1. Spirit Fanfics >
  2. Soul soundsMDZS-AU >
  3. Capítulo 3

História Soul soundsMDZS-AU - Capítulo 3


Escrita por:


Capítulo 3 - Capítulo 3


A semana passou em um piscar de olhos e a sexta feira enfim chegou, WangJi havia se preparado durante toda a semana no intuito de convidar Wei Ying a para  passar o final de semana em Tianjin, sua mãe havia insistido muito em conhecê-lo e mesmo que ele quisesse negar, também era seu desejo, por outro lado em nenhum momento ele realmente conseguiu juntar coragem suficiente pra isso, temia receber uma resposta negativa já que não havia nenhum motivo evidente pra levá-lo até lá.

Após aceitar seus próprios sentimentos, WangJi imaginou que tudo ficaria mais fácil, por sua vez acabou se deparando com um novos emaranhados de emoções, em sua mente não havia possibilidades de seus sentimentos serem  aceitos e muitos menos correspondidos. De qualquer modo ele não pretendia se afastar, amava Wei Wuxian, continuaria amando e o protegendo independente disso, o rapaz sempre aquecia seu coração com sorrisos e gestos sutis, ele não conseguia suportar a ideia de abrir mão disso por causa de seus sentimentos egoistar.  Wei Wuxian o quisesse ao seu lado, ele estaria disposto a está lá, mesmo que isso significasse que teria de guardar tudo que sentia pra si mesmo.

A última aula do dia chegou ao fim e como sempre Wei Wuxian correu em sua direção com um sorriso radiante, WangJi tinha de adaptado a admirar aquele sorriso, era quase como se dependesse daquilo pra que seu dia ficasse completo, algo que antes o fazia se sentir intimidado, agora havia se tornado tão essencial quanto respirar. Parecia bobo, mas nós últimos dias Wei Wuxian aparentava ter se tornado ainda mais radiante a sua visão, seus sorrisos, sua voz, sua animação e até sua desorganização e birras sem setidos tinham ganhado um cor nova que coloria os dias de WangJi e o trazia enorme satisfação.

"Lan Zhan, me leve pra sua casa hoje!" Wei Wuxian pediu.

"Minha casa?"

"Sim, o noivo da minha irmã passará a tarde na minha casa, ele é extremamente exagerado, parece até um pavão, todo pomposo, irritante de mais. Como não posso simplesmente ignora-lo eu quero ao menos demorar o máximo possível pra volta, juro que não vou encômodar, deixa, por favor, por favor, por favor!!!" implorou enquanto juntava ao mãos e dava mínimos pulinho.

WangJi acentiu em concordância, não iria ser capaz de negar um pedido dele e muito menos vendo uma cena tão fofa quando aquela.

Ao chegar no apartamento Wei Wuxian tirou os sapatos e sem pedir permissão correu pra explorar cada canto do cômodo, invadindo até o quarto e vasculhando cada gaveta do guarda roupa.

"Lan Zhan, você dobra até suas cuecas, vc é muito organizado" Falou enquanto desdobrava uma delas.

"Atrevido" WangJi falou puxando-a da mão do outro.

"O que disse?" Perguntou voltando sua atenção novamento pro outro.

Lan WangJi apenas revirou os olhos e puxando pelo braço o sentou no sofá, por meio da linguagem de sinais ele pediu pra que ele se comportasse.

"Pare, eu já disse que prefiro quando vc fala" falou fazendo beicinho "Aliás, Lan zhan, eu nunca te perguntei, por que decidiu aprender libras?"

WangJi se sentou em cadeira ao lado "Quando eu era criança minha mãe me ensinou"

"Ela deve ser uma mulher maravilhosa, até por que ela criou alguém como você, como dizem, Tal mãe, tal filho"

Era a oportunidade perfeita para propôr a viagem, porém as palavras simplesmente estavam travadas em sua garganta, ele só precisa diz duas palavras, nada mais que isso, mas parecia ser pergunta mais difícil que ele ja havia feito na vida.

"Lan Zhan, um dia espero poder conhecê-la... O  que houve?? " Perguntou encarando a face vermelha do outro.

"Conheça. Vá... Vamos, ela. Droga!" Seu coração estava acelerado, sua mente ficou em branco e acabou distorcendo sua própria frase, naquele momento ele só desejava sumir da frente de Wei Wuxian, não conseguia nem encará-lo de tanto vergonha.

"O que??? Pode repetir?" Perguntou confuso "Ei, eu estou começando a ficar preocupado, você está mais vermelho do que o normal" Wei Wuxian se ajoelho diante dele, segurado o rosto de WangJi o forçando a encará-lo "Está de sentindo mal? Fiz algo que te desagradou?" Perguntou nervoso.

Lan WangJi segurou as mãos de Wei Wuxian, respirou profundamente por alguns segundos antes de tentar falar novamente "Vamos comigo visitá-la?"

"Mas eu posso? Quando?"

"Amanhã, voltaremos no domingo a noite" propôs.

"Eu não vou encômodar? Você tem certeza que posso ir?"

"Eu quero que vá"

Se levantando rapidamente Wei Wuxian colocou a mochila novamente nas costas "Vou arrumar minha coisa, devo levar algum presente? Do que ela gosta?" Perguntou eufórico.

"Você quer mesmo ir?" Lan WangJi estava incrédulo, todo o nervosismo que ele passou durante a semana agora o fazia se sentir completamente idiota, no fim Wei Wuxian literalmente se ofereceu pra ir.

"Você não estava falando sério?" Perguntou desapontado e voltou a se sentar no sofá.

"Sim. SIM ESTOU!" falou mais alto do que pretendia.

"Dessa eu ouvi bem, hahahaha. Lan Zhan, você tá estranho"

"Vou comprar sua passagem" informou enquanto voltava a respirar aliviado.

"Certo! Bem, o que devo levar pra ela?"

"Sua presença já é suficiente"

"Lan WangJi, você realmente está estranho hoje" falou erguendo uma sobrancelha "De qualquer maneira eu vou me preparar" se levantou novamente e caminhou até a porta "Eu realmente estou ansioso pra isso, te vejo amanhã" disse o encarando ao lado da porta, se espantou ao se deparou com um grande sorriso de  WangJi. Balança a cabeça ele voltou a resmungar enquanto fechava a porta "muito estranho, acho que ele bateu a cabeça em algum lugar, não é seguro mesmo deixá-lo viajar sozinho nesse estado..."

Por sua vez WangJi ainda estava abobalhado encarando a porta, e continuou ali por longos minutos.

------

Após combinar tudo por mensagem, Lan WangJi acabou por decidir alugar um carro ao invés de ir de trem como como habitualmente costumava viajar. Buscou Wei Wuxian as cinco horas da manhã, na verdade praticamente teve de carrega-lo da cama com a ajuda do irmão do rapaz, que aliás  parecia extremamente irritado, após deixarem Wei Wuxian no carro ele puxou WangJi pra longe e lhe ofereceu um sermão de alerta.

"Se algo acontecer com aquele idiota imprestável eu mato você com minhas próprias mãos" falou quase gritando "Wei Wuxian e quase uma criança, ele nem ao menos sabe atravessar uma rua sem quase ser atropelado e muito imprudente, não deixe ele andar sozinho, do jeito que é sonso vai acabar se perdendo. Aliás não sei se ele te avisou que tem cinofobia, então se tiver algum cão na sua casa é melhor arrumar um lugar temporário pra ele ficar, ou apenas deixe meu irmão aqui.... Estou te avisando, tenha cuidado em como vai se comportar, meu irmão é muito ingênuo, mas eu  imagino suas intenções com ele, mesmo que ele seja burro de mais pra notar"

Nesse momento o corpo de WangJi congelou, ele estava sendo tão óbvio assim?

"Eu não me importo com isso, apenas desejo meu irmão esteja feliz,  então não ouse magoa-lo, ele já passou por muita coisa, aparentemente ele confia muito em você. Fique avisado, um erro seu e eu garanto que essa será a último vez que chegará perto dele!" Concluiu e sem esperar resposta voltou a entrar na casa e bateu a porta com força.

Lan WangJi ficou paralisado por algum tempo antes caminhar lentamente até o carro. Wei Wuxian estava dormindo em um sono profundo, com cuidado WangJi o acomodar melhor no banco e o cobriu com seu casaco, ficou admirando aquele rosto por alguns segundos, o modo na qual ele parecia vulnerável e tranquilo, era uma imagem realmente adorável.

"Wei Ying, seu irmão é assustador" cochichou pra ele antes de partir.

Foram duas horas de viagem e Wei Wuxian dormiu tranquilamente por todo o trajeto. Ao chegar em casa Lan WangJi gentilmente tratou acorda-lo, depois de uma boa dose de drama , resmungos e protestos ele acabou por acordar.

Não havia ninguém em casa, então ao após acomodar Wei Wuxian em em quarto, eles tomaram banho e se arrumaram pra então partirem ao hospital.

"Mãe?" Lan WangJi chamou enquanto entrava no quarto.

"Meu amor, venha aqui" chamou enquanto estendia os braços para abraça-lo "Você está mais bonito do que a última vez que esteve aqui...  Há, aí esta razão, Wei Wuxian, não é?" Perguntou gesticulando  pra que ele se aproximasse.

"Como você é bonito" ela  falou singelamente.

"O-obrigada" Wei Wuxian falou envergonhado.

"Contem pra mim, como foi a viagem?"

Eles conversaram ate a tarde chegara, na maior parte do tempo WangJi se conteve apenas em observar a interação dos outros dois. Wei Wuxian também não continha sua animação, ficou radiante com a personalidade daquela mulher, em pouco tempo de conversa ela já havia proposto que ele a considerasse como mãe, ela era gentil e atenciosa. Ele também se divertiu bastante ao ver o modo como ela conseguia provocar o filho, com apenas olhares  que Wei Wuxian não entendia, mas que  WangJi ficava extremamente constrangido, as reações do maior era suficiente pra lhe arrancar grandes sorrisos.

Quando estavam prestes a partir Wei Wuxian estragou a ela o presente que havia levado, era pequena caixinha de música que emitia uma melodia suave.

"Que bela música" falou sorrindo.

"Meu irmão quem escolhe por mim, a senhora gostou mesmo?"

"Sim, meu querido, é maravilhosa" acentiu.

Wei Wuxian sorriu satisfeito enquanto virava-se pra encarar WangJi, buscando sua aprovação, o maior o respondeu com um sorriso.

"Vocês realmente formam um par encantador" comentou eufórica.

"O que disse?" Wei Wuxian perguntou.

"Traidora" Lan WangJi deixou escapar sua indignação enquanto ela o observava com um olhar malicioso, haviam conversado sobre o assunto e ela jurou que iria guardar segredo, embora tivesse pressionado pra que ele se confessasse logo.

"Eu disse que você é encantador" disse ela tentando conter a risada ao observar a carranca do filho.

"Oh, vocês estão aqui" uma voz exclamou ao chegar no quarto "irmão, vejo que finalmente trouxe seu namorado pra conhecermos"

Lan WangJi esqueceu até de como respirar, por sorte Wei Wuxian havia prestado atenção, entrava entretido conversando com a mãe de WangJi. Era óbvio que sua  mãe iria contar a seu irmão, entre os três nunca houve segredos,  seu irmão como sempre analisava a situação da maneira que era conveniente, ao ver wei Wuxian ali ele imediatamente supôs que seu irmão havia assumido seus sentimentos e tinha sido correspondido. Lan WangJi, imediatamente fez um sinal negativo e fuzilou o irmão com o olhar, por sorte não precisava de muito pra que ele percebesse que havia entendido errado. Quando finalmente teve certeza que o irmão havia entendido ele chamou a atenção de Wei Wuxian pra apresentá-los.

"Muito prazer em conhecê-lo, me chamo Lan Xichen" O irmão de WangJi falou enquanto estendia a mão.

"Sou Wei Wuxian" informou encarando o sorriso gentil nós lábios do outro, era quase ofuscante, porém muito bonito.

"Irmão, já está indo embora?" Perguntou agora se voltando a WangJi que estava vestindo o casaco.

"Hm" acentiu

"Está feliz com a novidade?"

"Qual novidade?" Perguntou confuso.

"Nossa mãe não te falou ainda?"

Ambos se viraram para a mulher que mantinha a face branda.

"WangJi eu não queria fazer com que você criasse expectativa"

"Do que está falando?"

"Os tumores diminuíram, os médicos então falando sobre a possibilidade que eu passe por uma nova cirurgia." Ela falou

"Não deveria ter omitido isso, eu sou seu filho" Lan WangJi protestou, feliz mais ao mesmo tempo se sentindo traído, está lá a horas e ela nem ao menos havia tocando no assunto.

"Meu amor, já criamos esse tipo de expectativa antes..."

"Mas ainda sim é a melhor notícia que tivemos nós últimos meses" Lan Xichen ressaltou "WangJi também tem direito de saber, ele está lidando com isso desde o início e nunca saiu do seu lado, mãe, uma notícia como essa é indispensável"

"Você tem razão, WangJi me perdoe. A única pessoa frágil em lidar com isso sou eu, mas o que mais me aflige é a possibilidade de te frustrar novamente" ela falou tristemente.

"Se você consegue ser forte eu também irei ser"  falou acariciando a cabeça da mãe "Isso é um ótima notícia, não me deixe no escuro novamente"

"Eu sei meu amor...  agora vá atrás do seu amado, amanhã conversamos sobre isso, eu prometo" disse empurrando o filho.

"Wei Ying?" Procurou confuso.

"Ele saiu enquanto conversamos" Lan Xichen apontou pra porta. Estava tão ansioso que nem aí menos se deu corta que Wei Wuxian se esgueirado pra fora do quarto, com o intuito de dar privacidade a família.

Quando ele estava prestes a sair seu irmão agarrou seu ombro.

"Irmão, nosso pai viajou, não perda a oportunidade, estará sozinho hoje" falou de divertindo com a cara constrangida do irmão.

"Patético" sibilou antes de sair.

Ao chegar no corredor WangJi se sentiu desesperado, Wei Wuxian não estava lá, lembrou imediatamente das palavras do irmão, antes ele pensou que era exagero, mas agora  estava aflito com a possibilidade de Wei Wuxian perder, caminhando pelos corredores ele se deparou com uma sala aberta, espiando pela porta ele encontrou o rapaz abraçado com uma mulher que beijava seu rosto. Lan WangJi estava prestes a fugir dali quando Wei Wuxian o notou.

"Lan Zhan?" Chamou.

Lan WangJi estava existente, seu coração estava ferido, pensava em milharess de possibilidade pra aquilo, mas nenhuma era boa, não queria encarar Wei Wuxian agora.

"Lan Zhan?" Chamou novamente, dessa vez ele se virou, tentando parecer o mais calmo possível.

"Desculpe, a porta estava aberta" falou tentando manter o tom de voz normal.

"O que? Deixa pra lá, vem aqui" Wei Wuxian chamou "lembra do dia que você encontrou meu chaveiro, eu tinha vindo ao hospital pra vê-la" disse sorrindo pra mulher "quero muito que conheça Wen Qing, ela é muito importante pra mim".

Aquilo realmente feriu WangJi, ele não queria conhecê-la, apenas queria ir embora o mais rápido possível.

"Muito prazer em conhecê-lo, Wei Wuxian fala muito sobre você" Wen Qing falou estendendo a mão pra comprimenta-lo. Lan WangJi exitou um segundo antes de corresponder o gesto, eles eram tão íntimos ao ponto de Wei Ying falar sobre ele?

"Lan Zhan, ela é a médica que cuidou de mim quando sofri o acidente, graças a ela eu não perdi completamente minha audição, é uma amiga muito querida, é praticamente uma irmã pra mim... Na verdade tá mais pra um cunhada já que ela sempre vai na minha casa paquerar meu irmão hahahahaha." Falou de maneira debochada.

Wen Qing apenas o empurrou pra longe e o mandou ir embora, trancando a porta contra a cara dos dois.

"Puff, Ela é muito grossa" falou massageando o braço.

Por outro lado Lan WangJi agora respirava aliviado, tinha sido um erro de interpretação, pensar na possibilidade de Wei Wuxian com outra pessoa, mesmo que por alguns segundos tinha sido sufocante, mesmo que fosse rejeitado ele teve certeza que não podia guardar o que sentia pra sempre, esperaria até o momento certo pra contar.

"Por que saiu?" Lan WangJi perguntou.

"Era um assunto de família, achei melhor deixá-los sozinhos"

"Entendo, vamos voltar agora" WangJi pediu.

Retornaram ao quarto apenas para se despedir, o resto da tarde eles caminharam pela cidade, entraram em varias lojas provando comidas e jogando conversa fora, até a noite chegar, quando finalmente WangJi propôs que retornasse a casa.

Tinha sido um dia agitado, Wei Wuxian havia saltitando por toda parte feito uma criança, e mesmo que ele afirmasse que não estava cansado foi apenas sentar no sofá que começou a cochilar.
WangJi o acordou insistindo que ele comece e tomasse um banho antes de dormir, depois de muito protesto ele finalmente cedeu.

Após acomodar o quase adormecido Wei Wuxian em um quarto, Lan WangJi seguiu para o seu, mas por mais que tentasse dormir o sono não chegava, sua mente estava agitada, alternava entre a esperança que tinha a respeito da sua mãe e seus sentimentos por Wei Wuxian, se ao menos tivesse tido coragem seguir a dica de seu irmão, mas quando ele via Wei Wuxian feliz em sua companhia as palavras travavam, não queria que o rapaz se afastasse, muito menos por algo assim, esperaria mais um tempo, tentaria conquista-lo de alguma maneira.

Quando ele finalmente sentiu o sono chegar, foi interrompido por uma movimentação embaixo de suas cobertas.

"Você..." Falou assustado.

"Lan Zhan, eu vou dormir com você" Wei Wuxian informou enquanto se aconchegava em seu peito, sem dar ao menos a chance do outro protestar. Lan WangJi irrigeceu com a proximidade, o rapaz estava literalmente grudado a ele.

"Lan Zhan, olhe pra mim"

"Hm" se virou com cuidado.

"Sua mãe vai ficar bem, enquanto você a apoia eu farei o mesmo por você, eu prometo..." falou sonolento "Lan Zhan eu quero sempre poder ficar ao seu lado, E-eu am..."

Lan WangJi o observou confuso, Wei Wuxian tinha adormecido no meio da frase. Pra priorar a situação ele agora duvidava que pudesse dormir assim, seria um longa noite.



Notas Finais


Lan Zhan tentando dormir:
*Atenção, atenção, meu pau tá durão*
Kkkkk perdão, o capítulo não ficou do jeito que eu queria, mas vou postar assim mesmo :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...