História Soulmate - Capítulo 34


Escrita por:

Postado
Categorias Francisco "Isco" Suárez, Marco Asensio
Personagens Francisco Román Alarcón Suárez, Marco Asensio
Visualizações 188
Palavras 1.271
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei! O mais romântico do casal está a todo vapor agora na reta final da história, será que tem como algo estragar essa felicidade toda? Será que alguém ainda pode querer se meter nessa história antes do fim?

Capítulo 34 - O primeiro casamento.


 

No mundo do futebol algumas pessoas estão acostumadas aos casamentos serem tão rápidos, praticamente seguidos do próprio pedido. Mas eu e Isco não pensávamos assim e não estávamos com tanta pressa pra fazer a cerimônia, por isso sequer fomos marcar a data ainda. Faz pouco mais de cinco meses desde que ele me pediu em casamento e também pouco tempo que estamos morando juntos. Mas é uma rotina boa porque as vezes temos o mesmo horário pra sair pela manhã e isso nos faz tomar café juntos, conversar, e sair de casa juntos também. Isco estava me inspirando a abrir meu próprio restaurante e talvez essa fosse a melhor ideia mas também era complicado porque isso iria me consumir mais tempo e investimentos financeiros. Meus pais estão planejando vir nas próximas férias ficar com a gente por um tempo e ver o que fizemos da nossa casa, os espaços vazios agora estão preenchidos por decoração, móveis, troféus e coisas importantes da carreira do Isco. Outra coisa também que está preenchendo a casa é o Junior que se encontra brincando no tapete da sala comigo, desde que eu e Victoria temos entrado em contato com mais frequência eu tinha planejado de trazê-lo para cá em surpresa pro Isco e esse dia finalmente chegou.

Fizemos as coisas favoritas deles para comemorar o Real Madrid ser campeão da La Liga e era óbvio que Isco estava mais do que feliz, Helena vai chegar daqui a um tempo para comemorar junto conosco porque Isco vai trazer Asensio junto consigo.

- Tia, eu posso? - Junior perguntou quando coloquei os morangos na mesa.

- Claro amor, deixa só eu tirar essa camisa pra não manchar...- eu disse puxando a camiseta branca para cima.

- Tia, você é muito legal! - ele disse rindo, os cabelos levemente bagunçados se assemelhavam tanto ao pai.

- Você também é um garotinho muito legal, depois a gente pode ir para a piscina esperar o papai. O que acha? - sugeri e ele começou a se balançar em concordância, estava cheio de morangos na boca.

Passar um tempo com Junior aflorava meus desejos em ser mãe algum dia, era só ver o quanto uma criança enchia um lugar de amor e alegria que eu já imaginava uma mini eu ou outro mini Isco correndo por aqui. A campainha tocou e eu corri para abrir dando de cara com Helena, um monte de doces dentro de uma sacola e uma animação que eu nunca havia visto igual.

- É muito irônico o seu namorado e o meu fazerem gol na final né? - perguntou rindo e eu precisei rir antes de concordar.

- Eles devem ter armado isso. - eu disse lhe ajudando com a sacola. Era do meu interesse.

- Coisas que o Asensio adora. - ela comentou, e eu ri pegando um chocolate.

- Prazer, Marco Asensio. - estendi a mão e ela gargalhou.

- Melina, você não existe! - ela disse tentando parar de rir.

- Oi tia! - Junior surgiu e Helena o carregou enchendo as bochechas dele de beijos.

- Cada vez que eu te vejo você tá maior, estou me sentindo uma velha! - ela disse fazendo ele rir.

Arrumamos o que tinhamos para arrumar, brincamos com Junior na piscina e pouco mais das cinco da tarde estávamos na sala vendo um desenho animado com ele quando ouvimos o barulho do carro de Isco e automaticamente levantamos animadas. Junior estava com sono mas logo despertou ao ouvir a voz do pai no hall de entrada a conversar e rir com Asensio, peguei-o no colo e esperei as chaves rodarem na maçaneta e a porta ser aberta.

- CAMPEONEEEEES, CAMPEOOOOONES...- Helena começou fazendo Asensio sorrir largamente ao vê-la.

- Oi meu amor. - sorri pra Isco que largou a mochila pra vir correndo ao meu encontro.

- Papai! - Junior gritou.

Alisou a cabeça do filho dando um beijo nela, eu o entreguei e ele abraçou apertado o pequeno que depositou as pequenas mãozinhas em seu ombro me fazendo sorrir como uma boba ao ver aquela cena tão linda.

- Surpresa...- sussurrei e ele encostou a testa na minha.

- Que saudade que eu estava de vocês. - ele disse selando nossos lábios.

- Eu sabia o quanto você precisava vê-lo e por estar fora com o time não podia pegá-lo, então eu combinei com a Victoria. - eu expliquei.

- A melhor surpresa desse universo...- ele disse sorrindo.

- Isso aqui é melhor do que ser campeão. - Asensio disse abraçado a Helena, outra cena linda e que me fazia sorrir.

- A gente preparou tudo o que vocês gostam e merecem, queremos uma noite especial. - Helena explicou e Isco olhou pra ela.

- Minhas duas melhores amigas juntas, que obra do destino! - ele disse balançando a cabeça.

- O destino juntou nós quatro na verdade, acho que devemos agradecer. - Asensio disse e nós concordamos.

Depois do jantar nós colocamos Junior para dormir enquanto Helena e Marco lavavam a louça, estávamos deitados em nossa cama acariciando os cabelos do pequeno enquanto ele lentamente ia fechando os olhinhos cansados. A forma como Isco olhava pra ele era demasiada apaixonante e eu não podia querer alguém melhor como pai pros meus futuros filhos, sei o tanto de amor que há dentro do coração dele e o quanto ele é capaz de me fazer ser agradecida a vida inteira a Deus por tê-lo comigo.

- Imagina quando for o nosso...- ele sorriu.

- Você vai ser o melhor pai do mundo, nunca tive dúvidas disso. - eu disse e ele olhou pra mim.

                                              (Coloquem para tocar: Best Part - Daniel Caesar, H.E.R)
 

- Vem cá. - sussurou puxando meu rosto pra perto.

- Você faz tudo isso valer a pena. - ele disse roçando o nariz no meu.

Ligamos a babá eletrônica e descemos deixando Junior dormindo, sentamos na varanda para olhar as estrelas no céu enquanto conversavamos e bebíamos vinho. Eu estava apoiada no peito de Isco que estava deitado na grama, e Helena estava sentada afagando os cabelos de Asensio que estava deitado em seu colo. O ar fresco, as risadas, os planos, as mais bonitas declarações de amor, nós ali vendo o quanto a vida podia ser bonita do jeito que desse pra ser. Não precisávamos de nada além de momentos assim onde o centro de tudo era a paz que carregavamos unicamente por estarmos apaixonados, era maravilhoso partilhar desse sentimento.

- Melina, eu quero marcar a data do nosso casamento. - Isco disse, repentinamente.

- O que? - perguntei  confusa, lembrava da conversa que tivemos sobre não apressar as coisas.

- Porque isso agora? - perguntei olhando pra ele.

- Eu estou ansioso, as vezes eu acho que isso é um sonho e eu não quero acordar. Eu quero pôr uma aliança no seu dedo e ouvir de um Padre que somos marido e mulher. - ele disse colocando meus cabelos para trás da orelha.

- O que deu em você, Francisco? - Asensio perguntou comendo um chocolate.

- Eu quero me casar com ela, agora, vocês vão fazer a cerimônia. -  ele disse levantando do chão e me puxando junto.

Helena e Asensio também levantaram do chão rindo da loucura de Isco, a ruiva pegou o cabinho de uma flor e enrolou como se fosse uma aliança para que nós colocassemos no dedo enquanto Asensio agia como um padre e fazia a tal cerimônia. A mais divertida que eu já vi na minha vida, a primeira vez que eu e Isco nos casamos.

- Vocês são Soulmates...- pude ouvir Asensio dizer.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...