História Sozinho? (Yaoi) - Capítulo 70


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Gay, Romance, Tortura, Violencia, Yaoi
Visualizações 84
Palavras 1.226
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Festa, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Hello peoples
Esse capitulo foi feito 3 vezes. Sim. 3 vezes. Eu não conseguia salvar ou alguma coisa dava errado, então eu realmente espero que gostem
Um capitulo parecido (eu acho) já foi postado na primeira temporada, porém eu gosto de falar/escrever desses assuntos. Então se parecer muito repetitivo algumas partes desse capitulo, perdão. Eu apenas acho importante escrever sobre isso
Enfim, sem enrolação, boa leitura.

Capítulo 70 - Capitulo 29


LEIA AS NOTAS ACIMA.

{Matthew narrando}

Ar.

Eu preciso de ar.

Meu pescoço é segurado com força enquanto eu tento me soltar, me debatendo, mas parece que não dá certo. É como se eu nem ao menos estivesse me mexendo. Como se eu não estivesse tentando me livrar disso

Minha garganta dói de tanto gritar e meus olhos ardem de tanto chorar.

Isso é horrível. 

Meu pescoço é apertado com mais força enquanto apenas tento pedir ajuda.

Quem está fazendo isso? Quem quer que eu sofra tanto? Eu quero saber. Agora é tudo o que eu preciso.

Eu quero respirar...

Eu não consigo respirar.

Ar.

Eu preciso de ar.

 

“AAAAAAAAAAAAH!!!” –Abro os olhos gritando rouco e fino enquanto Victor me olha assustado em cima de mim, com as suas mãos em meus ombros próximo de meu pescoço. Ele está com seus olhos em lágrimas, enquanto as minhas não param de cair. Ele perguntou um “o que aconteceu?!” Mas eu não soube responder. A única coisa que eu sei é respirar, chorar e tremer. Eu não entendo. O que aconteceu?

“Amor, calma, ta tudo bem” –Ele me abraçou forte, repetindo novamente as mesmas frases em meu ouvido. Mas eu me sinto mal. Eu quero saber porque isso acontece comigo!

Por que sempre parece que alguém me quer morto? Por que parece que alguém quer me ver sofrendo? Por que parece que a vida não me quer vivo? ...apenas...por que?

Tudo parece apagar de repente.

Eu apenas preciso de um motivo...eu preciso de ar

Ar.

(Sonho off)

----//-----//-----//-----//

{Mike narrando}

“Eu apertava seu pescoço e desejava sua morte”

Não quero mais isso. Quero todos vivos. Por favor...não mate ninguém agora –Eu pedi ajoelhado olhando para uma imagem de Jesus colada na parede do meu quarto. (Se você riu dessa frase vc vai para o inferno)

Escutei alguém bater em minha porta e apenas levantei, cobrindo a imagem com a cortina e limpando algumas lagrimas que haviam caído.        

“Pode entrar” –Eu disse baixo, arrumando alguns fios de cabelos quando vi Dylan entrar.

“Oi...” –Ele disse em um tom baixo também, vindo até mim.

Olhei para ele mais de perto e percebi seus olhos marejados.

“O que aconteceu?” –Perguntei com preocupação e ele apenas veio mais perto.

“Um pesadelo...” –Ele respondeu depois de um tempo, com a voz rouca e com as bochechas um pouco rosadas

“Quer contar o que sonhou? ...se não quiser...” –Ele me interrompeu

“Você” –Ele respondeu e eu me sentei na cama, batendo em minhas coxas para ele deitar ali.

“Eu sou tão feio assim?!” –Perguntei rindo fraco enquanto sentia sua cabeça encostar em minha coxa.

“Seu bobo” –Ele disse rindo anasalado “Eu sonhei que você ia embora...só não entendo porque dói tanto. Nem somos tão apegados...quer dizer, não éramos...eu acho” –Ele parecia confuso contando, mas acabei entendendo o que quis dizer

“Eu entendo...eu também não quero perder vocês” –Falei começando a fazer carinho em seu cabelo

“Eu já perdi ela. A pessoa mais importante para mim. Eu não quero perder vocês...mesmo sabendo que isso vai acontecer. Um dia eu vou perder vocês, ou vocês vão me perder. Mesmo que demore, Victor (eu também falo isso hshausaha, voltando...) me fez perceber que ninguém é imortal. Eu nunca vou estar preparado para esse dia” –Ele disse calmo, soltando suas lágrimas enquanto falava e eu acabei soltando lágrimas também.

“Melhor descansarmos” –Eu disse e ele subiu para um dos lados de minha cama. Deitei ao seu lado lhe dando um selinho e o fazendo sorrir.

Fechei os olhos e acabei pegando no sono.

{Justin narrando}

Estava dormindo quando senti alguém apertar meu braço, tentei não ligar até ouvir a voz de Harry em meu ouvido falando que ele não estava bem. Abri meus olhos lentamente percebendo que ainda não tinha amanhecido.

“Ju-Justin” –Sua boca mexeu calmamente e sua voz saiu pela mesma.

“O que foi, Harry?” –Perguntei quando ele sentou chorando na cama, com seu nariz e bochechas em um tom vermelho.

“Você me acha inútil?” –Ele perguntou enquanto fungava desesperadamente

“Não, Harry. Você não é inútil. Só isso?” –O olhei impaciente e seu choro aumentou

“E-Eu sou inútil! Por que você é tão grosso comigo?!” –Sua voz chorosa preencheu o quarto, junto de seus soluços e fungadas

“Você sabe que não é inútil. Sabe que todos nós te amamos, mas qual é, Harry! Nos conhecemos a 3 anos! Você sabe que é chato quando me acorda! Agora sai e me deixa dormir” –Falei tentando não parecer grosso e ele me olhou inocente

“Ta bom, Harry! Você venceu! Eu te amo” –Disse e ele não parou de chorar, logo a preocupação começou a tomar conta do meu coração.

“Ah, qual é?! Não fica assim, bebê. O que aconteceu?!” –Falei em meu tom preocupado e ele passou a mão em seus olhos, me olhando

“Eu tenho falta d-da minha família” –Ele disse gaguejando e tentando não chorar mais

“Não sinta falta de alguém que não sente falta de você. Harry, você não é o que eles falavam. Eles só queriam te machucar e agora está sentindo falta deles?!” –O puxei para deitar do meu lado

“E-eu sou sim! S-s-Sou só um v-viadinho inútil” –O abracei.

Ele com certeza não é inútil.

Mesmo com o seu sorriso lindo no rosto, sabemos que ele nunca parece bem. Ele continua nos fazendo sorrir e rir de besteiras. Nos faz parecer um bando de retardados mesmo não estando bem. Harry é um anjo. Todos eles são. Sabemos que todos temos problemas ou até mesmo besteirinhas que nos fazem chorar, mas preferimos esconder e fazer os outros sorrirem. Isso pode parecer errado, mas é tão bom. Poder compartilhar momentos com todos. Rindo e chorando. Amando e se ferrando *risos*...as vezes amando e sendo amado também. Compartilhar isso com todos eles me faz bem. Me faz não ser um inútil, mas sim, um inútil retardado. Que pode até ter problemas, mas os problemas parecem desaparecer quando estou com eles. Todos eles. Harry faz parte disso. Harry faz parte da nossa família. (Um pequeno desabafo da parte do autor. Estou chorando muito, sério ksks mds)

“Você não é inútil, Harry. Um viadinho talvez” –Ri e ele riu também

“Harry, você é incrível. Todos vocês são. Não deixe que as coisas do seu passado te façam chorar, pois tudo o que disseram de você estava errado. Eles eram apenas pessoas más, e infelizmente tem muitas dessas no mundo. Mas você tem que ser forte e continuar vivendo do seu jeitinho, mostrando esse seu sorriso lindo com covinhas e com certeza nos fazendo sorrir também, claro que não tão bonito, mas nos fazendo sorrir verdadeiramente” –Seus soluços e fungadas pararam e ele olhou no meu rosto

“Eu nunca vou abandonar vocês” –Ele disse sorrindo e ainda deixando lágrimas caírem

“E nós nunca vamos te abandonar, Harry” –Eu disse sorrindo para ele e observando seus olhos fecharem e ele dormir com o sorriso no rosto.

Somos uma família. E família significa nunca mais abandonar...ou esquecer.

"Ser uma família não é apenas o sangue ou sobrenome. Mãe ou pai. Tio ou tia. Irmão ou irmã. Mas o que te faz parte de uma família é o amor. Sendo amor de mãe, de pai, irmão, irmã, vó ou até mesmo amigo ou amiga. Você faz parte de uma família pelo amor. E o amor te faz parte da família." -Affsbrs ks


Notas Finais


Espero que tenham gostado, de verdade. Eu coloquei muito sentimento nesse capitulo, ele é importante para mim, assim como alguns outros capítulos que fizeram parte da minha vida.
Então desculpe qualquer erro. Nos vemos qualquer outro dia.
All the love, V.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...