História Sozinho no bar.....(Frans) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Undertale
Personagens Alphys, Asgore Dreemurr, Asriel Dreemurr, Chara, Frisk, Grillby, Mettaton, Papyrus, Personagens Originais, Sans, Toriel, Undyne, W. D. Gaster
Tags Romance Undertale Frans
Visualizações 63
Palavras 1.390
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Hentai, Magia, Misticismo, Policial, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Uiii cap quente u.u hihi
AVISO: Esse capítulo contém Hentai, então recomendo que se vc não gosta, peço que saia agora!
Aviso dado ♡♡♡Boa leitura♡♡♡

Capítulo 2 - Você me faz sentir estranho.....


Fanfic / Fanfiction Sozinho no bar.....(Frans) - Capítulo 2 - Você me faz sentir estranho.....

Eu acordo com a luz que vinha da sacada, estava tonto e com dor de cabeça, me levanto com dificuldade e com a mão na cabeça, vou dando passos lentos até a cozinha, que emitia um cheiro delicioso de ovos com baicon, fui até a entrada e me encostei na mesma, Frisk estava cozinhando  no fogão, ela já estava vestida com seu uniforme, que sinceramente era um uniforme de garçonete mais sexy que já tinha visto, ela estava vestindo uma saia branca curta, uma meia calça arrastam preta, um salto de agulha preto e um bori de manga comprida  preto com uma gravata branca.

-Eu já te disse que você fica linda nesse uniforme?

-Hm..já, mais eu não ligo.

-Então o que você está fazendo, que está com um cheiro tão bom!

-Ovos com baicon!

-Hm, ser filha de chefe de restaurante tem suas vantagens he.

-He, agora para de tagarelar, e vem comer antes que esfrie.

-Você daria uma ótima esposa sábia!

-Até parece, me casar com você Sans, não sonha.

-O quê, eu não sou o suficiente pra madame.

Frisk on

Após dizer aquilo com um sorriso malicioso, o mesmo me empurra com tudo na parede, fazendo com que nossos corpos se juntarem e ficássemos cara a cara, eu conseguia sentir sua respiração pesada e me perdi em seus lindos olhos azuis, até que a distância de nossos rostos foi juntada por Sans, que sem demora colou nossos lábios formando um beijo, ele pediu passagem com sua língua, que rapidamente foi concedida, nossas línguas dançavam em uma dança única, ele me apertava contra o mesmo e me agarrou pelos glúteos, me levou até o sofá sem separar nossos lábios, ele me deitou e ficou em cima de mim e então intensificou mais nosso beijo...Mais porquê, porquê eu estava fazendo isso, eu gosto dele? Não, eu não posso gostar dele, ele só vê o meu corpo, nunca se interessou saber quem eu sou, então porquê eu continuava o beijando...

Até que nosso clima foi totalmente cortado por Mettaton, que arrombou a porta em minha procura, Mettaton é meu colega de trabalho e faculdade, ele faz o mesmo curso que eu, Moda, e ele é realmente bom no que faz.

-MENINA CADÊ VOCÊ, EU NÃO ESTOU DANDO CONTA DAQUELE POVO MORTO DE FOME......AIIII MEU SANTO PURPURINADO, desculpa não queria estragar seu clima com o gostosão do policial.

-METTATON, n-não estava acontecendo nada, não é mesmo Sans.

-É não estava acontecendo nada...

Ele fala isso com um rosto confuso, provavelmente ele estava pensando a mesma coisa que eu "Mais que porra acabou de acontecer aqui". Fui até meu quarto peguei minha bolsa e fui até Mettaton.

-Ui nega, que clima quente em!

-A CALA sua boca Mettaton, vamos logo antes que eu enfie essa bolsa na sua fusa!

-Nossa tabom extressadinha, vamos logo.

(...)

Fiquei parado um pouco encarando o nada e pensando, "Mais que merda eu acabei de fazer"....

Depois de despertar do meu transe, fui até meu quarto e desmaiei na cama, gente nunca imaginei que minha cama séria uma nuvem comparada ao sofá duro, até que meu celular começa a tocar, com muita preguiça peguei o celular na escrivaninha, e vi quem mandou a mensagem.

Mensseger on

Garotinha- Oiie, vou voltar mais tarde, então se sentir fome tem comida no forno, que fiz mais cedo, se cuida enquanto eu estiver fora :P bejinhoss♡.


Mensseger off

Porquê ela me trata tão bem? Mesmo eu sendo um babaca, escroto e tarado com ela, ela contínua sendo....gentil e porquê, porquê ela me faz se sentir tão estranho, quando eu vejo ela, tudo que tem de negativo em mim, se estabiliza e fico mais leve, sinto um frio imenso na barriga, só de ver o corpo dela nosaaa, CARA ESSA GAROTA ME DEIXA LOUCO...

(...)

Era exatamente 02:23 da manhã, eu estava vendo tv até que ouso um barulho de tranca vindo da sala, vou até a sala e vejo Frisk pondo sua chave e sua bolsa em cima da mesa, ele estava com uma cara exaustiva, mais assim que me viu solto um lindo sorriso.

-Oi, como foi seu dia?

-Nada de mais, fiquei o dia inteiro na cama.

-Hm, parece que ele foi mais interessante do que o meu.

-E o seu, como foi?

-A mesma coisa de sempre! Mais hoje um menino vomitou na piscina de bolinhas e o Mettaton teve que limpar, ah ver a cara de nojo dele não tem preso haha.

-E deve ter sido engraçado.

...

-Então...você já comeu alguma coisa?

Faço um rosto malicioso, e então digo.

-Não ainda não comi nada, e eu estou morrendo de fome!

Me aproximo mais da mesma, e pego em seu rosto, ela me olha surpresa.

-Frisk, você é tão linda, e se preocupa tanto comigo, porquê?

-Sans, eu gosto de você...

Após ela dizer aquilo, entrelaço nossas bocas formando um beijo, era um beijo quente e intenso, nossas línguas batalhavam por espaço, pego ela no colo e a levo até meu quarto sem separar nossas línguas, a deito na cama e começo a beijar seu pescoço, naquele momento se eu não parece, não iria mais conseguir parar...

-Se eu não parar agora, eu não vou mais conseguir parar.

-E quem te dize, que eu quero que você pare!

Ela diz com a voz abafada, dou um sorriso mordendo o lábio inferior (imagem do capítulo) e volto pare seu pescoço, começo a dar pequenos beijos e chupoes na área, começo a tirar a blusa da mesma, a deixando somente de sutiã, vou dando beijos por toda sua barriga, fazendo a pequena garota soltar gemidos abafados e de prazer, ouvir aquilo era como música pra mim, a olho novamente e tiro seu sutiã, deixando seus seios a mostra, eu os incaro por um tempo, depois começo a chupar seu seio direito e apalpar o seu esquerdo, ela se contorcia e isso me deixa doido, vou até sua saia e a tiro, abro suas pernas e tiro sua calcinha, admiro aquela parte de seu corpo, ela estava toda molhadinha, comecei a masturba-la com minha língua, ela soltava gemidos baixos e agarrava os lençóis da cama, então depois de um tempo fazendo vários movimentos com minha língua em sua intimidade, ele chega ao seu ápice e goza em minha boca, eu a olho e paço minha língua em meus lábios deliciando seu doce gosto, a mesma cora com meu ato, e mostra sua língua em sinal de deboche, após aquilo sorrio, e tiro minha calça apenas ficando de box, ela vem até mim de mancinho, e aquilo foi muito sexy, ela tirou o box devagar e delicadamente, assim que ela tirou meu pênis já estava ereto e duro, ela o encarrou e começou a lamber a cabecinha, eu soltava gemidos abafados e com muito prazer, então coloquei minha mão em sua cabeça para guia-lá, ela ia cada vez mais fundo, e meu Deus que boquinha maravilhosa, eu estava chegando ao meu ápice, então acabo gozando dentro da boca dela, ela engole ele inteiro e depois lambe os dedos, puta merda eu já tava muito excitado, então deito sobre a mesma, abro suas pernas, e coloco a cabeça do meu pênis contra sua entimidade, ela solta um gemido médio, para acalma-lá eu digo "Calma, eu vou ser cuidadoso" ela acena positivamente com a cabeça, então eu começo a penetra-la, ela agarra minhas costas com muita força, chegando a fazer arranhões, fico parado por um tempo até ela se acostumar, assim que ela diz que posso continuar, começo a dar estocadas lentas e fracas, estão eu ouvi a frase que eu mais queria..

-M-mais rápido...

Ela disse entre gemidos.

-Qual é a palavra mágica?

-P-por favor..

Assim que ela diz isso, dou estocadas mais rápidas e mais fortes, ela começa a gemer mais alto, então para abafar o som e não acordar os vizinhos, dou um beijo na mesma para quebrar os sons, assim que já estava quase chegando ao meu clímax, tiro meu pênis de dentro dela, e peço para a mesma ficar de quatro, assim ela faz e começo a penetrar seu ânus, era tão apertadinho e tão quente que me deixou louco, ela pedia por mais, eu ia mais rápido e mais forte, dava alguns tapas na bunda dela, até eu gozar...

Nós dois deitamos exaustos na cama, então eu falo.

-Então eu me sai bem?

Digo abafado e com um sorriso de sempre, ela não respondeu, então olhei para a mesma que estava dormindo em meu peitoral com um pequeno sorriso, sorriu também e dou um beijo em sua testa, coloco a coberta sobre nós, e não demoro muito para dormir também...





Notas Finais


Gente Hentai no segundo capítulo MAIS EU TÔ MUITO SAFRADA KKKKK
Espero que tenham gostado, se houve algum erro de ortografia me perdoem
Beijos com gosto de CHOCOLATE♡♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...