História Soulmate (Imagine Jaehyun) - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Neo Culture Technology (NCT)
Personagens Jaehyun, Johnny, Personagens Originais, Ten
Tags Imagine, Imagine Nct, Soulmate Au
Visualizações 96
Palavras 1.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Misticismo, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shounen, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Pra ser sincera, esse capitulo já estava pronto ha meses, mas eu nao sabia se ele estava bom o suficiente. Enfim, desculpem pela espera :(

Capítulo 8 - Parte 6- A verdade.


Fanfic / Fanfiction Soulmate (Imagine Jaehyun) - Capítulo 8 - Parte 6- A verdade.

Vocês foram até um food truck e Jaehyun comprou um cachorro quente para ele. Você estava sentada de braços cruzados, esperando ele finalmente dizer algo.

“O que você quer?” Você perguntou.

“Hum, acho que mostarda. Você pode pegar pra mim?” 

“Eu não estou falando disso, seu idiota!” Você exclamou. “Você me tirou de um quase-encontro com o garoto que eu gosto! É bom que seja algo importante.” 

“Isso é importante!” Jaehyun tomou um gole do refrigerante dele. “Eu estou com fome!”

Você bufou e se levantou. “Eu tenho coisas mais importantes pra fazer. Bom apetite.”

“Espera, Espera!” Ele disse. “Tudo bem! Eu vou falar!”

Você se sentou novamente.

“Eu estou doente.” Ele disse com a mão sobre o peito. Você sabia muito bem que isso não passava de drama. “Bem aqui! No meu coração!”

Você riu.

“Agora...” Ele mordeu um pedaço de cachorro quente antes de continuar. “Eu só quero que façamos as pazes!” Ele disse de boca cheia. Nojento… “Então vamos ser amigos?”

“Que?”

“Eu não quero mais brigar!” Jaehyun disse. “Eu não vou mais implicar com você.”

“Isso é sério?” Você perguntou e ele assentiu. “Nem com o Taeil?” Ele fechou a cara imediatamente.

“Taeil? Você gosta mesmo dele?” Jaehyun perguntou.

“Claro que sim! Eu já te falei isso!”

Jaehyun parou um pouco para pensar, ele realmente parecia não gostar de Taeil, mas o motivo ainda era estranho para você.

“Tá bom! Eu não vou implicar com o seu namoradinho.” Ele disse, e você sorriu. “Mas” Ah não. “Eu não quero ele na sua casa nem na minha! Ele me dá nos nervos.”

“Você não pode me impedir de levar ele na minha casa!” Você reclamou.

“Por que não? Eu praticamente moro lá agora! Você, ou algum dos seus amigos, iriam gostar se eu levasse uma garota aleatória pra lá?” 

Você bufou, mas tinha que assumir que Jaehyun estava certo. “Tudo bem! Eu não vou fazer isso.” Você estendeu a mão pra ele. “A partir de agora não vamos mais brigar, okay?”

Ele apertou sua mão, te causando aquele mesmo arrepio que você sentia sempre que isso acontecia. Maldita conexão… 

“Feito!” Jaehyun disse.

Agora você e Jaehyun eram “amigos”. Isso era um pouco esquisito...

Já faziam duas semanas que vocês tinham feito as pazes e isso pode parecer estanho, mas você sentia como se algo estivesse faltando. Aquelas brigas bobas de antes já não aconteciam mais, Jaehyun não invadia seu espaço e você não invadia o dele. Isso poderia parecer uma ideia maravilhoa à algumas semanas atrás, mas agora você sentia que, mais do que fazer as pazes, vocês dois tinham na verdade traçado um acordo para não cruzar o caminho do outro. Não que você se importasse, claro.

Como se já não bastasse isso, agora você também estava estranha com Taeil. A culpa não era dele, pelo contrário, Taeil era tudo o que você sempre esperou de um garoto. Ele era bonito, gentil, inteligente e mostrava real interesse em você, sem falar que ele era o principal motivo de você ter trocado as noites de festas por noites de estudos com ele. O real problema, o que estava fazendo você perder a cabeça, é que Taeil ainda não sabia que você tinha um soumate. Ele já tinha visto Jaehyun diversas vezes, mas ainda não fazia idéia da sua ligação e por mais que todos os seus amigos te dissessem pra contar, você não conseguia, pois você tinha medo da reação dele. Taeil era um garoto bom e você não queria magoa-lo.

“S/N!” Você despertou de seus pensamentos com a voz de Taeil te chamando. 

“O que foi?” Você perguntou, ainda confusa.

Taeil riu e segurou seu pulso,  foi quando você percebeu que estava fazendo rabiscos sobre toda a página do seu livro.

“Você está um pouco distante hoje.” Ele virou a cabeça pra te olhar. “Tá tudo bem?”

Você analisou a face do garoto, com pensamentos a mil. Foi quando você teve uma ideia.

“Eu só estava me lembrando de uma situação…” 

“O que? Pode me dizer, se quiser.” Ele fechou o livro e se aproximou de você, repousando o braço sobre seu ombro.

“É que… Eu tenho uma amiga, ela mora muito longe, e ela estava me contando uma situação que está acontecendo com ela.” Você pausou pra ver se ele estava prestando atenção, e sim, ele estava. “Ela disse que conheceu um garoto e que eles começaram a sair, mas só depois de um tempo ele a contou que já tinha uma soulmate. Ele afirmou que ele e a soulmate dele não tinham nenhum tipo de relacionamento romântico, mas mesmo assim ela não sabe como reagir.”

“Uau.” Taeil disse. “Eu não queria estar no lugar dela.”

“O que você faria se isso fosse com você?” 

Taeil parou um tempo pra pensar, enquanto deslizava a mão sobre seus cabelos. 

“Eu ficaria muito bravo por não ter me contado antes e provavelmente perderia minha confiança nessa pessoa… Se eu fosse sua amiga, eu terminaria com ele e seguiria minha vida.”

Isso era tudo que você não queria ouvir. Do nada, você sentiu como se seu coração tivesse parado e lágrimas involuntárias começaram a descer sobre seu rosto. Você tentou ao máximo disfarçar, mas Taeil acabou notando.

“S/N?” Ele soltou seu ombro e segurou seu rosto. “Eu disse algo de errado?”

Você se separou das mãos e se levantou com pressa para a porta de saida, mas Taeil foi até você. 

“S/N!” Ele segurou seu pulso, te impedindo de sair. 

“Me desculpa por mentir pra você…” Você disse e isso foi o bastante para Taeil ligar os pontos. 

“Você… Tem um soulmate?” Você assentiu, incapaz de olhar o garoto nos olhos. “Agora tudo faz sentido…” Ele soltou seu pulso virou-se para trás. “É o Jung Jaehyun, não é?” 

“Taeil…” Você não conseguia controlar suas lágrimas.

“É ele?” 

“Sim… mas eu não gosto dele. Eu gosto de você…” 

“Vá embora.” Taeil disse, seu tom de voz era uma mistura de raiva e tristeza.

Você pegou suas coisas e foi embora. Era a primeira vez que você tinha seu coração partido. Depois de todos esse anos sem querer se envolver com ninguém você finalmente tinha dado uma chance a alguém , mas agora olha onde você estava: sentada numa parada de ônibus, com lágrimas no rosto e sem poder evitar todos os olhares estranhos em cima de você. Era humilhante, mas isso não importava agora, tudo que você queria era chorar cada vez mais.

Seu celular vibrou e você o pegou, vendo uma mensagem de Jaehyun.

Jaehyun: Gorila, cadê você? Minha cabeça tá fervendo e eu estou chorando sem motivo algum!!!

Jaehyun: Pera, tá tudo bem?


Notas Finais


É isso gente! Obrigada pelo apoio de vocês <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...