1. Spirit Fanfics >
  2. Soul soundsMDZS-AU >
  3. Capítulo 1

História Soul soundsMDZS-AU - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Olá, prometo que essa fic será bem curtinha, provavelmente vou termina em quatro ou cinco capítulos, espero muito que vcs gostem dessa AU

Capítulo 1 - Capítulo 1


Fanfic / Fanfiction Soul soundsMDZS-AU - Capítulo 1 - Capítulo 1

"Eu vou ficar!" WangJi protestou novamente, não que tivesse sido diferente na última semana, mas sua opinião estava sendo completamente ignorada.

"Você vai e ponto final, não tem mais o que discutir, não seja cabeça dura."

"Mas..."

"Eu não vou deixar o meu filho abrir mão do futuro pra ficar plantado diante a uma cama de hospital, isso não é nem uma opção. WangJi, eu te amo, você é um filho maravilhoso, mas seu pai e seu irmão podem cuidar de mim."

"Eu posso tentar novamente no próximo ano"

"Meu querido, vá pra faculdade, você sonhou com isso por tanto tempo, não adianta nada ficar aqui, faça amigos, viva sua vida adequadamente."

"Eu não precisa disso..."

"Quando eu partir não quero que fique sozinho, quero ver você feliz, quero que tenha alguém pra cuidar de você, uma pessoa lhe arranque sorriso, você tem um sorriso tão belo, mas é tão raro ver um deles."

"Não fale assim" era doloroso ouvir sua mãe falando da própria morte com tamanha naturalidade, como se já tivesse de adaptado a aquela ideia, era quase como se quisesse se entregar em uma bandeja.

"Minha preciosa jade, venha aqui" gesticulou para que ele se sentasse na cadeira ao lado da cama "Eu ainda vou está aqui por muito tempo, mas sua cabeça dura me preocupa, desde criança você se recusa a socializar, em criar vínculos, não dependa tanto de sua família. Na faculdade você terá novas oportunidades, conheça pessoas, se divirta, eu permito que você até seja um pouco imprudente."falou soltando uma piscadinha, mas WangJi revirou os olhos "Eu tenho filhos tão lindos, mesmo que um deles se recuse a tirar a carranca, por que não arruma uma namorada, tenho certeza que isso melhorará seu humor "WangJi fez uma careta desgostosa "hahahahaha, quando menos você esperar o seu coração será fisgado, não adianta tentar fugir." Falou dando uma picadinha.

"Mamãe, você é a única mulher que desejo que me ame" WangJi disse enquanto se abaixava pra beijar o topo da cabeça de sua mãe.

"Tenho tanta sorte em ter um filho tão doce, mostre essa doçura para os outros também"

"Me acham intimidador"

"Meu WangJi não é intimidador, ele é um homem puro e fiel, com um coração enorme."

"Hm"

"WangJi, meu amor, se abra mais com os outros" ela suspirou "Agora vá, seu pai já está te esperando a meia hora, me ligue todos os dias, no seu apartamento também tem um piano, quero ouvir você tocando pra mim" disse puxando o filho para um abraço "não se preocupe tanto, eu te amo"

"Eu também te amo"

WangJi caminhou devagar, pausando um tempo na porta, encarando o sorriso gentil mãe, ela parecia cansada, tinha envelhecido muito nós últimos meses, estava magra e havia grandes olheiras a redor de seus olhos, tudo isso devido a quimioterapia. A cerca de um ano sua mãe havia descoberto uma infecção no colo do útero, grande foi a surpresa ao descobrir que se tratava de um câncer cervical que evoluiu rapidamente, desde então vinha travando uma batalha severa, repleta do apoio dos amigos e familiares.

A um mês WangJi tinha recebido a notícia que foi aceita em uma renomada universidade de música em em Pequim, porém a universidade ficava a quase um dia de viajem de onde a família morava, nas últimas semanas ele havia protestado veementemente sobre a possibilidade de se mudar, tudo que menos desejava era abandonar sua mãe em um momento como esse, já ela e o restante da família não deram brechas pra que ele desistisse do curso que sempre ansiou. Foram muitas horas de discussão até entrarem em um acordo sobre ele retornar uma vez a cada duas semanas, no fim ele cedeu.

Ele ainda lutava contra a vontade de desistir de viajar enquanto observava o elevador subindo, quando finalmente as portas de abriram um menino saiu as apreçado, derrubando um chaveiro no cão.

"Ei, espera! Você deixou cair isso" gritou erguendo o chaveiro, mas o menino simplesmente continuou andando, como se tivesse o ignorando.

Ele ficou boquiaberto com a falta de educação o garoto, era óbvio que ele estava falando com ele, eram os únicos naquele corredor, ele só estava tentando devolver o chaveiro afinal de contas. Quando estava quase recolocando no chão ele percebeu que de certo modo o chaveiro era bem fofo, havia dois coelhinhos pendurados, um branco e outra preto, eles estavam amarrados em uma chave, seus olhos desviaram pra o relógio em seu pulso, ele estava atrasado. Sem parar pra pensar, ele colocou chaveiro no bolso, WangJi se apressou pra ir ao encontro de seu pai que já estava impaciente pra levá-lo até a estação de trem.

______

WangJi tinha chegado a dois em Pequim, ele acordou as cinco horas, como sempre era de costume, depois de deixam tudo em ordem no apartamento ele resolveu ir caminhar até o campus. Mesmo que não fosse sua primeira vez na cidade era difícil se em como as pessoas daquele lugar pareciam mais aceleradas do que ele era habituado, não se davam o trabalho de observar ou ouvir. Em uma esquina havia um homem sentado tocando violão, era uma música animada, porém ninguém parava pra escutar, uma sensação de vário o atingiu, tudo aquilo parecia ainda mais frustrante, de agora em diante teria de lidar com pessoas assim, após a música terminar ele soltou uma moeda ao homem, que pareceu ficar muito grato.

Respirando fundo, WangJi prossegui seu caminho, seria um longo semestre.

"Com licença" falou a alguém que aparentava ser um calouro " Onde fica a sala 12?'

"É só subir as escadas, no último penúltimo andar a esquerda."

"Obrigada"

Quando ele começou a subir sentiu um impacto forte em suas costa, quase fazendo-o cair. Alguém tinha se desequilibrado e se chocado por cima dele.

"Oh, me desculpa, eu sinto muito mesmo, não vi você ai" exclamou enquanto de abaixava pra apanhar os papéis que WangJi tinha derrubado" Você está bem?"

"Estou" informou recebendo os papéis.

"Eu me perdi, eu esqueci onde fica a sala de confirmação da matrícula"

Por algum motivo aquele garoto o depertou uma sensação família, ele sentia que já havia o visto em algum lugar, mas onde?. Ele era um homem aparentemente enérgico, com cabelos pretos e bagunçado, sua pele era bem clara, dois palmos mais baixo que ele. Na visão de WangJi, ele parecia parecia muito com um cãozinho assustado.

"Qual curso?"

"Música!" disse mostrando um largo sorriso.

"Então estamos indo ao mesmo lugar"

"Meu Deus, que sorte eu tive então. Me chamo Wei Wuxian, mas pode me chamar de Wei Ying, e o seu?"

"Lan WangJi" por algum motivo WangJi sentia que o garoto não desviava o olhar da sua boca, aquilo o fez se sentir um tanto incomodado, ele não gostava de não olhar na cara das pessoas enquanto falava, mas agora ele preferiu desviar o olhar "Lan zhan"

"Como?" Falou alcançando o queixo de WangJi na tentando de fazê-lo de virar "você pode olhar pra mim, por favor?"

O movimento o assuntou, WangJi odiava contato físico, involuntariamente ele bateu na mão do outro e recuoou alguns passos.

"Me desculpa, foi mal educado da minha parte, eu não deveria ter feito isso" Wei Wuxian falou enquanto abraçava sua mão contra o peito.

"Eu sinto muito, meu nome é Lan Zhan"

"Certo... Lan Zhan, por favor não desvie viro o rosto quando estiver falando comigo, ou não poderei saber o que está falando" a maneira como ele falou continha um soar de vergonha" Eu preciso ler seus lábios... Eu... Bem, não sou capaz de entender bem o que você fala"

"O que?" WangJi se irrigeceu, agora era ele que se sentia envergonhando.

"Lan Zhan, eu tenho deficiência auditiva" falou enquanto levantava uma mecha do cabelo pra exibir o aparelho auditivo" Mas não se prenda a esse detalhe, eu falo muito, eu escuto um pouco neste lado aqui" falou apontando pra o ouvido esquerdo" e te entendo perfeitamente, basta olhar pra mim enquanto estiver falando"

"Me perdoe" falou enquanto baixava a cabeça, mas logo voltou a erguer "sinto muito"

"Hahahhahaha, por que está me pedindo perdão? Não é sua culpa, e você não tinha como saber"

"Eu..." as palavras ficaram presas em sua garganta, ele estava envergonhado por seus próprios pensamentos, agora estava de questionando de tinha escutado direito, aquelo homem havia mesmo dito que iria cursar música? Isso era possível?

"Você pode falar o que quiser, não se preocupe com isso. Que tal assim, você não parece ser bom eu falar, já eu sou ótimo com palavras, você parece ser um ótimo ouvinte, mas adivinha... eu sou horrível nesse quesito, hahahahah, proponho que sejamos amigos" Falou enquanto estendia a mão, mas logo recolheu "oh, você não gosta que te toquem, né?"

"Tudo bem" WangJi falou enquanto ele mesmo estendia a mão, naquele momento uma lembrança veio a sua cabeça, ele abriu a bolso e retirou o chaveiro que ainda estava carregando "por acaso isso..."

"Ei! isso é meu, onde achou?" Wei Wuxian disse ao pegar o chaveiro da mão do outro.

"Você derrubou, eu gritei pra te avisar... Mas... Sinto muito"

"Pare de se desculpar, hahahah. Eu apenas não ouvi" Wei Wuxian o encarou sorrindo "Obrigada por guarda-lo, foi muito gentil da sua parte" parou um tempo pra refletir "Sabe, acho que é o destino."

"Destino?"

"Sim, o universo quer nos dois próximos um do outros, você não acredita nesse tipo de coincidência?"

"Eu não sei, acho que sim"

"Bem, meu caro Lan Zhan, eu acredito, e estou grato"

"Grato?"

"Por que o Lan Zhan é um homem gentil, o destino colocou uma pessoa gentil no meu caminho. Eu gosto de pessoas gentis, você não?"

"Acho que gosto" toda vez que Wei Wuxian falava, as suas palavras eram guiadas em meio a sorrisos, seus olhos tinham um brilho quase cegante, tudo isso fazia com que ele fosse ainda mais bonito. O encarar tanto fez com que WangJi se sentisse inexplicavelmente desconfortável "por que você acha isso?"

"Isso o que?"

"Você disse que sou gentil, por que acha isso?"

"Oh, porquê você foi gentil o suficiente pra evitar perguntar o motivo de alguém como eu estaria cursando música"

"Como você sabe..."

"Por que todo mundo que descobre da minha deficiência se pergunta isso. Eu não fui sempre assim, foi uma acidente a cinco ano atrás, mas isso não vem ao caso. Não quero desistir dos meus sonhos por esse simples detalhe, ainda posso tocar perfeitamente, posso cantar e principalmente ainda posso ensinar, não sou menos capaz que os outros, eles só um bônus a mais." Wei Wuxian falou entusiasmado "ainda podemos ser amigos, ou você não quer? Bem, mesmo se você não quiser eu não vou te deixar em paz, eu já me decidi"

Lan WangJi involuntariamente deixou escapar um sorriso vergonhoso, Wei Wuxian pareceu se animar ainda mais com aquilo.

"Você sabe sorrir, você fica tão lindo assim, que bom que eu estava encarando sua boca, foi tão rápido que eu poderia ter perdido... Puff, hahahahah isso soou estranho"

"A confirmação da matrícula" WangJi apenas queria escapar do rumo daquela conversa.

"Eu esqueci, vamos." Falou enquanto agarrava a mão do maior e guiava pelas escadas, WangJi suspirou e apenas decidiu que daquela vez não iria se importar.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...