História Soulmate - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Tags Amandla, Amor, Justin Bieber, Romance
Visualizações 35
Palavras 1.337
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*Fanfic de minha autoria, sem plágio*

Amo viajar nas minhas histórias e me sentir parte dela, espero que eu passe isso.
Espero que gostem

Capítulo 1 - Início


Madison Wright

Ashley praticamente implora para a minha mãe para que eu possa ir nessa viagem junto com ela, eu já tinha conversado com a minha mãe sobre ela mas não tinha ganhado uma resposta. Era simples, estava de férias da faculdade, iria passar Novembro e Dezembro com ela e alguns de seus amigos no Canadá e depois na Grécia e voltava para passar o Natal e Ano Novo aqui. O problema não era dinheiro, pelo contrário, minha mãe nunca foi muito de confiar em mim, ela ainda me vê como uma criança pequena que precisa dela o tempo todo. 

- Confie em mim, tia Margarida, eu vou cuidar bem da Madison – Ashley diiz com confiança, eu só espero que isso dê certo mesmo 

- Eu ainda não gosto da ideia dela passar tanto tempo longe da nossa família – Minha mãe diz 

E como nossa família ela quer dizer eu, meu irmão mais novo, meu pai e minha irmã mais velha que vem passar uns tempos aqui em casa. 

- Mas eu confio em vocês e sei que vai dar tudo certo – Ela diz mais para ela do que para nós 

Eu pagaria para Ashley uma barca de sushi do tamanho do mundo se ela quisesse por fazer minha mãe concordar com essa viagem. Era simples, a última palavra era dela dentro daquela casa, ninguém era capaz de passar por cima de uma ordem de dona Margarida. 

Nós iríamos viajar para a casa de um amigo de Ryan, namorado de Ashley, no Canadá e depois iríamos para Grécia, iríamos amanhã a noite e eu não tinha uma mala pronta então Ash veio me ajudar com a mala, fizemos duas apenas com roupas de frio, porque no Canadá era muito frio nessa época do ano, depois mais duas com roupas frescas e biquínis novos que tinha comprado, uma outra com sapatos e a última com acessórios e maquiagens. 

Revisamos tudo três vezes com uma pequena lista que fiz pelo celular, me lembrando de arrumar minha mochila com meus eletrônicos e então estava tudo pronto. Era um pouco exagerado levar seis malas cheias mas Ashley não se importou e disse que estava levando dez malas, exatamente, dez. 

É, eu também fiquei chocada. 

Meu pai nos ajudou a colocar tudo no carro, não foi fácil, as malas estavam pesadas, parece que eu vou pagar uma grana a mais no aeroporto. Essa noite eu dormiria na casa da Ash, amanhã arrumaria os últimos detalhes com ela e com Ryan e então iríamos fazer a viajem pela noite. Eu disse a Ash para passar no mercado, queria comprar alguns chocolates para o amigo de Ryan, afinal, eu ficaria na sua casa um tempo então queria dar algo a ele e fala sério, quem não gosta de chocolate? 

Compramos mais algumas besteiras e combinamos de pedir pizza para o jantar. 

No outro dia estava morrendo de ansiosidade. Acabei acordando tarde junto com Ash enquanto Ryan resolvia os últimos detalhes do -choquem- jatinho que o amigo dele iria mandar vir nos busca. Olha, um luxo. Almoçamos eu e ela e pela tarde fui tomar um bom banho, lavei meus cabelos e demorei cerca de uma hora para os arrumar devidamente, não é fácil cuidar de cabelos black power.

Coloco uma calça jeans preta, um body de mangas cumpridas rosa e um all star branco.

Coloco na minha mochila um moletom, os chocolates e os meus eletrônicos. Passei um batom nude, quase da cor da minha boca, e um perfume mais adocicado.

- Pronta para as melhores férias da sua vida? – Ashley entra no quarto com sua mala de mão

- Prontíssima – Digo pegando minha mochila

Ryan estava no banco do motorista, Ashley no do carona e eu no banco de trás. As malas já estavam no jatinho. Ryan era do tipo caladão, pelo menos ao meu ver, mas eu via como ele tratava Ash, era lindo a preocupação que ele tinha com ela, o jeito que eles se olhavam. Era lindo.

Eu conheci a Ash no ensino médio, ela era mais velha mas tinha repetido um ano então terminamos juntas, e no fim do ensino médio ela conheceu o Ryan e não demorou para começarem a namorar. Ashley era totalmente o contrário de mim, era totalmente extrovertida, nada tímida e fazia amizades muito fácil, já eu era um poço de timidez, tive um namorado na vida e não beijo na boca, tipo, 2 anos, bem por aí.

Mas não é algo que eu priorizo, claro que beijar na boca é tudo de bom, transar também deve ser mas quero estar com alguém que realmente valha a pena e que goste de mim. Não devemos procurar o amor, ele simplesmente acha você e eu estou aqui, aguardando.

- E aí querida, você vai ficar ai para sempre? – Ash bate no vidro me fazendo acordar do meu transe, eu nem vi quando chegamos

- Justin disse que em Ottawa está 3°C e que na madrugada pode chegar a -2°C – Ryan diz se sentando na poltrona do jatinho

Eu nunca estive em um jatinho, éramos bem de vida mas não ao ponto de ter um jatinho particular.

- Eu vou morrer congelada – Digo e Ryan ri

- Eu amo o frio do Canadá – Ryan diz e esfrega as mãos

O voo demoraria 5 horas, maia ou menos, na maior parte do tempo eu dormi então passou bem rápido, fizemos um lanche e quando a aeromoça veio nos dizer que iríamos pousar em instantes eu coloquei meu moletom da Nike branco e apertei ao cintos. Podia ver neve caindo bem leve pelo vidro e alguma luzes acesas, aqui em Ottawa era pouco mais de meia noite e assim que eu saí do jatinho senti o frio me atingir em cheio e soube que um moletom não ajudaria em nada naquele frio.

- Puta merda, Ry, está muito frio – Ash reclama e ele ri

- A casa tem aquecedor, vamos logo – Ele riu e saiu na frente

Peguei um carrinho de bagagens para levar as minhas seis malas, o amigo de Ryan tinha mandado três carros para nos buscar, o quão rico esse amigo é? Eu fui no carro com Ash e Ryan e nossas malas foram nos demais carros. Tirei os chocolates da mochila e fiquei com ele na mão, pois certamente acabaria me esquecendo de entregar ao Justin -dono da casa. Olhava pela janela a fina neve caindo lá fora, era tão lindo.

Poucas luzes estavam ligadas mas na avenida principal tudo estava aceso e movimentado, passamos por uma cafeteria linda e eu logo soube onde eu iria querer ir amanhã. Mas pelo frio seria bem capaz de eu querer ficar enrolada numa coberta o dia todo. 

- Já estamos chegando – O motorista nos avisa

As casas mudavam o tempo todo, uma mais bonita que a outra, uma maior que a outra. Depois que o cara mandou um jatinho e três carros para nos buscar eu não estava esperando menos da sua casa. Era lindo, em tons escuros e com tijolos e grande.

- Justin sempre exagera – Ashley diz rindo enquanto sai do carro

- Você sabe como ele é – Ryan ri

A porta se abre e eu estou muito longe pegando minhas coisas mas posso ver Ryan sair correndo e saltando no colo de um homem, acho eu que seria Justin, o dono da casa. Acompanho Ashley com os chocolates na mão e minha bolsa no ombro, encaro as pedrinhas do chão tímida. Ashley cutuca o homem alto, que se vira sorridente.

Porque ninguém me avisou que o melhor amigo de Ryan era o Justin Bieber?

- Justin, essa é a minha melhor amiga, Madison – Ashley diz mas eu estou congelada sentindo minhas bochechas esquentaram, e olha que eu estava com frio

- Oi Madison – Ele diz

Eu escuto as músicas dele, nunca fui de acompanhar sua vida ou ser fã, mas quem não conhece Justin Bieber hoje em dia? Ele é tipo uma superestrela

- Pra você – Estico o braço lhe estendendo a caixa de chocolates, me sinto patética em oferecer uma caixa de chocolates para ele

Socorro, que vergonha. 

Eu vou matar a Ashley.

- Pierri Marcolini são os meus favoritos – Ele sorri 



Notas Finais


Espero que gostem.

Essa fanfic também é postado whattpad, dêem uma passadinha por lá pois eu posto imagens no meio da história que aqui eu não consigo por.

Beijos gostosas


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...