusa. - Amenos que...não, ela não faria isso...certo?

-Infelizmente, não vejo outra resposta para isto!

-Aff Criança problemática! Não acredito que ela nos seguiu até aqui!

-Não há tempo para lamentações, pega no teu arco, vamos ter que fazer uma visitinha a essas Maes.

(...)

Durante o caminho Xie Xuan respondeu a algumas questões de Mi Zhui sobre o assunto anterior. Ela perguntou o que realmente eram aquelas marcas de escama de Dragão e Xie Xuan respondeu que isso era uma característica especifica que apenas algumas pessoas adquiriam.

-Mestre Xuan, não estou a entender.

-Há algum tempo atrás li um livro que falava sobre "Tribos Santas", estas eram divididas em 4 simblos animais, a Fenix, o Tigre, a Tartaruga e o Dragão. Estas pessoas detêm energia espiritual além da natural, elas são descendência de tribos primordiais

-Eu sou uma delas...?

-Isso, tu és um Dragão. - Explicou. - Mas quando te espelhei vi que a linha que te liga com eles é muito ténue, na verdade é raro encontrar um descendente que consiga despertar o poder espiritual escondido.

-Mestre Xuan, por acaso essas pessoas eram consideradas superiores em algum ponto da historia?

-Foram, antes de existirem 7 Reinos, existiam apenas 4, foi daí que surgiram as tribos que te falei. - Explicou. - Essas tribos dominavam a terra em harmonia, o problema foi quando essa amistade foi corrompida, os 4 Reinos Tribais entraram numa intensa guerra e isso acabou por os levar á extinção. Anos mais tarde a Terra foi repovoada e surgiram os 7 reinos...infelizmente a historia repetiu-se.

-O ser humano é terrivel! - Afirmou Mi Zhui. - Mestre Xuan, existe alguma possessibilidade de essas crianças terem sido mortas porque o atual Rei sentiu que a sua posição podia estar em risco?!

-Infelizmente sim. - Respondeu. - Se alguma dessas crianças tivesse uma ligação forte o suficiente para despertar o Dragão, então essa criança facilmente tomaria a coroa, infelizmente o despertar das Tribos não ocorreu apenas naquele Reino, este é apenas o caso do Dragão.

-Entendi, obrigada pela informação. 

-Foi um prazer. - Respondeu. - Mas não penses muito nisso, essa escama não faz diferença nenhuma. 

-Eu entendi, só estava um pouco curiosa.

-Que bom, curiosidade é bom. Menos quando é excessiva.

As duas estavam tão concentradas na sua conversa que nem sequer notaram que já tinham chegado ao seu destino.

-É aqui? - Questionou Mi Zhui segurando firmemente no seu arco.

-Sim. - Respondeu. - Aquela caverna submarina...segundo os livros é lá que as Maes cuidam das crianças.

-Então vamos!

-Espera! Tens que ter cuidado, elas não são ofensivas...são apenas mulheres com o coração despedaçado, não podemos ser muito duras para não despertar o "Odio".

-Entendido!

Xie Xuan foi na frente, ela mergulhou e nadou até á entrada da caverna. Quando voltou á superfície já estava no lado de dentro da caverna fria e húmida, um sitio tudo menos apropriado para ser a casa de uma criança.

-Mestre Xuan! - Chamou Mi Zhui criando um eco alto.

-Fala baixo! O eco!

Mi Zhui tapou a boca com as mãos e pediu desculpa silenciosamente, Xie Xuan suspirou e então continuaram o seu caminho, como esperado não havia muita luz no lado de dentro da caverna e o cheiro também não era muito agradável. No final do corredor havia uma bifurcação.

-E agora? - Lamentou Mi Zhui. 

-Vamos ver por onde é que elas seguiram. - Disse Xie Xuan. Ela preparou-se para utilizar a Psicometria, mas decidiu dar essa oportunidade á sua shidi.

-Outra vez eu?! Mestre Xuan! - Protestou, mas o olhar de reprovação fê-la aceitar. - Certo, certo, eu vou tentar.

Mi Zhui abaixou-se e colocou a mão no chão de um dos lados da bifurcação, ela fechou os olhos e uma luz brilhante azul apareceu no seu peito, era o seu núcleo em funcionamento.

-Pela direita! - Disse levantando-se. - Eu vi, uma mulher e uma criança passaram por aqui e foram pela direita!

-Otimo! 

Mi Zhui sorriu, ela estava muito orgulhosa de si propria. As duas seguiram pela direita, e tiveram que atravessar outro longo corredor, a meio deste ouviram o que parecia ser a risada de uma criança.

-É por aqui! - Afirmou Mi Zhui apressando o passo. As duas correram ate ao final do corredor.

-É ela! É a miúda que queria vir connosco para Mei-lan-Zhi!

As duas esconderam-se atrás de uma rosta de forma  a não serem avistadas pela Mae que naquele momento estava a fazer cocegas á criança referida.

-Ela parece feliz. - Afirmou Mi Zhui sentindo um aperto no peito.

-Ela está doente. - Respondeu Xie Xuan. - Se não a tirar-mos daqui ela vai morrer em breve.

-Oh...então, quando vamos fazer isso?

-Vamos ter que esperar que a Mae saia. - Respondeu encostando as costas. 

-E quando isso vai ser?

-Não sei, vamos ter que esperar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...