História SoulxMate - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Chuu, GoWon, JinSoul, Kim Lip, Personagens Originais, ViVi, Yves
Tags Chuulip, Kimlip Vs Kim Jungeun, Loona
Visualizações 310
Palavras 1.468
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


FINALMENTE TO POSTANDO ESSE PLOT AAAAAA AMÉM IRMÃOS. então, depois de meses e meses estou eu voltando com mais uma longfic, que será atualizada todas as quartas a partir de agora. Essa fanfic vai ser um treco muito doido meninas, espero que vocês consigam entender tudinho e shippar os couplezinhos. Inicialmente a estória ia ser lipsoul mas a Jiwoo combinou tanto com a protagonista que precisei da uma oportunidade a Chuulip... eu sinceramente não vejo química romântica neste couple mas eu darei o meu melhor pra nessa fanfic elas terem muita quimica, amém. Conto com o apoio de vocês, meus leitores preciosos que por um motivo desconhecido gostam do que escrevo. ENFIM, vamos ao prólogo, gatinhas.
Boa leitura ~♡

Capítulo 1 - Prólogo


   O suspiro que Jiwoo soltara ao finalmente terminar de ler pela milésima vez a sua fanfic favorita chegava a ser exagerado mas a garota não se importava,  mesmo, deixando-se agonizar em suspiros e reclamações que apenas o seu travesseiro poderia ouvir. Quando arranjaria a garota dos seus sonhos? Jiwoo esperava pacientemente sua menina aparecer e brilhar para si desde que descobriu não querer um príncipe e sim uma princesa, mas havia horas em que queria surtar por não poder viver o romance que tanto ansiava.

  Houve vários alarmes falsos; tal como sua atual melhor amiga, Jinsoul, e a gatíssima Park Chaewon, a rainhazinha do primeiro ano. Todavia, bastou apenas o mínimo contato com as duas para entender que não existia chance de uma história de amor; Chaewon só tinha olhos para si mesma e vivia em uma bolha, a Kim abandonou a paixão no instante em que ao entrar por acidente na sala do primeiro ano, a Park lhe dissera que pensaria em seu caso, já que tinha tantos e tantas pretendentes. E a única coisa suspeita que a mais baixa fizera fora olhar meio abobalhada para a loira, que entendeu como uma declaração indireta do amor desesperado e sôfrego daquela menina fofa.

     Depois do acontecido, decidiu que sua paixão que apareceria pra si, talvez com umas flores ou um pinguim de pelúcia, nunca se sabe. O problema era sobre Jiwoo já está quase indo para o terceiro ano sem ter tido a chance de aproveitar o ensino médio com uma namoradinha e o mesmo estava a deixando chateada, mas o que poderia fazer? Sua alma gêmea apareceria no tempo certo, tinha plena certeza.

    Posteriormente abandonar o celular e a sua leitura, despediu-se de seus pais e a realizou a sua rotina de todas as noites, que consistia em ler mangás shoujo-ai em uma biblioteca que por sorte de alguma entidade superior ficava a alguns minutos de sua casa. Gostava tanto de lá que optava por nunca levar nada pra ler em casa, até porque o local também era muito mais agradável para tal coisa do que sua casa sempre barulhenta, tinha sorte de conseguir ler fanfics e estudar quando existia Yeojin gritando e surtando pelos desenhos sem sentido que tanto gostava.

    Seria uma noite como todas às outras; continuaria a leitura de ontem e dirigiria um sorriso simpático para Chaeyoug, a atendente. Mas bastara apenas avistar o vulto de cabelos loiros e roupas escuras lendo algo no balcão para perceber que absolutamente nada seria como o previsto.

  Quem era aquela princesa gótica? 

 Certo, gótica talvez fosse um exagero, a garota apenas vestia roupas dignas de uma motoqueira e sequer usava maquiagem pesada, a única coisa que podia apontar ela ser assim seria o tanto de preto que vestia. Sem dúvida alguma, Jiwoo jamais havia visto uma mulher tão bonita em sua a vida, nem na televisão. Parecia clichê mas mesmo ainda na entrada do lugar, sentia ver aquela garota com seu coração, imaginando que não haveria ser naquele mundo inteiro que que a encantasse daquela maneira, não precisando sequer encaixar-se em seus padrões de paixão. Enquanto admirava aquela beldade vestida em negro e atitude a sua frente, pensou no quanto havia errado pensando que naquele mundo não existia mulher mais bonita que Zhou Jieqiong, aquela garota era a própria beleza em forma humana! O encanto, a paixão, a tentação...

— Está decidindo se entra ou não? — como na intenção de pegar o coração da Kim e jogar montanha abaixo, a atendente fala, com um sorriso debochado capaz de fazer até um passarinho na única intenção de cantar o começo de um novo dia, apaixonar-se.

 Jiwoo tentou responder, mas desistiu tamanho o seu nervosismo e apenas saiu da entrada, aproximando-se dos livros e mangás, meio distraída sobre tudo o que estava ao seu redor. Tentou lembrar do motivo que a levou ali mas, só conseguia olhar rapidamente para a instante com os mangás na categoria que gostava e então desviar para a atendente que parecia um anjo caído pronto para conquistar o seu coração. Ah... Imagina que lindo seria? O céu havia expulsado a mulher por ter se apaixonado por uma humana que, no caso, era Jiwoo. Com certeza estavam destinadas, só isso explicava todo o encantamento que a Kim sentia, deveria ser a sua alma gêmea bem ali! O seu anjo caído, vindo do inferno para transformar a sua vida em algo melhor que o próprio paraíso...

— Ei, venha aqui. — disse a loira novamente, fazendo à outra dar um passo em falso e esbarrar em dos puffs que enfeitavam a biblioteca, quase caindo e derrubando alguns livros por consequência. Após os apanhar, finalmente se pôs em frente a mulher de seus sonhos, sem conseguir expressar nada além de um sorriso nervoso. — Você está me encarando a não sei quantos minutos, o que não me surpreende, porque sei o quanto eu sou atraente, modéstia parte. Esperava isso vindo trabalhar aqui algumas horas mas, você até que é fofa! O que acha de sair comigo quando meu turno acabar?

   Se estivesse em seu juízo normal, teria odiado completamente aquela arrogância e audácia mas, na sua mente, havia apenas a possibilidade de um encontro com o anjo caído que surgira em sua vida tão de repente. Com sua consciência desligada, coração acelerado e sorriso enorme, já se preparava para dizer um sim, nem que fosse a última coisa que faria na vida. Até que a loira sorriu para trás de si, a deixando ligeiramente confusa.

— É sério que você vai me trocar por um projeto de urso, Lip? — uma voz conhecida disse atrás de si, deixando-a tensa e já querendo sumir dali o mais rápido possível.

    O sorriso da mais alta entre as três se intensificou. Posteriormente as palavras da outra loira atrás de si, a atendente abandonara sua posição para se dirigir a Park Chaewon junto de um descarado beijo na boca, sem se importar com a possibilidade de estar partindo um coração inocente.

— Quem sabe na próxima, gata.

 Ignorando o trabalho que deveria continuar, saiu enquanto abraçava o ombro de Chaewon, que apenas dirigiu um sorriso cínico a menina de atual coração partido.

 Jiwoo sabia como era se decepcionar com amores bobos e paixões impossíveis como as que sentia por suas artistas favoritas e mas, em hipótese alguma, imaginou sentir-se tão mal apenas por uma decepção sofrida com alguém que sequer conhecia. Seria isso o que chamamos de amor à primeira vista? E poxa, esse fenômeno bonito e raro precisava vir junto de uma realidade cortante? Jiwoo não pôde nem se iludir.

 Lágrimas começaram a brotar dos seus olhos e, antes que as mesmas caíssem, correu até a saída da biblioteca de uma maneira tão atrapalhada que acabou caindo no chão junto de alguém que estava entrando. Jiwoo estava errada em pensar que seu coração nunca poderia ter dado um tombo tão grande quanto quando viu a atendente de alguns minutos atrás beijando sua antiga crush; definitivamente, o pobre órgão correria risco de deixar de bater novamente, mas dessa vez por um motivo ainda mais confuso. 

— Você está bem?

Com um olhar repleto de ternura e cuidado, uma garota idêntica a loira que saíra alguns minutos atrás, segurava delicadamente o pulso de Jiwoo que ainda permanecia sentada no chão da biblioteca por consequência da queda. Sem saber como agir, levantou-se deixando que a mesma continuasse aquele toque protetor. Olhou alguns segundos para a garota que apesar de idêntica, aparentava ser dona de traços angelicais que a tal Lip de mais cedo não tinha o mínimo. O coração a alguns minutos partido, sentiu-se rapidamente aquecido, reconfortado.

— Eu sou a Jungeun, posso ajuda-la em algo?

    Disse à loira não aguentando mais o silêncio incômodo e os olhares confusos da menina mais baixa que por mais que fosse adorável, estava atrapalhando o seu trabalho. Quem sabe desse sorte e a encontrasse em alguma outra ocasião? Sem dúvida gostaria de retribuir aqueles olhares, mas aquele não era o momento, infelizmente.

    Para a surpresa da que esperava, Jiwoo separou-se do toque singelo e correra para fora do local, deixando uma Jungeun sorridente e alheia para trás, a mesma decidindo ignorar o acontecimento inesperado e voltar para detrás do balcão, imaginando se veria a pequena novamente.

   Jungeun não tinha ideia que, passeando por seus pensamentos, estava mais uma das que deixaram-se iludir pelo charme inevitável da sua irmã; KimLip, o terror de qualquer menina sensível ou garoto desavisado, sendo totalmente o oposto de Jungeun, que dedicava à sua vida em em favor dos outros, sonhando silenciosamente em poder construir a sua felicidade ao lado de uma pessoa de coração carente, na qual daria todo o amor que pudesse.

Isso ainda vai dar uma confusão... Pensou Minji, achando os acontecimentos da noite muito mais interessantes do que o livro que estava lendo. 


Notas Finais


O MELHOR DESTA FANFIC É A CHAEWON DE PIRRALHA AUDACIOSA, com todo respeito. Espero que tenham gostado e até próxima quarta ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...